Caderno2 30 07 14

Download Caderno2 30 07 14

Post on 01-Apr-2016

217 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

<ul><li><p>CADERNO DOISwww.odebateon.com.br Maca (RJ), quarta-feira, 30 de julho de 2014, Ano XXXIX, N 8461 Fundador/Diretor: Oscar Pires</p><p>O DEBATE DIRIO DE MACACADERNO </p><p>O DEBATE DIRIO DE MA</p><p>Camila Butinholli conquista destaque no cenrio literrioA Psicloga e Psicanalista Camila Butinholli lana hoje o seu segundo livro intitulado A Clnica Psicanaltica - Novas Abordagens</p><p>Isis Maria Bor-ges Gomes</p><p>isismaria@odebate-on.com.br</p><p>Psicloga e Psica-nalista mistura sua </p><p>vasta experin-cia, injeta muito </p><p>talento e criativi-dade e mergulha fun-do no mundo literrio. </p><p>Trata-se de Camila Buti-nholli Rangel, que retorna ao cenrio literrio apre-sentando ao pblico o seu segundo livro intitulado A Clnica Psicanaltica - No-vas Abordagens. O lana-mento da obra acontece na Casa do Livro a partir das 19h desta quarta-feira (30). Na oportu-nidade, a escritora re-cebe os abraos de seus inmeros convidados, em noite especial de autgrafos.Segundo a psic-</p><p>loga, a obra coloca em evidncia novas abordagens de uma psicanalista no cam-po da Sade Mental - no Trabalho (vi-cissitudes do tra-balho offshore), nas Instituies Psiquitricas (o caso de Camil-le Claudel), no Hospital Geral (a "cura" pela fa-la e a vivncia do luto) e nas Pol-</p><p>ticas Pblicas sobre Drogas (novas perspectivas de tratamento para os usurios de drogas).</p><p>A CLNICA PSICANALTICA NOVAS ABORDAGENS. Camila Burinholli explica que, </p><p>neste segundo livro da srie "A Clni-ca Psicanaltica", intitulado - Novas Abordagens, ela reuniu novos traba-lhos psicanalticos e de Sade Mental, porque acredita que o dilogo entre a Psicanlise e outros campos do saber, transforma o cuidado de pessoas que sofrem psiquicamente. A fala, quan-do viabilizada nos espaos individuais e coletivos, humaniza-os e abre novos circuitos desejantes, afi rma Camila.Neste sentido, a psicanalista pros-</p><p>WANDERLEY GIL</p><p>A bela e competente Psicloga Camila Butinholi que estar em noite autgrafos, na prxima quarta</p><p>segue esclarecendo que pude ressignifi car minhas experincias profi ssionais e clnicas ao abordar: O sofrimento psquico da esculto-ra Camille Claudel que, rejeitada e incompreendida, termina sua vida reclusa num manicmio na Frana; As novas perspectivas no campo da psiquiatria, da psican-lise e das polticas pblicas sobre drogas; Os efeitos da escuta psi-canaltica no contexto hospitalar e suas diferenas e semelhanas ao setting do consultrio; e ao fi -nal, o sofrimento velado do tra-balhador o shore quando este se desfaz das "estratgias coletivas de defesa", apontando o Fator Humano no trabalho.</p><p>Camila ButinholliFormada em Psicologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Cami-la Butinholli especialista em Clnica Psicanaltica pelo </p><p>IPUB (UFRJ). A Psicloga e Psicanalista trabalha como Subsecretria Municipal de Acessibilidade e Proteo Pessoa com Deficincia </p><p>(SMDS-PMM), alm de de-senvolver tambm seu traba-lho em consultrio, em empre-sas e atua tambm na rea de Poltica Pblica sobre Drogas.</p></li><li><p>O DEBATE DIRIO DE MACA2 CADERNO DOIS Maca, quarta-feira, 30 de julho de 2014</p><p>HETEROGNESE URBANApor PAULO DE TARSO PEIXOTOMestre e Doutor em Psicologia UFF-Niteri, Ps-doutorando em Filosofia IFCS/UFRJ, Coordenador do Cidadania &amp; Direitos Humanos da Prefeitura de Maca (RJ), Professor do Curso de Especializao em Sade Mental &amp; Ateno Psicossocial (LAPS-ENSP-FIOCRUZ), Professor do Curso de Ps-Graduao em Psicologia Clnica - Abordagem Gestltica IPGL - Rio de Janeiro &amp; Juiz de Fora (MG)</p><p>HORSCOPO</p><p>ries (21/03 A 20/04)No deixe maus pensamentos te dominarem. Lembre-se de que o que passou, passou. </p><p>Agora vida nova. Chances de sucesso em novo emprego ou de promoo. No amor, seja mais otimista. Touro (21/04 A 20/05)</p><p>Evite desavenas com a pessoa amada. O perodo favorece o trato com </p><p>amigos, mas cuidado com os falsos amigos e suas opinies. Gmeos (21/05 A 20/06)</p><p>Saiba trabalhar em equipe e tenha pacincia porque ningum igual a ningum. </p><p>O perodo favorece o trato com a pessoa amada e as viagens de descanso. Cuide de sua sade. Cncer (21/06 A 20/07)</p><p>Perodo propcio para mudana de residncia. No entanto, haja com cautela </p><p>e diplomacia para no enfiar os ps pelas mos. Evite discusses desnecessrias com familiares ou com a pessoa amada. Leo (22/07 A 22/08)</p><p>Pense muito bem antes de tomar qualquer atitude nesta fase. Haja com cautela e evite </p><p>pessoas mal humoradas. Talvez seja bom esperar um pouco antes de resolver questes importantes. Virgem (23/08 A 22/09)</p><p>O perodo favorvel aos afetos e novas amizades. Manter a calma fundamental. Bom para </p><p>colocar em prtica os seus planos na rea profissional. Cuide de sua sade. Libra (21/09 A 22/10)</p><p>No haja com precipitao principalmente ao tratar de assuntos relativos ao amor. </p><p>Pense bem antes de agir ou de dizer alguma coisa. No tenha pressa para resolver os problemas. Escorpio (23/10 A 21/11)</p><p>O perodo indica tendncia ao nervosismo e impacincia. No terreno afetivo, no misture </p><p>amor com amizade porque isso vai te dar problemas. Sade instvel. Sagitrio (22/11 A 21/12)</p><p>O perodo no favorece aos relacionamentos em geral. Cautela com viagens, </p><p>principalmente se for de negcios. Cultive a introspeco e aproveite para colocar as ideias em ordem. Capricrnio (22/12 A 21/01)</p><p>Tenha pacincia, mas lembre-se que a sinceridade a melhor </p><p>arma. Propcio para as viagens em geral. Sucesso no trato de assuntos financeiro. </p><p>Aqurio (21/01 A 18/02)O momento pede cautela no trato com assuntos financeiros e que exigem a assinatura de </p><p>documentos. Harmonia completa com a pessoa amada, de quem pode esperar total apoio.</p><p>Peixes (19/02 A 19/03)Procure descansar e relaxar. O perodo indica tenses no trabalho, mas </p><p>espere que esta fase vai passar. Evite tomar decises agora. </p><p>Explicar o inexplicvelDando sequncia ao dilogo en-tre os velhos amigos, hoje nos encontraremos com uma te-mtica que eles desdobraram da sua ltima conversa. Assim como Daniel Alves nos disse, ao final da partida do Brasil que explicar a derrota da nossa seleo seria explicar o inexplic-vel, os nossos dois velhos amigos conversam sobre a poltica no nos-so Brasil.Bom dia meu velho! O outro res-</p><p>ponde: Bom dia, querido amigo... e ento... passado o momento da Copa do Mundo, passado o vexame da nos-sa seleo... agora o momento de escolhermos os nossos representan-tes na poltica.... O outro completa: representantes dos interesses deles n?!.... O outro velho amigo com a mo no queixo, pergunta: mas, co-mo assim, meu velho amigo?!. O outro velho amigo logo em seguida, com um movimento suave da sua cabea, fala com um sorrisinho no canto da boca: Ah... meu velho... as pessoas esquecem muito facilmen-te... a memria do povo muito fra-ca... as pessoas pensam e acreditam que a democracia somente votar a cada dois anos... ir l na maquininha e apertar os botezinhos com as cari-nhas dos candidatos... as pessoas no aprenderam que o fato de escolher os representantes uma das partes da vida poltica da nossa democracia re-presentativa... o duro que escolhe-mos os nossos representantes e, no momento do voto, deixamos de mo beijada para eles uma folha de papel em branco onde cada pessoa assina sem saber o que ser escrito por eles depois... quem escreve a vida poltica do nosso pas so os representantes polticos... as pessoas no escrevem o dia-a-dia da vida poltica do nosso pas... por isso que continuamos politicamente dependentes e infan-tis.... O outro velho amigo, seguran-do o queixo pra no cair a boca, fala: Nossa, meu querido amigo, voc fez uma anlise melhor que muito ana-lista poltico que s ocupa pgina de jornal e de internet pra falar, falar e no falar nada.... O outro diz: ah... como voc generoso... ou puxa-saco mesmo... (os dois riem juntos). O ne-gcio que este negcio de poltica deveria ser feito por todos e no so-mente por alguns. Quando ns deixa-mos que alguns decidam sobre a vida poltica significa que eles se ocupam em dar os caminhos para as nossa vi-das e ns ficamos aqui com cara de paisagem... olhando para o que eles discutem, para o que eles deliberam, decidindo sobre tudo o que faz par-te da vida de cada um e de todos... A poltica se transformou em negcio poltico dirigido aos interesses deles mesmos.... O outro interrompen-do bruscamente, pergunta: Mas como assim?!. O outro continua: Simples... quando os homens pela primeira vez escolheram uma pes-</p><p>soa para decidir e comandar a vida de todos os outros, simplesmente ou esta-vam com medo de alguma coisa, de um outro povo que pudesse lhes dominar, confiando a vida do povo a um grande guerreiro que pudesse comandar as batalhas... a o povo foi ficando pregui-oso, preguioso... e com tanta preguia no se ocupou mais com as questes da sua tribo... o mesmo acontece com a nossa populao... todo mundo se ocu-pa em trabalhar, trabalhar, trabalhar e, no final das contas, quem se ocupa com a vida poltica do nosso pas so os nossos representantes polticos... so eles que iro dizer o que bom e aquilo que ruim para cada um de ns... as leis so feitas de cima para baixo e ns te-mos que obedec-las como ovelhinhas quietinhas.... O outro boquiaberto diz ao outro amigo: Nossa que tal voc se candidatar?!. O outro velho amigo rindo pra cassete responde ao outro: ahahahahahahah... voc um puxa saco mesmo... mas, o verdadeiro amigo aquele que impede de todas as formas que o seu amigo tenha a vontade de ter o poder, de ocupar algum lugar de poder... pois quando este ltimo vem </p><p>ocupar um posto de poder isto pode-r ser o incio do fim de uma amizade porque a verdadeira amizade aquela onde no h poder, no h lugares su-periores pois, simplesmente, atravs do dilogo e da reflexo, atravessados por sentimentos que ligam as pessoas em direo da busca de algum ponto em comum para ser resolvido conjun-tamente... esta a lgica da amizade pela cidade... uma amizade pelo lugar, pelas coisas que so de todos e no so de um ou de alguns... esta a amizade verdadeira pela coisa pblica... esta seria uma imagem da vida poltica, na qual e pela qual no precisaramos dos profissionais da poltica, no caso os nossos representantes, mas, sim, pre-cisaramos da participao de todos para a criao de uma cultura poltica que toca o corao de todos no cultivo do esprito democrtico... ou seja, no cultivo de uma amizade por cada ci-dade, por cada Estado, por nossa na-o.... O outro embasbacado pergunta: Meu velho... que lindo escutar voc... e ainda assim as pessoas falam que no sabem os motivos pelos quais a poltica no muda.... O outro continua: Pois </p><p>meu velho amigo... s nosso povo parar de ser preguioso e tirar um tempo pa-ra pensar suas cidades, seus problemas, com o esprito aberto ao cultivo de uma amizade por cada lugar, por cada cidade, que no precisaremos, daqui a algum tempo, dos profissionais da poltica se elegendo e ocupando os cargos de for-ma indefinida... Sair da preguia... dessa preguia preguiosa que no se espre-guia... ao invs de gastar o tempo todo com praia, futebol, shoppings, internet, computadores, telefones celulares, talvez colocar um tempinho pra se encontrar e cuidar da vida poltica... da polis... da ci-dade... Esta a verdadeira amizade... uma amizade onde cuidamos juntos de algo que de todos... uma amizade onde faze-mos novos amigos... verdadeiros amigos que no se deixam, uns aos outros, ter o desejo de subir ao trono, aos postos, pois isto faz estragar a amizade... como o menino que o dono da bola e quando o jogo est perdendo pra ele, ele pega a bola e vai embora... O outro termina: pois ... e depois as pessoas dizem que impossvel explicar o inexplicvel....Abraos fraternos,Paulo de Tarso</p><p>HETEROGNESE</p><p>Esta a verdadeira amizade... uma amizade onde cuidamos juntos de algo que de todos... uma amizade onde fazemos novos amigos</p><p>Planeta dos Macacos - O ConfrontoGNERO: Fico cientfica, AoCLASSIFICAO: 12 anosHORRIO 3D (Dublado): 14h30, 16h40, </p><p>17h, 19h30, 21h40 (Legendado) 19h10, 21h55</p><p>SINOPSE: Quinze anos aps a conquista da liberdade, Csar (Andy Serkis) e os demais macacos vivem em paz na floresta prxima a San Francisco. L eles desenvolveram uma comunidade prpria, baseada no apoio mtuo, para que possam se manter. Enquanto isso, os humanos enfrentam uma das maiores epidemias de todos os tempos, causada por um vrus criado em laboratrio, chamado vrus smio. Diante disto, um grupo de sobreviventes liderado por </p><p>Dreyfus (Gary Oldman) deseja atacar os macacos para us-los como cobaias na busca por uma vacina. S que Malcolm (Jason Clarke), que conhece bem como os macacos vivem por ter conquistado a confiana de Csar, deseja impedir que o confronto acontea.</p><p>Juntos e MisturadosGNERO: ComdiaCLASSIFICAO: 10 anosHORRIOS (Dublado): 19h20, 21h30SINOPSE: Aps um primeiro encontro </p><p>desastroso, Jim (Adam Sandler) e Lauren (Drew Barrymore) viajam, por coincidncia, para o mesmo resort familiar durante as frias, junto com seus filhos de casamentos anteriores. Sendo obrigados a conviver, uma atrao comea a surgir entre os dois.</p><p>Avies 2 - Heris do Fogo ao ResgateGNERO: Animao , ComdiaCLASSIFICAO: LivreHORRIOS 3D (Dublado): 15h20SINOPSE: Dusty descobre que seu motor </p><p>est severamente danificado e nunca mais poder participar de corridas. Aps algumas adaptaes ele acaba realocado na brigada area de incndio, onde conhece o veterano helicptero Blade </p><p>Ranger e a equipe terrestre conhecida como The Smokejumpers. Enfrentando o fogo diariamente, Dusty finalmente entende o significado da palavra heri.</p><p>Transformers - A era da extinoGNERO: Ao, Fico cientficaCLASSIFICAO: 12 anosHORRIOS 3D (Dublado): 14h40, 21h20 </p><p>(Legendado): 18h - MM (Dublado): 16h, 19h, 22h</p><p>SINOPSE: Alguns anos aps o grande confronto entre Autobots e Decepticons em Chicago, os gigantescos robs aliengenas desapareceram. Eles so atualmente caados pelos humanos, que no desejam passar por apuros novamente. Quando Cade (Mark </p><p>CINEMA</p><p>Wahlberg) encontra um caminho abandonado, ele jamais poderia imaginar que o veculo na verdade Optimus Prime, o lder dos Autobots. Muito menos que, ao ajudar a traz-lo de volta vida, Cade e sua filha Tessa (Nicola Peltz) entrariam na mira das autoridades americanas.</p><p>Como Treinar seu drago 2GNERO: Animao, Aventura, FantasiaCLASSIFICAO: LivreHORRIOS (Dublado): 14h45CINCO anos aps convencer os </p><p>habitantes de seu vilarejo que os drages no devem ser combatidos, Soluo (voz de Jay Baruchel) convive com seu drago Fria da Noite, e estes animais integraram pacificamente a rotina dos moradores da ilha de Berk. Entre viagens pelos cus e corridas de drages, Soluo descobre uma caverna secreta, onde centenas de novos drages vivem. O local protegido por Valka (voz de Cate Blanchett), me de Soluo, que foi afastada do filho quando ele ainda era um beb. Juntos, eles precisaro proteger o mundo que conhecem do perigoso Drago Bludvist (Djimon Hounson), que deseja controlar todos os drages existentes.</p><p>MalvolaGNERO: FantasiaCLASSIFICAO: 10 anosHORRIOS (Dublado): 17h10SINOPSE: Baseado no conto da Bela </p><p>Adormecida, o filme conta a histria de Malvola (Angelina Jolie), uma mulher movida pelo sentimento de vingana e pelo desejo de se manter no poder. Para enfrentar o rei, ela coloca um feitio na filha dele, Aurora (Elle Fanning), fazendo com que a garota...</p></li></ul>