caderno formativo - grupo marista ... este segundo caderno quer ser continuidade do processo...

Click here to load reader

Post on 06-Feb-2021

4 views

Category:

Documents

7 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Movimento Champagnat daFamília Marista

    Movimento Champagnat daFamília Marista

    Movimento Champagnat daFamília Marista

    Movimento Champagnat daFamília Marista

    2016|2017 La Valla

    2015|2016 Fourvière

    2014|2015 Montagne

    omeço 2017

    um novo c maristas

    RUMO AO BICENTENÁRIO

    omeço 2017

    um novo c maristas

    RUMO AO BICENTENÁRIO

    Caderno Formativo do Movimento Champagnat da Família Marista

    Volume 2

  • 2016|2017 La Valla

    2015|2016 Fourvière

    2014|2015 Montagne

    omeço 2017

    um novo c maristas

    RUMO AO BICENTENÁRIO

    omeço 2017

    um novo c maristas

    RUMO AO BICENTENÁRIO

    Movimento Champagnat daFamília Marista

    Movimento Champagnat daFamília Marista

    Movimento Champagnat daFamília Marista

    Movimento Champagnat daFamília Marista

    omeço 2017

    um novo c maristas

    RUMO AO BICENTENÁRIO

    omeço 2017

    um novo c maristas

    RUMO AO BICENTENÁRIO

    Caderno Formativo do Movimento Champagnat da Família Marista

    Volume 2

    2016|2017 La Valla

    2015|2016 Fourvière

    2014|2015 Montagne

  • PROVÍNCIA MARISTA DO BRASIL CENTRO-SUL/GRUPO MARISTA

    Provincial Ir. Joaquim Sperandio

    Vice-Provincial Ir. Benê Oliveira

    Coordenador Provincial do MChFM Dércio Angelo Berti

    SETOR DE VIDA CONSAGRADA E LAICATO

    Diretor Ir. Benê Oliveira

    Caderno Formativo 2 Movimento Champagnat da Família Marista

    Edição 1/2016

    Coordenação

    Dércio Angelo Berti

    Supervisão João Luis Fedel Gonçalves

    Copidesque Ana Tereza Naspolini e Marcia dos Santos.

    Colaboração Carina Silva Vieira, Josmari Pauzer, Mário Antônio Sanches, Ir. Carlos Wielganczuk,

    Rosana da Silva Alves, Ernesto Sienna, João Luis Fedel Gonçalves, Ir. Franki Kleberson Kucher e Ir. Lauro Daros

    Produção Diretoria de Marketing e Comunicação

    Projeto gráfico e diagramação

    Esúdio Sem Dublê

    Revisão Solange Cohen

    Sumário

    Sonho sonhado junto ...............................................................................6

    apresentação ..............................................................................................8

    introdução ................................................................................................ 10

    orientações ................................................................................................14

    encontro 1 ..................................................................................................20

    encontro 2 .................................................................................................28

    encontro 3 .................................................................................................34

    encontro 4 .................................................................................................40

    encontro 5 .................................................................................................46

    encontro 6 .................................................................................................52

    encontro 7 ..................................................................................................58

    encontro 8 .................................................................................................64

    encontro 9 ................................................................................................. 70

    encontro 10................................................................................................ 76

    referências ................................................................................................82

  • Em 2016, o Instituto Marista fará memória dos 200 anos da “Promessa de Fourvière”. Trata-se de um especial compromisso feito por um grupo de jovens sonhadores recém-ordenados padres. Um comum desejo os unia: criar uma Sociedade que fosse consagrada a Maria. Sociedade de Maria, um sonho sonhado junto. Em 1816, esses padres peregrinaram até Lyon, com destino a um local de nome “Capela Antiga de Fourvière”. Lá, ofereceram-se a Maria e confiaram a ela um ousado projeto:

    (...) Nós, querendo trabalhar para a maior glória de Deus e de Maria, afirmamos que temos a sincera intenção e a firme vontade de nos consagrar à Instituição da piedosíssima con- gregação dos Maristas. (...) Dedicamo-nos irrevogavelmente, nós e tudo o que temos, à sociedade da Bem-Aventurada Vir- gem Maria (...).1

    Assim, no dia 23 de julho de 1816 e sob os pés da Virgem Negra de Four- vière, nascia uma “árvore com muitos ramos”2, denominada Sociedade de Maria3. Desse grupo fez parte também São Marcelino Champagnat que, junto aos demais, insistia fortemente na necessidade de incluir ir- mãos religiosos no projeto original: “Precisamos de Irmãos que ensinem o catecismo e eduquem as crianças”4. Dessa maneira, foi-lhe confiado o ramo dos Irmãozinhos de Maria5, hoje chamados de Irmãos Maristas.

    Ao longo desses quase 200 anos Maristas, o Instituto passou a con- tar cada vez mais com a presença de pessoas que decidiram viver sua espiritualidade e missão cristãs do jeito de Maria, seguindo a proposta legada por São Marcelino Champagnat6. Atualmente, o Instituto Marista

    1 FURET, Jean-Baptiste. Vida de Marcelino José Bento Champagnat. 1999, p. 32. 2 MUÑOZ, Alejandro. Família Marista: presença e missão no mundo. 2013, p. 11. 3 FURET, Jean-Baptiste. Vida de Marcelino José Bento Champagnat. 1999, p. 27. 4 Ibid., p. 28. 5 Ibid., p. 374. 6 INSTITUTO DOS IRMÃOS MARISTAS. Em torno da mesma mesa: a vocação dos leigos maristas de Champagnat. 2010,

    p. 18.

    possui um grande número de pessoas que, além dos Irmãos, comungam de seus ideais, envolvidas nos mais variados espaços do Instituto, como: Movimento Champagnat da Família Marista, Pastoral Juvenil Marista, Núcleos de Animação Vocacional, Grupo de Leigos e Leigas, Afiliados e demais espaços de vinculação e de diálogo.

    As Fraternidades do Movimento Champagnat da Família Marista po- derão, a partir de cada realidade, reavivar o ardor daquela promessa fei- ta no Santuário de Lyon, sonhar junto o sonho de Champagnat para os dias atuais, contribuir para a vivência de novas e criativas relações entre Irmãos e Leigos e buscar maior vitalidade do carisma marista. Que seja- mos Maristas novos para um novo começo.

    As Constituições dos Irmãos Maristas dizem: “Tornamo-nos partici- pantes do carisma de Marcelino Champagnat quando orientamos todas as nossas energias para a meta: seguir a Cristo do jeito de Maria, em sua vida de amor ao Pai e aos homens.”7 Essa dimensão deve impregnar nos- sas Fraternidades e compromisso com o projeto de Marcelino, do jeito de Maria. Almejamos que a memória espiritual de Fourvière possa re- animar nossa participação, a fim de que ocorra a vitalidade de nossas Fraternidades e que sejamos cada vez mais presença significativa entre as crianças e jovens, essência da missão Marista.

    7 Idem. Constituições e Estatutos dos Irmãos Maristas. 1997, C3.

    6 CADERNO FORMATIVO DO MCHFM | V.2 CADERNO FORMATIVO DO MCHFM | V.2 7

    SONHO SONHADO JUNTO

  • “Nisso todos conhecerão que sois meus discípulos se vos

    amardes uns aos outros”. (Jo 13,34)

    A participação numa Fraternidade do “Movimento Champagnat da

    Família Marista”, organizado pela Província Marista do Brasil Centro-

    -Sul (Grupo Marista), possibilita a seus participantes unir os corações

    entre si, vivenciar o carisma marista e o mandamento maior do Evange-

    lho, síntese do cristianismo: “Amar a Deus sobre todas as coisas e ao pró-

    ximo como a si mesmo”. Dessa forma, transformados em Cristo, colabo-

    ram na construção de uma sociedade justa, solidária, fraterna e mariana,

    prenúncio do Reino de Deus, anunciado por Jesus Cristo.

    Alegro-me pelo crescimento humano e espiritual que tantos homens e

    mulheres, significativamente chamados “fraternos/as”, alcançam em seu

    processo formativo, estimulados pela reflexão sobre os conteúdos dos

    “Cadernos”. Afinal de contas, Maristas atualizados respondem melhor

    aos novos apelos do Instituo Marista. Como os pioneiros da Sociedade de

    Maria, que sonharam juntos um jeito novo de ser Igreja, vocês, fraternos/

    as, sonhem juntos um novo jeito de ser marista, no qual a vida familiar

    e a experiência comunitária sejam o motor carismático que conduz cada

    um/a à vocação de Leigo Marista.

    Fraternos/as, coragem! Continuem alegres na esperança, pacientes

    nas dificuldades, perseverantes na oração e criativos na missão. (cf. Rm

    12,12). Só assim, serão “Champagnat hoje”, “maristas novos para um

    mundo novo”, levando a esse mundo conturbado a mensagem da espe-

    rança e da alegria que nos pede o Papa Francisco. Que a leitura, a refle-

    xão, a meditação e a oração dos conteúdos deste Caderno possam esti-

    mular cada fraterno/a e cada fraternidade a vencer os desafios que se nos

    apresentam: crescer pessoalmente em santidade e no serviço a Deus e

    aos outros, do jeito de Maria.

    Bom proveito!

    Ir. Joaquim Sperandio

    Superior Provincial

    8 CADERNO FORMATIVO DO MCHFM | V.2 CADERNO