caderno especial trânsito - jornal do cariri - maio 2012

Download Caderno Especial Trânsito - Jornal do Cariri - Maio 2012

Post on 25-Mar-2016

214 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Caderno especial de trânsito do Jornal do Cariri - Maio de 2012

TRANSCRIPT

  • MAIO/2012

    APOIO:

    PROMOO:

    voc quem faz!em pazTrnsit

  • 2Motociclistas sem capacete, trs adultos trafegando na mesma moto, crianas agarradas aos pais sem a mnima segurana, ca-sal com beb de colo, transporte de objetos indevidos e outros tantos flagrantes de imprudncia so vistos todos os dias no Cear, principalmente em municpios do interior. Para compro-var o cenrio assustador, um reprter e um fotgrafo do Jornal do Cariri permaneceram por apenas dez minutos entre a rua Pio X e a avenida Padre Ccero, no bairro Salesianos, em Juazeiro do Norte. Os 600 segundos de exposio foram suficientes para constatar o desrespeito, minuto a minuto, ao Cdigo de Trn-sito Brasileiro.

    Quando acidentes envolvendo motociclistas acontecem, so sempre preocupantes. At mesmo os condutores que fazem questo de usar capacete muitas vezes se esquecem de afivelar, prender o equipamento corretamente cabea. Em qualquer si-tuao de queda, o protetor craniano sacado e o usurio fica exposto ao choque com o solo, que na maioria das vezes fatal. O ortopedista e diretor do Hospital de Fraturas do Cariri, Joo Bosco de Mendona, afirma que essa falta de respeito pode tra-zer consequncias graves e irreversveis.

    Antnio Carlos de Lima, de 32 anos, sabe exatamente o que o mdico quis dizer. Saiu de uma festa na madrugada, evitou o capacete, dormiu enquanto pilotava sua moto e bateu em uma rvore. Resultado: cirurgia na coxa esquerda, diversos pontos na cabea e quase nove meses sem trabalho. O caso de Carlos no um fato isolado. O Hospital Regional do Cariri (HRC), que hoje recebe a maior parte dos acidentados de moto da regio, no divulga os nmeros exatos dessas ocorrncias, mas estima-se que sejam atendidos perto de 100 pacientes envolvidos em aci-

    dentes com este tipo de transporte por ms.

    O Cariri cresceu economicamente, as motos se multiplica-ram, mas a educao no trnsito no acompanhou. O Jornal do Cariri se prope a investigar a fundo as causas e consequ-ncias dessa exploso de veculos sobre duas rodas na regio e lana este caderno especial intitulado Moto e Cidadania: A vida um dom, cuide bem dela. A conduo consciente do cidado poupa a sua vida e a das outras pessoas. Segurana no trnsito representa paz social.

    Editorial

    Pela Vida prova de moto

  • 3MAIO/2012

    Tudo comeou em 19 de abril de 2002, quando a mu-lher de um colega morreu e ele guardou o convite da missa de stimo dia dela, conhecido tambm como santinho. Outras pessoas foram morrendo e ele no parou de guardar os santinhos, virou uma coleo. Roberto Brito, 44, taxista h 18 anos, tem mais de cinco mil desses convi-tes, dos quais mais de mil so de pessoas que morreram em acidentes de moto. Mas esses no so nmeros corretos, porque nem sempre possvel ir a todas as missas.

    s vezes, eu passo na casa da pessoa para uma visita de condolncia e pego um santinho, s vezes, as pessoas me procuram para entregar, porque sabem que eu colecio-no. Tem gente que vai para missa e joga o santinho no lixo. Eu no, eu guardo. Quando algum me procura no posto de txi onde trabalho, na Praa Cristo Rei, no Crato, e no me

    Quase por ano no Cariri

    No preciso ser perito para constatar que a combinao de moto com bebida mata. Ainda mais se estiver atrelada a no utilizao de capacete. Os nmeros so alarmantes. Em 2011, no Cariri, 295 pessoas morreram em acidentes de moto.

    Dados alertam para o no uso do capacete

    Segundo levantamento feito pelo Departamento de Trnsito do Cear (Detran/CE), de 2002 a 2011, 4.106 motociclistas morreram em acidentes de trnsito no estado. As vtimas no fatais, no mesmo perodo, foram 46.193. Os nmeros so alarmantes e esto ligados diretamente ao consumo de bebida alcolica e a no utilizao de capacete. A principal infrao registrada pelo Ncleo de Planejamento e Controle do Detran a conduo de motocicletas sem o uso de capacete. Em 2010, foram 7.847 autuaes. J em 2011, 23.040. Com o aumento da fiscalizao,

    o nmero de autuao tambm cresce e evitam-se mortes.

    Em nmeros mais especficos para a regio do Cari-ri, foram 295 mortes em 2011, resultado dos 402 aci-dentes com moto registrados pela regional do Detran em Juazeiro do Norte. At o ms de maro deste ano, o Instituto Mdico Legal (IML) de Juazeiro do Norte, que tem ao em 25 municpios do Cariri, computou 62 mortes de motociclistas. Dados do IML informam que 90% das mortes com relao a acidentes de trnsito esto ligadas moto.

    O seguro chamado Danos Pessoais Causados por Ve-culos Automotores de Via Terrestre (DPVAT) serve para indenizar vtimas de acidente de trnsito. O nmero total de mortes registradas no Nordeste por acidente de mo-tocicletas chega a 4.500, em 2011, com gasto avaliado pelo seguro de R$ 65.394.717.

    Existem trs tipos de cobertura do DPVAT: morte, in-validez permanente e danos (reembolso de despesas mdicas hospitalares). No caso de morte, o valor da indenizao R$13.500 por vtima (o dinheiro entre-gue aos herdeiros legais); o prazo para pedir o seguro de trs anos, a contar da data do acidente. Com relao invalidez, o valor de at R$13.500, de acordo com o grau da sequela da vtima. J a cobertura de reembolso de despesas mdicas serve para indenizar as vtimas com relao a gastos com medicamentos, tratamento mdi-co, consultas, exames, podendo ser pedido o valor de at R$2.700, de acordo com as notas fiscais apresentadas.

    Qualquer pessoa que tem veculo obrigada a pagar o seguro, sendo beneficiados todos os cidados. Por exem-plo: se sou um pedestre, estou na rua e sou atropelado, mesmo no sendo proprietrio de veculo e sem pagar o seguro, tenho o direito indenizao.

    O seguro DPVAT contribui com a manuteno da sade pblica e a poltica nacional de trnsito. Do total arrecadado pelo Seguro DPVAT, 45% so destinados ao Fundo Nacional de Sade (FNS), para custeio da assis-tncia mdico-hospitalar dos segurados vitimados em acidentes de trnsito; e 5% ao Departamento Nacional de Trnsito (DENATRAN), para aplicao em programas destinados preveno de acidentes de trnsito.

    encontra, deixa com algum colega meu, explica o taxista.Este ano, Roberto j pegou muitos santinhos de gente

    que morreu em acidente de moto. uma frequncia gran-de, todo dia tem gente morrendo por causa de moto. At agora, abril, tenho uns 50. Quase todos os acidentes que eu tenho notcia esto ligados ao consumo de lcool e ao no uso de capacete, lamenta.

    Indenizao

    300 mortes

  • 4MAIO/2012

    Onde no h fiscalizao de trnsito, poucos inves-tem para tirar a habilitao. Era o que acontecia nas cidades do Cariri. Em Juazeiro do Norte, por exemplo, com a municipalizao do trnsito, muitas pes-soas sentiram necessidade de ingressar em uma auto-escola para conseguir a Carteira Nacional de Habilitao

    Por ser um meio de transporte motorizado mais acessvel, o crescimento do nmero de motos nas ruas e estradas do Cariri visvel. O problema que muitos acreditam que basta comprar uma para poder sair pilotando. Antes, no custa nada lembrar, preciso ser habilitado.

    (CNH), porque as multas podem ser mais caras do que o preo para se conseguir o documento.

    O scio da Autoescola Guadalupe, Wesley Alencar, diz que a cultura local, no que diz respeito moto, de primeiro conseguir o veculo para depois tirar a carteira de motorista, quando deveria ser o contrrio. Por ms, 50 pessoas passam pelo estabelecimento. O nmero mostra que a fiscalizao existe e que preocupa os pro-prietrios de veculos. Muitos procuram se regularizar depois de abordados em alguma blitz e ter a moto apreendida. Tem muita gente que v a autoescola apenas como uma ponte para tirar habilitao, no como uma escola, porque as pessoas chegam aqui com uma opinio formada sobre trnsito e a forma de pilotar uma moto, lamenta Wesley. Ele ainda acredita que a carga horria exigida no sufi-ciente (45 horas de aulas tericas e 20 de aulas prticas) para se conseguir tirar vcios de pilota-

    O Setor Educacional de Trnsito (SET) do Departa-mento Municipal de Trnsito (Demutran) de Juazeiro do Norte trabalha com a educao preventiva em relao a acidentes e infraes mais cometidas. Segundo dados do Demutran de 2011, as infraes mais observadas em con-dutores de moto a no utilizao de capacete, o excesso de passageiros na motocicleta, transporte de criana com idade inferior a sete anos de idade e menores de idade pi-lotando sem habilitao. As ocorrncias registradas pelo rgo municipal mostram que, dos 900 casos de aciden-tes em 2011, 50% esto relacionados com motos.

    Cerca de cem agentes de trnsito fazem a fiscalizao da cidade, divididos em trs turnos (manh, tarde e noi-te). O gerente do SET, Antnio Demontiez Alves Jnior, enfatiza que, mesmo com a quantidade de servidores ainda insuficiente, o Demutran fiscaliza as ruas da cida-de diariamente. A gente d uma importncia maior ao centro. A periferia da cidade fica um pouco desassistida. que a frequncia de aes menor.

    Fiscalizao

    Primeira marcha deve ser a sua Habilitao

  • 5MAIO/2012

    Provocao

    gem de algum que pilota irregularmente h dez anos.Na porta da autoescola, em dia de aulas tericas,

    possvel encontrar 50 motos estacionadas, todas de alunos que ainda vo fazer a prova para conseguir a CNH. Como esto se regularizando, pensam que no esto cometendo infrao. O instrutor de trnsito Cce-ro Josevan lembra que a autoescola cumpre o papel de ensinar, mas nem todos pem em prtica quando esto na rua. As pessoas chegam com muitos vcios de pilota-gem. Aqui a gente ensina a maneira certa de fazer as coi-sas, uns aceitam numa boa e mudam o estilo de pilotar, outros continuam fazendo a mesma coisa.

    A promotora de vendas Mikaele Alves Sales, 26, que pilota de forma irregular h quatro anos, quis mudar a situao. Resolveu tirar a carteira do tipo A (para moto) porque tinha medo de a qualquer momento ser multa-da. As irregularidades acontecem porque a fiscalizao faz de conta que no v. Quando tem alg