Cabeamento de dispositivos de rede

Download Cabeamento de dispositivos de rede

Post on 10-Aug-2015

20 views

Category:

Internet

3 download

TRANSCRIPT

1. Cabeamento de dispositivos de rede 2. Placas de rede No comeo da dcada de 90, existiam trs padres de rede, as redes Arcnet, Token Ring e Ethernet. As redes Arcnet tinham problemas de desempenho e as Token Ring eram muito caras, o que fez com que as redes Ethernet se tornassem o padro definitivo. Hoje em dia, "Ethernet" quase um sinnimo de placa de rede. At mesmo as placas wireless so placas Ethernet. 3. Placas de rede Existem trs padres de redes Ethernet (com fio): de 10 megabits, 100 megabits e 1000 megabits (tambm chamadas de Gigabit Ethernet). J esto disponveis tambm as redes de 10 gigabits, mas por enquanto elas ainda so muito caras, pois utilizam placas especficas e cabos de fibra ptica. Esses trs padres so intercompatveis: voc pode perfeitamente misturar placas de 100 e 1000 megabits na mesma rede, mas, ao usar placas de velocidades diferentes, a velocidade sempre nivelada por baixo, ou seja, as placas Gigabit so obrigadas a respeitar a velocidade das placas mais lentas. 4. Tipos de cabos de rede Existem basicamente 3 tipos diferentes de cabos de rede: os cabos de par tranado (os mais comuns), os cabos de fibra ptica (usados principalmente em links de longa distncia) e os cabos coaxiais, ainda usados em algumas redes antigas. 5. Tipos de cabos de rede - Categoria Existem cabos de cat 1 at cat 7, "cat" abreviao de "categoria" e o nmero indica a qualidade do cabo. Categoria 1: Utilizado em instalaes telefnicas, porm inadequado para transmisso de dados. Categoria 2: Outro tipo de cabo obsoleto. Permite transmisso de dados a at 2.5 megabits e era usado nas antigas redes Arcnet. Categoria 3: Era o cabo de par tranado sem blindagem mais usado em redes h uma dcada. Pode se estender por at 100 metros e permite transmisso de dados a at 10 Mbps. A principal diferena do cabo de categoria 3 para os obsoletos cabos de categoria 1 e 2 o entranamento dos pares de cabos. 6. Tipos de cabos de rede - Categoria Categoria 4: Cabos com uma qualidade um pouco melhor que os cabos de categoria 3. Este tipo de cabo foi muito usado em redes Token Ring de 16 megabits. Categoria 5: A grande vantagem desta categoria de cabo sobre as anteriores a taxa de transferncia: eles podem ser usados tanto em redes de 100 Categoria 5e: Os cabos de categoria 5e so os mais comuns atualmente, com uma qualidade um pouco superior aos cat 5 megabits, quanto em redes de 1 gigabit. 7. Tipos de cabos de rede - Categoria Categoria 6: Utiliza cabos de 4 pares, semelhantes aos cabos de categoria 5 e 5e. Este padro no est completamente estabelecido, mas o objetivo us-lo (assim como os 5e) nas redes Gigabit Ethernet. Categoria 7: Os cabos cat 7 tambm utilizam 4 pares de fios, porm usam conectores mais sofisticados e so muito mais caros. Est em desenvolvimento um padro de 10 Gigabit Ethernet que utilizar cabos de categoria 6 e 7.ores mais sofisticados e so muito mais caros. 8. Tipos de cabos de rede - Categoria 9. Crimpando os cabos Ao crimpar os cabos de rede, o primeiro passo descascar os cabos, tomando cuidado para no ferir os fios internos. 10. Crimpando os cabos Os quatro pares do cabo so diferenciados por cores. Um par laranja, outro azul, outro verde e o ltimo marrom No padro EIA 568B, a ordem dos fios dentro do conector a seguinte: 1- Branco com Laranja 2- Laranja 3- Branco com Verde 4- Azul 5- Branco com Azul 6- Verde 7- Branco com Marrom 8- Marrom 11. Crimpando os cabos - "cross-over" Para fazer um cabo cross-over, voc crimpa uma das pontas seguindo o padro que vimos acima e a outra com este segundo padro (EIA 568A). Note que trocamos a posio dos pares verde e laranja: 1- Branco com Verde 2- Verde 3- Branco com Laranja 4- Azul 5- Branco com Azul 6- Laranja 7- Branco com Marrom 8- Marrom 12. Crimpando os cabos testando cabos O primeiro teste para ver se os cabos foram crimpados corretamente conectar um dos micros (ligado) ao hub e ver se os LEDs da placas de rede e do hub acendem. Isso mostra que os sinais eltricos enviados esto chegando at o hub e que ele foi capaz de abrir um canal de comunicao com a placa. Existem tambm aparelhos testadores de cabos, que oferecem um diagnstico muito mais sofisticado, dizendo, por exemplo, se os cabos so adequados para transmisses a 100 ou a 1000 megabits e avisando caso algum dos 8 fios do cabo esteja rompido. Os mais sofisticados avisam inclusive em que ponto o cabo est rompido, permitindo que voc aproveite a parte boa. 13. Crimpando os cabos testando cabos 14. Hubs e Switches O hub ou switch simplesmente o corao da rede. Ele serve como um ponto central, permitindo que todos os pontos se comuniquem entre si. Todas as placas de rede so ligadas ao hub ou switch e possvel ligar vrios hubs ou switches entre si (at um mximo de 7), caso necessrio. 15. Hubs e Switches A diferena entre os hubs e switches que o hub apenas retransmite tudo o que recebe para todos os micros conectados a ele, como se fosse um espelho. Isso significa que apenas um micro pode transmitir dados de cada vez e que todas as placas precisam operar na mesma velocidade, que sempre nivelada por baixo. Caso voc coloque um micro com uma placa de 10 megabits na rede, a rede toda passar a trabalhar a 10 megabits. 16. Hubs e Switches Os switches por sua vez so aparelhos muito mais inteligentes. Eles fecham canais exclusivos de comunicao entre o micro que est enviando dados e o que est recebendo, permitindo que vrios pares de micros troquem dados entre si ao mesmo tempo. Isso melhora bastante a velocidade em redes congestionadas, com muitos micros. Outra vantagem dos switches que, em redes onde so misturadas placas 10/10 e 10/100, as comunicaes podem ser feitas na velocidade das placas envolvidas, ou seja, quando duas placas 10/100 trocarem dados, a comunicao ser feita a 100 megabits e quando uma das placas de 10 megabits estiver envolvida, ser feita a 10 megabits. 17. Roteadores Os roteadores so ainda mais inteligentes, pois so capazes de interligar vrias redes diferentes e sempre escolher a rota mais rpida para cada pacote de dados. Os roteadores operam no nvel 3 do modelo OSI, procurando por endereos IP, ao invs de endereos MAC.

Recommended

View more >