Business Model Canvas aplicando o conceito de modelo de ...ainfo. ?· A utilização do quadro Canvas…

Download Business Model Canvas aplicando o conceito de modelo de ...ainfo. ?· A utilização do quadro Canvas…

Post on 16-Dec-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<p>39Resumos: X Mostra de Estagirios e Bolsistas ...</p> <p>Business Model Canvas: aplicando o conceito de modelo de </p> <p>negcios tecnologia Agritempo 2.0</p> <p>Renan PrimoMartha Delphino Bambini</p> <p> Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)2 Embrapa Informtica Agropecuria</p> <p>Este trabalho tem por objetivo apresentar e descrever a ferramenta Business Model Canvas e aplic-la tecnologia Sistema de Monitoramento Agrometeorolgico Agritempo 2.0, desenvolvida pela Embrapa Informtica Agropecuria e pelo Centro de Pesquisas Meteorolgicas e Climticas Aplicadas Agricultura (Cepagri) vinculado Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). A verso 2.0 deste sistema foi lanada em 2014 como resultado do projeto Aperfeioamento e evoluo do sistema Agritempo: foco em ferramentas mveis, Web 2.0, WebGIs e estratgias de disseminao da tecnologia.</p> <p>A utilizao do termo modelo de negcios relativamente recente. De acordo com Orofino (2011), o vocbulo comeou a ganhar destaque em meados da dcada de 90 com o advento da internet e o surgimento das em-presas pontocom. Atualmente o termo tem recebido destaque na literatura de gesto sob diversas abordagens. No entanto, no existe um consenso relativo definio de um modelo de negcios que vem sendo descrito na literatura por diferentes caractersticas e variados componentes. </p> <p>De acordo com Johnson et al. (2008), um modelo de negcios constitu-do por quatro blocos que descrevem a forma pela qual uma empresa cria e entrega valor aos seus clientes. Os blocos so: proposio de valor do consumidor, frmula do lucro, recursos-chave, processos-chave. Em con-trapartida, um modelo de negcios, segundo Osterwalder e Pigneur (2011), consiste na descrio simplificada das atividades de oferta de produtos e </p> <p>41Resumos: X Mostra de Estagirios e Bolsistas ...40 Resumos: X Mostra de Estagirios e Bolsistas ...</p> <p>servios de uma organizao, a fim de apoiar a realizao de negcios sob condies de incerteza. A anlise descrita neste trabalho se utiliza desta abordagem. </p> <p>Osterwalder (2004) desenvolveu um estudo detalhado de variadas aborda-gens descritas na literatura e construiu uma teoria baseada em nove blocos descritivos de modelos de negcios. Os referidos blocos so: </p> <p>a) O segmento de clientes.b) A proposta de valor.c) Os canais (comunicao, distribuio e vendas).d) O relacionamento com os clientes.e) As fontes de receita.f) Os recursos-chave.g) As atividades-chave.h) As parcerias estabelecidas.i) A estrutura de custos.</p> <p>Essa sntese foi ampliada pelos autores, com a criao de uma nova forma de representao, chamada Business Model Canvas (BMC) que permite fcil descrio, visualizao, anlise e alterao de modelos de negcios e facilita o trabalho colaborativo entre equipes multidisciplinares (OSTERWALDER; PIGNEUR, 2011). </p> <p>Para analisar a tecnologia foi aplicado o formulrio de qualificao de tecno-logias (ROCHA et al., 2009) amplamente utilizado na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuria (Embrapa). O objetivo dessa anlise foi elaborar um estudo detalhado da tecnologia Agritempo, levantando dados sobre: </p> <p>a) Estado da proteo da propriedade intelectual.b) Parcerias desenvolvidas.c) Estgio de desenvolvimento.d) Potencial de mercado (pblico-alvo, mercado potencial, elos da cadeia </p> <p>produtiva, concorrentes, etc) e modalidade de introduo ao mercado (forma de disponibilizao da tecnologia). </p> <p>Aps o preenchimento do formulrio, foi elaborado o quadro BMC a partir de duas reunies de trabalho promovidas com a participao dos membros da equipe do projeto Agritempo atuando em Comunicao, Transferncia de Tecnologia e Pesquisa e Desenvolvimento. Os participantes ofereceram cola-boraes e insights visando confeco do quadro e de modelos de negcios alternativos. Algumas informaes compartilhadas nas reunies envolveram: </p> <p>a) Detalhamento sobre o funcionamento da tecnologia.b) Parcerias estabelecidas.c) Clientes potenciais.d) Demandas, entre outras.</p> <p>A utilizao do quadro Canvas para a anlise de modelos de negcios pos-sveis de uma tecnologia relevante, especialmente quando se pretende promover uma discusso envolvendo grupos multidisciplinares como a equipe tcnica que desenvolveu a tecnologia e a equipe de comunicao e transferncia de tecnologia. A participao da equipe tcnica na elaborao do modelo de negcios, permite a troca de informaes sobre: </p> <p>a) As atividades-chave relacionadas disponibilizao da tecnologia.</p> <p>b) Os pblicos de interesse envolvidos.</p> <p>c) Aspectos essenciais ao funcionamento da tecnologia.</p> <p>No caso do sistema Agritempo, o modelo de negcios evidenciou que os parceiros so essenciais ao funcionamento da tecnologia, pois fornecem dados meteorolgicos que sustentam e fortalecem a base de dados do sis-tema, a partir da qual so gerados os produtos agrometeorolgicos por ele disponibilizados.</p> <p>As principais vantagens do emprego da abordagem BMC a possibilidade de visualizar, de forma simples e clara, os principais aspectos relaciona-dos tecnologia e sua disponibilizao do mercado. Os referidos aspec-tos so: </p> <p>a) A proposta de valor a ser oferecida.b) Os segmentos de clientes a serem atendidos.c) Os parceiros-chave.d) Os relacionamentos a serem desenvolvidos e mantidos e bem como as </p> <p>atividades-chave para a sustentao do negcio.</p> <p>Alguns limitantes desta abordagem so: o detalhamento limitado e o tempo dispendido, caso sejam necessrias muitas reunies. </p> <p>A utilizao da metodologia Canvas proporcionou equipe de Transferncia de Tecnologia do projeto Agritempo 2.0 uma visualizao clara dos as-pectos mercadolgicos relacionados ao Sistema de Monitoramento Agrometeorolgico Agritempo 2.0 com a identificao de vrios pblicos de interesse, algo que a princpio no estava bem claro. Da mesma forma, foram identificados novos mecanismos e canais de distribuio e possveis </p> <p>42 Resumos: X Mostra de Estagirios e Bolsistas ...</p> <p>diferenciais de mercado, como a possibilidade de lanar aplicativos mobile em agrometeorologia.</p> <p>Palavras-chave: Business model, modelo de negcios, Canvas, agrometeo-rologia, Agritempo.</p> <p>RefernciasJOHNSON, M. W.; CHRISTENSEN, C. M.; KAGERMANN, H. Reinventing your business model. Harvard Business Review, v. 86, n. 12, p. 57-68, 2008.</p> <p>OROFINO, M. A. R. Tcnicas de criao do conhecimento no desenvolvimento de modelos de negcio. 2011. 233 p. Dissertao (Mestrado) - Centro Tecnolgico, Programa de Ps-Graduao em Engenharia e Gesto do Conhecimento, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianpolis.</p> <p>OSTERWALDER, A. The Business model ontology: a proposition in a design science approach. 2004. 172 p. Thesis (Docteur en Informatique de Gestion) - Ecole des Hautes Etudes Commerciales, University of Lausanne, Lausanne.</p> <p>OSTERWALDER, A.; PIGNEUR, Y. Business model generation - inovao em modelos de negcios: um manual para visionrios, inovadores e revolucionrios. Rio de Janeiro: Alta Books, 2011. 300 p.</p> <p>ROCHA, D. T. da; SLUSZZ, T.; CAMPOS, M. M. Metodologia de qualificao de produtos: caso Embrapa de avaliao e indicao da modalidade de negcio para transferncia de produtos. In: SEMINRIO NACIONAL DE PARQUES TECNOLGICOS E INCUBADORAS DE EMPRESAS, 19.; FORUM GLOBAL DE INOVAO E EMPREENDEDORISMO, 3., Florianpolis, 2009. [Anais...]. Braslia, DF: Sebrae, 2009. No paginado.</p>