brics na África: mais do mesmo? - pacs.org.br .brics – brasil, rússia, Índia, china e África

Download BRICS NA ÁFRICA: MAIS DO MESMO? - pacs.org.br .BRICS – Brasil, Rússia, Índia, China e África

Post on 01-Jan-2019

215 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

BRICS NA FRICA:MAIS DO MESMO?

Um estudo comparativodos acordos de investimentodos BRICS com pases africanos

BRICS NA FRICA: MAIS DO MESMO?

UM ESTUDO COMPARATIVO DOS ACORDOS DE

INVESTIMENTO DOS BRICS COM PASES AFRICANOS

Rio de Janeiro, janeiro de 2016

BRICS NA FRICA: MAIS DO MESMO? UM ESTUDO COMPARATIVO DOS ACORDOS DE INVESTIMENTO DOS BRICS COM PASES AFRICANOS

Rio de Janeiro, 2016, 1 edio

Realizao

Apoio

PesquisaAna Garcia1

Assistentes de Pesquisa

Brbara Dias e Yasmin Bitencourt2

RevisoThiago Mendes

Coordenao do projetoSandra Quintela

Projeto grfico e diagramaoEduardo Ferro

1 - Professora de Relaes Internacionais da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. A autora agradece as valiosas crticas e sugestes de Miguel Borba de S e Karina Kato.2 - Estudantes de Relaes Internacionais da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

SUMRIO

APRESENTAO ........................................................................................................................................5

INTRODUO .............................................................................................................................................8

Diferentes modelos............................................................................................................................. 11

Os BRICS na frica.............................................................................................................................12

CHINA ........................................................................................................................................................16

FRICA DO SUL ........................................................................................................................................23

NDIA ..........................................................................................................................................................28

RSSIA ......................................................................................................................................................33

BRASIL ......................................................................................................................................................38

ARBITRAGEM INTERNACIONAL ............................................................................................................45

Os BRICS na arbitragem internacional ............................................................................................48

CONCLUSO ............................................................................................................................................51

BIBLIOGRAFIA ..........................................................................................................................................55

Tratados e acordos revisados ...........................................................................................................59

ANEXO 1. CASOS DE ARBITRAGEM COM OS BRICS ..........................................................................63

5

APRESENTAO

O Instituto Polticas Alternativas para o Cone Sul (PACS) foi fundado em 1986 em uma

iniciativa de um grupo de economistas que retornavam do exlio a seus pases de origem. O

PACS agrega um grupo de pesquisadores e pesquisadoras engajadas poltica e socialmente, e

tem seu trabalho pautado em trs eixos que se articulam: formao, incidncia e informao. Nosso

trabalho engloba atividades de pesquisa, informao, anlise e reflexo crtica (informao),

que so colocados disposio de organizaes da sociedade civil, organizaes populares e

movimentos sociais, por meio de atividades de formao como cursos, oficinas e seminrios

(formao), com o objetivo de fortalec-los no seu campo de atuao e qualificar seus argumen-

tos, ampliando sua capacidade de interveno (incidncia). Integramos distintas redes locais,

nacionais e internacionais. Nossa perspectiva contribuir para a construo de uma opinio

pblica reivindicativa da promoo e da implementao de polticas pblicas transformado-

ras, com contedo inclusivo e democrtico.

Nos ltimos anos, o PACS vem participando da Articulao Internacional dos Atingidos pela

Vale, uma rede de organizaes sociais e sindicais que enfrenta problemas causados pela

mineradora brasileira no Brasil e no mundo. No mbito desse trabalho, estreitamos nossas re-

laes com organizaes da sociedade civil e comunidades atingidas em Moambique. Alm

disso, o PACS trabalha temas relacionados dvida, oramento, formas de gesto, impactos

sociais, econmicos e ambientais de megaprojetos. Com isso, o PACS foi uma das organiza-

es atuantes na Plataforma BNDES, que trabalhou os impactos dos projetos financiados

pelo banco.

O PACS realizou, em 2012, uma pesquisa de campo em Angola e Moambique, mapeando

a insero do Brasil nesses dois pases em termos de investimentos (de empresas brasileiras,

6

como a Vale e a Odebrecht), financiamento (especialmente aqueles provindos do BNDES) e

polticas de cooperao para o desenvolvimento. A pesquisa A histria contada pela caa ou pelo

caador? Perspectivas sobre o Brasil em Angola e Moambique mostrou os impactos e as implicaes

da insero brasileira a partir da viso dos atores locais1. J em 2014, o PACS realizou uma

nova pesquisa de campo em Moambique e no Malui, investigando os impactos do corredor

logstico de Nacala2.

Tendo em vista a ampliao da atuao de multinacionais e instituies financeiras dos pases

BRICS Brasil, Rssia, ndia, China e frica do Sul no continente africano, a presente

pesquisa objetivou fazer um levantamento inicial de dados sobre os acordos de pro-

teo de investimento dos BRICS com pases africanos, procurando fornecer

uma leitura dos Tratados Bilaterais de Investimentos (TBI) a partir da econo-

mia poltica. Questionamo-nos, assim, como se comportam os pases BRICS no regime

internacional de investimentos e, especificamente, com a frica. Longe de esgotar o tema,

objetivamos responder as seguintes questes nesse estudo:

Quantos acordos cada pas tem, com quem, em que ano?

Os acordos de investimentos dos BRICS se assemelham aos TBIs tradicionais, ou

podemos observar sinais de elaborao de um novo modelo de tratado?

Quais os principais investimentos de cada pas BRICS na frica em termos de volu-

me, empresas e setores?

Como os pases BRICS se posicionam no sistema internacional de arbitragem, e quais

problemas e conflitos envolvem empresas dos BRICS em pases africanos?

1 - www.pacs.org.br/files/2013/03/Relatorio-Africa.pdf2 - Projeto Direitos Humanos e Indstria Extrativa, da Justia Global juntamente com o PACS e a Rede Justia nos Trilhos, com apoio das organizaes moambicanas ADECRU e AAJC.

http://www.pacs.org.br/files/2013/03/Relatorio-Africa.pdf

7

A metodologia de pesquisa envolveu leitura e identificao das principais caractersticas dos

tratados de cada pas BRICS com pases africanos. Foram revisados artigos acadmicos e

materiais dos movimentos sociais sobre os TBIs (em geral e dos BRICS), de modo a com-

preender os contextos e atuais discusses. As pginas eletrnicas da Conferncia das Naes

Unidas para Comrcio e Desenvolvimento (em ingls, UNCTAD) e do Centro Internacional

de Arbitragem de Disputas sobre Investimentos (CIADI) foram amplamente pesquisadas.

Alm disso, foram revisados artigos acadmicos e jornalsticos sobre a atuao dos BRICS na

frica, incluindo artigos crticos de autores africanos. Os resultados foram sistematizados e

apresentados na forma de textos, grficos, tabelas e mapas, que cruzam os dados e informa-

es sobre os TBIs, principais investimentos em cada pas e casos de arbitragem investidor-

-Estado existentes no CIADI e outros foros. Por fim, foram sistematizados todos os casos de

arbitragem internacional que envolvem os TBIs dos BRICS (para alm da frica) na forma

de uma tabela em anexo.

8

INTRODUO

Apesar de terem seu incio no perodo ps-guerra, os Tratados Bilaterais de Investimento (TBIs,

ou BITS, na sigla em ingls) tiveram seu auge nos anos 1990, com a exploso do nmero de

acordos bilaterais e regionais de livre comrcio3. Com a queda do muro de Berlim e o fim da

Guerra Fria, a emergncia de uma nova ordem mundial se impunha por meio da liberali-

zao dos mercados e de um conjunto de regras conhecido como Consenso de Washington.

Nesse mesmo perodo, foi instaurado um regime internacional de comrcio, com o surgimento

da Organizao Mundial do Comrcio (OMC) em 1994. Como as regras da OMC tm que

ser negociadas e acordadas no mbito multilateral por todos

os pases-membros, o que torna qualquer acordo mais lento

e difcil, as potncias comerciais EUA e Unio Europeia, mas

no s elas, optaram por avanar tratados bilaterais e regionais

de livre comrcio (TLCs) e/ou de investimentos4. Atualmente

existem 2.924 TBIs assinados no mundo e 358 outros Acordos

Internacionais de Investimento (AIIs)5. O grfico abaixo mostra

a evoluo dos AIIs nas ltimas dcadas.

3 - O primeiro TBI foi assinado entre Alemanha e Paquisto em 1959. Na dcada de 1980 havia aprox.400 tratados vigentes, saltando para aprox. 1.800 nos 1990 (Guiotto, 2010). 4 - Nas Amricas, tivemos o