brasília capital 244

Click here to load reader

Post on 25-Jul-2016

216 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

  • Zika geralEi voc a, me d um dinheiro a!

    Mame eu quero mamar

    OSs vo gerir a Sade(No Conselho!)w

    ww

    .bsb

    cap

    ital

    .co

    m.b

    r

    Dis

    tr

    ibu

    i

    o g

    ra

    tu

    ita

    Braslia, 30 de janeiro a 5 de fevereiro de 2016

    A uma semana do incio da folia, quem carrega o Cetro no Brasil Rei Aedes. Momo foi destronado. Na capital da Repblica, nem a famlia real escapou de Sua Majestade.

    Vtima de dengue hemorrgica, uma das trs pragas disseminadas pelo Super Mosquito, a enfermeira Maria Cristina Natal Santana, 42 anos, cunhada do vice-governador Renato

    Santana, faleceu na quarta-feira (27), no Hospital Regional de Brazlndia.

    Lula puxa o Bloco do Triplo X Agnelo e Filippelli danam no TRE

    Continua nas pginas 2 a 9

    PELA - PGINA 2 PELA - PGINA 3

    Rollemberg publica decretos dando a duas Organizaes Sociais poderes de executar projetos do GDF

    Dilma anuncia incentivos a investimentos para

    alavancar a economia. Dos R$ 83 bi, mais da metade

    vir do FGTS

    PGINA 11PGINA 4

    Ano V - 244

    No carnaval de 2016 quem comanda a festa o:

    rei aedes

    22 etapa da Lava Jato investiga irregularidades no condomnio do ex-presidente no Guaruj

    Ex-governador e vice ficam inelegveis por 8 anos, acusados de propaganda fora de poca

  • RepRoduo facebook

    2 n Braslia, 30 de janeiro a 5 de fevereiro de 2016 redacao.bsbcapital@gmail.comPoltica

    E x p E d i E n t E

    Diretor de Redao Orlando Pontes

    ojpontes@gmail.com

    Diretor de Arte Gabriel Pontes

    redacao.bsbcapital@gmail.com

    Diretor Comercial Jlio Pontes

    comercial.bsbcapital@gmail.com

    Diretor-ExecutivoDaniel Olival

    danielolival7@gmail.comCel: 61-9139-3991

    Siga o braslia capital no facebook.com/jornal.brasiliacapital - e fique por dentro

    dos principais assuntos do Brasil e do mundo!

    Os textos assinados so de responsabilidade dos autores. A reproduo

    autorizada desde que citada a fonte.

    Impresso Grfica Jornal Braslia aGora TIragem 20.000 exem-

    plares DIsTrIbuIo plano piloto (sede dos poderes leGislativo

    e executivo, empresas estatais e privadas), cruzeiro, sudoeste,

    octoGonal, taGuatinGa, ceilndia, samamBaia, riacho fundo,

    vicente pires, Guas claras, soBradinho, sia, ncleo Bandeiran-

    te, candanGolndia, laGo oeste, colorado/taquari, Gama, santa

    maria, alexnia / olhos dGua (Go), aBadinia (Go), Guas

    lindas (Go), valparaso (Go), Jardim inG (Go) e luzinia (Go).

    SRTVS QuadRa 701, Ed. CEnTRo MulTiEMpRESaRial, Sala 251

    BRaSlia - dF - CEp: 70340-000 - TEl: (61) 3961-7550 -

    CoMERCial.BSBCapiTal@gMail.CoM.BR - BSBCapiTal50@gMail.CoM -

    www.BSBCapiTal.CoM.BR - www.BRaSiliaCapiTal.nET.BR

    CIrCulao aos sBados.

    CART

    AS

    ElogiosO projeto grfico melhor a cada ms. Parabns.nKleber Sampaio, via What-sApp

    O Braslia Capital est lindo. Belssima produo. Parabns.nRosane Garcia, via Facebook

    Parabns pelo artigo Quem

    vai limpar a casa grande. Teve fundamentao terica e dados comprovando sua fala. Um texto agradvel de se ler e com um final espetacular. O no limpar a Casa Grande significa construirmos um pais de acesso e permitir que o Brasil seja dos brasileiros de uma forma geral e no de um privilegio de 20% que detm a

    educao de qualidade apenas para eles e sua famlia.. Esse final resume muito bem. nAna, via Whatsapp

    Parabns ao Jornal pela cria-o da Coluna Conversa de Passarinheiro. Interessante e esclarecedora. Estarei acom-panhando com entusiasmo.Elicio Pontes, via Facebook

    Sensacional a idia do Baile de Mentiras e do Brasil de verdade (ou no) publicada pelo jornal Braslia Capital. importante que uma publica-o impressa faa essa con-textualizao menos factual e mais analtica da situao que vivemos hoje em dia. O que vemos so jornais expondo pontos de vistas e no contex-

    Pel

    Ai

    Bombeiros e fiscais do Detran querem desfilar em motos importadas. Os homens do fogo vo receber, at maio, 10 mquinas da BMW modelo G650 GS (R$ 38 mil cada). J o pessoal do trnsito queria 14 F800 GS (R$ 46 mil). Mas Rollemberg suspendeu a compra, para frustrao dos folies que entram na avenida com uniformes amarelos.

    Bloco do Triplo XNo Reino de Aedes, o mundo est ficando de cabea pra

    baixo para o ex-imperador Lula. Na quarta-feira (27), a Polcia Federal deflagrou a 22 etapa da Operao Lava-Jato, no por acaso batizada de Triplo X. que o principal alvo so apar-tamentos do condomnio Solaris, no Guaruj (SP). No prdio, construdo pela OAS, est o triplex supostamente pertencente ao ex-presidente da Repblica.

    O cordo da ElbaSe isto ficar comprovado, a turma do juiz Srgio Moro

    finalmente ter encontrado o Fiat Elba de Lula. Em 1992, a compra de um automvel com dinheiro do esquema do tesoureiro de campanha PC Farias foi o cordo que derrubou o ento presidente Fernando Collor. A suspeita de que os imveis do Guaruj tenham sido repassados aos dirigentes petistas, inclusive Lula, como pagamento de propina e lavagem do dinheiro desviado de empresas estatais. A possibilidade disso ocorrer tornou-se uma brincadeira (imagem acima) que viralizou na internet desde quarta-feira (27).

  • Cristovam Buarque (*)

    Aedes Brasilis

    3 n Braslia, 30 de janeiro a 5 de fevereiro de 2016 redacao.bsbcapital@gmail.comPoltica

    tualizaes. Parabns!nDaniel Pereira, via e-mail

    Tiago ZaidanTenho em mos a edio 243 do Braslia Capital (29 de janeiro), onde leio na pgina 11 o artigo A caada como metfora, de Tiago Eloy Zaidan. Estou lendo o livro Moby Dick, de Herman

    Melville. Em verdade, o livro representa a luta do homem contra as foras avassaladoras da natureza. Um pico publicado em 1851, que revolucionou o romance norte-americano. No Brasil est faltando um escritor assim, que escreva sobre a luta dos garimpeiros contra a natureza (formigas,

    cobras, escorpies, piranhas, jacars e a febre amarela). Tivemos algum parecido: Pedro Bandeira, mas no to bom como Herman Melville. No livro, o obstinado capito Ahab luta contra um monstro inatin-gvel, que seu prprio destino, e tudo to humano, como sua derrota.nEmanuel Lima, via e-mail

    divulgao

    (*) Senador (PDT-DF)

    O Aedes aegypti um produto do Aedes brasilis: os brasileiros imprevidentes com saneamento e educao c-vica. A consequncia do casamento entre estes dois Aedes o sofrimento de milhes de doentes contaminados com o vrus da dengue, e milhares com o vrus zika, que, possi-velmente, provoca a tragdia da microcefalia.

    O crebro humano cresce trs gramas por dia durante o terceiro trimestre de sua gestao; depois, mais dois gra-mas dirios durante os seis primeiros meses de vida, de-pendendo da alimentao e de estmulos fsicos e educacio-nais. A partir da, continua crescendo lentamente, ao longo de alguns anos iniciais de vida, mas seu potencial intelec-tual cresce indefinidamente graas aos diversos meios de educao, sobretudo na escola. Raramente, a natureza in-terrompe o crescimento natural do crebro, mas no Brasil, ns o interrompemos pela omisso como tratamos o locus do seu desenvolvimento: na escola.

    Desde a Proclamao da Repblica, provocamos li-mitaes intelectuais em dezenas de milhes de brasilei-ros, contaminados pelo Aedes brasilis que induz analfa-betismo, impedindo brasileiros de reconhecer a prpria bandeira, por no serem capazes de ler Ordem e Pro-gresso. Este o grau mais violento, mas no o nico, na interrupo do crescimento intelectual do crebro, pro-vocado pelo Aedes brasilis.

    Tambm vtima do Aedes brasilis cada criana jogada para fora de uma escola de qualidade antes do fim do ensino mdio. Ao longo de nossa histria, a maioria da nossa popu-lao vem sendo contaminada por um zika social transmiti-do pelo Aedes brasilis. Ainda mais grave para um pas que se diz republicano, o Aedes brasilis seleciona a vtima conforme a renda familiar. As crianas de alta renda dispem de recur-sos para protegerem-se do vrus da microcefalia intelectual, so vacinadas em boas escolas, enquanto as crianas da bai-xa renda ficam condenadas ao vrus social.

    A tragdia pessoal destes milhes de contaminados se transforma em tragdia histrica, porque, ao impedir a po-pulao de desenvolver plenamente seus talentos intelectu-ais, o Aedes brasilis limita o aproveitamento de centenas de milhes de crebros, provocando uma microcefalia social que impede transformar o Brasil em um potente centro de desenvolvimento cientfico e tecnolgico.

    As consequncias desta microcefalia social so o atraso econmico e social; alm de dificultar o avan-o poltico e a construo de uma sociedade democr-tica, eficiente e harmnica. Ainda mais, a microcefa-lia intelectual que impede o Brasil de ter os sistemas de saneamento e de educao cvica propiciando o desen-volvimento do Aedes aegypti. O Aedes brasilis provoca microcefalia social, que termina sendo a principal cau-sa das doenas transmitidas pelo Aedes aegypti e todas as demais formas de pobreza intelectual.

    Sob aplausos da iluso

    O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-DF) tornou inelegveis o ex-governador Agnelo Queiroz (PT) e seu vice, Tadeu Filippelli (PMDB/foto). Na quarta-feira (27), a Corte entendeu que a dupla cometeu irregularidades na publicidade institucional em 2014, usando a propaganda do GDF para se promover. Embora unnime, cabe recurso da deciso ao TSE. a esperana que resta a Agnelo e Filippelli para no ficarem de fora dos desfiles eleitorais

    Na segunda-feira (25), a 1 Vara da Fazenda Pblica cancelou a concorrncia para explorao das bacias 1 e 4 do sistema de transporte pblico de Braslia. Os certames foram vencidos pelas empresas Piracicabana e Marechal, respectivamente.

    Na quarta-feira (27), a Polcia Civil entrou na passarela e cumpriu mandados de busca e apreenso em Braslia,