Brasil ditadura militar 1964 a 1985 pdf

Download Brasil ditadura militar 1964 a 1985   pdf

Post on 13-Jan-2017

1.412 views

Category:

Education

3 download

TRANSCRIPT

  • DITADURA MILITAR

    1964 1985

  • 1. Introduoo O golpe militar de 31/03/64 ps fim ao perodo populista e iniciou os anos de chumbo, marcados por violncia, censura e represso.o Promessas: salvar o Brasil do Comunismo, do caos econmico e social e em nome da democracia e da liberdade, os militares tomaram o Estado.o Em nome da Segurana Nacional, foram mantidas algumas instituies democrticas, criando se um Estado de exceo.

  • DITADURA:Forma de governo de exceo, baseada na fora e no autoritarismo. O grupo ou a

    pessoa que assume o poder passaa ditar as regras do jogo poltico.

    A liberdade e os direitos individuaisso suprimidos e h uso e abuso de

    represso, violncia, censura emanipulao ideolgica.

  • 2. Golpe militar de 31/03/1964o Diante do caos econmico e social, o governo Jango props as Reformas de Base com medidas consideradas comunistas, contrariando os setores conservadores e os EUA.o O governo Jango adotava um caminho nacionalista opondo se s multis e aos capitais estrangeiros.o Temendo que o regime cubano se espalhasse pela Amrica Latina, prometendo salvar o Brasil do caos econmico e social e do comunismo, os militares acabaram com a democracia e tomaram o poder.

  • DITADURAMILITAR

    (1964 1985)

  • Apoio e expectativas:

    o Os conservadores (empresrios, fazendeiros, militares, multinacionais) e o governo dos EUA apoiaram o golpe esperando obter vantagens polticas e econmicas.

    o Com a Guerra Fria, o medo do comunismo e a crise do populismo, os militares usaram a Doutrina da Segurana Nacional, pretexto para violncia e arbitrariedades.

  • Militares divididos:

    Pombos

    o Defendiam a necessidade de impor ordem ao caos e rapidamente devolver o poder aos civis.

    Falces

    o A revoluo no teria preo nem prazo.

    o Usariam a fora se preciso.

    o Permaneceriam no poder enquanto necessrio.

  • 3. Marechal Castelo Branco (1964 1967)

    Pombos (moderados) no poder:

    o O Supremo Comando da Revoluo assumiu o controle do Estado.

    AI 1 (09/04/64 a 09/10/64):

    o Cassar mandatos, suspender direitos, aposentar funcionrios, decretar estado de stio.

    o Previso de eleies diretas em outubro/1965.

    o Eleio indireta de Castelo Branco.

  • Atos Institucionais (Ais)

    o Decretos autoritrios que davam poderes absolutos ao Presidente, independentemente de leis, tribunais e Constituio.

    o Durante o regime militar foram 17 AIs e os mais importantes foram: AI 1, AI 2 e AI 5.

    o Alm dos Ais, mais de 70 atos complementares reforaram o poder do Presidente e da Ditadura Militar.

  • Primeiras medidas:

    o Cassao de polticos (Jango, Jnio, Brizola, etc).

    o Demisso de funcionrios pblicos.

    o Interveno: sindicatos, UNE, ligas camponesas.

    o Comprometimento com o antigo governo levava a perseguio e punio.

    o O SNI (Servio Nacional de Informao) fazia a espionagem em nome da segurana nacional.

    Apesar de moderado (pombo), Castelo Branco nomeou vrios membros da linha dura (falces), que defendiam a Revoluo sem preo e sem prazo. O regime foi endurecendo as aes,

    perseguindo, prendendo, cassando, demitindo, inclusive militares descontentes.

  • A ditadura provocou resistncias que eram sufocadas com violncia. Para manter a lei e a ordem, militares espancavam e prendiam

    maus brasileiros que insistiam em protestar contra o autoritarismo.

  • Linha dura no podero Nas eleies estaduais de 1965, a oposio venceu em 02

    estados (Minas Gerais e Guanabara).o Votar contra o governo era imperdovel.AI 2 (27/10/1965) o Fim do pluripartidarismo criao do bipartidarismo.o Nascem a ARENA (situao) e o MDB (oposio).o Eleies indiretas para Presidente da Repblica.o Tribunais militares julgavam crimes contra a segurana

    nacional.o Poderes absolutos ao Presidente da Repblica.

  • Mudanas polticas

    o O governo militar no gostou de perder a eleio nos Estados de Minas Gerais e Rio de Janeiro.

    o Atravs do AI 3 imps eleies indiretas para governador.

    o Eleies indiretas eram, na prtica, nomeaes de aliados a Presidente e Governador Estadual.

    o O Congresso Nacional e as Assembleias Estaduais apenas confirmavam.

  • AI 4 (Dezembro 1966) Nova Constituio

    o Repblica Federativa Presidencialista.

    o Eleies indiretas: Presidente, Vice e Governador.

    Poderes do Presidente da Repblica:

    o Decretar estado de stio por 180 dias.

    o Interveno federal para evitar perturbaes.

    o Decretar recesso (fechamento) do Congresso.

    o Governar por decretos (AIs).

    o Cassar mandatos e suspender direitos polticos.

  • Estado de stio

    o Estado de stio um estado de exceo, instaurado como uma medida provisria de proteo do Estado, quando este est sob uma determinada ameaa, como uma guerra ou uma calamidade pblica.

    o Esta situao de exceo tem semelhanas com o estado de emergncia, porque tambm determina a suspenso do exerccio dos direitos, liberdades e garantias.

  • Poltica econmica:

    o Heranas de Jango: inflao, dvida externa alta, recesso, subdesenvolvimento, atraso tecnolgico.

    o Desenvolvimento associado: capitais estrangeiros (apoio do FMI), capitais nacionais e interveno do Estado na economia.

    o Reformas: administrativa, bancria, tributria e agrria (PAEG), Banco Central, SUMOC e o cruzeiro novo.

    o Tecnocratas e suas medidas: elevao da dvida externa, restries no crdito e arrocho salarial.

  • Poltica social e trabalhista:

    o Aprovao do Estatuto da Terra e criao do IBRA (Instituto Brasileiro de Reforma Agrria), visando facilitar acesso terra e reduzir tenses no campo.

    o A criao do FGTS eliminou a estabilidade no emprego, aumentos salariais a cargo do Executivo.

    o O INPS unificou a previdncia social.Castelo Branco reformou instituies militares, criou ministrios

    e restabeleceu a ordem interna. integrou o Brasil nas telecomunicaes com satlites e a Embratel. Seu ltimo ato foi

    a Lei de Segurana Nacional. Morreu em 18/07/1967.

  • Otvio Gouveia de Bulhes Neto(Ministro da Fazenda 1964/1967)

    Roberto de Oliveira Campos(Ministro do Planejamento 1964/1967)

  • 4. Marechal Costa e Silva (1967 1969)

    Falces (linha dura) no poder:

    o Militares linha dura e nacionalistas defendiam um governo forte contra o moderado Castelo Branco.

    Oposio e Frente Ampla

    o A oposio ao regime reorganizou se com apoio da UNE (movimento estudantil), da Igreja Catlica (ala progressista) e de polticos que exigiam a redemocratizao do pas (Lacerda, JK, Jango).

  • Os militares consideravam a UNE um antro de comunistas. Smbolo do

    movimento estudantil, foi fundamental na oposio Ditadura Militar.

  • Passeata dos cem mil (26/06/1968)

    o A Frente Ampla no Congresso foi extinta.

    o Denncias sobre penetrao abusiva de capitais estrangeiros, CPIs, favorecimento TV Globo que recebeu US$ 2.800 milhes do grupo Time Life.

    o Crescimento do movimento estudantil.

    o Em maro de 1968 a polcia matou o estudante Edson Lus, acirrando as tenses.

    o A situao levou passeata dos cem mil.

  • Endurecimento do regime

    o Costa e Silva ampliou os poderes do Conselho de Segurana Nacional.

    o Denncias que o Para Sar da Fab sequestrava e jogava opositores no mar.

    Operao Condor

    o Ditadores de Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Chile em parceria para reprimir e assassinar opositores (voos da morte).

  • Meu pai no fuzilou pessoas. Aqueles que ele mandou matar no eram seres humanos, eram animais.

    (Filho do ditador chileno Pinochet)

  • AI 5 (smbolo da ditadura militar) (1968 1979)

    o O Deputado Federal Moreira Alves props o boicote s celebraes de 07 de Setembro.

    o Irritado, Costa e Silva solicitou permisso para processa lo que, ao ser negada, levou ao AI 5.

    AI 5 (Ato Institucional n 5)Dava poderes ao Presidente para: o Fechar Congresso, Assembleias Legislativas e Cmaras Municipais.o Intervir em estados e municpios.o Suspender direitos polticos (habeas corpus) e cassar mandatos.o Decretar Estado de Stio por tempo ilimitado.o Demitir ou aposentar funcionrios pblicos e juzes.

  • Legitimao da Ditadura

    O AI 5, os outros AIs e vrios atos complementares legitimaram um autoritarismo cruel e absurdo.

    Mesmo que algum tivesse provas de sua inocncia, ficava proibido de apresenta las. Perseguido, era

    demitido e impedido de exercer sua profisso.

    Decreto secreto: Decretava se uma lei com regras que s o Presidente e os ministros sabiam,

    legalizando qualquer tipo de punio.

  • Contracultura

    o Foi a profunda crtica ao sistema capitalista e aos padres de consumo desenfreado. Os jovens que integraram esse movimento de contestao aos valores morais e estticos da sociedade global.

    o Promoviam revolues em seus modos de vestir: suas roupas e penteados tornavam se smbolos desse universo paralelo que eles elaboraram para romper com os modismos capitalistas das elites.

  • 5. Movimentos culturais dos anos 1960Festivais de MPB (TV Excelsior e TV Record)o Concursos de msicas transmitidos pela TV nos anos 60 que revelaram grandes compositores e interpretes da nossa msica: Elis Regina, Chico Buarque, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Geraldo Vandr, Jair Rodrigues, Nara Leo.o Apesar da vigilncia, represso e perseguio, nasreas ligadas cultura, principalmente na msica, ocorreram formas de protestos contra o regime militar.

  • Pra no dizer que no falei das flores

    (Geraldo Vandr)

    Vem, vamos embora Que esperar no saber

    Quem sabe faz a hora No espera acontecer H soldados armados

    Amados ou no Quase todos perdidos

    De armas na mo Nos quartis lhes ensinam

    Uma antiga lio De morrer pela ptria

    E viver sem razo

  • Apesar de Voc (Chico Buarque)

    Hoje voc quem manda, falou, t falado No tem discusso A minha gente hoje anda falando de lado E olhando pro cho, viu Voc que inventou esse estado E inventou de inventar toda a escuridoVoc que inventou o pecado Esqueceu-se de inventar o perdo Apesar de voc Amanh h de ser outro dia Eu pergunto a voc onde vai se esconder Da enorme euforia

    Como vai proibirQuando o galo insistir em cantargua nova brotandoE a gente se amando sem pararQuando chegar o momentoEsse meu sofrimentoVou cobrar com juros, juroTodo esse amor reprimidoEsse grito contidoEste samba no escuro

  • Contestao no Teatro

    o O Teatro torna se ferramenta poltica, usado como veculo de protesto contra o contexto poltico e social do pas.

    o As peas apresentam contedos de crtica: Eles no usam Black Tie, de Gianfrancesco Guarnieri.

    o Jos Celso Martinez Correa dirige Roda Viva de Chico Buarque, que tambm comps a famosa trilha sonora.

  • Tropiclia ou Tropicalismo (anos 1960)o Influncia das correntes artsticas de vanguarda e da cultura pop nacional e estrangeira e misturou manifestaes tradicionais da cultura brasileira a inovaes estticas radicais. o Manifestou-se principalmente na msica (Caetano Veloso, Gilberto Gil, Mutantes e Tom Z).o Manifestaes diversas: artes plsticas Hlio Oiticica,influncias do Cinema novo de Glauber Rocha e o teatro (peas anrquicas de Jos Celso Martinez). o O maior exemplo do movimento tropicalista foi uma das canes de Caetano Veloso, "Tropiclia.

  • Caractersticas:

    o Letras inovadoras, linguagem e a poesia dos concretistas. "Alegria, Alegria traz preocupaes da juventude dos anos 60, a violncia da ditadura e o desejo de inovar e de romper barreiras.

    o Roupas coloridas, cabelos compridos, vrias influncias musicais e a inteno de chocar por performances caracterizadas pela violncia esttica, contra a MPB comportada.

    o Influencia da contracultura, linguagem da pardia e do deboche, os tropicalistas transformaram a MPB, influenciando at na moda, sendo grandes expoentes da arte brasileira de vanguarda.

    o O tropicalismo misturava brega, rock psicodlico, msica erudita, cultura popular, entre outros. A guitarra convivia com violinos berimbau. Resgate do movimento antropofgico aliado s razes das tradies nacionais.

  • Jovem Guardao Movimento cultural surgido na dcada de 1960, que mesclava

    msica, comportamento e moda.o Surgiu a partir de um programa da TV Record, apresentado por

    Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderla.o A Jovem Guarda mudou a linguagem musical e comportamental e

    sua alegria e descontrao fizeram dela um fenmenos nacional.o Sua principal influncia era o rock dos anos 50/60 e incio.o Grande parte de suas letras tinham temticas amorosas,

    adolescentes e aucaradas, algumas das quais, verses de hits do rock britnico e norte-americanos da poca (Beatles).o A Jovem Guarda foi o primeiro movimento musical que ps

    a msica brasileira em sintonia com o fenmeno internacional do rock da poca, catalisado especialmente pelos Beatles.

  • 6. General Mdici (1969 1974)

    Linha dura e radicalizao poltica

    o Com o enfraquecimento de Costa e Silva, uma junta militar, composta por trs ministros militares, impediu a posse do vice e assumiu o poder.

    o O AI 5 foi mantido e uma nova Lei de Segurana Nacional endureceram ainda mais o regime.

    o O Congresso foi reaberto para dar posse a Mdici (ex chefe do SNI) em 30/10/1969.

  • Emenda n 1 Constituio de 1967

    o Mandato presidencial de 05 anos.

    o Confirmao dos atos anteriores.

    o Eleies indiretas para governador em 1970.

    o Pena de morte em caso de subverso.

    o Nmero de deputados de acordo com eleitores.

    o Ampliao dos poderes do Executivo.

    o Limitao dos poderes do Judicirio.

  • Terrorismo e luta armada

    Guerra civil: direita X esquerda:

    o Grupos de militantes de esquerda se organizaram e partiram para a luta armada contra a Ditadura Militar: PCdoB (Partido Comunista do Brasil), MNR(Movimento Nacionalista Revolucionrio), MRT(Movimento Revolucionrio Tiradentes), ALN(Aliana Libertadora Nacional), VPR (Vanguarda Popular Revolucionria) e MR 8 (Movimento Revolucionrio 8 de Outubro).

  • O terror na ordem do diao Sequestros, assalto a bancos, atentados eram os instrumentos usados pela esquerda revolucionria.o A ditadura militar estruturou se com o SNI, o DOPS, o DOI CODI, espies, voluntrios, apoio de empresrios e dos EUA.o Nomes como Carlos Marighella e Carlos Lamarca ficaram famosos.o Espionagem, atentados, prises, torturas, exlios, desaparecimentos, mortes tornaram se comuns.

  • Exilados famosos

  • Comunistas famosos

  • Milagre econmico

    o Crescimento acelerado da economia, com o PND incentivo agricultura, tecnologia e indstria.

    o Ampliao dos investimentos, incentivos fiscais, a capacidade ociosa da indstria e o crescimento do comrcio global, o pas produzia e exportava.

    o As multinacionais investiram maciamente e os bancos estrangeiros ofereciam altos emprstimos.

    o Obras faranicas consolidavam o Brasil grande.

  • 1967 4,8%

    1968 12,2%

    1969 9,9%

    1970 9,5%

    1971 12,0%

    1972 11,2%

    1973 13,0%

  • 0

    200

    400

    600

    800

    1000

    1200

    1967 1970 1972 1975

    INDSTRIA AUTOMOBILSTICA

    VECULOS (MILHARES) EMPREGADOS (MILHARES)

  • Obras faranicas

  • Ufanismo patritico e neopopulismo

    o Os militares exploraram e propagaram a ideia do Brasil grande e prspero do milagre econmico.

    Slogans ufanistas:

    o Esse um pas que vai pra frente.

    o Ningum segura este pas.

    o Integrar para no entregar.

    o Pr frente Brasil.

    o Brasil, ame o ou deixe o.

  • Eu te amo meu Brasil

    (Os Incrveis)

    O Cu do meu Brasil tem mais estrelas

    O sol do meu pas, mais esplendor

    A mo de Deus abenoou

    Em terras brasileiras vou plantar amor

    Eu te amo, meu Brasil, eu te amo

    Meu corao verde, amarelo, branco, azul-anil

    Eu te amo, meu Brasil, eu te amo

    Ningum segura a juventude do Brasil

    As tardes do Brasil so mais douradas

    Mulatas brotam cheias de calor

    A mo de Deus abenoou

    Eu vou ficar aqui, porque existe amor

  • Pas Tropical

    Wilson Simonal

    Moro num pas tropical, abenoado por Deus

    E bonito por natureza, mas que beleza

    Em fevereiro (em fevereiro)

    Tem carnaval (tem carnaval)

    Tenho um fusca e um violo

    Sou Flamengo

    Tenho uma nga

    Chamada Tereza

  • Recesso e os pesadelos do milagre

    o PIBs negativos e a economia em recesso.

    o Queda na produo e nas vendas.

    o Pobreza, concentrao de renda e arrocho salarial.

    o A dvida externa atingiu US$ 100 bilhes.

    o A inflao atingiu 212% a.a..

    o Dois choques do petrleo (1973 e 1979).

    o O Estado faliu e os governos civis assumiram as heranas do falso milagre econmico.

  • ANO CRESCIMENTO DO PIB

    1981 - 4,0

    1982 + 0,5

    1983 - 3,0

    1984 + 5,0

  • No posso governar pra todo mundo, o povo tem que

    ter pacincia. Tem que esperar o bolo crescer para

    depois ser dividido.

  • 7. General Ernesto Geisel (1974 1979)

    Abertura e redemocratizao

    o Linha moderada (castelistas) voltam ao poder.

    o Governo flexvel e menos radical.

    o Ex chefe da Casa Militar de Castelo Branco, ex Presidente da Petrobrs, irmo do Ministro do Exrcito de Mdici Orlando Geisel.

    o Aliados influentes, habilidoso, amplos poderes.

  • Contexto:

    Fracasso do milagre econmico e jejum democrtico

    o Economia: inflao, dvida externa alta, recesso.

    o Crise social: desemprego, fome, misria.

    o Sociedade civil cansada de autoritarismo e da falta de liberdade.

    o Os militares desgastados aps 21 anos no poder.

    o A esquerda radical estava liquidada, sem chances de retomar a luta armada.

  • Abertura poltica

    Lenta, gradual e pacfica:

    o Processo que iniciou a redemocratizao do pas.

    o Desgaste e insatisfao enfraqueceram o regime.

    o Ditadura mantida com menos autoritarismo, mas sem mudar a poltica econmica e relativa represso.

    Medidas importantes:

    o Sistema eleitoral liberalizado, novos partidos, fim da censura, anistia a exilados e suspenso dos Ais.

  • Poltica econmica:o II PND foram criadas a Comisso da Construo Civil e o Polocentro (Cerrados).o Aprovado o Plano Nacional de Saneamento e assinada a cooperao nuclear Brasil Alemanha que levaria s Usinas Nucleares de Angra dos Reis.o Assinado o Tratado de Amizade Brasil Paraguai que realizaria a Usina Hidreltrica de Itaipu.o Petrobras autorizada a assinar contratos com empresas estrangeiras e explorar petrleo.o Criado o Prolcool para enfrentar a crise do petrleo.

  • Mrio Henrique SimonsenMinistro da Fazenda

  • Eleies de 1974

    o O MDB ampliou sua bancada com maioria na Cmara dos Deputados e no Senado.

    Lei Falco (01/07/1976)

    o Regulamentava e limitava o tempo dos candidatos no rdio e na TV, impedindo o crescimento da oposio.

    Pacote de Abril (13/04/1977)

    o Fechamento do Congresso, cassao de dissidentes, senador binico, mudana na representao estados.

  • Durante a ditadura, o Congresso foi formalmente fechado em trs perodos:

    o O primeiro de 20/10/1966 a 22/11/1966 e teve ares de escndalo, com o plenrio sendo invadido por foras militares do governo Castello Branco.

    o Aps a decretao do AI-5, em 13/12/1968 a 21/10/1969 o Parlamento foi novamente fechado.

    o A terceira suspenso entre 01/04/1977 a 14/04/1977, para a edio de um pacote de medidas eleitorais e garantir a vitria dos candidatos do governo (Lei Falco).

  • Tenses polticaso A imprensa livrou se da censura.o A PUC SP foi invadida, pois membros da UNE l reuniram se para traze la de volta legalidade.o Reorganizao dos sindicatos no ABC com greves reivindicando direitos trabalhistas.o Passeatas protestando contra o governo militar.o AI 5 revogado em 01/01/1979: O Presidente no poderia fechar Congresso, cassar mandatos, demitir funcionrios pblicos nem cercear a liberdade.

  • 8. General Joo Figueiredo (1979 1985)Ampliou a abertura poltica (redemocratizao)o Moderado, ligado a Geisel, Chefe do Gabinete Militar de Mdici e Chefe do SNI.

    Aspectos econmicos:o Heranas: dvida externa alta, inflao, recesso.o Nova crise do petrleo em 1979 (Crise no Ir).o Dificuldades para obter emprstimos externos.o Com o fracasso do III PND, recorreu ao FMI.

  • Juro fazer deste pas uma democracia.

  • Delfim Neto Czar da economia

    o Acordos com o FMI em troca de poltica recessiva.

    o Seu programa previa: equilbrio nas contas, descentralizao administrativa, queda na inflao, privatizao de estatais, prioridade agricultura.

    Crise econmica e estagflao a dcada perdida

    o Queda na renda do trabalhador (arrocho salarial).

    o Elevao da inflao e da dvida externa.

    o Especulao financeira e alta nos juros.

  • Impactos econmicos:

    o A inflao na casa dos 200% a.a. e a dvida externa chegando a casa dos US$ 100 bilhes.

    o Os juros bancrios internacionais em elevao.

    o Escassez de crdito e renovao dos emprstimos.

    o Cruzeiros usados para pagar dvidas em dlares.

    o Desvalorizao do cruzeiro para estimular as exportaes.

    o O Estado e as empresas estavam endividados.

  • Impactos sociais e polticos:o O governo fixou reajustes salariais abaixo da inflao aprofundando o arrocho salarial.o A economia em crise abalou a sade das empresas forando o fantasma do desemprego.o A situao era crtica: desemprego, misria, fome.o Os trabalhadores se organizaram com a criao da CUT (1983) e da CGT (1986) patrocinando greves.o O governo impopular e impotente no conseguia administrar a crise poltica.

  • Aprofundamento da abertura polticaLei da Anistia (1979):o O governo anistiou presos e exilados e possveis crime de abuso de poder, torturas e assassinatos.

    Fim do bipartidarismo e volta do pluripartidarismoo A pretexto de redemocratizar o sistema partidrio.o Arena passou a ser PDS (Partido Democrtico Social).o MDB passou a ser PMDB (Partido do Movimento Democrtico Brasileiro).o Novos partidos: PP, PT, PDT, PTB, PFL.

  • O Bbado e A Equilibrista (Elis Regina)

    Caa a tarde feito um viaduto E um bbado trajando luto

    Me lembrou Carlitos A lua tal qual a dona do bordel

    Pedia a cada estrela fria Um brilho de aluguel

    Que sonha com a volta do irmo do HenfilCom tanta gente que partiu

    Num rabo de fogueteChora

    A nossa Ptria me gentilChoram Marias e Clarisses

    No solo do Brasil

  • T Voltando (Simone)

    Pode ir armando o coreto e preparando aquele feijo preto Eu t voltando Pe meia dzia de Brahma pra gelar, muda a roupa de cama Eu t voltando Leva o chinelo pra sala de jantar Que l mesmo que a mala eu vou largar Quero te abraar, pode se perfumar Porque eu t voltando D uma geral, faz um bom defumador, enche a casa de flor Que eu t voltando Pega uma praia, aproveita, t calor, vai pegando uma cor Que eu t voltando

    Faz um cabelo bonito pra eu notarQue eu s quero mesmo despentearQuero te agarrarPode se preparar porque Eu t voltandoPe pra tocar na vitrola aquele som, estreia uma camisolaEu t voltandoD folga pra empregada, manda a crianada pra casa da avQue eu t voltandoDiz que eu s volto amanh se algum chamar, telefone no deixa nem tocarQuero l, l, l, ia, Porque eu to voltando

  • Diretas j 1983

    o Em 1982 a oposio elegeu 10 dos 22 governadores, alm da maioria dos deputados federais.

    o Fortalecida, a oposio passou a reivindicar uma Assembleia Constituinte e eleies diretas para o prximo Presidente da Repblica.

    o A linha dura do regime resistia a fazer concesses e assinar atestado de incompetncia.

    o A tenso provocou o atentado no Riocentro em 30/04/1981.

  • Atentado do Riocentro: frustrado ataque a bomba que aconteceria no Riocentro (RJ), em 30/04/81, num show do Dia do Trabalhador, e culpar radicais da esquerda pelo atentado. Comprovou se , por

    confisso, que o atentado foi uma tentativa de radicais do governo de convencer os setores mais moderados que era necessria uma nova onda de represso para paralisar a lenta abertura poltica.

  • Emenda Dante de Oliveira 02/03/1983

    o Propunha eleies diretas para Presidente da Repblica em 1985.

    o O povo foi s ruas reivindicar a sua aprovao.

    o Votada e rejeitada em 25/04/1984.

    o 298 deputados votaram a favor, 65 contra e 3 se abstiveram. No compareceram 112 deputados.

    o Para que fosse aprovada, eram necessrios pelo menos 320 votos a favor.

  • Fim do regime militar 1985 o Com a derrota da Emenda Dante de Oliveira, a oposio se articulou para enfrentar os militares em eleies indiretas (Colgio Eleitoral).o A Aliana Democrtica uniu PMDB e PFL e lanou Tancredo Neves e Jos Sarney que derrotaram Paulo Maluf e Flvio Portela em 15/01/1985.o Tancredo Neves no assumiu, internado na vspera da posse (14/03/1985) acabou falecendo em 21/04/1985.o A posse do vice Jos Sarney ps fim a ditadura militar dando incio Nova Repblica.

  • Tancredo Neves: 480 votos 72,4%Paulo Maluf: 180 votos 27,3%