Boletim Informativo - Abril 2013

Download Boletim Informativo - Abril 2013

Post on 29-Mar-2016

229 views

Category:

Documents

4 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Fique por dentro do trabalho do Deputado Lafayette Andrada e suas aes na Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

TRANSCRIPT

<ul><li><p>Lafayette de AndradaDeputado Estadual</p><p>BOLETIM INFORMATIVO DO DEPUTADO LAFAYETTE DE ANDRADA</p><p>www.lafayetteandrada.com.br INFORMATIVO N 25 - ABRIL 2013</p><p>Assembleia de Minas presta conta de seu trabalho em Juiz de Fora e Barbacena </p><p>Em Barbacena e Juiz de Fora, deputado Lafayette Andrada apresenta as </p><p>aes da Assembleia de Minas na regio ao longo do binio 2011-13</p><p>O deputado estadual Lafayette Andrada (PSDB) visitou os municpios de Barbacena e Juiz de Fora para apresentar o trabalho desenvolvido pela Assembleia de Minas nos ltimos dois anos e colher sugestes dos cida-dos para melhoria das atividades legislativas na regio.</p><p>As duas reunies contaram com a presena da imprensa, lideranas locais e representantes da sociedade. Os eventos tiveram, ainda, exibio de um vdeo institucional, com destaque, entre outras iniciativas realizadas em 2012, para o trabalho da Caravana da Sade pelo Estado, o movimento nacional de Renegociao da Dvida com a Unio, o Seminrio Legislativo Pobreza e Desigualdade, as aes do Parlamento Jovem e o Ciclo de De-bates Siga Vivo - Pelo Fim da Violncia no Trnsito.</p><p>De acordo com o deputado Lafayette Andrada, os encontros em suas bases eleitorais lhe do subsdios para defender melhor o interesse dos mineiros na Assembleia. A regionalizao da prestao de contas uma forma de apresentar a populao as aes do parlamento e tambm co-nhecer as necessidades de cada municpio, possibilitando melhor inter-mediao pelas cidades junto ao Governo do Estado para a obteno de investimentos para as reas da sade, educao, segurana pblica e infraestrutura urbana , explica o parlamentar.</p><p>Como exemplo de aes com impacto direto para a Zona da Mata, vale citar a aprovao da Lei 20.313, que institui o Fundo Estadual de Caf (Fecaf), um incentivo competitividade e a sustentabilidade da cadeia produtiva do caf, produto de grande importncia para a regio. Estmu-los fiscais ao feijo e aperfeioamento da norma estadual sobre o queijo artesanal tambm so exemplos de novas leis que beneficiam produtores da Zona da Mata.</p><p>Sade Nos encontros, o deputado Lafayette de Andrada (PSDB) tam-bm pediu apoio popular nos trabalhos do Parlamento. Ele salientou que a populao da Zona da Mata compreende bem a luta da ALMG pela melhoria na sade pblica, e que o Governo Federal vem prejudicando os estados e municpios. Para tanto, conclamou que a populao participe do Assine + Sade da Assembleia e, com isso, obrigue a Unio a investir 10% do oramento em sade.</p><p>O deputado Lafayette destacou, ainda, o regime diferenciado de ICMS aprovado em 2009 que beneficiou a Zona da Mata, permitindo que mui-tas empresas voltassem a se instalar em Juiz de Fora. Isso permitiu barrar a concorrncia desleal com o Rio de Janeiro, afirmou.</p><p>EDUCAO SEGURANA PBLICA</p><p>PG. 2 PG. 3 PG. 3</p><p>Lafayette foi o relator do projeto que assegura jornada de 1/3 de atividades extraclasse para professores</p><p>Assembleia aprova projeto que faz alteraes nas carreira dos servidores militares do Estado </p><p>Educadores da rede estadual de ensino com jornada padro de 24 horas semanais de trabalho passaram a dedicar oito horas para aes fora de sala de aula.</p><p>Deputado Lafayette foi relator da proposio que modifica carreira e promoes da Polcia Militar e do Corpo de Bombeiros.</p><p>SADELafayette Andrada defende projeto que cria gratificaes na sade</p><p>Sob aplauso de servidores da categoria, Plenrio aprova projeto que cria gratificaes complemen-tar e de risco sade.</p></li><li><p>2 www.lafayetteandrada.com.brINFORMATIVO N 25 - ABRIL 2013</p><p>Expediente: Boletim InformativoPublicao do Gabinete do Deputado Estadual Lafayette AndradaRua Rodrigues Caldas, 30 - conj. 105 - 1 andar Belo Horizonte - MG - 30.190-921 - Tel.: 31 2108.5799dep.lafayette.andrada@almg.gov.br - www.lafayetteandrada.com.brAssessoria de Comunicao - Diagramao: Agncia Vetta</p><p>SadeSadeLafayette Andrada defende projeto que criagratificaes na sade</p><p>Sob aplauso de servidores da categoria, Plenrio aprova projeto que cria </p><p>gratificaes complementar e de risco sade.</p><p>O deputado Lafayette An-drada foi o relator do Pro-jeto de Lei (PL) 3.451/12 que cria, em Minas, gra-tificaes para servidores da sade. A proposio foi aprovada pelo Plenrio da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), em novembro de 2012.</p><p>O PL 3.451/12 instituiu a Gratificao por Risco Sade (GRS) e reajus-tou o valor da Gratifica-o Complementar (GC), prevista na Lei Delegada </p><p>44, de 2000. O projeto instituiu que a GRS seja paga a todos os servidores da sade e mais algumas carreiras do Grupo de Ativi-dades de Educao Superior do Executivo, incluindo-se professor de educao superior; analista, tcnico e auxiliar administrativo universitrios, alm de analista e tcnico universitrio da sade. Para fazer jus gratificao, esses profissionais devem trabalhar em locais insalubres ou em contato permanente com substncias txicas, radioativas ou com risco de contgio. A GRS ser devida nos percentuais de 10%, 20% e 40%, em razo do grau de risco sade.</p><p>Fhemig e Funed - J o reajuste do valor da GC para os servidores </p><p>efetivos da Fundao Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhe-mig) e da Fundao Ezequiel Dias (Funed), de cargos das carreiras de auxiliar, tcnico, analista e pesquisador de sade e tecnologia. O projeto retificou os percentuais do vencimento bsico estabele-cido para clculo da GC a ser recebida pelos servidores da carrei-ra de analista de hematologia e hemoterapia. Dessa forma, esses servidores tiveram um reajuste de 40% sobre o vencimento bsico em agosto de 2012 e tero um reajuste de 50% a partir de 1 de agosto de 2013.</p><p>Ficou tambm assegurado o reposicionamento dos servidores do cargo da carreira de profissional de enfermagem, instituda pela Lei 15.462, que estiverem posicionados em grau superior ao J de qualquer de seus nveis, em razo da reduo da quantidade de graus prevista na nova estrutura da carreira. Com isso, ficou ga-rantida a irredutibilidade de vencimentos. A proposio tambm corrigiu a carga horria do profissional de enfermagem, acrescen-tando a jornada de 40 horas semanais.</p><p>Alm disso, a proposio assegurou o abono de servios de emer-gncia aos servidores ocupantes de cargos das carreiras de Auxi-liar de Apoio da Sade, Tcnico Operacional da Sade, Analista de Gesto e Assistncia Sade, Profissional de Enfermagem e Mdi-co, em efetivo exerccio na Fhemig. O abono antes era institudo para estas carreiras, mas condicionado ao exerccio de algumas funes. Agora ele beneficia todos os servidores indistintamente. Os mdicos e enfermeiros tambm continuam com o benefcio, ressaltou o deputado Lafayette.</p><p>O Hospital Regional da Fundao Hospitalar de Minas Gerais (Fhemig), com sede no municpio de Barbacena, passa a denominar-se Hospital Geral de Barbacena Dr. Jos Amrico. A modificao, proposta pelo deputado Lafayette Andrada, uma homenagem ao mdico e benfeitor: Dr. Jos Amrico Nunes de Resende.</p><p>Renomado diretor e professor da Faculdade de Medicina de Barbacena, Dr. Jos Amrico nasceu em 22 de abril de 1924, na Fazenda gua Limpa, no municpio de Ressaquinha. Atuou como mdico pediatra em Barbacena, onde manteve consultrio e reuniu enorme clientela. Foi mdico da Fbrica Ferreira Guimares em Barbacena e da Escola Preparatria de Cadetes do Ar (Epcar). Foi membro da Academia Mineira de Medicina e Diretor da Santa Casa de Misericrdia de Barbacena. Faleceu no dia 6 de agosto de 1989.</p><p>Fhemig de Barbacena ganha nome de Hospital Geral de Barbacena Dr. Jos Amrico</p></li><li><p>www.lafayetteandrada.com.br INFORMATIVO N 25 - ABRIL 2013 3</p><p>EducaoEducaoLafayette Andrada foi relator do projeto que assegurou jornada de 1/3 de atividadesextraclasse para professores</p><p>Deputado Lafayette acompanhou a negociao com representares do Sind-UTE/MG, contribuindo efetivamente para bom andamento dos trabalhos</p><p>A melhoria na qualidade da educao exige uma carreira docente estruturada e melhores condies de trabalho para os educado-res. Pensando nisso, Lafayette Andrada contribuiu para a aprovao do Projeto de Lei (PL) 3.461/12, de autoria do governador Antonio Anastasia, que instituiu as carreiras dos profissionais de educao bsica do Estado e as carreiras do grupo de atividades de Defesa Social do Poder Executivo.</p><p>A proposio alterou a composio da carga horria dos professo-res com jornada de 24 horas semanais, sendo que um tero dessa jornada (8 horas) passou a ser destinada a atividades extraclasse. Das oito horas semanais, quatro podem ser cumpridas em local de livre escolha do professor e outras quatros devem ser cumpridas na prpria escola ou em local definido pela direo da escola.</p><p>Anteriormente, a carga horria dos professores destinava 25% do total a atividades extraclasse. De acordo com o deputado Lafayette Andrada (PSDB), a adaptao a legislao garante aos professores um perodo maior para estudo, planejamento e avaliao das ativi-dades escolares dos educandos.</p><p>O projeto ainda criou o Adicional por Extenso de Jornada (AEJ) e o Adicional por Exigncia Curricular (AEC), props a possibilidade de incorporao desses adicionais aos proventos de aposentadoria e assegurou sua percepo no perodo de frias regulamentares. Assegurou tambm a aplicao dos dispositivos do projeto ao ser-vidor alcanado pelo disposto no art. 7 da Lei Complementar n 100, de 2007.</p><p>Alm disso, ficou garantido a irredutibilidade da carga horria in-tegrada aps dez anos de exerccio de extenso de jornada, salvo nos casos de remoo ou de mudana de lotao, com expressa aquiescncia do professor. O texto aprovado tambm props uma redao mais clara ao artigo que trata da possibilidade de integra-o da carga horria estendida aos proventos.</p><p>Lafayette Andrada participou de reunies com a Secretria de Estado de Pla-nejamento e Gesto, Renata Vilhena, e deputados da base do governo para garantir melhorias na previdncia dos militares. </p><p>Segurana PblicaSegurana PblicaAssembleia aprova projeto que faz alteraes nas carreira dos servidores militares do Estado </p><p>tero dos vencimentos, para quem completar as exigncias para aposentadoria voluntria e permanecer em atividade. O abono ser pago at a aposentadoria compulsria.</p><p>A segurana pblica um dos temas prioritrios do deputado La-fayette, que visa tranquilidade e bem-estar da populao. Um dos projetos aprovados pela Assembleia de Minas no ltimo ano e festejado por servidores militares do Estado foi o PLC 31/12, que trouxe ajustes em regras de promoo nas carreiras de policias e bombeiros militares. Lafayette Andrada foi o relator da proposio.</p><p>O projeto fez alteraes nas carreiras da categoria, dentre elas a reduo do perodo de promoo de cada turma a partir do ano-base, com o objetivo, segundo o Governo, de preencher os cargos existentes de forma mais gil.</p><p>Outra alterao efetuada pelo projeto foi a possibilidade de apro-veitamento de ttulos de mestrado e doutorado para fins de pro-moo a postos especficos de oficiais da Polcia Militar e do Corpos de Bombeiros. Para o deputado Lafayette Andrada, a iniciativa, alm de ser uma importante ferramenta de valorizao dos servidores, uma estratgia para melhoraria da qualidade dos servios pblicos, o que repercute diretamente na satisfao dos anseios da socieda-de em relao a essa prestao de servios.</p><p>O PLC tambm criou o abono de permanncia, equivalente a um </p></li><li><p>4 www.lafayetteandrada.com.brINFORMATIVO N 25 - ABRIL 2013</p><p>Relaes InternacionaisRelaes InternacionaisLafayette Andrada integra comitiva em visita oficial a Repblica Tcheca</p><p>Comitiva mineira com o embaixador brasileiro na Repblica Tcheca, George Prata, na sede da embaixada, em Praga</p><p>O deputado estadual Lafayette Andrada (PSDB) integrou a comiti-va especial formada por parlamentares e representantes do poder executivo que esteve, em janeiro deste ano, na Repblica Tcheca, pas de origem da famlia do ex-presidente Juscelino Kubitschek. A viagem oficial teve como objetivo estabelecer parcerias econmicas e estreitar as relaes entre Minas Gerais e o pas do Leste europeu, que conta com uma populao de aproximadamente 11 milhes de habitantes. A comitiva passou por Praga - capital da Repblica Tcheca, alm de cidades da Regio da Bomia do Sul.</p><p>Em Praga, a comitiva mineira participou de reunio na embaixada brasileira e no parlamento nacional. A misso teve como objetivo a troca de experincias e oportunidades de negcios com autori-dades locais, incluindo discusses sobre meio ambiente, sade e cultura, principais reas de interesse do Governo de Minas na Rep-blica Tcheca, ressaltou o deputado Lafayette.</p><p>As lideranas mineiras visitaram tambm o bero do imigrante Jan Nepomuscky Kubitschek (bisav de Juscelino Kubitschek), a cidade de Trebon, Regio da Bomia do Sul. As relaes histricas entre a Repblica Tcheca e o Estado de Minas Gerais se deram atravs da personalidade do ex-presidente Juscelino Kubitschek, cujo bisav chegou ao Brasil no ano de 1831 e radicou-se em Diamantina, onde se casou.</p><p>A viagem terminou em Cesky Krumlov, cidade no sul do pas, re-gistrada na lista da UNESCO como Patrimnio da Humanidade. Fa-mosa por seu estilo medieval, a regio abriga estaes de gua. O Governo mineiro tem interesse em conhecer a experincia tcheca </p><p>no desenvolvimento de projetos sustentveis e na regulamentao em gesto de guas.</p><p>A misso oficial foi constituda pelos deputados Lafayette Andrada (PSDB), Tiago Ulisses (PV), Carlos Mosconi (PSDB), Z Maia (PSDB) e Jairo Lessa (DEM), alm de representantes do poder executivo.</p><p>Compartilhando experincias - Ainda no primeiro semestre de 2013, est previsto a visita de uma comitiva tcheca ao Brasil. Duran-te o encontro, que dar continuidade ao processo de aproximao entre autoridades e empresrios dos dois pases, a comitiva visitar a cidade histrica de Diamantina, bero do ex-presidente Juscelino Kubitscheck, e o municpio de So Loureno, uma das mais conhe-cidas estncias hidrominerais do Brasil.</p><p>InvestimentoInvestimentoSade, educao, infraestrutura, segurana pblica e desenvolvimento social tero mais recursos nos prximos anos</p><p>FOTO</p><p>: Will</p><p>ian </p><p>Dia</p><p>s</p><p>Deputado Lafayette acompanhou de perto contratao de emprstimo junto ao Banco do Brasil e BNDES para execuo das aes definidas no Plano Plurianual de Ao Governamental (PPAG)</p><p>O deputado Lafayette Andrada, lder do PSDB na Assembleia, acompanhou de perto a tramitao dos projetos que autorizam o Governo de Minas a contratar emprstimo com o Banco do Brasil (BB) e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econmico e Social (BNDES), no valor de aproximadamente R$ 2,5 bilhes. </p><p>De acordo com o parlamentar, esse dinheiro objetiva financiar ati-vidades e projetos do Estado definidos no Plano Plurianual de Ao Governamental (PPAG), relacionadas em especial s reas de segu-rana pblica, sade, educao e desenvolvimento social.</p><p>O programa Caminhos de Minas, de pavimentao de estradas es-taduais, tambm ser beneficiado com o investimento. A iniciativa tem o objetivo de encurtar as distncias e o tempo de viajem no estado, alm de integrar os municpios mineiros. </p></li><li><p>www.lafayetteandrada.com.br INFORMATIVO N 25 - ABRIL 2013 5</p><p>Meio AmbienteMeio AmbienteAssembleia de Minas cria Comisso para preservao das guas</p><p>Durante a reunio de instalao da Comisso, o deputado Lafayette An-drada salientou a importncia de refletir sobre o valor econmico da gua e sobre a relev...</p></li></ul>