boletim esperança 010

Download Boletim esperança 010

Post on 20-Jul-2015

87 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Info

    EDI

    princvenhestaque genttremplata

    GuilhBarbode Je

    conhetamb

    s voEsprde terde ZaAlice

    tardemuito

    noitemeu que e

    Bandadmiespri

    pela MachEditoanalispneumnasci

    Leal,medi

    outrodespode rir

    Boorme de Es

    ITORIAL Consideran

    cpios espritasha me apertar

    ao / Tem genvem e quer vo

    te a sorrir e a cm que chega / aforma dessa e

    Ao confrad

    Corria o anhermina da Silveosa pediu-me fos

    esus, na Rua AmaEstive na Ru

    eci os filhinhos dm menores Cels

    O tempo corroltas com os intesrita Caminho da Era-feira, num pramenhof, desperte Trindade, filha d

    A querida Ans de quarta-feirao concorrida com

    Numa etapa a. Numa destas reamigo na Rssia

    eu no fazia mais Tanto o casa

    deira, onde o nrao nas reuniitos sofredores.

    Geraldo GuimRede Bandeiran

    hado, quando do ores. Na segunda sei o assunto Trmonia. Estas gravi.

    Pela ltima v quando me ouvnico Fundao E

    Surpreendeu-os confrades levaojos materiais, par conversando com

    Car

    olestudos Esp

    ndo os encontrs: Mande not/ T chegando

    nte que chegaoltar / Tem genchorar / E assi o mesmo treestao / a v

    de Geraldo Gui

    LEMBRANno de 1975, quaira, perto de Bansse convidar a coaral Costa, 52, ema Carlos Sedeil, n

    da Ana ainda pequsinho e Silvana. re, voa e estamosstinos encrencadoEsperana, na antrdio cedido pelo tando vivo interedo referido par dena percebendo-ma. Tive sensvel m

    m a presena do madiante, fui convieunies, a Lourdea do tempo dos C

    nos tempos de hoal Lourdes e Ewbnibus 260 levavaes noturnas, a m

    mares e Csar Rntes de Televiso

    lanamento do mvez, fui entrevistrabalho Voluntrvaes foram feit

    vez que vi Geraldviu dizer que eu Emmanuel, atribu-me sab-lo doenando para o Cemartindo do Alm am ele ao telefone

    ro Geraldo, at b

    etimpritas, RJ

    ros e as despetcias do mundo / [...] Todos

    a pra ficar / Tente que vai e qim chegar e paem da partida /vida desse meu

    mares, nosso

    NAS DO GEando lecionando

    ngu, Zona Oeste donfreira Ana Guim

    m Campo Grande,no Caju, prximouenos, como, por

    s agora em 1992, os. A querida Antiga sede, na Ruacasal Jlio e Estesse acerca do inie portugueses.

    me adoentado, sugmelhora, inclusiv

    mdium baiano Meidado a tomar pares, esposa do Sr.

    Czares, dizendo quoje. bank como o Ca o meu esquel

    maneira afetuosa

    Reis convidaram-o. Na primeira ameu livrinho As Ptado pelo Geraldorio, entrevistadotas num castelinh

    o, foi quando eleestava espantado

    udo gratuitamentnte em So Gonmitrio do Caju, aquele confrade qe sobre algum tem

    breve...

    Boletim E

    m , Ano 1, N.

    edidas, a inspido de l / Diz os dias um vm gente que v

    quer ficar / Temartir / So s d/ A hora do enu lugar [Milton

    os votos de paz

    ERALDO GUIMo no ento Colda Cidade do Riomares para prof ento sob a pres

    o ao Cemitrio Sr exemplo, a Anet

    quando, aos 50 ana pede faa um a Anbal Benvolela Trindade. Disciador da Lngua

    gere freqente asve quando eu e edrado. rte das sesses deEwbank, incorpoue escrevamos m

    sar Rabelo davamleto at Campinh

    com que Ana e

    -me para gravar tapresentao fuiPreposies em Eo sobre o tema deo pelo Joel Vaz, ho na rua Cndido

    deu uma gargalho diante dos abste ao esprito do Dalo/RJ, com os rina senegalesca

    que, meses antes ma doutrinrio.

    Esperana

    Es. 10

    rao do poetaquem fica / M

    vai-e-vem / A vvai pra nunca mm gente que veois lados da mcontro tamb

    n Nascimento].

    z e luz.

    MARES gio Estadual Eo de Janeiro), a pferir uma palestraidncia do Sr. Juso Francisco de Pte, fazendo-me le

    anos de idade, trabcomentrio com lo, perto do Sambscorri durante 40 a Universal no n

    reunies de trataa Neli participam

    e desobsesso, a porou um esprito muito para a mald

    m-me carona de ho, quase me

    e Geraldo tratava

    trs programas a entrevistado pe

    Esperanto, numa esobsesso e, na que ardia em feb

    o Mendes, na Gl

    hada na Casa de Isurdos doutrinrioDr. Igncio Ferreins paralisados. Etarde de 12 de

    no seu jeito aleg

    Celso M Pgina 1

    spea nos remete a

    Me d um abravida se repetemais / Tem geeio s olhar / T

    mesma viagem m despedida

    A EQU

    Ernni Cardoso professora Ermela no C. E. Discpscelino.

    Paula, ocasio emembrar os meus fi

    balhei muito, embtema livre no Gr

    bdromo, numa nminutos sobre a

    nimo da jovem M

    amento espiritualmos de uma reu

    partir das 8 e meiem prantos, que dade, a domina

    carro at a Praeia-noite. Causouam amorosament

    serem levados aelo Edgard Montedio do Zamenltima oportunidbre de baixo de ria, perto de ond

    Iracema, em Engeos, contidos no l

    eira. E me vejo ao ladjaneiro de 2010

    gre, fez a Neli mo

    Martins

    era

    No certameoportuncaminho

    aos ao

    e na ente Tem

    / O / A

    IPE

    (em linda pulos

    m que ilhos

    bora rupo noite vida

    Maria

    l nas unio

    ia da fora

    o, o

    a da u-me te os

    ao ar teiro nhof

    dade, uma

    de eu

    enho livro

    do de 0, os orrer

    Capa EDITO

    LEMB

    PginHFEN

    AUTIS

    COLU

    ANIVE

    DATAS

    PginMENS

    CARTA

    OBRIG

    PginO REP

    EXPE

    PROG

    anFEVERE

    se agaste cnte, no idades que o. (Andr Lu

    NESTE

    ORIAL

    RANAS DO G

    a 02 N DE LUZ

    SMO E ESPIRIT

    NA DO CAMIN

    ERSARIANTES

    S IMPORTANT

    a 03 SAGEM DO MS

    A DE TEREZIN

    GADO GERALD

    a 04 POUSO DO GU

    DIENTE

    GRAMAO DA

    a EIRO, 2010

    com o ignordispe ele

    iluminaram uiz)

    BOLETIM

    GERALDO

    TISMO

    HO

    DO MS

    TES

    S

    NHA BARCELLO

    DO

    UERREIRO II

    A CASA

    0

    rante; das

    seu

    OS

  • cham

    Sidercobal

    planeEntreVergOcidBrasicinc

    medi

    ele tr

    seu vficara

    plena

    do mCons

    de Jado au

    ALERuma prxi

    desenaparenascinascique apesadvacin(no B

    criangera

    do no

    privaver, aprespoder

    NossdestacaracpessoGatescompexceDal,divulespr

    Das paisage

    ma a corporificaQual estrela

    ral, maneira lto na direo d

    Um hfen tretria, muitas ve Pitgoras, Sgilio a Michelanente, construiuil um prodgio cia, a filosofia e

    De marcha ieval, moderno

    E, medidarabalhavam.

    O livre-arbverbo impregnaam na retaguard

    Geraldo Guia era do alvorec

    E o Mestre mensageiro autosolador.

    AUA Adefa (A

    aneiro, eventos utista.

    Como resulRJ (Assembleilei federal, sen

    imo ms. Autismo

    nvolvimento psecem entre osimentos. Para mimentos.Vrias a causa desse ndos, mais especnas, usado comoBrasil no h, se

    Falamos tnas, mas que o de autistas,

    Algo precisaosso controle.

    Na viso esado da capacida

    o surdo de osentam irritabirem expressar s

    De acordo os filhos so e

    acados gnios dctersticas autistoas superdotadas. Quanto a ponentes autentricidades de Mondriani e talgao mais amitos!

    ens etreas, eiar, na Terra, um a incandescentde Hefesto, d

    dos mortais. ransitou pelos evezes sucumbi

    crates e Platongelo, de Camu, entre a Pales

    cultural, envole a religio.

    em marcha, e contemporn

    a que prosseguia

    trio conduziu sado de amor peda. imares, o hfencer de Jesus. avana e inflam

    odidata que cum

    UTISMO E Essociao em De audincias p

    ltado desse tria Legislativa dndo redigida, q

    uma sndromesicossocial do 2 e 3 anos

    meninos, o ndicsuspeitas e est

    nmero crescencificamente meo conservante. Dequer, estatstictanto em deixarcrianas deixa isso que vama ser feito e rp

    sprita, Kardec ade de se comuouvir e o mudilidade e at seus sentimentocom Hermnio

    espritos, h do presente e tas, sem nenhumas como Charle

    mim, no mtistas as ce gnios, como antos outros. [..

    mpla da sbia, si

    ADEFA(A

    is que o Senhmensageiro ast

    te, sada das das rajadas, um

    evos, desde os iindo e tantas o, de Asclpioes a Castro Astina e Assis, lvendo almas q

    sorveu o coneo. a, arrastava os a

    sua grei at a dlo Cristo, atrai

    n de luz, rene

    ma do simplriompriu a miss

    SPIRITISMODefesa do Autisblicas para de

    abalho, j tramdo Estado do Rque ser entreg

    e que afeta a indivduo. Ose afeta 1 cr

    ce ainda maiotudos recentes nte a contamiercrio, (thimerDiante dessa es

    ca), eu deixo umr um planeta m

    aremos para esmos deixar? pido, antes que

    nos mostra quunicar, assim codo de falar, etornam-se agr

    os. o Miranda (20que se considedo passado tm

    m desdouro pes Darwin, Albme surpreenderchamadas eVan Gogh, Be

    ..]: quanta falta imples e intelig BerenicePianAssociaoemD

    Boletim E

    hor seleciona tral. mos do Esc

    ma risca o inf

    incios da formoutras ascende

    os a Hipcrateslves, do Oriententre a Frana

    que sedimentara

    nhecimento an

    afeioados que

    data hodierna e,para o Bem os

    almas seculare

    o ao sbio pelao fixada pelo

    GianninaLa

    O sta) realiza, no Refender os direi

    mita uma lei Rio de Janeirogue ao Senado

    comunicao es primeiros siniana a cada or, 1 para cada nos levam a c

    inao por metrosal) contido nstatstica dos EU

    ma pergunta: melhor para nosste planeta? U

    essa situao f

    ue o autista somo o cego o etc. Muitas vezressivos por n

    009, p. 236),erar ainda, quem sido atribudpelo contrrio ert Einstein e Bria atribuir-se

    e