boletim agosto 2010

Download Boletim Agosto 2010

Post on 11-Mar-2016

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Boletim informativo da Missão Zero

TRANSCRIPT

  • a frente um boletim de circulao interna que visa informar quanto s frentes missionrias e aos projetos da Misso Zero.Diretor: Wolker ThomEdio: Rodrigo RobinsonContedo: Joana Bauer WulffDiagramao: Mateus PereiraReviso: Irmgard Blum

    edio agosto/2010

    Podemos contar quantas mas h em uma rvore, mas no podemos contar quantas rvores h em uma ma!

    matria de capa

    boletim informativo Misso Zero

    Movimento Encontro | Conselho da Misso Zero | Cx.P. 18120 | Cep 80530-970 | missao@me.org.br www.me.org.br/missaozero | fone: (41) 3302-5100 | Banco do Brasil | Ag. 1518-0 CC. 5655-3

    por Fabiane Peter professora e missionria em Crato-CE

    pg.7Tenda da Misso Zero em Araripina e OuricuriTestemunhos de Teresina-PI e So Jos do Rio Preto-SP

    Este um provrbio muito interessante, que tem tudo a ver com nosso trabalho de ensinar, educar e evangelizar as crianas, preparando-as para a vida.

    Se pararmos para olhar uma macieira, podemos, com um pouco de pacincia e ateno contar os seus frutos. E, com toda certeza, afirmar que ela tem tantas mas. Levando em conta que cada ma est carregada de sementes, que por sua vez germinaro, brotaro e produziro rvores, que por sua vez tero frutos, germinaro, brotaro e produziro rvores e assim por diante, num ciclo que no termina, no podemos, portanto, contar quantas rvores brotaro de uma nica ma.

    Comparemos as nossas crianas com estas mas. Elas esto l em nossa igreja, penduradas na rvore, s vezes somos tentados a pensar que no vale a pena tanto esforo, perda de tempo, s por causa de uma ma.

    Temos que aprender a olhar alm dessa ma. Vamos olhar dentro dela! Quantas sementes existem l dentro! O nosso esforo com apenas uma ma no em vo, ela vai produzir frutos, dentro do tempo certo. verdade que nem todas as mas que esto em nossa macieira, daro frutos, infelizmente algumas apodrecero, mas ns no sabemos qual no dar certo, por isso no podemos negligenciar nenhuma delas. nossa esperana e nosso dever cuidarmos das nossas mas, individualmente, no simplesmente a rvore toda, para que no devido tempo produzam os frutos esperados!

    Portanto, voc, meu filho, fortifique-se na graa que h em Cristo Jesus. E as palavras que me ouviu dizer na presena de muitas testemunhas, confie-as a homens fiis que sejam tambm capazes de ensinar outros. 2 Tm 2.1-2

    Paulo investiu tempo, esforo, dedicao, exemplo de vida, orao, ensino e cuidado na vida do jovem Timteo a fim de que ele tambm estivesse apto a reproduzir este modelo na vida de outros.

    A Palavra nos garante que a criana ensinada no caminho do Senhor permanecer nele para sempre! (Pv 22.6).

    pg. 2

    http

    ://w

    ww

    .sxc

    .hu/

    phot

    o/65

    9849

    a_frente_jul_10.indd 3 04/08/2010 16:04:17

  • Nosso trabalho com crianas ainda embrionrio. Temos seis crianas que participam com certa regularidade de nossas celebraes dominicais. Algumas destas ainda participam da reunio da clula durante a semana. Percebemos que estas crianas tm sido tocadas por Deus e usadas por Ele.

    Na ltima celebrao de maio, Arthur (8) intercedeu em orao pela dona Norma, minha sogra. Ela se recupera de uma fratura no fmur causada por um acidente de trnsito e enfrenta um perodo doloroso e desgastante de recuperao. Arthur pediu a Deus que desse quela senhora nimo naquele dia. Aps o culto, fizemos contato com dona Norma. Para nosso espanto ela estava animada como nunca depois do acidente. Depois de vrios dias enfrentando dores, tristeza e desnimo, dona Norma acordou bem e otimista. Isso foi interveno de Deus, por causa da orao de todos, mas especialmente pela orao de uma criana. Essa foi uma experincia muito edificante para todos ns.

    Nosso desafio ainda a formao de liderana. As crianas so valiosssimas no Reino e por isso oramos para que o Senhor nos abenoe com mais lderes. Atualmente temos trs mulheres que se dedicam ao ministrio infantil, que por

    Maria da Luz Lopes Silva (a Da Luz) uma pessoa muito envolvida com o ministrio infantil aqui na comunidade de Teresina. Ela auxilia nas atividades que so realizadas com as crianas durante os cultos e tambm projetou um segundo trabalho, numa regio prxima e com muitas carncias: o loteamento Parque Eldorado. Da Luz alerta que a realidade para muitas crianas o sofrimento constante, j que so desprezadas pelas autoridades e muitas vezes at pelos prprios pais.

    nesse contexto que temos o desafio de levar a Palavra de Deus, no ensino e na prtica, com o projeto Novas Crianas. Como explica Da Luz, o objetivo deste trabalho sermos um instrumento de bno para a vida destes pequenos, pois acreditamos no poder transformador de Jesus. E cremos que ensinando a Palavra e o caminho por onde elas devem andar, quando ficarem adultas no vo se desviar dele.

    J foi compartilhado que se quer ampliar os modos de demonstrar o amor de Cristo naquele

    testemunhos

    Teresina - PI: a realidade para muitas crianas o sofrimento constante, j que so desprezadas pelas autoridades e muitas vezes at pelos prprios pais

    So Jos do Rio Preto - SP: Arthur (8) pediu a Deus que desse quela senhora nimo naquele dia. Depois de vrios dias enfrentando dores, tristeza e desnimo, dona Norma acordou bem e otimista.

    enquanto, realiza suas atividades somente durante a celebrao. Sonho com muitas clulas de crianas para os prximos anos. Oramos ao Senhor da Seara para que levante mais trabalhadores para o ministrio com adultos, jovens e especialmente crianas.

    Em Cristo,

    Missionrio Tiago Seilert

    2

    lugar. E o que est nos planos em curto prazo organizar uma oficina para educao, no sentido da higiene bucal. A situao de alguns preocupa. E queremos fazer mais, pois o amor que vem de Deus impulsiona para a ao que transforma.

    Homenagem s mes

    Superior: entrada da casa de dona Maria em dia de programao

    Inferior: Meninos fazendo as tarefas

    a_frente_jul_10.indd 4 04/08/2010 16:04:18

  • Como purificar o jovem o seu caminho? Observando-o segundo a tua palavra. Sl 119.9

    J estamos h mais de 4 meses em Juazeiro do Norte. Como o tempo corre! Em breve estaremos fazendo as malas de novo para partir do calor do serto para o frio da Noruega. Ao nos prepararmos para ir, nosso desejo que as sementes plantadas aqui cresam e gerem frutos. Nosso foco principal tem sido o trabalho com os jovens. Ser jovem em um contexto predominante de desestrutura familiar, condies financeiras menos favorveis e poucas oportunidades e perspectivas um desafio. Essas dificuldades acabam marcando tambm a espiritualidade, afinal somos seres integrais. No grupo de jovens procuramos desafi-los a olharem para sua realidade e para a Palavra, encorajando-os a mudanas no seu cotidiano. Criamos tambm a oportunidade de conversarem com mais liberdade em grupos separados de meninos e meninas. Tem sido interessante ver esses conflitos sendo trabalhados de forma criativa no grupo de teatro que iniciamos. Acreditamos que a Igreja pode ser um agente de transformao na vida e no carter dos jovens. Nesses dois meses que nos restam temos nos preocupado principalmente em estruturar uma liderana e desafi-la a dedicar-se, perseverar e confiar. Que Deus nos d sabedoria e discernimento nesta caminhada.

    Maicon e Carol Steuernagel

    Ol queridos leitores, quero saud-los com a graa e paz de Cristo.

    Nos meses de maio e junho estive visitando os parceiros do Projeto Ucrnia, onde pude explicar melhor o andamento de nosso processo rumo misso. Atualmente estamos providenciando os documentos necessrios ao visto de entrada naquele pas. Tambm pude visitar outras igrejas e divulgar o projeto. Com alegria eu percebo que mais e mais pessoas e igrejas se juntam a ns neste sonho de levar o Evangelho vivo de Cristo a terras to distantes. A Ucrnia um ponto estratgico para a misso no Oriente Mdio, devido a sua proximidade com a Turquia. Por isto o Centro de Treinamento to importante. Venho buscando contato com missionrios na Turquia e percebo que h muitas promessas de auxlio mtuo. E numa destas conversas um missionrio me aconselhou a trabalhar com crianas atravs do futebol. Pois atravs da mudana nas crianas os pais se aproximam e abre-se uma porta para ouvirem do Evangelho.

    Ns estamos com o oramento j em fase final para podermos seguir em frente, agradeo a cada parceiro que continua sonhando conosco! Esperamos apenas o OK de Deus para embarcar. Um grande abrao a todos, continuem orando.

    Andr Mattos

    painel internacional

    direto da frentedicas de livros, filmes, encontros...

    Neste blog voc encontra sugestes de material, idias prticas, msicas entre outras coisas que podem ajudar no Ministrio com Crianas.

    por Claudia Palm e Tatiane Kohlrausch

    Acesse: www.ministeriocomcriancasme.blogspot.com

    3

    NoruegaUcrnia

    a_frente_jul_10.indd 5 04/08/2010 16:04:19

  • Birigui - SPRenato e Giane Renhemeier

    Buti - RSEder e Liane Bartz

    Como a maioria de nossos membros ainda bastante jovem, somente uma das crianas que freqentam o culto infantil filha de pais que participam na comunidade. As demais, freqentam a igreja pela iniciativa de irmos, que convidam e trazem crianas da famlia e vizinhana.

    Na comunidade, contamos hoje com trs orientadores e uma coordenadora para o culto infantil. Embora a freqncia mdia ainda seja pequena, de trs a quatro crianas por culto, nos alegramos muito com a participao destes pequeninos, e com o esforo dos irmos, que tem investindo em seu evangelismo e crescimento espiritual.

    Neste ano de 2010, ainda no tivemos nenhum evento voltado para as crianas. J em anos anteriores, realizamos eventos evangelsticos, com participao de cerca de trinta e oito crianas. Foi um encontro muito especial. Mas, o fato do nosso culto ser noite, e de que estas crianas no tem seus pais na igreja, dificulta a continuidade da participao