boas prticas - escola salesiana

Download Boas Prticas - Escola Salesiana

Post on 22-Mar-2016

220 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Apresentação da Escola Salesiana do Colégio dos Órfãos do Porto, no Seminário Permanente das Escolas Católicas, em 24/04/2009

TRANSCRIPT

  • No basta que ameis os jovens, preciso que eles se sintam amados. D. Bosco

  • Bons Dias

    Momento de sntese, f, cultura e vida

  • DadesOs alunos trabalhamcolaborativamente e organizados emdades: uma prtica de sala de aulaque promove a interaco, a partilhade conhecimentos, discusso de ideiase um compromisso de aceitao dasopinies do outro.

    O aluno tem um papel activo naconstruo do seu prprio saber forma de trabalho que promove edesenvolve a autonomia.

    O professor neste contexto umfacilitador, mediador dasaprendizagens.

  • rea de Projecto

    Cidados autnomos e responsveisso aqueles que assumem os seusprprios projectos e procuram os meiosnecessrios (parcerias,) para aconcretizao, trabalhando em equipa.

    Um desafio criatividade e inovao.

  • Solidariedade

  • Peregrinao a Santiago deCompostela

    A vida ensina-nos que no por ascoisas serem difceis que no temosousadia. por no termos ousadia queas coisas so difceis.

    Quando viajamos com um amigo, muito mais fcil chegar ao destino.

  • Hospital espao para dar ereceber

    Solidariedade... medida que as actuaes iamdecorrendo as crianas iam-selibertando e esquecendo os seusproblemas de sade, e perceberamque a nossa finalidade era anim-las.

    PartilhaPara ns foi uma experinciaemocionante e inesquecvel,crescemos como pessoas epercebemos que devemos dar valor aoque temos e repartir com os outros.

  • Fica sempre um pouco de perfume nas mos que oferecem rosas...

  • Avs e Netos

    Conversmos muito e ficmos aconhecer muitas histrias, umas tristese outras mais alegres. (Pr-primria)

  • Aquecer a noite

    As noites frias, chuvosas da cidadepermitem ver por entre a neblina umconjunto de pessoas afundadas nassuas dores, desiluses e desencantos.

    Os alunos fazem uma experincia desolidariedade que, permite tomarcontacto com uma realidadeignorada,quando no esquecida.

  • Ser animador

    Experincia de co-responsabilidadecom os educadores

  • Associativismo

    Os objectivos da Associao deEstudantes passam pelarepresentao dos estudantes e adefesa dos seus interesses; promooda formao cvica, fsica, moral,cultural e cientifica dos seus membros;defender e promover os valoresfundamentais do ser humano;contribuir para a participao dos seusmembros na discusso dos problemaseducativos.

    O que lhe confere um papel activo eresponsvel na Comunidade Educativa.

  • O que pedimos aos nossos alunos que ousem fazer o que poucos conseguem:sonhar. E sonhar o que poucos arriscam sonhar. Para realizar aquilo que j lhes

    disseram que no podia ser feito. Para alcanar aquilo que muitos dizeminalcanvel. Para atingir aquilo que outros no conseguiram porque desistiram.

    alcanarmos o que somos e sermos iguais a ns prprios.