BNDES - Prova Objetiva

Download BNDES - Prova Objetiva

Post on 10-Jul-2015

114 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<p>CONHECIMENTOS ESPECFICOS 01. Segundo o enfoque comportamental, a empresa deve ser vista como sistema social formado primariamente por pessoas, sentimentos, interesses e motivao. Seguindo este raciocnio, pode-se concluir que (A) nas organizaes as pessoas comportam-se como peas de mquinas, ou seres estritamente profissionais. (B) sentimentos de amizade e hostilidade, cooperao e competio criam condies para a formao de grupos informais e regras para a convivncia. (C) no existe nenhum entrelaamento entre os componentes da organizao informal (os grupos informais, as normas de conduta, a cultura organizacional e o clima organizacional). (D) crenas, preconceitos, cerimnias, rituais e smbolos adotados ou valorizados pela organizao iro definir o clima organizacional. (E) o sistema social proporcionar o surgimento de uma cultura organizacional que refletir apenas as normas e valores do sistema formal. 02. Depois do baixo desempenho de uma empresa do setor de mveis no ltimo ano, o CEO resolveu redesenhar a sua estrutura organizacional e terceirizar algumas reas. Para que a empresa tenha sucesso e d continuidade aos seus negcios, sem desmotivar sua equipe, sua deciso no poder ser tomada com o objetivo nico de (A) competncia nos negcios: por meio da terceirizao, a administrao da empresa poder concentrar-se no seu negcio principal e delegar a terceiros atividades de apoio. (B) excelncia operacional: a empresa se tornar mais gil, porque se dedicar mais ao core business, concentrando-se em questes significativas e estratgicas para a empresa. (C) downsizing: que permitir empresa obter maior eficincia na utilizao de seus recursos e reduo de custos, alm de reduzir a hierarquia e simplificar os seus processos. (D) razes de ordem financeira: reduo de custos passveis de enxugamento e economia na utilizao de recursos da empresa. (E) reduo de salrios: desobrigar a empresa de encargos sociais e legais; para reduzir benefcios concedidos s pessoas da organizao; demisso; reduo salarial.</p> <p>03. O Sr. X tem uma maneira muito particular de enxergar a organizao. Em suas anlises ele enxerga os departamentos de sua empresa como elementos da organizao e a organizao, por sua vez, como parte integrante de outros sistemas maiores. Sua abordagem dos fatos sempre realizada de uma forma holstica, ele defende a interdependncia das partes e o tratamento complexo da realidade complexa. Podese dizer que o Sr. X enxerga a organizao de uma forma (A) contingencial. (B) sistmica. (C) burocrtica. (D) behaviorista. (E) comportamental. 04. No ltimo ano, o gerente de operaes de uma grande empresa do setor automobilstico recebeu a incumbncia de encontrar um mtodo que trouxesse drsticas melhorias para alguns indicadores crticos da empresa, tais como custos, qualidade, atendimento e velocidade. Desta forma, decidiu repensar fundamental e reestruturar radicalmente os processos da empresa, abandonando procedimentos antigos e criando outros absolutamente novos. Desta forma, ele optou por: (A) automao. (B) downsizing. (C) reorganizao e nivelamento. (D) reengenharia. (E) gesto pela qualidade total. 05. O CEO de uma indstria qumica defende o envolvimento dirio e total das lideranas da empresa para o objetivo estratgico da qualidade. Desta forma, age preventivamente aos problemas e leva a empresa ao caminho da excelncia. Em sua empresa, adotou um modelo de gesto da qualidade que:</p> <p> abrange a totalidade da organizao - afeta profundamentea cultura da organizao, atinge todos os nveis hierrquicos, atinge todos os processos de deciso e ao;</p> <p> considera a empresa como um sistema aberto; percebe a empresa como sendo uma criao da sociedade;</p> <p> qualifica as pessoas como base para a criatividade, iniciativa e aperfeioamento contnuo. Assinale a alternativa que indica o modelo de gesto da qualidade adotado por ele (A) TQC Total Quality Control (Controle Total da Qualidade). (B) Modelo do 5S. (C) NBR ISO 9000. (D) CEP Controle Estatstico de Produo. (E) Filosofia da Garantia da Qualidade.</p> <p>Apostila Distribuida Gratuitamente Por: www.E-Book-Gratuito.Blogspot.ComBNDES/Administrao</p> <p>Entre em nosso site para mais Cursos e Apostilas totalmente Grtis!</p> <p>2</p> <p>06. O Sr. Y um profissional contratado por uma indstria de brinquedos, que tem como misso realizar a Modelagem dos Processos de Negcios da empresa. Para realiz-la com sucesso, o Sr. Y deve (A) concentrar-se exclusivamente na modelagem funcional do negcio, deixando de fora alguns aspectos como a modelagem estratgica, a modelagem de dados e a orientao a objeto. (B) na elaborao da modelagem funcional, focar principalmente as pessoas e a hierarquia, deixando em um segundo plano os recursos e a decomposio funcional. (C) realizar uma modelagem de dados a fim de formar uma base estvel para suportar o negcio e as necessidades de informaes decorrentes. (D) armazenar todas as informaes que julgar necessrias. (E) conectar os objetivos estratgicos s unidades organizacionais e no s funes de negcio, dissociando o modelo organizacional do modelo funcional. 07. O Sr. Z foi trabalhar em uma empresa do setor de informtica, cujo estilo de gesto de pessoas condizente com os modelos atuais. Isto significa dizer que, nesta empresa, (A) a comunicao entre os participantes da organizao e os programas de treinamento deixam a cultura organizacional cada vez mais implcita. (B) as pessoas tm a mentalidade de habilidade nica, incentivando a especializao. (C) o sistema de recompensa pelo desempenho estimula a competitividade interna e a iniciativa. (D) os gestores esto envolvidos com objetivos de lucros e crescimento. (E) esquemas de participao nos resultados esto disponveis apenas para os nveis mais altos da organizao. 08. O gerente de recursos humanos de uma empresa do setor de cosmticos est implantando uma metodologia de avaliao de desempenho em sua empresa, e optou pelo mtodo de pesquisa de campo. Isto significa (A) avaliar o desempenho das pessoas por meio de fatores de avaliao previamente definidos e graduados, utilizando um formulrio de dupla entrada no qual as linhas em sentido horizontal representam os fatores de avaliao do desempenho, enquanto as colunas em sentido vertical representam os graus de variao dos fatores de avaliao. (B) avaliar o desempenho dos indivduos por intermdio de frases descritivas de determinadas alternativas de tipos de desempenho individual. (C) que o superior ir avaliar o subordinado, com o auxlio de um especialista (staff). Este especialista ir a cada seo para entrevistar as chefias sobre o desempenho de seus respectivos subordinados. (D) que a avaliao ser feita por todos os elementos que mantm alguma interao com o avaliado, de forma circular. (E) que ele deve procurar atingir o efeito halo na aplicao do mtodo de escala grfica, para garantir o sucesso da avaliao. 3</p> <p>09. Relativamente a liderana e motivao, pode-se dizer que (A) a liderana uma habilidade pessoal, que torna algumas pessoas mais aptas a influenciar outras. (B) a tcnica do job enrichment consiste em incrementar os fatores motivacionais de um cargo atravs da ampliao de tarefas (job enlargement), do aumento da variedade das tarefas e da melhoria dos fatores higinicos dentro dos quais o trabalho realizado. (C) a partir do momento em que os indivduos ingressam em uma organizao, os fatores cognitivos deixam de exercer alguma influncia sobre sua motivao. (D) segundo as teorias situacionais de liderana, no existe um nico estilo ou caracterstica de liderana vlida para toda e qualquer situao. Cada tipo de situao requer um tipo de liderana diferente para alcanar a eficcia dos subordinados. (E) um estilo de liderana democrtica implica em: liberdade completa para as decises grupais ou individuais, participao mnima do lder, diviso de tarefas e escolha dos companheiros totalmente a cargo do grupo e o lder no avalia o curso dos acontecimentos. 10. Em uma nova empresa, esto sendo revistos os sistemas de remunerao. Desta forma, a administrao iniciou a implantao das estruturas salariais com a avaliao dos cargos, por meio do mtodo de avaliao por pontos. Isto significa que (A) os cargos so dispostos em um rol em relao a algum critrio de avaliao e comparados com os demais em funo do critrio escolhido como base de referncia. (B) os cargos a serem comparados so divididos em um conjunto de cargos que possuem caractersticas comuns e so dispostos em um rol em relao a algum critrio de avaliao e so comparados com os demais em funo do critrio escolhido como base de referncia. (C) os cargos so comparados detalhadamente com fatores de avaliao integrada ou relativa. (D) os cargos so comparados por meio de fatores de avaliao em suas partes componentes, atribuindo-se valores numricos para cada elemento ou aspecto do cargo, e um valor total obtido pela soma dos valores numricos. (E) os salrios so comparados aos mesmos cargos de outras empresas que atuam no mercado de trabalho.</p> <p>BNDES/Administrao</p> <p>11. O responsvel pelo treinamento e desenvolvimento de gerentes em uma grande multinacional do setor farmacutico incentiva a construo de competncias essenciais que originaro produtos inovadores. Desta forma, em seus programas de Gesto de Competncias, ele incentiva o desenvolvimento de (A) competncias especficas a cada uma das reas vitais da empresa. (B) competncias que diferenciam a empresa perante concorrentes e clientes e constituem a razo de sobrevivncia da empresa. (C) competncias individuais que compreendam as competncias gerenciais. (D) competncias presentes entre os grupos e pessoas de cada rea. (E) programas de formao e treinamento gerenciais, concebidos como um conjunto de eventos independentes das atividades profissionais. 12. Uma consultora de Recursos Humanos foi contratada por uma multinacional para reavaliar os processos de comunicao interna da empresa. A preocupao da empresa era com as relaes interpessoais, que estavam impedindo o funcionamento adequado da organizao devido existncia de muitos conflitos no administrados (competies exacerbadas, rivalidade e disputas pelo poder). Para tentar retratar as relaes interpessoais, a consultoria utilizou-se da Janela de Johari, conforme tabela abaixo: Desconhecido dos outros Conhecido da prpria pessoa Desconhecido da prpria pessoa O eu oculto O eu desconhecido Conhecido dos outros O eu aberto O eucego</p> <p>13. O marketing moderno exige que as empresas se comuniquem com as partes envolvidas (atuais, potenciais e com o pblico em geral). Assinale a alternativa que corresponde a uma correta elaborao de uma plataforma de comunicao. A. Propaganda. B. Promoo de Vendas. C. Relaes Pblicas. D. Vendas Pessoais. E. Marketing Direto. I. Anncios impressos e eletrnicos, manuais e brochuras, painis e outdoors, fitas de vdeo. II. Kits para imprensa, seminrios, relatrios anuais, patrocnios. III. Catlogos, malas diretas, telemarketing, e-mail, correio de voz. IV. Reunies de vendas, amostras, feiras e exposies. V. Programas de fidelizao, diverso, demonstraes, cupons, exposies, financiamentos e juros baixos. (A) A-I, B-V, C-II, D-IV, E-III. (B) A-I, B-V, C-IV, D-II, E-III. (C) A-III, B-II, C-IV, D-I, E-V. (D) A-V, B-III, C-II, D-I, E-IV. (E) A-V, B-III, C-IV, D-II, E-I. 14. O gerente de marketing de uma empresa francesa do setor de embalagem procura desenvolver, junto sua equipe, um marketing orientado para produto. Isto significa dizer que (A) os consumidores, via de regra, do preferncia a produtos fceis de encontrar e de baixo custo. (B) a empresa deve ser mais efetiva que a concorrncia na criao, entrega e comunicao de valor para o cliente de seus mercados-alvo selecionados. (C) a empresa deu garantia de que seus produtos ofeream qualidade e desempenho superiores e que tenham caractersticas inovadoras. (D) os consumidores e as empresas, por vontade prpria, normalmente no compram os produtos da organizao em quantidade suficiente. A organizao deve empreender um esforo agressivo de vendas e promoo. (E) a tarefa da organizao atender s necessidades da sociedade como um todo.</p> <p>A consultora optou pela Janela de Johari porque, segundo este modelo, (A) na relao eu aberto com eu aberto, a pessoa compartilha reaes ou sentimentos gerados por acontecimentos imediatos, revelando deliberadamente algo que esconde, nivelando a comunicao. (B) na relao eu cego com eu aberto, comunicaes que a prpria pessoa no percebe so reveladas de forma inconsciente. (C) na relao eu aberto com eu aberto, uma pessoa influencia os sentimentos da outra, sem que nenhum dos eus de ambas tenha conscincia da origem do sentimento ou da comunicao; o contgio emocional. (D) a relao eu cego com eu cego um estgio de relacionamento interpessoal profundo, a comunicao intensa. (E) na relao eu cego com eu aberto, uma pessoa influencia os sentimentos da outra, sem que nenhum dos eus de ambas tenha conscincia da origem do sentimento ou da comunicao; o contgio emocional.</p> <p>BNDES/Administrao</p> <p>4</p> <p>15. Uma empresa est se programando para lanar um novo modelo de mquina fotogrfica, semiprofissional e subaqutica, para um pblico adepto de esportes radicais aquticos, mas que no quer perder a qualidade de suas fotos. Considerando tais caractersticas, assinale a alternativa que contm o tipo de mdia mais adequado para este lanamento. (A) Jornal: devido boa cobertura de mercado local, ampla aceitao, bom nvel de qualidade de reproduo, o que permitir uma melhor visualizao do produto. (B) Rdio: mesmo sem mostrar a imagem do produto, pode ser o meio mais adequado devido ao alto grau de seletividade geogrfica e demogrfica. (C) Pginas amarelas: pela alta credibilidade e ampla cobertura. (D) Televiso: por combinar viso, som, movimento, apela para os sentidos, alta repetio e alta cobertura. (E) Mala direta: por ser um meio de baixo custo, com alto grau de retorno e seletividade de pblico.</p> <p>17. Empresas que no conseguem inovar e desenvolver novos produtos colocam-se em uma posio vulnervel no mercado. Por essa razo, muitas empresas investem grandes quantias em P&amp;D para o desenvolvimento de novos produtos. Neste sentido, pode-se afirmar que (A) desenvolver produtos que mostram as deficincias das pessoas pode ser uma boa idia para o lanamento de novos produtos. (B) relacionar uma marca forte de um determinado segmento a um novo produto em um segmento completamente diferente pode ser uma boa estratgia para o lanamento de novos produtos. (C) na ausncia de boas idias, o marketing de imitao pode ser utilizado como uma boa ferramenta para alavancar novos produtos. (D) produtos totalmente inovadores e radicalmente diferentes so garantia de sucesso no lanamento de novos produtos. (E) no desenvolvimento de novos produtos, alm de projetar as caractersticas funcionais do produto, os pesquisadores precisam comunicar seus aspectos psicolgicos por meio de caractersticas fsicas, como, por exemplo, diferentes cores, tamanhos e pesos.</p> <p>16. Os canais eletrnicos so as formas mais recentes de aplicao do marketing direto. O termo e-commerce descreve uma variedade de transaes eletrnicas, como envio de pedidos de compras via EDI, uso de fa...</p>