Bloco K - ey.com FILE/... · O cenário atual. O Bloco K possibilitará ao . Fisco enxergar o contribuinte…

Download Bloco K - ey.com FILE/... · O cenário atual. O Bloco K possibilitará ao . Fisco enxergar o contribuinte…

Post on 09-Nov-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Bloco K Controle da produo e do estoque em foco

  • O cenrio atualO Bloco K possibilitar ao Fisco enxergar o contribuinte em alta definio.O livro de controle da produo e do estoque de sua empresa est atualizado? Voc registra sistematicamente todas as entradas e sadas de produtos, bem como as perdas do processo? A partir de janeiro de 2016 com a implementao do Bloco K, a nova obrigatoriedade do Sped Fiscal as empresas tero de informar ao Fisco, de forma eletrnica, todas essas movimentaes.

    O Bloco K mais um reflexo da era digital sem precedentes pela qual passa a Receita Federal. Com o intuito de aumentar o controle das declaraes dos contribuintes, o Fisco avana cada vez mais na linha da automatizao e da inovao tecnolgica. O marco dessa nova configurao representado pela implantao do Sped Fiscal, em 2009, quando as empresas passaram a reportar, por um ambiente virtual, informaes sobre a apurao de ICMS e IPI.

    Apesar dessa medida, as autoridades fiscais brasileiras ainda no possuem um retrato completo em relao aos processos industriais devido impossibilidade de correlacionar as matrias-primas aos produtos acabados. Neste contexto, o Bloco K surge com o papel de proporcionar ao Fisco maior controle da produo e do estoque, pois os contribuintes industriais, seus equiparados e atacadistas passaro a informar mensalmente o consumo dos insumos, a elaborao de produtos acabados, as perdas de processo e a posio final dos estoques. Em suma, o Bloco K possibilitar que a Receita Federal e as Fazendas Estaduais enxerguem o contribuinte em alta definio.

    Em virtude da complexidade das informaes requeridas e da dificuldade de implementao das empresas-piloto, a entrega do primeiro arquivo do Bloco K foi adiada para o incio de 2016 e ser obrigatria para as empresas industriais classificadas nas divises 10 a 32 da CNAE, cujo faturamento anual seja superior a R$ 300 milhes ou as que estejam habilitadas ao RECOF. As demais empresas ficaro obrigadas, a partir de 2017 ou 2018, conforme sua complexidade. Tal fato deixa claro para os contribuintes, que ainda no deram incio ao projeto, a necessidade premente de correr contra o tempo para conseguir cumprir o prazo estipulado pela legislao.

  • Para assessorar as empresas no projeto do Bloco K, a EY conta com uma equipe multidisciplinar, especializada nas reas tributria e de tecnologia da informao.

    Contamos com ferramentas eletrnicas desenvolvidas para garantir a aderncia dos arquivos do Sped Fiscal ao layout e s regras de validao exigidas pela legislao vigente. Nossas ferramentas tambm so capazes de executar validaes complementares especialmente customizadas

    pela EY , capazes de garantir maior consistncia dos dados informados nos diversos registros dos arquivos.

    Nossa metodologia ainda possibilita aos nossos clientes o confronto das informaes contidas no Bloco K com as correspondentes em diversas outras obrigaes acessrias, a exemplo dos arquivos magnticos 4.5 (Controle de Estoque e Registro de Inventrio) e 4.6 (Relao Insumo/Produto) da Instruo Normativa 86.

    Como se preparar? Conhea a metodologia EY.

    1. Mapear Identificar a situao do workflow dos processos e sistemas Analisar a aderncia operacional aos requisitos legais Sinalizar pontos de riscos e impactos tributrios Fluxos sistmicos (diagrama de contexto)

    2. Desenhar Analisar o estado atual Identificar oportunidades de melhorias Redesenhar processos e o roadmap de implementao Blueprint Produo de documentao funcional para a equipe de TI

    3. Implementar* Priorizar e desenvolver planos de ao Executar o roadmap de implementao Assessorar na gesto do projeto de implementao

    4. Testar Executar os testes de efetividade e aderncia Reportar e ajustar ocorrncias Go-Live Elaborao e execuo do plano de testes

    5. Sustentar Confirmar eficcia operacional ps Go-Live Dar suporte a melhorias contnuas Expandir benefcios para outras reas

    A EY pode ajudar a sua empresa

    O Bloco K traz vrias mudanas para as empresas.Voc est preparado?Veja alguns problemas recorrentes enfrentados pelas empresas na implementao do Bloco K:

    Ausncia ou fragilidade de controles nos processos

    Diferenas de estoques decorrentes de converses de unidades de medida

    Inconsistncia entre inventrio e movimentao de entradas e sadas

    Divergncias entre as ordens de produo e os itens produzidos

    Tratamento inadequado de estoque em trnsito ou em poder de terceiros

    Problemas decorrentes da migrao de dados e parametrizaes

    Exposio da composio ou frmula do produto com alto grau de detalhamento

    Divergncia entre as informaes apresentadas nos blocos do Sped Fiscal, entre eles os Blocos H e K

    O fornecimento de informaes incompletas ou sua falta podem resultar em multa de at 1% do valor do estoque no escriturado no perodo ou, ainda, levar o Fisco a arbitrar o inventrio, permitindo acarretar penalidades mais expressivas e crime contra a ordem tributria.

    Uma nova ticaH desafios. Mas tambm enxergamos oportunidades.Muitos veem o Bloco K apenas como mais uma obrigao acessria imposta pelo Fisco, o que implicar em grandes investimentos num momento em que os contribuintes dispem cada vez menos de recursos humanos e financeiros.

    No entanto, a implementao do Bloco K pode converter-se numa preciosa oportunidade para a melhoria nos processos de gesto e nas prticas de governana corporativa das empresas, no que se refere a:

    Cadastro de materiais

    Controle de inventrio

    Estoque em poder de terceiros

    Planejamento e controle de produo

    Indicadores de desempenho KPIs

    Alm disso, grande parte das exoneraes e recuperaes de tributos se baseia na transparncia fiscal dos controles de produo e do estoque, podendo o Bloco K tornar-se um grande aliado nas oportunidades de caixa para os contribuintes, tais como:

    Recuperao de crdito acumulado do ICMS

    Ressarcimento de ICMS-ST

    Drawback

    Reintegra

    1995 O Registro Controle da Produo e do Estoque passa a ser exigido por meio de processamento eletrnico de dados (P3)

    2013 Instituio do Bloco K

    2016 Obrigatoriedade de entrega para os estabelecimentos industriais classificados nas divises 10 a 32 da CNAE, pertencentes a empresas com faturamento anual superior a R$ 300 milhes ou que estejam habilitados ao Recof (ou regime alternativo)

    2017 Obrigatoriedade de entrega para os estabelecimentos industriais classificados nas divises 10 a 32 da CNAE, pertencentes a empresas com faturamento anual superior a R$ 78 milhes

    2018 Obrigatoriedade de entrega para os demais estabelecimentos industriais, seus equiparados e atacadistas classificados nos grupos 462 a 469 da CNAE

    2015 Previso inicial da obrigatoriedade do Bloco K

    1970Instituio do livro Registro Controle da Produo e do Estoque (Mod. 3)

    2006 Instituio do Sped Fiscal

    2009Obrigatoriedade de entrega do Sped Fiscal

    Bloco K

    TI Contabilidade

    Fi

    scal

    Sadas

    Inve

    ntr

    io

    Entradas

    Processos Compras Estoque

    Prod

    uo

    * Credenciais

    A EY Global Certified Implementer Partner (CIP) of Thomson Reuters.

    Devido a nossa parceria global com a SAP uma das maiores fornecedoras de softwares de gesto do mundo , recebemos por dois anos consecutivos o SAP Pinnacle Awards. Essa premiao reconhece as contribuies de empresas prestadoras de servios na implementao de sistemas SAP, tanto local quanto globalmente.

    Para impostos, possumos profissionais treinados em Hana e TDF no Co-Innovation Lab (COIL), da SAP.

    5 .Sustentar 4. Testar 3.

    Imple

    men

    tar

    1.

    Mapear 2. Desenhar

    Ciclo de vida do Bloco K

    Mon

    itor

    amen

    to

    Gaps Roadm

    ap

    Ocorrncias

    O tamanho do desafio A alterao na estratgia da atividade

    de seleo dos contribuintes, aliada utilizao intensa de tecnologia, permitiu que o percentual de aes encerradas com resultado aumentasse de 85,3% para 91,9%, nos ltimos 5 anos.

    A quantidade de auditorias externas reduziu 16,78%, nos ltimos 2 anos. Em contrapartida, as auditorias das obrigaes acessrias tiveram um incremento de 13,03%, demonstrando forte tendncia no aumento dos procedimentos fiscais executados eletronicamente.

    No 1 semestre de 2015, a fiscalizao da Receita Federal constituiu crdito tributrio no valor de R$ 75,13 bilhes, que representa um acrscimo de 39,7% em relao a igual perodo de 2014, quando atingiu R$ 53,77 bilhes.

    Fonte: Receita Federal do Brasil (RFB)

  • EY Auditoria | Impostos | Transaes Corporativas | Consultoria

    Sobre a EY

    A EY lder global em servios de Auditoria, Impostos, Transaes Corporativas e Consultoria. Nossos insights e os servios de qualidade que prestamos ajudam a criar confiana nos mercados de capitais e nas economias ao redor do mundo. Desenvolvemos lderes excepcionais que trabalham em equipe para cumprir nossos compromissos perante todas as partes interessadas. Com isso, desempenhamos papel fundamental na construo de um mundo de negcios melhor para nossas pessoas, nossos clientes e nossas comunidades.

    No Brasil, a EY a mais completa empresa de Auditoria, Impostos, Transaes Corporativas e Consultoria, com 5.000 profissionais que do suporte e atendimento a mais de 3.400 clientes de pequeno, mdio e grande portes.

    A EY Brasil Apoiadora Oficial dos Jogos Olmpicos e Paralmpicos Rio 2016 e fornecedora exclusiva de servios de Consultoria para o Comit Organizador. O alinhamento dos valores do Movimento Olmpico e da EY foi decisivo nessa iniciativa.

    EY refere-se organizao global e pode referir-se tambm a uma ou mais firmas-membro da Ernst & Young Global Limited (EYG), cada uma das quais uma entidade legal independente. A Ernst & Young Global Limited, companhia privada constituda no Reino Unido e limitada por garantia, no presta servios a clientes.

    2015 Ernst & Young Servios Tributrios. Todos os direitos reservados.

    Esta uma publicao do Departamento de Marca, Marketing e Comunicao. A reproduo deste contedo, na totalidade ou em parte, permitida desde que citada a fonte.

    ey.com.br

    facebook | EYBrasiltwitter | EY_Brasillinkedin | ernstandyoungapp | ey.com.br/eyinsights

    Baixe o app EY Insights gratuitamente na Apple Store ou no Google Play e conhea nossos estudos e publicaes.

    Sergio Fontenelle | Scio-lder So Paulo sergio.fontenelle@br.ey.com +55 11 2573 3857

    Waine Peron | Scio Belo Horizonte waine.peron@br.ey.com +55 31 3232 2104

    Paulo Cesar Viana | Diretor executivo Blumenau paulo.c.viana@br.ey.com+55 47 2111 0704

    Rogerio Bretas | Diretor executivo Goinia rogerio.bretas@br.ey.com+55 62 3605 1102

    Fabiano Mariscal | Diretor executivo Fortaleza fabiano.mariscal@br.ey.com+55 85 3392 5654

    Alfredo T. Neto | ScioRio de Janeiroalfredo.t.neto@br.ey.com+55 21 3263 7106

    Marcelo Cerqueira | Gerente snior executivo Porto Alegremarcelo.cerqueira@br.ey.com+55 51 3204 5633

    Ricardo Gazotto | Gerente snior executivo Curitiba ricardo.gazotto@br.ey.com+55 41 3593 0704

    Jos Roberto | Gerente snior executivoCampinasjose.roberto@br.ey.com+55 19 3322 0620

    Roberta Ezar | Scia Tax Technology So Pauloroberta.ezar@br.ey.com+55 11 2573-3442

    ContatosPara saber mais, fale com nossa equipe de Impostos Indiretos: