banhos de limpeza e vitalização

Download Banhos de Limpeza e Vitalização

Post on 20-Jun-2015

2.390 views

Category:

Documents

36 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Banhos de Limpeza e Vitalizao por Gustavo Martins Introduo | Os Banhos | Funo | Receptividade |Quem Deve Tomar | Quando Tomar | | Tipos de Banho | Concluso | Como comprar | 1. Introduo Carssimos irmos de caminhada, voltamos aqui para escrever sobre um assunto que me fascina desde o primeiro dia que entrei em contato com os irmos da Umbanda: banhos, defumao, ervas, plantas, etc. Existem infinitas fontes de energia na natureza, que esperam somente a boa vontade do homem para utiliz-las em seu favor. O conhecimento hoje passado pelos pretos-velhos ou caboclos na Umbanda j existe h muito tempo: os ndios, os egpcios, os antigos magos, os benzedores, enfim, vrias geraes anteriores atual utilizaram as foras da natureza, tanto para o bem quanto para o mal. O conhecimento transmitido pelos seguidores da Umbanda relativo a banhos e limpeza de ambientes oral e pontual, ou seja, o tratamento dado para um determinado problema e o "aprendizado" se perde por falta de estudo. A maior parte, das pessoas que so beneficiadas, utiliza as indicaes dos caboclos ou pretos-velhos e, aps se sentir melhor, continua em sua rotina, sem se preocupar em entender o que realmente aconteceu. No pretendo criticar aqueles que buscam a cura, quero simplesmente explicar a minha motivao em procurar "entender" um pouco mais sobre esse fascinante manancial de energia que a natureza. A natureza passiva, me de amor, que nos ampara no seu colo como um filho querido. Pela vontade de Deus fomos criados, e pelo amor e sabedoria da Natureza nos mantemos vivos. Se soubermos pedir, ela nos dar tudo que desejarmos. Por isso muito importante saber o qu e como pedir, para que no nos arrependamos depois. Como no consegui encontrar muito material sobre os banhos na literatura, decidi ento entrevistar um preto-velho, para que ele me transmitisse algumas informaes sobre os banhos de limpeza e vitalizao e limpeza de ambientes. Ele consentiu em me dar a entrevista, e como fruto da nossa maravilhosa conversa foram criados dois artigos:o primeiro fala sobre os banhos e o outro, que ser escrito em breve, aborda a limpeza do ambiente. Gostaria de fechar essa introduo agradecendo de corao a esse sbio amigo, de fala mansa e simples, que encheu meu corao de alegria ao me passar to belos ensinamentos sobre a Natureza. Em sua humildade mostrou um imenso conhecimento sobre o assunto abordado, no deixando nenhuma duvida. Preocupou-se em passar de forma detalhada os ensinamentos, permitindo que qualquer um usufrua de suas preciosas lies. Que a semente de luz plantada pelo amigo preto-velho possa iluminar o caminho de cada um que ler esse artigo. Gostaria tambm de agradecer aos grandes irmos Flavio e Andria, a quem dedico com carinho este artigo.

2. Os Banhos Existem vrios tipos de banhos, utilizados para as mais diversas finalidades. Abordaremos neste artigo somente os banhos de limpeza e de vitalizao. Seria muito perigoso ensinar os outros tipos de banho passados pelo preto-velho ou caboclo para o seu mdium, pois esses dependem de vrios fatores e os procedimentos que devem ser tomados so um pouco mais complexos. Por esse motivo, s abordaremos os banhos que no possuem risco de prejudicar o paciente. Se o irmo seguir as precaues e procedimentos indicados no artigo, o banho s trar benefcios. 3. Funo Como foi falado no item anterior os banhos tem duas funes principais: - Retirar as energias negativas que esto impregnadas no paciente e - Revitalizar, imantar o paciente de energias positivas. Os banhos no devem ser utilizados como remdio, nem tomados sem as devidas precaues. Segundo as palavras do preto-velho: "No adianta s o banho, temos que ter fora para transmutar toda a negatividade em positividade". Sabemos como difcil viver em um ambiente onde ainda prevalecem as energias da sensualidade, do egosmo e da falta de amor ao prximo, por isso os banhos servem para auxiliar aqueles que se sentem pesados, doentes e procuram um meio de ficar "mais leves", limpando e vitalizando os seus veculos mais sutis. Uma questo importante foi levantada pelo nosso amigo preto-velho: nada pode substituir o amor, o perdo e a paz interior. O banho uma ferramenta auxiliar, uma bengala e jamais poder substituir o esforo e a coragem dos que buscam vibrar na freqncia do Cristo. Use os banhos para se fortalecer, mas no faa deles o apoio para a sua caminhada espiritual. 4. Receptividade Os banhos beneficiam qualquer um que deles se utiliza, porm, sua influncia se d nos corpos mais sutis, onde a receptividade possui variaes diferentes daquelas que vemos no plano fsico. Um banho de limpeza retira as energias que esto "pesando" e o banho de vitalizao imanta a pessoa de energias positivas. Para o objetivo ser alcanado necessrio que o paciente se esforce para manter esse padro vibratrio de otimismo e confiana. Se retroceder ao padro de pensamento e emoes descontroladas que tinha antes, tudo volta a ser como era. O amigo preto-velho deu um exemplo perfeito: " como aquele que toma banho de sabo e se esfrega no cho". O padro vibracional tem que ser melhorado e o mais importante: deve ser MANTIDO!!!! Como diria o Divino Mestre, "Orai e Vigiai!" A conhecida f muito importante quando se faz um tratamento visando alcanar a matria que vibra outros planos

da vida. Acreditar no tratamento atrai energias importantes, criando um ambiente propcio para a ajuda dos amigos espirituais que doam energias e atuam inspirando "idias" renovadoras. Podemos pensar no banho como um "momento" onde o paciente se dedica a si, buscando a melhora ao se tornar receptivo para a ajuda externa. Se o paciente no mantm um ambiente interior adequado, fica difcil aos espritos atuarem na limpeza do ambiente externo (locais freqentados) e interno (pensamentos e emoes). Acreditem, no estamos ss na caminhada! Nunca! 5. Quem deve tomar os banhos Qualquer um pode tomar os banhos que sero mostrados neste artigo. Seja esprita, umbandista, catlico, no importa a bandeira, a natureza sempre por todos!! Contudo, os banhos de limpeza e de vitalizao NO SO REMDIOS e por isso no devem ser tomados indiscriminadamente. S deve tomar banho aqueles que realizam um tratamento espiritual ( distncia ou presencial) ou os mdiuns em dia de freqncia ao centro de sua preferncia. Vamos explicar brevemente o problema para seu melhor entendimento e mais tarde abordaremos este assunto com maior profundidade. O banho de sal grosso, que ser explicado posteriormente, retira tanto energias positivas quanto negativas. Os chakras ficam "pipocando" depois do banho de sal grosso, ficando receptivos s energias que devem receber. Por isso extremamente importante que a pessoa v ao centro ou local de sua preferncia no dia que toma o banho. L, ela ser imantada de energias positivas pelos espritos que ali trabalham. No caso do tratamento distncia, isso ser feito pelos responsveis pela visita ao paciente. Nosso grupo, o Grupo PAS (http://www.grupopas.com.br), indica o banho de limpeza e vitalizao para o dia do tratamento, preparando o paciente para receber as energias que sero doadas pelos mdicos, instrutores e colaboradores do grupo. Seja o tratamento distancia ou presencial, necessrio "estar sob a tutela" de amigos espirituais para realizar os banhos que so ensinados neste artigo. NUNCA SE DEVE TOMAR O BANHO DE SAL GROSSO E IR PARA A RUA PASSEAR! Tambm no recomendado chegar da noite, aps o consumo exagerado de bebida e fumo e tomar banho de sal grosso para tirar todos os espritos ruins que o acompanharam. Essa atitude pode prejudicar mais do que beneficiar. NO SE DEVE CRIAR O DIA DO BANHO DE SAL GROSSO! O amigo preto-velho foi enftico neste ponto, informando que devemos ser prudentes para tomar os banhos. Existe uma outra possibilidade para aqueles que no participam de nenhum tratamento ou no tem tempo para freqentar um centro. O banho de mar, como foi informado pelo preto-velho, muito mais potente que o banho de sal grosso. Abordaremos sobre o banho de mar, de cachoeira, de sal grosso e de ervas daqui a pouco. 6. Quando se deve tomar os banhos O paciente deve seguir as seguintes regras:

a) deve tomar os banhos indicados neste artigo somente no DIA do tratamento espiritual, de visita ao centro ou de trabalho (mdium); b)fazer o possvel para tomar o banho o mais prximo do horrio marcado para o tratamento, palestra ou visita ao centro. c)No tomar o banho no dia anterior ou posterior; se no puder tomar o banho no dia indicado ento melhor no faz-lo. 7. Tipos de Banho Os itens anteriores serviram para introduzir alguns conceitos e advertir os leitores sobre a prudncia ao se utilizar os banhos de limpeza e vitalizao. Abordaremos agora cada tipo de banho citado pelo amigo preto-velho. O banho de limpeza ser mostrado de duas formas distintas: banho de sal grosso e banho de mar. O banho de cachoeira tambm ser abordado pelos seus inmeros benefcios conhecidos. Abordaremos cada planta em um tpico, mostrando suas caractersticas principais. As ervas tm um poder incrvel, podendo at auxiliar nos casos de desobsesso, como mostraremos em breve. 7.1 Banho de Sal Grosso A gua conhecida como o melhor condutor de energia e, quando ela se junta com o sal, funciona como um "descarregador" (por isso o nome banho de descarrego) das energias excedentes. O banho de sal grosso descarrega o excesso de energia, tanto positiva quanto negativa. Ele atua principalmente no Duplo Etrico, podendo tambm, em alguns casos, atuar no corpo astral. Depois de um "banho de descarrego" o paciente fica "zerado", por isso muito importante se IMANTAR de energias positivas depois desse banho. Isso pode ser feito com o banho de ervas ou indo a um centro receber um passe. 7.1.1 Preparo do Banho O banho de sal grosso deve ser preparado com gua em temperatura ambiente, no devendo se utilizar gua gelada ou quente. A quantidade de sal utilizada deve ser a suficiente para deixar a gua salgada. No adianta colocar um pouquinho de sal para uma quantidade grande de gua porque o efeito ser o mesmo que um banh