banco de dados exemplos: lista telefônica, folha de pagamento .... lista telefônica, folha de...

Download BANCO DE DADOS Exemplos: lista telefônica, folha de pagamento .... lista telefônica, folha de pagamento

Post on 10-Nov-2018

218 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • FOCUSCONCURSOS.COM.BR

    Informtica | Material de Apoio Professor rico Arajo.

    BANCO DE DADOS

    Coleo de dados inter-relacionados entre si, representando informaes sobre um domnio em especfico.

    Exemplos: lista telefnica, folha de pagamento

    DADO Representao da informao Fato do mundo real, ou seja, conhecido, e que pode ser registrado e possui um significado implcito. Basicamente um registro.

    Facilmente estruturado Facilmente obtido por mquinas Frequentemente quantificado Facilmente transfervel

    INFORMAO Significado do dado. Fato que pode ser extrado de um conjunto de dados. Requer unidade de anlise Exige consenso em relao ao significado Exige necessariamente a mediao humana

    CONHECIMENTO Informao valiosa da mente humana, inclui reflexo, sntese, contexto. De difcil estruturao De difcil captura em mquinas Frequentemente tcito De difcil transferncia

    Bancos de dados maneira de armazenamento para aplicaes multiusurias grandes onde a coordenao entre muitos usurios essencial.

    SISTEMA GERENCIADOR DE BANCO DE DADOS

    Sistema Gerenciador de Banco de Dados (SGBD) Software (Aplicativo) de Banco de dados exclusivo para gerenciar um banco de dados.

    Exemplos de aplicativos de banco de dados so Microsoft Access, MySQL, PostgreSQL, Microsoft SQL Server e Oracle, entre outros.

    DOCUMENTAO Para se criar um banco de dados necessrio criar antes um Projeto que atenda s necessidades do cliente, isso importante para que cliente e projetistas se entendam, mas tambm necessrio para facilitar a manuteno do Banco de Dados.

    O projeto de banco de dados dividido em:

    Projeto Conceitual

    Projeto Lgico

    Projeto Fsico.

    1

  • FOCUSCONCURSOS.COM.BR

    Informtica | Material de Apoio Professor rico Arajo.

    ANLISE DE REQUISITOS

    Tudo comea com a anlise e identificao dos requisitos que o banco de dados deve atender.

    PROJETO CONCEITUAL O Projeto Conceitual se baseia na especificao de requisitos criada durante a anlise de requisitos. A partir deste insumo de informaes gerado um esquema conceitual do banco de dados. Nesta fase descreve-se o contedo de informao e no a estrutura onde elas sero armazenadas.

    PROJETO LGICO Durante o Projeto Lgico criamos os modelos internos de bancos de dados, com detalhes sobre tabelas, relacionamentos, regras, metadados das colunas, etc. Ao final, o resultado de um projeto lgico um esquema do banco de dados parecido com o modelo conceitual, porm com mais detalhes de banco de dados e no apenas conceitos.

    PROJETO FSICO O Projeto Fsico a parte final do projeto de banco de dado, nesta etapa define-se detalhes tcnicos da implementao do banco de dados. Esta etapa fortemente ligada ao SGBD que ser utilizado. A otimizao de desempenho do banco de dados trabalhada nesta fase do projeto.

    PROTOTIPAO

    A prototipao um processo que tem como objetivo facilitar o entendimento dos requisitos, apresentar conceitos e funcionalidades do software. Assim, possvel propor uma soluo adequada para o problema do cliente. Podemos afirmar ainda, que Prototipao. Resumindo Prototipao um processo que tem como funo avaliar as ideias geradas e validar ou no todos os requisitos estabelecidos. Objetivos: Entender os requisitos do usurio e, assim, obter uma melhor definio dos requisitos do sistema; Possibilita que o desenvolvedor crie um modelo (prottipo) do software que deve ser construdo; Apropriado quando o cliente no definiu detalhadamente os requisitos. TCNICAS USADAS NA PROTITPAO: PROTOTIPAO EM PAPEL Utiliza papel para demonstrar como ficar o objeto final do projeto. A prototipao em papel um modo rpido, facil para projetar e tornar visualmente comunicveis ideias de projetos. WIREFRAMES So traos que no se preocupam com a esttica. No servem para demonstrar como o software ficar em termos visuais, mas ajudam muito no entendimento do que o software deve fazer. O wireframe no contm cores, identidade visual ou contedo e pode ser feito com lpis, caneta, rgua e borracha, ou pode tambm ser feito com um software

    2

    http://www.dicasdeprogramacao.com.br/o-que-e-um-sgbd/

  • FOCUSCONCURSOS.COM.BR

    Informtica | Material de Apoio Professor rico Arajo.

    TIPOS DE PROTIPAO Baixa Fidelidade: Utiliza materiais que esto longe do resultado final do sistema e omite muitos detalhes. Wireframes/estudos feitos mo Alta Fidelidade: Possui muita fidelidade com a interface final do sistema. Prottipos de Alta Fidelidade tornam o produto esteticamente agradvel. telas com design prximo do projeto final ou final

    MODELAGEM DE DADOS Modelagem de dados utilizada para especificar as regras de negcios e as estruturas de dados de um Banco de Dados. Modelar dados significa desenhar o Sistema de Informao. Na modelagem de dados construda um modelo de dados consistente, no redundante e aplicvel em qualquer SGBD MODELAGEM CONCEITUAL

    Na Modelagem Conceitual discute-se os aspectos do negcio e no da tecnologia. O diagrama de dados que deve ser construdo aqui o Diagrama de Entidade e Relacionamento, onde devero ser identificados todas as entidades e os relacionamentos entre elas. Este diagrama a chave para a compreenso do modelo conceitual de dados.

    Entidade (Tabelas) um conjunto de objetos do mundo real sobre os quais se deseja manter informaes no banco de dados. Representada: Relacionamento Representada: Exemplos de Entidades: Sistema Bancrio Cliente Conta Corrente Conta Poupana Agncia Sistema de Controle de Supermecado Produto Empregado

    3

    https://www.luis.blog.br/modelo-de-entidade-e-relacionamento-mer/

  • FOCUSCONCURSOS.COM.BR

    Informtica | Material de Apoio Professor rico Arajo.

    Departamento Estoque CARDINALIDADE DE UM RELACIONAMENTO Cardinalidade mnima: o nmero mnimo de instncias de uma entidade que devem se relacionar com uma instncia de outra entidade. Existem trs tipos de relacionamento entre entidades: um-para-um 1:1 um-para-muitos 1:N muitos-para-muitos N:N 1:1 O relacionamento um-para-um usado quando uma entidade A se relaciona com uma entidade B e vice-versa.

    1:N O relacionamento um-para-muitos usado quando uma entidade A pode se relacionar com uma ou mais entidades B.

    N:N O relacionamento muitos-para-muitos usado quando vrias entidades A se relacionam com vrias entidades B.

    Atributo (Colunas) um dado que associado a cada ocorrncia de uma entidade ou de um relacionamento. Exemplos de atributos de entidades:

    CPF Nome Salrio

    Empregado 4

  • FOCUSCONCURSOS.COM.BR

    Informtica | Material de Apoio Professor rico Arajo.

    Tipos de Atributos mais usados Simples (monovalorado): Tem valor nico, como por exemplo, o nmero da rua. Composto: Pode ser referenciado de duas formas, hora no todo, hora em partes. Ex.: Endereo, composto por rua, numero, cidade, CEP. Multivalorado: Podem existir instncias em que um atributo possua um conjunto de valores para uma nica entidade. Por exemplo, o atributo telefone ou e-mail podem possuir mais de um valor atribudo. Determinante: Define o campo que ser a chave primria na tabela. Identificador nico.

    ABSTRAO DE DADOS

    Para o usurio o Banco Dados tem uma viso totalmente abstrata, ou seja, para o usurio no importa como os dados so armazenados ou manipulados, o que importa para o usurio que os dados estejam disponveis quando ele precisar.

    So 3 os nveis de Abstrao de Dados:

    Nvel de viso do usurio: as partes do banco de dados que o usurio tem acesso de acordo com a necessidade individual de cada usurio ou grupo de usurios;

    Nvel conceitual: define quais os dados que esto armazenados e qual o relacionamento entre eles; Nvel fsico: o nvel mais baixo de abstrao, em que define efetivamente de que maneira os dados esto

    armazenados.

    ESTRUTURAO DOS DADOS

    Dados Estruturados: So os dados armazenados de uma forma organizada, como se fossem etiquetas, linhas e colunas que identificam diversos pontos sobre aquela informao. Exemplo: Planilha do Excel ou um Banco de Dados. Dados No Estruturados

    Quando no conseguimos identificar uma organizao clara dos dados l armazenados. Os bancos de dados em geral no contm todas as informaes possveis sobre algo l guardado. Um dado uma forma organizada de informao, mas ela ocorre desde que campos especficos sejam preenchidos para que a recuperao deles se d de forma automatizada

    5

  • FOCUSCONCURSOS.COM.BR

    Informtica | Material de Apoio Professor rico Arajo.

    Exemplo: documentos de texto, por exemplo, no so enxergados em toda sua amplitude. Seria invivel classificar cada palavra do texto e relacion-las com contextos, momentos, pessoas, citaes, etc. Isso pior para vdeos e udios.

    BANCO DE DADOS RELACIONAL

    Um banco de dados permite armazenar e obter de volta dados com eficincia. A maneira como os dados so armazenados e organizados no banco de dados o que o torna relacional. Em um banco de dados relacional, todos os dados so guardados em tabelas. o modelo relacional refere-se a trs aspectos principais dos dados: a estrutura de dados, a integridade de dados e a manipulao de dados.

    Um banco de dados relacional possui como entidade central tabelas, onde as colunas armazenam os tipos de dados e as linhas um caso especfico de dados, sendo chamada de registro. Tambm importante o conceito de chave, que identifica unicamente um registro. Chave As tabelas relacionam-se umas s outras atravs de chaves. Uma chave um conjunto de um ou mais atributos que determinam a unicidade de cada registro. No modelo relacional a nica forma de relacionar dados que existem em uma tabela com dados que existem em outra tabela atravs de atributo

Recommended

View more >