Avaliação de Riscos e Danos Ambientais de Acidentes com ... ?· para evitar (custos de prevenção)…

Download Avaliação de Riscos e Danos Ambientais de Acidentes com ... ?· para evitar (custos de prevenção)…

Post on 09-Nov-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

TRANSCRIPT

  • Avaliao de Riscos e Danos Ambientais de Acidentes com Vazamento de Petrleo e Gs Desde o acidente do navio petroleiro Exxon Valdez nas guas do Alasca em 1981, a comunidade internacional tem se preocupado com os danos que acidentes com vazamento de petrleo e gs possa causar ao meio ambiente marinho. A presso sobre as empresas para que estas adotem normas mais rgidas de controle e preveno de danos ambientais e de gesto ambiental significativa. Da mesma maneira, grande tambm a presso sobre governos para que estes adotem polticas ambientais mais rgidas no controle dos acidentes que possam gerar riscos ambientais. Assim, faz-se necessrio desenvolver e aprimorar metodologias que avaliem em detalhe os riscos de ocorrncia e os custos (principalmente, de preveno e reparao) de danos ambientais provenientes de acidentes com vazamento de petrleo e gs. Objetivo O objetivo do projeto avaliar as principais metodologias existentes e desenvolver novas metodologias de avaliao de risco e de avaliao de danos ambientais existentes no Brasil e no exterior, estimando quantitativamente tais riscos e os custos de preveno e reparao do dano devido a acidentes com vazamento de Petrleo e Gs no Brasil. A principal justificativa para o projeto a possibilidade de que as empresas que operam no Brasil no setor de Petrleo e Gs possam utilizar metodologias melhores para a avaliao de seus riscos e custos dos danos que venham causar ao ambiente devido a eventuais vazamentos de petrleo e gs. As principais metodologias utilizadas so a valorao econmica ambiental utilizando o Princpio do Poluidor Pagador (PPP), e a avaliao dos riscos ambientais. No primeiro caso, estimam-se os Custos da Qualidade Ambiental: custos de adequao de preveno, de correo, de controle, custos das falhas de adequao e custos de externalidades. Aps a mensurao destes custos, realiza-se uma avaliao comparativa entre as aes para evitar (custos de preveno) e reduzir o dano ao meio ambiente (custos de controle e custos de correo), a fim de reduzir/eliminar os custos de externalidades e as falhas de adequao, e selecionar a ao ambiental mais vivel economicamente. No caso da metodologia de clculo de risco ambiental, estimam-se os riscos ambientais segundo as seguintes etapas: estabelecimento do contexto; identificao dos riscos; anlise dos riscos; avaliao dos riscos; e tratamento dos riscos. Deste modo, estimam-se em conjunto os riscos e os danos ambientais, podendo utilizar para avaliar por exemplo, no setor de um possvel vazamento de petrleo e gs. Tal metodologia conjunta est em consonncia com o Princpio 16 da Carta da Terra, o qual instituiu o PPP, sendo corroborado pelos Artigos 225, 3, da Constituio Federal e 14, 1, da Lei n 6.938/81. Est em consonncia tambm com os princpios da sustentabilidade e com a minimizao dos riscos ambientais. Membros do Projeto Paulo C. de S Porto Coordenador do Centro de Pesquisa e Ensino em Tecnologia e Negcios Porturios (Ceport), coordenador do Ncleo de Pesquisa em Economia Regional, Internacional e Ambiental (Neria), professor do Programa de Mestrado em Direito da Universidade Catlica de Santos (UNISANTOS) Fernando Cardozo Fernandes Rei Ex-presidente da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb), professor do Programa de Mestrado em Direito da Universidade Catlica de Santos (UNISANTOS). Karla Andreia Berni Simionato Ayres de Freitas Coordenadora do Curso de Cincias Econmicas e pesquisadora da Universidade Catlica de Santos (UNISANTOS). Lus Eduardo Marrocos de Arajo Mestrando em Direito Ambiental pela Universidade Catlica de Santos (UNISANTOS). Andressa Matheus Riechelmann Estudante do Curso de Economia da Universidade Catlica de Santos (UNISANTOS) e estagiria de Iniciao Cientfica do projeto. Juliana Mota Nogueira Barros Estudante do Curso de Economia da Universidade Catlica de Santos (UNISANTOS) e estagiria de Iniciao Cientfica do projeto.

    http://lattes.cnpq.br/3851033592036079http://lattes.cnpq.br/1465711084846988http://lattes.cnpq.br/4552115148249061http://lattes.cnpq.br/9829564637518821http://lattes.cnpq.br/9340062809511963http://lattes.cnpq.br/9939039554275349

Recommended

View more >