aula pastagem silvino

Download Aula Pastagem Silvino

Post on 22-Dec-2015

7 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Gpl Unaí

TRANSCRIPT

  • 1Situao do Brasil

    Grande necessidade de incremento nas produtividades

    Grande potencial (solo e clima)

    rea total do Brasil = 850 milhes ha;

    rea cultivvel do Brasil = 388 milhes ha;

    rea de produo de gros = 40 milhes ha;

    Pastagens = 220 milhes de ha.

    Lotao mdia nas pastagens no Brasil = 0,7 UA/ha; Uso mdio de 6,3 kg/ha/ano de nutrientes no Brasil 01 UA (450 kg) consume cerca de 33-50 kg/ha de N

  • 2Sistemas intensivos em pastagens

    Vero : pastagens manejadas intensivamente Lotao de 4 a 15 UA/ha Adubao e rotao de pastagens

    Inverno : suplementao volumosa Silagem de milho ou sorgo Silagem de capim Cana-de-acar

    Pastagens Intensivas? Brasil: boas condies de solo, clima e topografia. timos resultados de produo de leite a pasto Idia que associa pasto com baixo uso de tecnologia

    Faz parte do passado

    J existem inmeros projetos em andamento com alta produo por rea.

  • 30%

    10%

    20%

    30%

    40%

    50%

    60%

    70%

    Efic

    incia

    de

    Pa

    stejo

    P.

    Cont

    nuo

    P.

    Alter

    nado

    Rot. 1

    5 dias

    Rot. 1

    0 dias

    Rot. 5

    dias

    Rot. 3

    dias

    Rot. 1

    dia

    Eficincia de Pastejo X Sistema de PastejoEficincia de Pastejo X Sistema de Pastejo

    Super-Pastejo

    Sub-Pastejo PastejoPastejo ContContnuonuo

  • 4

  • 5Onde estamos .......

    6511.787 (4,9 l/d)Minas Gerais

    8441.265 (3,5 l/d)Goisl/ha/anol/v.lactao/anoRegio

    Produtividade da terra

    Produtividade animal

    Fonte: Bressan et al. (1999)

    Lotao mdia nas pastagens no Brasil = 0,7 UA/ha; Uso mdio de 6,3 kg/ha/ano de nutrientes no Brasil 01 UA (450 kg) consume cerca de 33-50 kg/ha de N

    Onde podemos ir ......

    23.5205.735 (15,7 l/d)Capim elefante36.8656.534 (18,0 l/d)Coast-cross

    irrigado

    l/ha/ano l/v.lactao/ano

    Produtividade da terra

    Produtividade animal

    Embrapa - CNPGL

  • 6Pasto adubado caro ? Lotao de 10 UA/ha 20 ton MS/ha (vero): 180 dias

    350 kg N + 60 kg de P2O5+ 270 kg K2O/ha

    1,0 ton nitrato amnio /ha R$ 700,00 300 kg de super simples R$ 120,00 450 kg de cloreto potssio R$ 328,50 Hora mquina (4 horas) R$ 140,00

    R$ 1.288,50/ha

    Obs.: isso no receita, apenas exemplo de uma situao (fsforo apenas para manuteno)

    Pasto adubado caro ?

    R$ 1.288,50/ha (180 dias por ano)

    Lotao de 10 UA/ha (8,18 vacas/h)

    R$ 0,88/vaca/dia

    1,6 litros de leite/vaca/dia (R$ 0,55/Litro) 2 litros de leite/vaca/dia (R$ 0,45/Litro)

  • 7Nveis de adubao:Nvel Tecnolgico Kg N/ha/ano Nmero de

    Aplicaes

    Baixo (< 1,0 UA/ha) 50 1, no incio das chuvas

    Mdio (1,0 3,0 UA/ha)

    100-150 2 a 3 de 50 kg/ha

    Alto (3,0 7,0 UA/ha) 200 4 de 50 kg/ha

    Muito Alto (irrigado) 300 6 de 50 kg/ha

    Fonte: Cantarutti et al. (1999)

    Planejamento do sistema rotacionado

    Definio da forrageira: Definio dos mdulos de pastejo: depende das

    categorias e nmero de animais; Nmero de piquetes (NP): Disposio dos piquetes; Localizao do centro de ordenha; Sistematizao dos corredores (largos: 5-6 metros): depende do clima

    da regio e solo; Distribuio dos bebedouros (reas de descanso: 25 m2/animal); Distribuio de reas de sombra: 6 m2/animal (2 a 3 reas de sombra)

  • 8Planejamento do sistema rotacionado

    Nmero de piquetes (NP) em cada mdulo: Perodo de descanso (PD) Perodo de ocupao (PO)

    NP = (PD / PO) + 1 (n0 de categorias)

    NP: Depende da gramnea utilizadaNP: Depende da disponibilidade de capital

    Planejamento do sistema rotacionado

    Nmero de piquetes PO (perodo de ocupao):

    Ideal : 1 dia Flexvel : at 3 dias

    PO longos: Menor lotao Variao na produo diria de leite Dificuldade de obter uniformidade de pastejo

    (problemas no panicum)

  • 9Planejamento do sistema rotacionado

    Nmero de piquetes/mdulo? NP = (PD / PO) + 1 (n0 de categorias)

    Perodo de descanso (valores antigos = fixos): Elefante: 35-45 dias NP = (35 / 1) + 1 = 36 Tanznia: 28-33 dias Mombaa: 25-28 dias Brachiaro: 25-28 dias Brachiria: 21- 25 dias Cynodon: 21 - 25 dias NP = (22 / 1) + 2 = 24

    Planejamento do sistema rotacionado

    Alturas de sada e entrada (95% de interceptao da Intensidade luminosa). Pastagens adubadas.

    Espcie Altura de entrada Altura de sada

    Tanznia 70 cm 30-50 cm (50 cm-contnuo)

    Mombaa 90 cm 30-50 cm

    Napier 100 cm 40-50 cm(50 cm-contnuo)

    Brachiaro 40 cm 20cm(30 cm- contnuo)

    Tifton 20 cm 10 cm(15 cm- contnuo)

    Fonte: Sila Carneiro, ESALQ: Aula de ps graduao- ReHAgro, maro-2006.

  • 10

    rea necessria? Lote de 40 animais: consumo de 8 kg

    ms/dia, durante 150 dias 320 kg ms/dia x 150 dias de pastejo = 60 ton ms 50% de colheita = 120 ton de MSeca Produtividade capim= 20 ton ms/ha rea = 6 hectares.

    rea por piquete? Exemplo: Tifton: NP = (22 / 1) + 2 = 24 piquetes 60.000 m2/24 = 2500 m2 / piquete rea por animal/dia = 2500 m2 / 40 =

    62,5 metros (variar de 25 a 50 metros)

    Lotao: Unidades animais (UA) / ha; Nmero de unidades animais (UA) = 40

    animais x peso por animal / 450 kg) = (40 animais x 500 kg) / 450 kg = 44,4 UA

  • 11

    Passos para aumentar lotao nas reas de pastagens:

    - Amostragem de solo: definio de uso de calcrio, gesso, fsforo, potssio e micronutrientes;

    - Situao do pasto x reforma: situao da fertilidade do solo, presena de ervas, cupins, populao do capim, capacidade de suporte da pastagem.

    Quando uma pastagem se encontra degradada?

    - Quando uma pastagem j no mais suficiente

    para manter determinado nmero de animais por

    um certo perodo de tempo, h uma alterao na

    composio botnica da rea (infestao de ervas

    daninhas e cultura nativa), demora na rebrotao

    aps o pastejo ou corte, so sintomas claros de

    degradao.

  • 12

    Nvel 1: Reduo na produo de forragem na poca de maior crescimento, reduo da qualidade nutricional, reduo na quantidade de forragem produzida e reduo no seu crescimento;

    Nvel 2: Diminuio da rea coberta pela pastagem e pouca quantidade de plantas novas germinadas;

    Nvel 3: Aparecimento de plantas invasoras de folhas largas e incio do processo erosivo pela ao das chuvas;

    Nvel 4:Presena de invasoras em maior escala, reaparecimento de gramneas nativas e processos erosivos acelerados (exemplo: capim sabo).

    Nveis de degradao da pastagem

    Nvel 1:- Correo e adubao do solo de acordo com os resultados da

    anlise;- Diminuio da rea do piquete at a implantao do sistema

    rotacionado de pastejo.

    Nvel 2:- Seguir as mesmas recomendaes anteriores.- Fazer uma nova semeadura nos locais falhados, sem plantas.

    Nvel 3:- Seguir as mesmas recomendaes anteriores.- Controle qumico das ervas daninhas e plantas invasoras.- Controle das eroses.

    Nvel 4:- Reforma completa da rea deste pasto. Em qualquer situao

    possvel a integrao agricultura pecuria (maneiras diferentes).

    Passos sugeridos de acordo com os nveis de degradao da pastagem

  • 13

    Passos para correo do solo aps amostragem:

    - Na reforma: boa distribuio do calcrio e gesso no primeiro ano. Se houver necessidade de outras correes (fsforo): efetu-la, aps a correo do calcrio;

    - Calagem sem reforma: locais em que nvel de degradao baixo e existe populao adequada do capim na rea.

    Solos de boa fertilidade: Panicum maximum (Tanznia), Capim Elefante e Cynodon (Tifton 85, Tifton 68, estrela, Cost Cross);-Solos de mdia fertilidade: Braquiaro e MG-5.

    Fases de implantao do Tifton:

    - Amostragem e correo de solo;

    - Bom preparo do solo;

    - Fazer um viveiro com mudas sadias e sem MISTURAS de outros capins.

  • 14

    Cuidados durante o plantio de Tifton:- Trabalhar com solo mido (poca chuvosa: out a janeiro ou com presena de irrigao);- Efetuar plantio rpido das mudas arrancadas;

    Mtodos de plantio:- Sulcos com tampamento manual (melhor pegamentoe fechamento mais rpido, com maior custo de mo de obra);- Sulcos com incorporao com grade leve (menor custo de mo de obra e rapidez);- Distribuio e incorporao das mudas.

    Procedimentos para o plantio de Tifton em sulcos:

    - Trabalhar com solo mido (poca chuvosa: out a janeiro ou com presena de irrigao);- Efetuar os sulcos rasos (10 a 15 cm) e espaados a 60 a 70 cm (ideal: cultivador de enxadinha);- Aplicar o adubo fosfatado no fundo dos sulcos (manual com carrinho de adubao de cobertura ou com prprio cultivador de enxadinha);-Distribuir as mudas dentro dos sulcos com a prpria carreta de transporte (homens andando atrs da carreta). Colocar 3 estoles no sentido do comprimento dos sulcos;

    - Efetuar o enterrio das mudas em seguida (para no se perder umidade do solo), deixando cerca de 1/3 das mudas para fora do solo.

  • 15

    Procedimentos para controle de ervas:- Eliminar as ervas presentes na rea com um bom preparo de solo;

    - Eliminar ervas problemas das reas vizinhas (colonio, outros Panicuns, grama estrela e outros Cynodons, capim elefante);- Aps o plantio, aplicar o herbicida pr-emergente, imediatamente aps o plantio: Goal: 2 L/ha;

    - Monitorar o aparecimento de outras ervas e fazer o controle quando necessrio, com herbicidas ps-emergentes. Herbicidas com bons resultados na prtica (prximo slide).

    Procedimentos para controle de ervas:

    - Controle de folhas largas (rea total): 2.4 D (DMA, Aminol e vrios outros no mercado);-Controle de braquirias e Panicuns: misturas de MSMA + Diuron (melhor resultado nas braquirias em rea total);Marcas comerciais: Fortex (MSMA+ Diuron); Somente MSMA (Volcane, MSMA e vrias outras); Some

Recommended

View more >