aula oab xx estrat‰gia direito civil 08

Click here to load reader

Download AULA OAB XX ESTRAT‰GIA  DIREITO CIVIL  08

Post on 11-Apr-2017

394 views

Category:

Law

2 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Aula 08

    Direito Civil p/ XX Exame de Ordem - OAB

    Professor: Paulo H M Sousa

  • DIREITO CIVIL OAB XX Teoria e Questes

    Aula 08 Prof. Paulo H M Sousa

    AULA 08 DIREITO DAS COISAS I

    Sumrio Sumrio ................................................................................................. 1!

    Consideraes Iniciais .............................................................................. 2!

    11. TEORIA GERAL DAS COISAS ................................................................ 3!

    11.1. CARACTERSTICAS, DISTINES E CLASSIFICAO .................................... 3!

    11.2. POSSE ....................................................................................... 10!

    11.2.1 Definio, conceito e teorias ..................................................... 10!

    11.2.2 Modalidades ........................................................................... 12!

    11.2.3 A posse e o tempo .................................................................. 16!

    11.3. PROTEO POSSESSRIA ............................................................ 20!

    11.4. AES POSSESSRIAS ................................................................ 24!

    11.4.1 Imisso de posse .................................................................... 25!

    11.4.2 Manuteno de posse .............................................................. 26!

    11.4.3 Reintegrao de posse ............................................................. 26!

    11.4.4 Exceo de domnio ................................................................. 27!

    11.4.5 Interdito possessrio ............................................................... 28!

    11.4.6 Nunciao de obra nova ........................................................... 28!

    11.4.7 Dano infecto ........................................................................... 29!

    11.4.8 Embargos de terceiro senhor e possuidor ................................... 29!

    11.5. USUCAPIO ................................................................................ 30!

    11.5.1 Ordinria ............................................................................... 30!

    11.5.2 Extraordinria ......................................................................... 31!

    11.5.3 Especial (Constitucional pro labore) ........................................... 31!

    11.5.4 Coletiva ................................................................................. 31!

    11.5.5 Familiar ................................................................................. 32!

    Lista de Questes da Aula ........................................................................ 34!

    Consideraes Finais ............................................................................... 37!

    39200168310

  • DIREITO CIVIL OAB XX Teoria e Questes

    Aula 08 Prof. Paulo H M Sousa

    AULA 08 DIREITO DAS COISAS I

    Consideraes Iniciais Nas ltimas aulas fechamos o contedo relativo ao Livro das Obrigaes, que compreende o Direito das Obrigaes propriamente dito, o Direito dos Contratos, e a Responsabilidade Civil. A rigor, como eu te disse, esse primeiro Livro da Parte Especial o que mais cai nas provas de 1 Fase do Exame da OAB.

    Se somarmos Obrigaes, Contratos e Responsabilidade Civil num nico balaio, temos as questes que caem disparado a mais na prova. Esses itens somam uma quantidade enorme de contedos e, talvez na prtica, sejam aquilo que o futuro advogado mais ver na prtica da advocacia na rea do Direito Privado, da a importncia dada pela OAB aos assuntos.

    Nesta aula, comearemos o terceiro Livro da Parte Especial (j vimos o primeiro e o segundo o Livro do Direito de Empresa, que visto l pelo Direito Empresarial) do CC/2002. Esse livro, numa perspectiva ampla e tradicional, trata das relaes das pessoas com as coisas e das pessoas com as pessoas em relao s coisas. O tema mais amplo e importante comear a ser delineado aqui: a posse; que d base para toda a compreenso do Direito das Coisas.

    Das provas de 1 Fase de Direito Civil dos ltimos 19 Exames da OAB, tivemos 25 questes sobre o Direito das Coisas, o que faz desta parte da disciplina a com a segunda maior taxa de incidncia nas provas, atrs apenas do Direito dos Contratos e frente do Direito das Obrigaes.

    Alm disso, tivemos ao menos uma questo em quase todos os Exames e em muitos deles tivemos 2 e at mesmo 3 questes sobre o Direito das Coisas na prova da 1 Fase. Exceto nos Exames X e XIX, o Direito das Coisas foi uma constante nas provas da OAB. O Direito das Coisas, portanto, parte relevante de seus estudos para a 1 Fase da OAB, seja pela quantidade de temas a serem estudados, seja pela frequncia com que caem

    Como no caiu nenhuma questo de Direito das Coisas na ltima 1 Fase da OAB, o XIX Exame, de se esperar que, no prximo, o XX Exame, contaremos com se no 1, mas 2 ou 3 questes que envolvam o Direito das Coisas, o que o faz um dos temas mais quentes para essa prova! Por isso, vale a pena ateno maior s nossas prximas trs aulas sobre o tema.

    Vamos l...

    39200168310

  • DIREITO CIVIL OAB XX Teoria e Questes

    Aula 08 Prof. Paulo H M Sousa

    11. TEORIA GERAL DAS COISAS

    11.1. CARACTERSTICAS, DISTINES E CLASSIFICAO

    11.1.1 Caractersticas

    A noo de coisa diferente da noo de bem jurdico, como vimos em aula anterior, noo esta da Parte Geral do CC/2002 que trata dos diversos bens satisfao dos interesses humanos. Quando se fala em "coisa", restringe-se o objeto de anlise, como fazia Clvis Bevilaqua ainda na vigncia do CC/1916.

    Segundo Luciano de Camargo Penteado, as caractersticas das coisas so:

    Para Orlando Gomes, as caractersticas dos direitos reais so:

    A materialidade da coisa, em geral. Ressalvadas excees, apenasos bens dotados de corporeidade podem ser objetos dos direitosreais, at porque a aquisio e a transmisso se do de maneirabastante peculiar, conforme os arts. 1.226 e 1.227 do CC/2002.

    Essa questo amplamente discutida pela doutrina. Pontes deMiranda retira a noo de corporeidade, medida que existemdireitos de propriedade sobre bens intelectuais, destitudos decorporeidade

    A. Corporeidade

    Nem tudo que exterior ao homem aproprivel, no sendopermitida a apropriao sobre o ar que respiramos, bens pblicosou partes destacveis do corpo humano. Ou seja, o direito devepermitir a apropriao para que se trabalhe com o direito dascoisas. Atualmente, a tendncia de uma "apropriabilidade" crescente,ou seja, crescem os "bens" apropriveis, como, por exemplo, adiscusso sobre a comercializao de fluidos corporais humanos edas pesquisas oriundas do cdigo gentico

    B. Possibilidade de apropriao

    O direito das coisas compe o direito patrimonial e nem sempreas coisas que so materialmente apropriveis so dotadas defuno ou utilidade econmica

    C. Funo/utilidade econmica39200168310

  • DIREITO CIVIL OAB XX Teoria e Questes

    Aula 08 Prof. Paulo H M Sousa

    J segundo Luciano de Camargo Penteado, as caractersticas dos direitos reais so:

    S direito real aquilo que a lei determina como direito real. No possvel autonomia privada criar outros direitos reais que noos tipificados pelo legislador

    Nesse sentido, o art. 1.225 do CC/2002 traria um rol exauriente,complementado pela legislao extravagante. Ou seja, apesar detipificados, eles no precisam estar tipificados no Cdigo Civil,ainda que os principais e mais comuns estejam

    A. Tipicidade

    Por mais que figuras parcelares dos direitos reais possam serobjetos de disposio, h uma tendncia de reunificao dessasfiguras, um tensionamento ao retorno delas nas mos doproprietrio

    B. Elasticidade

    A constituio, modificao ou extino dos direitos reais exigepublicidade, seja pelos registros pblicos para os bens imveis,seja pela tradio para os bens mveis

    C. Publicidade

    Porque os direitos reais tm esse carter de excluso dos outros,eles s podem ser constitudos sobre objetos especificados.

    D. Especialidade

    Enquanto a relao obrigacional tem ao fim, ao trmino, arelao de direitos reais tende a permanecer, ao passo quequanto maior o exerccio do direito real, maior ser o reforo daposio do titularOu seja, enquanto o direito obrigacional tende a se extinguir, egeralmente o titular quer que a obrigao se extinga (quando euvou ao dentista, espero que a prestao de servio seja a maisbreve possvel), o direito real tende a permanecer, e o titular querque o direito real permanea (sou dono de um imvel e pretendes-lo indefinidamente)

    A. Tendncia a permanncia no tempo

    39200168310

  • DIREITO CIVIL OAB XX Teoria e Questes

    Aula 08 Prof. Paulo H M Sousa

    11.1.2 Distines

    Vale, assim, lembrar dos traos distintivos entre os Direitos Obrigacionais, ou Pessoais, e os Direitos das Coisas, ou Reais:

    DIREITOS REAIS DIREITOS

    OBRIGACIONAIS OBJETO Coisa Prestao SUJEITO PASSIVO Universal/inexistente Determinado/determinvel

    FIM Satisfao por bem Satisfao por conduta RELAO Inerncia Interesse

    OPONIBILIDADE Contra todos Entre partes TITULAR Um (regra geral) Indeterminado TEMPO

    (TENDNCIA) Perpetuidade Transitrio

    PERDA PARCIAL Sequela Indenizao NMERO Clausus (Tipificados) Apertus (Infinito)

    NATUREZA DO OBJETO Certo e individualizado

    Determinado ou determinvel

    Lembre-se, ainda, como falamos na aula sobre o Direito das Obrigaes, que existem figuras intermedirias entre o Direito Real e o Direito Obrigacional, figuras hbridas chamadas de Obrigaes Reais, Obrigaes Mistas ou Obrigaes propter rem.

    Penteado vai alm de Orlando Gomes. Segundo ele, alm de nose poder criar direito real novo, o contedo do direito real nopoderia ser modificado pela autono