aula de algod£o

Download aula de algod£o

Post on 08-Jul-2015

259 views

Category:

Documents

5 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA Centro de Cincias Rurais Curso de Agronomia Departamento de Fitotecnia

A cultura do Algodo(Gossypium hirsutum L.)

Prof. Lucio Zabot

Santa Maria, Novembro de 2007

HA. C..

istrico:

- O algodoeiro conhecido desde 8 mil anos

- A ndia tida como centro de origem do algodoeiro.

- Indgenas transformavam o algodo em fios e tecidos na poca do descobrimento do Brasil.

A

lgodo no mundo:em pluma

Produo de algodo (2005/2006): 24.700 mil toneladas. - Maiores produtores Estados Unidos, ndia e Brasil.

mundiais:

China,

A

lgodo no Brasil:- Mato Grosso (54,36%). - Gois (13,17%). - So Paulo (6,97%). - Mato Grosso do Sul (6,94%). - Minas Gerais (3,99%). - Paran (3,65%).

- Maiores produtores nacionais (2005):

- Maior produtividade: - Mato Grosso (2.471kg/ha).

A

lgodo no Brasil:- Centro-Oeste (74,47%). - Sudoeste (10,96%). - Nordeste (10,92%). - Sul (3,65%).

- Principais regies produtoras:

A

lgodo no Brasil:

I

mportncia:

81 pases cultivam o algodoeiro, economicamente liderados pela China, E.U.A. e ndia.

- No Brasil, estima-se que a demanda aumentar das atuais 900 mil toneladas/ano para 1.200 mil toneladas/ano. - US$25 bilhes/ano investidos na cadeia. - 4% do PIB nacional e industrial. (TXTIL, 2004). 13,5% do PIB

I

mportncia:

P

reos praticados:

C

usto mdio de produo:

U

so do algodoeiro:- Fibra (35% do peso da produo). - Caroo (65%).

- Aproveitamento:

- O caroo (semente): - Rico em leo (18-25%). - 20-25% de protena bruta.

- O leo refinado e destinado alimentao humana e fabricao de margarina e sabes.

D

escrio botnica:- Malvaceae.

- Famlia:

- Nome cientifico: - Gossypium hirsutum L.

S

ementes:

P

lntulas:

D

escrio botnica:- Ereta, anual ou perene.

- Caracterstica da planta:

- Raiz principal cnica, pivotante, profunda e com pequeno nmero de razes secundrias grossas e superficiais.

R

azes:

P

orte ereto:

D

escrio botnica:- Herbceo ou lenhoso. - Altura varivel. - Ramos vegetativos: - 4 a 5 intra-axilares, na parte

- Caule:

de inferior. - Ramos frutferos: superior). Extra-axilares, na parte

D

escrio botnica:- Pecioladas. - Cordiformes. - Consistncia coricea ou no. Inteiras ou recortadas (3 a 9

- Folhas:

lbulos).

F

olha:

C

obertura do solo:

D

escrio botnica:- Hermafroditas. - Axilares. - Isoladas ou no.

- Flores:

- Cor creme nas recm-abertas (que passam a rsea e purpreo). - Com ou sem mancha purprea na base interna. - Abertura: a cada 3-6 dias.

C

olorao da flor:

C

olorao da flor:

C

olorao da flor:

D

escrio botnica:- Mas, quando verdes. - Capulhos, aps a abertura. - Cpsulas de deiscncia (abertura)

- Frutos:

longitudinal. - 3 a 5 lojas cada uma, encerrando 6 a 10 sementes.

M

a e capulho:

D

escrio botnica:- Comprimento. - Finura. - Maturidade. - Resistncia.

- Caractersticas comerciais da fibra:

D

escrio botnica:- Tamanho da fibra: - Curta, mdia e longa.

- Cultivares diferenciam-se quanto ao:

- Ciclo: - Curto (120-150 dias) ou ciclo longo (150-180 dias).

- Porte: - Alto ou baixo.

F

enologia:

C

ondio de clima e solo:

- uma planta de clima tropical.

- Exige: - Umidade no solo para germinao, incio do desenvolvimento plantular e o perodo entre a formao dos primeiros botes florais ao incio da abertura dos frutos (35 a 120 dias do ciclo de vida).

- Condio ideal de desenvolvimento: muito calor, muita luminosidade e umidade regular no solo.

C

ondio de clima e solo:

- Solos: - Profundos, porosos, bem drenados e de textura mdia. - Faixa de pH entre 5,5 e 6,5. - Declividade: inferior a 10%. - Altitude: inferior a 1.500m. Extremamente oxignio no solo. exigente em

N

utrio da planta:

- NITROGNIO: - o elemento que o algodoeiro retira em MAIOR proporo do solo.

- Promove: - Desenvolvimento da planta, INCLUSIVE na florao. - Comprimento e resistncia fibra.

N

utrio da planta:principalmente nas

- FSFORO: - Concentra-se folhas e frutos.

- responsvel: - Pela boa polinizao. abertura dos frutos. Frutificao, maturao e

- Formao e crescimento de razes.

N

utrio da planta:

- POTSSIO: - Participa direta ou indiretamente na fotossntese e respirao, e no transporte de fotoassimilados na planta.

- Aumenta: - Tamanho das mas. - Peso do capulho e sementes. algodo. Qualidade das fibras do

A

dubao:

- NITROGNIO:

- Base + Cobertura.

- Cobertura: - Parcelada em 2 ou 3 vezes.

emergncia;

At

40

dias

aps

a

ADAE;

dubao:- Altamente exigente entre 30 e 50

- FSFORO:

- POTSSIO: - Exigente entre 30 e 50 DAE e entorno de 90 DAE.

- OBS.: - Em concordncia com ROLAS e histrico das reas.

A

spectos nutricionais:

Bonini, 2006

E

xtrao de fsforo:

P

reparo do solo:

- Eliminao total da soca. - Restos da planta colhida, o mais rapidamente possvel, por incorporao ou quimicamente.

- Recomenda-se a utilizao de grades leves (at 2 gradagens) e incorporao com arado (preferencialmente aiveca).

- Portaria da Ministrio da Agricultura (n. 75 de 16 de junho de 1993, n. 77 de 23 de junho de 1993 e n. 116 de 16 de junho de 1994).

P

reparo do solo:

Oliveira, 2006

P

reparo do solo:

Oliveira, 2006

P

reparo do solo:

P

reparo do solo:

P

reparo do solo:

P

reparo do solo:

P

reparo do solo:

S

emeadura:- 200.000 a 320.000 plt/ha.

- Populao de plantas:

- Espaamento: - 0,75 m entre linhas.

- Profundidade: - 5 a 6 cm.

- poca: - Maro/Abril.

S

emeadura:

C41%).

ultivares:

- Caractersticas de uma boa cultivar: - Produtividade elevada (200 a 300 arrobas/ha). - Alto rendimento de fibras (38 a

- Ciclo normal a longo (150 a 180 dias de ciclo). - Maturidade acima de 82%. - Teor de fibras curtas inferior a 7%. - Comprimento de fibras acima de 28,5 mm.

C

ultivares:- CNPA ITA 90. - CNPA ITA 92. - BRS ITA 96. - CNPA ITA 97. - BRS ANTARES. - BRS FACUAL. - BRS AROEIRA. - BRS IP.

- Algumas cultivares da Embrapa:

C

ultivares:

P

esquisas recentes:- Semeadura adensada: - 0,75 m. - 0,60 m. - 0,45 m. - 0,30 m.

- IAC (2006):

- 0,75 m: - Colhedora com esse espaamento.

- Espaamentos menores, como proposta.

Qsolo.

uais as vantagens?- Maior produtividade. - Maior cobertura do solo. - Maior IAF (30 DAE j cobriu o solo). - Melhor conservao de umidade no

- 0,30 m:

O

s dados encontrados:

- Semeadura adensada (7 plt/m): - 0,30 m versus 0,75 m: - Aumento de 22% no rendimento.

- 0,30 m versus 0,60 m: - Aumento de 16% no rendimento.

- Insero do primeiro ramo frutfero: - 0,75 = 15 cm. - 0,30 = 30 cm. - No suja a fibra e melhora a qualidade do produto.

C

omo isso seria possvel?- Capulho prximo a haste principal. - Forma cilndrica.

- PLANTAS CLUSTERS:

- PLANTAS NORMAIS: - Capulho na extremidade dos ramos. - Forma piramidal.

- OBS.: - Que caminho melhoramento de plantas? est seguindo o

A

rquitetura de planta:

P

rticas culturais:

- Adubao.

- Controle de plantas invasoras: - Perodo crtico de competio: dos 15 aos 56 DAE (anexo).

- Manejo da irrigao.

- Aplicao de fitorreguladores.

C

ontrole de invasoras:

- Vrios produtos registrados. Alachlor, Alachlor+Trifluralin, Amnio Glufosinato, Clethodim, Clomazone, Cyanazine, Diuron, Diuron + MSMA, Diuron + Paraquat, Fluazifop P- Butil, Linuron, MSMA, Norflurazon, Oxadiazon, Oxyfluorfen, Paraquat, Pendimethalin, Propaquizafop, Pyrithiiobac Sodium, Sethoxidin e Trifluralin.

F

itorreguladores:- REGULADORES: Crescimento, desfolhantes e

maturadores.

- O por qu: - Plantas acima de 1,5m de altura, dificultam colheita mecanizada e controle de pragas, alm de determinar sombreamento das partes mais baixas da planta resultando no apodrecimento de mas.

F

itorreguladores:- REGULADORES DE CRESCIMENTO: - Cloreto de mepiquat (PIX): - 1,0 litro/ha. - Cloreto de clormequat (TUVAL): - 50 g/ha. - Cloreto de clorocolina (CCC): - 0,50 litro/ha.

F

itorreguladores:- DESFOLHANTES:

- Podem ser especficos (produzindo a queda das folhas antes da senescncia) e herbicidas (ocasionando a morte da folha, que permanece ligada planta).

- A desfolha apressa a maturao do fruto e a abertura dos capulhos facilitando a colheita.

F

itorreguladores:- DESFOLHANTES:

- Posso usar herbicidas dessecantes como desfolhante? Os dessecantes provocam o secamento das folhas, que permanecem na planta, aumentando as impurezas por ocasio da colheita.

F

itorreguladores:- MATURADORES:

Os maturadores devem ser aplicados quando 90% dos capulhos estiverem abertos. - O alvo nico o fruto, acelerando sua maturao e abertura.

F

itorreguladores:- DESFOLHANTES E MATURADORES: - Thidiazuron: - 0,075 a 0,150 kg/ha. - 60% de frutos abertos. -