aula 7 - epi

Click here to load reader

Post on 24-Dec-2015

214 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Aula sobre uso de EPI.

TRANSCRIPT

Apresentao do PowerPoint

Equipamento de Proteo Individual (EPI)Prof. Flvio Henrique Ergonomia, Higiene e Seg. do Trabalho1

Conceito:

O conceito de proteo individual, denominado usualmente pela sigla EPI, todo dispositivo ou produto de uso individual utilizado pelo trabalhador, destinado proteo de riscos suscetveis de ameaar a segurana e a sade dos trabalhadores (subitem 5.1, NR-6).

A NR-6 define tambm o equipamento conjugado de proteo individual como sendo todo aquele composto por vrios dispositivos que o fabricante tenha associado contra um ou mais riscos que possam ocorrer simultaneamente e que sejam suscetveis de ameaar a segurana e a sade no trabalho.

Os EPIs constituem importante medida de preveno de acidentes e doenas de trabalho, contudo, sua adoo deve ser feita aps esgotadas todas as alternativas de controle coletivo.

Prof. Flvio Henrique Ergonomia, Higiene e Seg. do Trabalho2

A NR-6 exige que o empregador fornea aos empregados EPI adequado ao risco, em perfeito estado de conservao e funcionamento, nas seguintes circunstncias:

Sempre que as medidas de ordem geral no oferecem completa proteo contra riscos de acidentes de trabalho ou de doenas profissionais e do trabalho;

Enquanto as medidas de proteo coletiva estiverem sendo implantadas;

Para atender a situaes de emergncia.

No mesmo sentido, o art. 166 da CLT dispe:

A empresa obrigada a fornecer aos empregados, gratuitamente, equipamento de proteo individual adequado ao risco e em perfeito estado de conservao e funcionamento, sempre que as medidas de ordem geral no ofeream completa proteo contra os riscos de acidentes e danos sade dos empregados.

Segundo a NR-6, compete ao SESMT (Servio Especializado em Engenharia de Segurana e Medicina do Trabalho), ou Comisso Interna de Preveno de Acidentes do Trabalho CIPA, nas empresas desobrigadas de manter o SESMT, recomendar ao empregador o EPI adequado ao risco existente em determinada atividade.

Prof. Flvio Henrique Ergonomia, Higiene e Seg. do Trabalho3Fundamento Legal

O subitem 6.6.1 da NR-6 estabelece que cabe ao empregador quanto ao EPI:

Adquirir o adequado ao risco de cada atividade; Exigir seu uso;Fornecer ao trabalhador somente o aprovado pelo rgo nacional competente em matria de segurana e sade no trabalho; Orientar e treinar o trabalhador sobre o uso adequado, sua guarda e conservao;Substituir imediatamente, quando danificado ou extraviado; Responsabilizar-se pela higienizao e manuteno peridica; Comunicar ao MTE qualquer irregularidade observada. Registrar seu fornecimento ao trabalhador, podendo ser adotados os livros, fichas ou sistema eletrnico.

A orientao e o treinamento dos empregados quanto ao uso correto do EPI tambm devem ser comprovados; alm disso, nesse treinamento deve ser informado ao empregado a limitao e a importncia do uso do EPI.Vale ressaltar tambm que constitui ato faltoso do empregado a recusa injustificada do uso de EPI fornecido pela empresa (art. 158, pargrafo nico, alnea b, da CLT)

Prof. Flvio Henrique Ergonomia, Higiene e Seg. do Trabalho4Obrigaes do Empregador

O fabricante nacional ou o Importador dever: Cadastrar-se junto ao rgo nacional competente em matria de segurana e sade no trabalho; Solicitar a emisso do CA; Solicitar a renovao do CA quando vencido o prazo de validade estipulado pelo rgo nacional competente em matria de segurana e sade do trabalho; Requerer novo CA quando houver alterao das especificaes do equipamento aprovado; Responsabilizar-se pela manuteno da qualidade do EPI que deu origem ao Certificado de Aprovao (CA); Comercializar ou colocar venda somente o EPI portador de CA; Comunicar ao rgo nacional competente em matria de segurana e sade no trabalho quaisquer alteraes dos dados cadastrais fornecidos; Comercializar o EPI com instrues tcnicas no idioma nacional, orientado sua utilizao, manuteno, restrio e demais referncias ao seu uso; Fazer constar do EPI o nmero do lote de fabricao; Providenciar a avaliao da conformidade do EPI no mbito do SINMETRO, quando for o caso; Fornecer as informaes referentes aos processos de limpeza e higienizao de seus EPIs, indicando, quando for o caso, o nmero de higienizaes acima do qual necessrio proceder reviso ou substituio do equipamento, a fim de garantir que os mesmos mantenham as caractersticas de proteo original.

Prof. Flvio Henrique Ergonomia, Higiene e Seg. do Trabalho5Obrigaes do Fabricante ou Importador

SINMETROO Sinmetro um sistema brasileiro, constitudo por entidades pblicas e privadas, que exercem atividades relacionadas com metrologia, normalizao, qualidade industrial e certificao da conformidade.

O Sinmetro foi institudo pela Lei 5966 de 11 de dezembro de 1973 com uma infra-estrutura de servios tecnolgicos capaz de avaliar e certificar a qualidade de produtos, processos e servios por meio de organismos de certificao, rede de laboratrios de ensaio e de calibrao, organismos de treinamento, organismos de ensaios de proficincia e organismos de inspeo, todos acreditados pelo Inmetro.

Apiam esse sistema os organismos de normalizao, os laboratrios de metrologia cientfica e industrial e de metrologia legal dos estados. Essa estrutura est formada para atender s necessidades da indstria, do comrcio, do governo e do consumidor.

O Sinmetro est envolvido em muitas atividades relacionadas ao Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade - PBQP, programa voltado para a melhoria da qualidade de produtos, processos e servios na indstria, comrcio e administrao federal.

Prof. Flvio Henrique Ergonomia, Higiene e Seg. do Trabalho6

O EPI no pode ser comercializado ou ser colocado venda sem o Certificado de Aprovao (CA).

O CA possui prazo de validade conforme determina o subitem 6.9.1, da NR-6.

O rgo nacional competente em matria de segurana e sade no trabalho, quando necessrio e mediante justificativa, poder estabelecer prazos diversos dos mencionados anteriormente (subitem 6.9.2, NR-6).

Convm ressaltar que todo EPI dever apresentar, em caracteres indelveis e bem visveis, o nome comercial da empresa fabricante, o lote de fabricao e o numero do CA, ou, no caso de EPI importado, o nome do importador, o lote de fabricao e o numero do CA (subitem 6.9.3.1- NR-6)

Na impossibilidade de cumprir o determinado, o rgo nacional competente em matria de segurana e sade no trabalho poder autorizar a forma alternativa de gravao, a ser proposta pelo fabricante ou importador, devendo esta constar do CA (subitem 6.9.3.1 NR-6).

O Anexo II da NR-6; dispe sobre o cadastramento do fabricante ou importador.

Entre as Obrigaes do fabricante ou importador destaca-se a manuteno da qualidade do EPI que deu origem ao CA (Certificado de Aprovao). Assim o auditor fiscal e os profissionais da rea de segurana devem observar a qualidade dos EPIs, devendo, inclusive, test-los em laboratrios no sentido de verificar sua qualidade.

Prof. Flvio Henrique Ergonomia, Higiene e Seg. do Trabalho7Certificado de Aprovao

Prof. Flvio Henrique Ergonomia, Higiene e Seg. do Trabalho8Certificado de Aprovao

Prof. Flvio Henrique Ergonomia, Higiene e Seg. do Trabalho9Certificado de Aprovao

Prof. Flvio Henrique Ergonomia, Higiene e Seg. do Trabalho10Certificado de Aprovao

10

Prof. Flvio Henrique Ergonomia, Higiene e Seg. do Trabalho11Certificado de Aprovao

11

Prof. Flvio Henrique Ergonomia, Higiene e Seg. do Trabalho12Certificado de Aprovao

12

Prof. Flvio Henrique Ergonomia, Higiene e Seg. do Trabalho13

Prof. Flvio Henrique Ergonomia, Higiene e Seg. do Trabalho14

Prof. Flvio Henrique Ergonomia, Higiene e Seg. do Trabalho15

Prof. Flvio Henrique Ergonomia, Higiene e Seg. do Trabalho16

Prof. Flvio Henrique Ergonomia, Higiene e Seg. do Trabalho17

A NR-6 determina a competncia do rgo nacional de segurana e sade do trabalhador, quanto ao EPI:

Cadastrar o fabricante ou importador de EPI;

Receber e examinar a documentao para emitir ou renovar o CA de EPI;

Estabelecer, quando necessrio, os regulamentos tcnicos para ensaios de EPI;

Emitir ou renovar o CA e o cadastro de fabricante ou importador;

Fiscalizar a qualidade do EPI;

Suspender o cadastramento da empresa fabricante ou importadora;