aula 1 câmara escura

Download Aula 1   câmara escura

Post on 12-Apr-2017

705 views

Category:

Technology

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • *

    Radiologia Convencional

    CMARA ESCURA

    *

  • *

  • *

    A CMARA ESCURA OU DE REVELAOA CMARA ESCURA O LTIMO LUGAR POR ONDE OS FILMES PASSAM, DEVEMOS MANTER UM RGIDO CONTROLE DE QUALIDADE,ISTO , DESDE O CONTROLE DE PREPARO DOS QUMICOS,LIMPEZA DAS COLGADURAS NO PROCESSO MANUAL OU DE TODO O MECANISMO DO PROCESSO MECNICO.

    A CMARA ESCURA COMO O PRPRIO NOME DIZ,TRABALHAMOS SEM LUZ BRANCA E TEM COMO FINALIDADE REVELAR OS FILMES EXPOSTOS.

  • *

    UTENSLIOS DENTRO DA CMARA ESCURA

    TERMMETRO:

    O TERMMETRO DENTRO DA CMARA ESCURA,TEM POR FINALIDADE DE CONTROLAR A TEMPERATURA DENTRO DA SALA,POIS OS FILMES DE RAIOS-X NO PODEM FICAR EM TEPERATURA SUPERIOR A 24C E INFERIOR A 10C, CASO ESTAS ECOMENDAES DO FABRICANTE NO SEJAM RESPEITADAS,AEMULSO DO FILMEPODER SER COMPROMETIDA,ALTERANDO A QUALIDADE.Relgio para cmara escura 60 minutos com alarme e termmetro flutuante revestido em plstico, para utilizao no tanque de revelao.

  • *HIDROSCPIO: MEDE A UMIDADE RELATIVA DO AR DA CMARA ESCURA, IDEAL DEMIDADE DA SALA DE 60%.

    AS GAVETAS DE FILMES VIRGENS:A SUA FUNO GUARDAR E FACILITAR A MANIPULAO DOS FILMES VIRGENS NAS TROCAS PORUM FILME J EXPOSTO A LUZ DO CRAN.

    OS FILMES DEVEM FICAR EM VERTICAL E EM ORDEM CRESCENTE DENTRO DAGAVETA.EM ALGUNS HOSPITAIS OS MESMOS PERMANECEM NA PRPRIA CAIXA.

  • *A IDENTIFICAO MANUAL: NA MAIORIA DAS CMARAS ESCURAS, EXISTE UMA IDENTIFICADORA MANUAL,QUE CONSISTE EM UM RETNGULO DE ALUMNIO,COM DIMENSES DE 15 CM DE LARGURA, 5CM DE ALTURA E 22CM DE COMPRIMENTO E,POSSUI AINDA NO SEU CANTO SUPERIOR ESQUERDO UMA ABERTURA RETANGULAR,COBERTA POR ACRLICO,ONDE O PAPEL COM DADOS DO PACIENTE SER COLOCADO,E EM SEGUIDA AO BAIXAR A TAMPA,UMA LUZ IR ACENDER TRANSPASSANDO O PAPEL E ATINGINDO O FILME COM OS DADOS DO PACIENTE.O TEMPO EM QUE ESTA LUZ IR FICAR ACESA ALGO EM TORNO DE MILSIMOS DE SEGUNDOS.

  • *EXAUSTOR: DE ACORDO COM AS NORMAS DE PROTEO RADIOLOGICA,TODA CMARA ESCURA DEVER TER EXAUSTORES OU VENTILADORES,PARA DISSIPAR OS GASES QUE SO LIBERADOS PELOS PRODUTOS QUMICOS,COM ISTO EVITANDO UM ACMULO DE GASES DENTRO DA CMARA ESCURA.EM HOSPITAIS QUE POSSUEM DEFICIENTES VISUAISDE TRABALHO NA CMARA ESCURA,OS MESMOS PASSAM GRANDE PARTE DE SEUS PERODOS DENTRO DAS CMARAS ESCURAS, E SE FOR GRANDE O FLUXO DE PACIENTES, A PORTA PERMANECE FECHADA,SENDO NECESSRIO RECICLAR O AR.

  • *

    O BOX: RECEBE OS CHASSIS COM FILMES EXPOSTOS E VIRGENS.TEM POR FINALIDADE DE SERVIR COMO UMA PONTE ENTRE O TCNICO E A CMARA ESCURA,SEM QUE HAJA NECESSIDADEE DE ABRI SEMPRE A PORTA PARA O TCNICO ENTRAR.COM DUAS TRAVAS DE SEGURANA,A PORTA DO BOX SOMENTE ABRIR QUANDO UM DOS LADOS J ESTIVER TRAVADO,EVITANDO ACIDENTALMENTE VELAMENTO DOS FILMES VIRGENS.

    Construdo em ao inoxidvel ou ao tratado e pintado, com revestimento de espuma em sua rea interna. Sistema de abertura seguro permitindo abertura de apenas uma das portas, fabricado em dois modelos: duas ou quatro portas.O BOX POSSUI DUAS PORTAS,UMA SAINDO DENTRO DA CMARA ESCURA E A OUTRA NA CMARA CLARA E POSSUEM TRAVAS PARA IMPEDIR A ABERTURA DAS PORTAS E EXPOR OS FILMES ACIDENTALMENTE.

  • *DIVISO DA CMARA ESCURA A CMARA ESCURA DIVIDE-SE PRINCIPALMENTE EM DUAS PARTES:1-PARTE SECA: ONDE FICA AS COLGADURAS,FILMES,E CHASSIS E DEMAIS UTENSLIOS.

  • *

    DIVISO DA CMARA ESCURA

    2-PARTE MIDA: OS TANQUES RESERVATRIOS DE QUMICOS,PROCESSADORA,TORNEIRA,FILTRO DE GUA.

  • *ILUMINAO DA CMARA ESCURANO TETO DA CMARA ESCURA SER COLOCADA UMA LMPADA BRANCA DE 15WATTS,COM UM FILTRO DE LUZ DA COR AMBAR, OS NMEROS DAS LMPADAS VARIAM COM O TAMANHO D A CMARA ESCURA, A DISTNCIA DA LMPADA NO DEVE SER INFERIOR A 1,5 M ,POIS OS FILMES EXPOSTOS OU VIRGENS NO PODEM FICAR EXPOSTOS AOS RAIOS DESTAS LMPADAS POR MAIS DE 60 SEGUNDOS,POIS DEPOIS DESTE TEMPO SOFREM VELAMENTO PROGRESSIVO.

  • * Fabricado em quatro modelos diferentes: redonda ou quadrada ajustvel, em ao pintado, 8x10 ou dupla, em ao tratado e pintado ou em ao inoxidvel. Alimentao 110V ou 220V

  • *METRAGEM DA CMARA ESCURA OBEDECENDO A PORTARIA MS-VIGILNCIA SANITRIA 453, DE 1 DE JUNHO DE 1998,A METRAGEM DAS CMARAS ESCURAS NO DEVERAM SER INFERIOR A 6 M .

  • *COR DA CMARA ESCURA

    AS PAREDES DAS CMARAS ESCURAS,DEVERAM SER DE CORES QUE FACILITEM A SUA LIMPEZA PERIODICAMENTE,EVITANDO RESDUOS DE QUMICOS IMPREGUINADOS,E DE PREFERNCIA DE AZULEJOS CINZAS.

    A LIMPEZA DA CMARA ESCURADEVER SER FEITA DIARIAMENTE,NO DEIXANDO ACUMULAR P E SUJEIRAS DENTRO DA CMARA ESCURA OU MESMO TRANSFORM-LA EM LOCAL DE REFEIES, A FALTA DE HIGINE, COMO SUJEIRAS, P PODEM DANIFICAR CRANS E COMPROMETER OS EXAMES.

  • *VERIFICAR VAZAMENTO DE LUZ EXTERNA NA CMARA ESCURA: A CMARA ESCURA DEVER SER BEM VEDADA (FRESTAS DE PORTAS E FECHADURAS) PARA PODER IMPEDIR ENTRADA DE LUZ EXTERNA E POR VENTURA VELAR OS FILMES VIRGENS.

    TESTE: CONSISTE EM DEIXAR UM FILME VIRGEM SOBRE A BANCADA, POR VOLTA DE 5 MINUTOS, DECORRIDO ESTE TEMPO O FILME DEVER SER REVELADO E EXAMINADO.

  • *CMARA CLARA

    COMO O PRPRIO NOME DIZ O LOCAL QUE EXPOSTO A TODO TIPO DE LUZ, EST AO LADO DA CMARA ESCURA E AONDE OS TCNICOS FICAM ESPERA DAS RADIOGRAFIAS REVELADAS E ECONTRAMOS OS ACESSRIOS ABAIXO:

    NEGATOSCPIO: OS NEGASTOSCPIOS EXISTEM EM VRIOS TAMANHOS E TIPOS,SENDO QUE OS TAMANHOS VARIAM PARA ACOMODAR DE 4 A 12 FILMES, OS MESMOS POSSUEM LMPADAS FLUORESCENTES,DENTRO DE UM RETNGULO DE ALUMNIO COM UMA FRENTE DE ACRLICO LEITOSO.OS NEGATOSCPIOS PARA MAMOGRAFIA SO ESPECIAIS , AS LMPADAS E OS ACRLICOS SO MAIS CLAROS DO QUE OS DOS RAIOS-X CONVENCIONAIS.

  • *NEGATOSCPIO: OS NEGASTOSCPIOS EXISTEM EM VRIOS TAMANHOS E TIPOS,SENDO QUE OS TAMANHOS VARIAM PARA ACOMODAR DE 4 A 12 FILMES, OS MESMOS POSSUEM LMPADAS FLUORESCENTES,DENTRO DE UM RETNGULO DE ALUMNIO COM UMA FRENTE DE ACRLICO LEITOSO.OS NEGATOSCPIOS PARA MAMOGRAFIA SO ESPECIAIS , AS LMPADAS E OS ACRLICOS SO MAIS CLAROS DO QUE OS DOS RAIOS-X CONVENCIONAIS.

  • *ACESSRIOS RADIOLGICOSFabricado com base em acrlico, contendo 5 (cinco) letras de cada, acompanha um trilho em acrlico de 10cm para composio da palavra. Fornecido nos tamanhos: 05, 07 e 10mm de altura ou especial, de acordo com as especificaes do cliente.Fabricado em chumbo laminado, com acabamento em ao inoxidvel, encaixe perfeito no chassi. O divisor radiogrfico possibilita melhor aproveitamento do filme, tanto no sentido longitudinal (L) como no sentido transversal (T).

  • *ACESSRIOS RADIOLGICOSCilindro de extenso para seios da face, fabricado em ao cromado e base em ao inoxidvel revestido com chumbo, adaptvel qualquer equipamento de Raio-X. Cilindro para mastide, fabricado em ao inoxidvel, com base em ao inox revestido com chumbo, adaptvel qualquer equipamento de Raio-X.

  • *Fabricado em ao tratado e pintado, deslizamento longitudinal com perfeito encaixe do chassi. Fornecido em dois modelos:fixo na parede atravs de parafusos ou mvel com base de susteno. Suporte para Teleradiografia

  • *ACESSRIOS RADIOLGICOSFaixa de Paciente eCompressor UrogrficoFaixa de compresso para urografia de mesa, estrutura adaptvel a qualquer mesa de exames. Faixa em lona crua malevel, estrutura com acabamento em alumnio.

  • *

    Pinas de quatro garras para uretrocistografia masculina, fabricada em ao inoxidvel. Acompanha caixa de esterilizao.

    Pina de 4 garrasCAMPLE DE BRODNEY

  • *Fabricada em acrlico resistente, em trs tamanhos diferentes, preenchida com chumbo espessura 1,5mm. Acompanha capa protetora.Rgua de Escanometria

  • * Dsticos Radiogrficos Dsticos fabricado com base em acrlico com 05 mm de altura, para mamografia, padro ou especial conforme necessidade do consumidor.

  • *Fabricado em alumnio e cantos em nylon de alto impacto. Com exclusivo sistema de fechamento com travas tipo push, janela de identificao compatvel com vrios modelos de cmaras de identificao. rea interna revestida em espuma mantendo o perfeito contato entre o filme e cran proporcionado nitidez e qualidade de imagem.

  • *ESPESSMETRO:

    CONSISTE EM UMA RGUA ESCALONADA EM FORMA DE L, ONDE A BASE INFERIOR DEVER PERMANECER ENCOSTADA SOBRE A REGIO EM ESTUDO,LOGO EM SEGUIDA IMA OUTRA BASE IR DESLIZAR AT A EXTREMIDADE SUPERIOR DA REA ESTUDADA,DANDO A ESPESSURA DA REGIO EM CM,MUNIDO DESTES DADOS O TCNICO PODER CALCULAR O KV E Mas PARA REALIZAR O EXAME RADIOLOGICO.Fabricado em alumnio polido ou ao inoxidvel, permite ntida observao de medidas at 16 polegadas ou 40cm.

  • *O GONIMETRO: RGUA SEMICIRCULAR,COM UMA ESCALA DE 180 GRAUS COM UM MARCADOR DESLIZANTE EM SEU CENTRO, E UMA BASE PARA APOIAR NA MESA OU ESTATIVA.A SUA FUNO MEDIR ESTRUTURAS ANATOMICAS EM NGULOS.Fabricado em alumnio com dupla angulao, escala 0 a 180 e 180 a 360 e haste alongada com 30 cm.

  • *IDENTIFICADORA AUTOMTICA:

    TODOS OS EXAMES DEVERO SER IDENTIFICADOS CORRETAMENTE COM TODOS OS DADOS DOS PACIENTES (NOME,REGISTRO,DATA,HORRIO).O CHASSI DEVER SER COMPRIMIDO COM O SEU LADO DIREITO NA BASE INFERIOR DA IDENTIFICADORA,AONDE UM MECANISMO ABRIR UMA ABERTURA NO CANTO DIREITO DO CHASSI E UMA LMPADA IR ASCENDER EM SEGUIDA UM JOGO DE ESPELHOS IR TRANSFERIR TODOS OS DADOS DO PACIENTE PARA O FILME,LEMBRANDO QUE OS DADOS FORAMCOLOCADOS ANTERIORMENTE NA PARTESUPERIOR DA IDENTIFICADORA.O PROCESSO MANUAL DA IDENTIFICAO FEITO ATRAVS DE NMEROS E LETRAS DE CHUMBO E FIXADO COM ESPARADRAPONA BORDA SUPERIOR DO FILME.

  • *

  • *A SECAGEM TEM A FUNO DE TRAZER AO ESTADO NORMAL, A EMULSO DE MODO UNIFORME.POS A LTIMA LAVAGEM ,O FILME COM AS COLGADURAS VO DIRETAMENTE PARA A GELADEIRA DE SECAGEM COM TEMPERATURA DE 35 GRAUS A 40 GRAUS.A GELADEIRA POSSUI UM VENTILADOR ONDE O AR FICA CIRCULANDO PARA DAR IGUALDADE DE SECAGEM.

  • *ACESS