AULA 00 - TÓPICOS AVANÇADOS

Download AULA 00 - TÓPICOS AVANÇADOS

Post on 24-Apr-2015

304 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<p>CURSOS ON-LINE CONTABILIDADE TPICOS AVANADOS PROFESSORES VELTER E MISSAGIA</p> <p>CONTABILIDADE TPICOS AVANADOSOl, pessoal. Com a autorizao para a realizao do concurso da Receita Federal, vrios candidatos que j fizeram algum tipo de curso de contabilidade (inclusive conosco), ou que estudaram por conta prpria, nos solicitaram que realizssemos um curso de reviso, ou de aprofundamento, ou de exerccios, ou de tpicos especiais, enfim, um curso avanado para quem j sabe o bsico. Nesse sentido, comeamos a elaborar um material que satisfizesse as necessidades dos alunos. A idia oferecer um curso de contabilidade para candidatos j iniciados na matria, ou seja, um curso avanado, de maneira a apresentar aos alunos os principais pontos do programa de forma mais aprofundada, visando ampliar ainda mais o conhecimento, para reduzir as possibilidades de que, na prova, surjam assuntos no vistos antes pelo candidato. Na verdade, isso que todos querem, no mesmo? Neste curso pretendemos apresentar e discutir de forma aprofundada, alm dos pontos mais cascudos do programa, tais como tpicos relacionados DOAR (origens e aplicaes do capital circulante lquido), avaliao de investimentos, reavaliao, tributos nas operaes com mercadorias, outros pontos que podem aparecer como novidade nos prximos certames, como bens totalmente depreciados, aquisio de imobilizado na fase properacional, reavaliao negativa, vendas por carto de crdito,www.pontodosconcursos.com.br 1</p> <p>PDF processed with CutePDF evaluation edition www.CutePDF.com</p> <p>CURSOS ON-LINE CONTABILIDADE TPICOS AVANADOS PROFESSORES VELTER E MISSAGIA</p> <p>aquisio de aes prprias, lanamentos na constituio de empresas e vrios outros. O curso ser ministrado em 10 aulas semanais no total. Ao final de cada aula, alm dos exerccios normais de provas, sero apresentadas algumas questes inditas, simulando questes de concursos e englobando o tema visto na aula. Para aqueles que j assistiram outros dos cursos nossos presenciais, cursos e para de aqueles que participaram on-line contabilidade</p> <p>introdutria e de contabilidade intermediria neste site trata-se de uma excelente oportunidade de complementar os estudos sobre essa matria to importante nos concursos pblicos. A seguir, como aula demonstrativa, ser apresentada a resoluo de uma das questes mais solicitadas dos ltimos tempos, que versa sobre DOAR (Demonstrao de Origens e Aplicaes de Recursos). Trata-se apenas de resoluo de uma questo de prova, um trecho de aula, objetivando dar uma boa idia ao concursando de como ser o nosso curso. Apesar de ser apenas uma questo de prova, a mesma to rica em conceitos e procedimentos sobre DOAR que resolvemos inseri-la exatamente nesta aula inaugural gratuita. Procuraremos explicar muito bem cada passo da resoluo.</p> <p>www.pontodosconcursos.com.br</p> <p>2</p> <p>CURSOS ON-LINE CONTABILIDADE TPICOS AVANADOS PROFESSORES VELTER E MISSAGIA</p> <p>AULA 0: QUESTO 30 DO CONCURSO AFC STN/2005</p> <p>Tomemos como exemplo as operaes realizadas pela Cia. Comercial de Lixeiras, durante o exerccio de 20x4, para elaborar a Demonstrao de Origens e Aplicaes de Recursos nos termos da Lei n 6.404/76. Operaes: 01- venda, a vista, de mercadorias por R$ 50.000,00, com lucro de 30% sobre as vendas; 02- compra, a prazo, de mveis e utenslios para uso por R$ 40.000,00; 03- obteno de emprstimo bancrio, com juros de 5%, para pagamento em 30 parcelas iguais de R$ 4.000,00, iniciando-se em 30 de novembro de 20x4; 04- pagamento de R$12.000,00 de hipotecas de longo prazo; 05- recebimento de crditos no valor de R$ 16.000,00, com juros de 8%; 06- registro dos encargos de depreciao no valor de R$ 3.000,00; 07- aumento do capital social em R$ 4.000,00, com realizao em dinheiro; 08- venda, a vista, de equipamentos usados por R$ 2.000,00, baixando-se um custo de alienao de R$ 1.200,00; 09- pagamento de despesas gerais no valor de R$ 700,00;</p> <p>www.pontodosconcursos.com.br</p> <p>3</p> <p>CURSOS ON-LINE CONTABILIDADE TPICOS AVANADOS PROFESSORES VELTER E MISSAGIA</p> <p>10-</p> <p>aumento</p> <p>do</p> <p>capital</p> <p>social</p> <p>em</p> <p>R$</p> <p>5.000,00</p> <p>para</p> <p>integralizao futura; 11- aquisio de coligao acionria por R$ 25.000,00, para pagamento em 25 parcelas mensais, iguais, a partir de 30/11/x4; e 12- destinao do lucro do perodo, sendo: R$ 1.380,00 para imposto de renda; R$ 1.000,00 para reservas; e R$ 2.000,00 para pagamento de dividendos. Com base nessas operaes a empresa mandou elaborar a Demonstrao de Origens e Aplicaes de Recursos, nos termos da Lei n 6.404/76, a qual, certamente, vai evidenciar os seguintes itens e valores: a) Origens de Recursos no valor de R$ 94.200,00. b) Origens de Recursos no valor de R$ 71.000,00. c) Aplicaes de Recursos no valor de R$ 79.000,00. d) Aplicaes de Recursos no valor de R$ 60.800,00. e) Reduo do Capital Circulante Lquido em R$ 10.200,00.</p> <p>Resoluo:. Bom, pessoal, trata-se de uma questo tpica da ESAF. O examinador apresenta uma srie de operaes ocorridas durante o perodo, e pede, ao final, qual o efeito total causado pelas transaes no capital circulante lquido (CCL). Lembramos que: CCL = AC PC</p> <p>www.pontodosconcursos.com.br</p> <p>4</p> <p>CURSOS ON-LINE CONTABILIDADE TPICOS AVANADOS PROFESSORES VELTER E MISSAGIA</p> <p>Portanto, j podemos observar que, para sabermos a variao do capital circulante lquido no perodo, bastaria calcular a variao do ativo circulante e do passivo circulante. Isso no difcil de analisar em cada uma das transaes apresentadas. Porm, esse tipo de caminho para resolver a questo somente nos daria em quanto aumentou ou em quanto diminuiu o CCL. Se chegssemos ao valor de R$ 10.200,00 como reduo do CCL, a resposta seria letra E, e tudo estaria bem. Porm, reparem que as alternativas (a leitura atenta das alternativas fundamental) informam o valor das origens e das aplicaes de recursos. Bom, ento temos que tomar outro caminho. Precisamos recorrer Lei das S.A. (e tambm doutrina) para saber o que ela define como sendo origens e aplicaes). Nesse ponto cabe a transcrio do artigo 188 da Lei 6.404/76. Relembrando:Art. 188. A demonstrao das origens e aplicaes dos recursos indicar as modificaes na posio financeira da companhia, discriminando: I as origens dos recursos, agrupadas em: a) lucro do exerccio, acrescido de depreciao, amortizao ou exausto e ajustado pela variao nos resultados de exerccios futuros; b) realizao do capital social e contribuies para reservas de capital; c) recursos de terceiros, originrios do aumento do passivo exigvel a longo prazo, da reduo do ativo realizvel a longo prazo e da alienao de investimentos e direitos do ativo imobilizado. II as aplicaes de recursos, agrupadas em: a) dividendos distribudos; b) aquisio de direitos do ativo imobilizado; c) aumento do ativo realizvel a longo prazo, dos investimentos e do ativo diferido; www.pontodosconcursos.com.br 5</p> <p>CURSOS ON-LINE CONTABILIDADE TPICOS AVANADOS PROFESSORES VELTER E MISSAGIA d) reduo do passivo exigvel a longo prazo. III o excesso ou insuficincia das origens de recursos em relao s aplicaes, representando aumento ou reduo do capital circulante lquido; IV os saldos, no inicio e no fim do exerccio, do ativo e do passivo circulantes, o montante do capital circulante Lquido e o seu aumento ou reduo durante o exerccio.</p> <p>A primeira coisa que devemos nos lembrar ao resolver um exerccio sobre DOAR que o resultado do exerccio pode ser lucro ou prejuzo, certo? A lei determina que o lucro do exerccio ajustado conforme o artigo 188, I-a o primeiro item das origens de recursos. Mas e se o resultado ajustado for negativo, ou seja, se tivermos um prejuzo ajustado? A lei silencia quanto a isso, mas no faria sentido termos uma origem negativa de recursos. Por esse motivo, reza a boa doutrina que, caso o resultado ajustado seja negativo, este deve ser considerado como aplicao de recursos, apesar de no constar como um dos itens do artigo 188, II. Ento, meus amigos, o que vocs tm que fazer apurar em separado o resultado do exerccio, ajust-lo, e em seguida contabiliz-lo como origem ou aplicao, caso seja positivo ou negativo, respectivamente. Basicamente, analisaremos cada uma das operaes, faremos o lanamento, e totalizaremos, ao final, o resultado, as origens e as aplicaes. claro que, na prova, vocs podero resolver a questo de forma muito mais rpida, fazendo os lanamentos de cabea e somente totalizando origens e aplicaes no papel. Mas</p> <p>www.pontodosconcursos.com.br</p> <p>6</p> <p>CURSOS ON-LINE CONTABILIDADE TPICOS AVANADOS PROFESSORES VELTER E MISSAGIA</p> <p>isso uma aula de reviso. E ainda por cima, on-line!!! Ento temos a preocupao de deixar todos os passos bem claros para os alunos. Vamos l: 01- venda, a vista, de mercadorias por R$ 50.000,00, com lucro de 30% sobre as vendas; Lucro = 30% x R$ 50.000,00 = R$ 15.000,00 O lanamento : D Caixa C Vendas D CMV C Estoques R$ 50.000,00 R$ 50.000,00 R$ 35.000,00 R$ 35.000,00</p> <p>Conforme o artigo 188 da Lei das S.A., a transao acima somente afeta o CCL por meio do lucro obtido, de R$ 15.000,00, que ser lanado no resultado do exerccio.</p> <p>02- compra, a prazo, de mveis e utenslios para uso por R$ 40.000,00; Quando no se fala o prazo de pagamento, deve-se supor sempre o curto prazo. Portanto, o lanamento : D Mveis e Utenslios (aumento AP) C Contas a Pagar (aumento PC) R$ 40.000,00 R$ 40.000,00</p> <p>Trata-se de uma aplicao de recursos, segundo o artigo 188, II-b</p> <p>www.pontodosconcursos.com.br</p> <p>7</p> <p>CURSOS ON-LINE CONTABILIDADE TPICOS AVANADOS PROFESSORES VELTER E MISSAGIA</p> <p>03- obteno de emprstimo bancrio, com juros de 5%, para pagamento em 30 parcelas iguais de R$ 4.000,00, iniciando-se em 30 de novembro de 20x4; Valor do emprstimo: 30 x R$ 4.000,00 = R$ 120.000,00 O que poderia pegar aqui seriam os juros. Porm, vocs devem ficar atentos ao enunciado, que diz com base nessas operaes, a empresa mandou elaborar.... Isso quer dizer que devemos nos ater apenas operao de tomada do emprstimo, e no apropriao dos juros. Assim, no ato do emprstimo, sendo a primeira parcela mensal para 30/11/20x4, a segunda para 31/12/20x4, e assim sucessivamente, teremos at o final de 20x5 (curto prazo) um total de 14 parcelas, e 16 parcelas para a partir de 20x6, sendo a primeira em 31/01/20x6. Parcelas de Curto Prazo: 14 x R$ 4.000,00 = R$ 56.000,00 Parcelas de Longo Prazo: 16 x R$ 4.000,00 = R$ 64.000,00 O lanamento : D Bancos C Emprstimos Bancrios (PC) C Emprstimos Bancrios (PELP) R$ 120.000,00 R$ 56.000,00 R$ 64.000,00</p> <p>Trata-se de uma ORIGEM de recursos, segundo o artigo 188, I-c</p> <p>04- pagamento de R$12.000,00 de hipotecas de longo prazo; O lanamento :www.pontodosconcursos.com.br 8</p> <p>CURSOS ON-LINE CONTABILIDADE TPICOS AVANADOS PROFESSORES VELTER E MISSAGIA</p> <p>D Hipotecas a Pagar (PELP) C Caixa</p> <p>R$ 12.000,00 R$ 12.000,00</p> <p>Trata-se de uma aplicao de recursos, segundo o artigo 188, II-d</p> <p>05- recebimento de crditos no valor de R$ 16.000,00, com juros de 8%; Juros = 8% x R$ 16.000,00 = R$ 1.280,00 O lanamento : D Caixa C Valores a Receber C Receita de Juros R$ 17.280,00 R$ 16.000,00 R$ 1.280,00</p> <p>Essa operao propiciou uma receita de R$ 1.280,00, a ser lanada no resultado do exerccio.</p> <p>06- registro dos encargos de depreciao no valor de R$ 3.000,00; O lanamento : D Encargos de Depreciao C Depreciao Acumulada R$ 3.000,00 R$ 3.000,00</p> <p>Essa</p> <p>operao</p> <p>gera</p> <p>um</p> <p>efeito</p> <p>negativo</p> <p>no</p> <p>resultado</p> <p>(despesa), porm no afeta o capital circulante lquido. Por esse</p> <p>www.pontodosconcursos.com.br</p> <p>9</p> <p>CURSOS ON-LINE CONTABILIDADE TPICOS AVANADOS PROFESSORES VELTER E MISSAGIA</p> <p>motivo, a depreciao deve ser expurgada (somada) ao resultado do exerccio para a obteno do resultado ajustado (art. 188, I-a).</p> <p>07- aumento do capital social em R$ 4.000,00, com realizao em dinheiro; Trata-se de uma origem de recursos clssica (art. 188, I-b), pois o aumento do capital social veio em forma de aumento do ativo circulante (caixa)</p> <p>08- venda, a vista, de equipamentos usados por R$ 2.000,00, baixando-se um custo de alienao de R$ 1.200,00; O lanamento : D Caixa C Equipamentos (AP) C Resultado no-operacional R$ 2.000,00 R$ 1.200,00 R$ 800,00</p> <p>A operao acima deve-ser contabilizada como origem de R$ R$ 2.000,00, pelo valor da venda dos bens do ativo permanente (art. 188, I-c), assim como os R$ 800,00 de lucro na operao devem ser lanados no resultado, porm deduzidos como ajuste.</p> <p>09- pagamento de despesas gerais no valor de R$ 700,00; Lanamento: D Despesas Gerais C Caixa R$ 700,00 R$ 700,00</p> <p>www.pontodosconcursos.com.br</p> <p>10</p> <p>CURSOS ON-LINE CONTABILIDADE TPICOS AVANADOS PROFESSORES VELTER E MISSAGIA</p> <p>O valor ser lanado no resultado.</p> <p>10-</p> <p>aumento</p> <p>do</p> <p>capital</p> <p>social</p> <p>em</p> <p>R$</p> <p>5.000,00</p> <p>para</p> <p>integralizao futura; Lanamento: D Capital a Realizar C Capital Social R$ 5.000,00 R$ 5.000,00</p> <p>Esse lanamento no afeta o CCL. No origem nem aplicao de recursos. No houve entrada de recursos na empresa se no houve a integralizao.</p> <p>11- aquisio de coligao acionria por R$ 25.000,00, para pagamento em 25 parcelas mensais, iguais, a partir de 30/11/x4; Parcelas de curto prazo (at 31/12/20x5): 14 x R$ 1.000,00 = R$ 14.000,00 Parcelas de longo prazo (a partir de 20x6): 11 x R$ 1.000,00 = R$ 11.000,00 Lanamento: D Aes de Coligadas C Valores a Pagar (PC) C Valores a Pagar (PELP)www.pontodosconcursos.com.br</p> <p>R$ 25.000,00 R$ 14.000,00 R$ 11.000,0011</p> <p>CURSOS ON-LINE CONTABILIDADE TPICOS AVANADOS PROFESSORES VELTER E MISSAGIA</p> <p>12- destinao do lucro do perodo, sendo: R$ 1.380,00 para imposto de renda; R$ 1.000,00 para reservas; e R$ 2.000,00 para pagamento de dividendos. O imposto de renda uma despesa para a empresa, reduzindo o resultado do exerccio em R$ 1.380,00 A constituio de reservas no afeta o CCL, pois o recurso sai do patrimnio Lquido (LPA) e continua no PL. A destinao dos dividendos uma aplicao de recursos (art. 188, II-a), pois o recurso sai do patrimnio lquido e vai para o passivo.</p> <p>Aps todas essas anlises individuais, ficou fcil contabilizar origens e aplicaes. Primeiramente, vamos contabilizar o resultado do exerccio:</p> <p>www.pontodosconcursos.com.br</p> <p>12</p> <p>CURSOS ON-LINE CONTABILIDADE TPICOS AVANADOS PROFESSORES VELTER E MISSAGIA</p> <p>Resultado do Exerccio (6) (9) (12) 3.000,00 15.000,00 700,00 1.380,00 1.280,00 800,00 (1) (5) (8)</p> <p>5.080,00 17.080,00 12.000,00</p> <p>Ajustando o resultado, teremos: RLE (+) Depreciao (-) Lucro nas vendas do AP (=) Resultado Ajustado para DOAR R$ 12.000,00 R$ 3.000,00 (R$ 800,00)</p> <p>R$ 14.200,00</p> <p>Contabilizando as origens e aplicaes, teremos:</p> <p>www.pontodosconcursos.com.br</p> <p>13</p> <p>CURSOS ON-LINE CONTABILIDADE TPICOS AVANADOS PROFESSORES VELTER E MISSAGIA</p> <p>ORIGENS (3) (7) (8) (11) (Res.) 64.000,00 40.000,00 4.000,00 12.000,00 2.000,00 25.000,00 11.000,00 14.200,00 2.000,00</p> <p>APLICAES (2) (4) (11) (12)</p> <p>95.200 79.000,00</p> <p>3</p> <p>Finalmente: Variao do CCL = Origens Aplicaes Variao do CCL = 95.200 79.000 = 16.200 (positiva) Houve um aumento do CCL de R$ 16.200,00 Resposta: Letra C</p> <p>Pessoal, vocs devem estar pensando: mas que questo enorme !!! Q...</p>