atps - matematica financeira

Download atps - matematica financeira

Post on 19-Jul-2016

70 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

atps de matematica financeira solicitada pela anhanguera

TRANSCRIPT

ATIVIDADES PRTICAS SUPERVISIONADAS MATEMTICA FINANCEIRA

ALUNOS:

BRUNO DE SOUZA RA: 442397 ISRAEL ALMEIDA RODRIGUES RA: 176835 ROSANE CAMPOS DA SILVA RA: 442580 WILLIANS RANGEL MATIOLI RA: 425649

TUTOR: FELIPE JOSE BENACHIOPROF. ESP: LEONARDO T. OTSUKAUNIVERSIDADE ANHANGUERA UNIDERP POLO MACE CEAD

SUMRIOINTRODUO .................................................................................................................................03Etapa 1-Regime de Capitalizao Simples ou Composta...................................................................04Estudo e utilizao da HP 12 C.........................................................................................................04Desafios Propostos Caso A..............................................................................................................05Concluso Caso A ...............................................................................................................................06Desafios Propostos Caso B...............................................................................................................07Etapa 2- Srie de Pagamentos de Uniforme........................................................................................07Srie Postecipadas, Srie Antecipadas e Srie Diferida.........................................................08Desafios Propostos Caso A...............................................................................................................09Resoluo do Caso A ..........................................................................................................................10Desafios Propostos Caso B..................................................................................................................11Situao I, II e III.................................................................................................................................12Etapa 3 - Conceitos de Taxas de Juros Compostos.............................................................................12Classificao de Taxas.........................................................................................................................13Desafios Caso A...............................................................................................................................13Resoluo Caso A.............................................................................................................................14Desafio Caso B ................................................................................................................................15Etapa 4 Conceitos de Amortizao de Emprstimo.........................................................................15Estudo e utilizao de Amortizao de Emprstimo............................................................................16Desafios Caso A................................................................................................................................17

Resoluo Caso A.............................................................................................................................18

Desafios Caso B................................................................................................................................19

Concluso.............................................................................................................................................20

Bibliografia...........................................................................................................................................21

INTRODUO

A Matemtica, temida por muitos e amada por poucos, est presente em nosso cotidiano, em todos os setores de nossas vidas, seja ela pessoal ou profissional.A cada etapa do trabalho fica visvel o quanto a matemtica fundamental em nossas vidas, principalmente para saber lidar com a parte financeira, seja ela nas interpretaes numricas ou pelos grficos. Muitas pessoas veem a Matemtica como algo exorbitante, algo incompreensvel, mas no pararam para refletir o quanto a usamos o tempo todo, seja numa receita, com dinheiro ou com as somas do dia a dia. Para uma melhor compreenso de um problema matemtico, devemos separ-lo por passos lgicos e resolve-los, usando tcnicas e teoremas que so resultados de anos de pesquisas e estudos. Sendo assim, podemos dizer que a Matemtica absolutamente fundamental para o desenvolvimento mental do indivduo, fazendo com que o mesmo desenvolva raciocnios e dedues lgicas para a resoluo dos problemas rotineiros ou os mais complexos. Diante disso, essa atividade tem por base expor alguns exemplos para facilitar a compreenso e para percebemos a necessidade do aproveitamento das funes matemticas, para uma transformao e formao humana em busca do conhecimento matemtico.

Etapa 01

Regime de capitao simples ou composta

O regime de capitao pode ser simples ou composta, para isso preciso que a taxa e tempo esteja em uma mesma base. Ento os percentuais (%) de taxas de juros podem variar em n dias, meses ou anos conforme a taxa de capitalizao. O procedimento tem sido feito em todos os exerccios, mas atualmente foi isolada somente a taxa.Chamamos de regime de capitalizao a maneira conforme evolui atravs de vrios perodos de tempo aos qual a taxa se refere.Sendo assim obtemos dois conceitos:A capitalizao Simples o regime que a taxa de juros incide somente atravs de um capital inicial, portanto em todos os perodos de aplicao, ento os juros sero sempre iguais ao produto do capital pela taxa de perodo.A capitalizao Composta o regime que a taxa de juros incide sobre o montante obtido no perodo para gerar juros no perodo anual. Calculadora HP12C como recurso.A calculadora HP12C veio para ajudar a solucionar facilmente clculos financeiros, sabemos que o aprendizado sobre a matemtica financeira no est ligado a calculadoras, mas podemos admitir que a tecnologia desta calculadora revolucionaria e muito importante para clculos sem erros.Inventada pela empresa Hewlett-Packard (HP), a calculadora financeira HP 12C uma calculadora financeira programvel, construda em 1981, que utiliza clculos envolvendo juros, amortizaes, valores presente e futuro, taxas de retorno, fluxos de caixa, porcentagem, etc. Uma calculadora excelente que possibilita que todos os financistas de calcular rapidamente qualquer anlise financeira.Porm, vrios fatores influenciam na dificuldade em que os profissionais e estudantes encontram na compra dessa calculadora, como complexidade em seu domnio e na demanda de tempo que ela exige para aprendizagem que, em alguns casos, exigem cursos especficos. Alm dessa dificuldade, outro fator influencivel o seu custo.

Passo 02

Caso ANa poca em que Marcelo e Ana se casaram, algumas dvidas impensadas foram contradas. Deslumbrados pelo grande dia usaram de forma impulsiva recursos de amigos e crditos pr-aprovados disponibilizados pelo banco em que mantinham uma conta corrente conjunta h mais de cinco anos. O vestido de noiva de Ana bem como o terno e os sapatos de Marcelo foram pagos em doze vezes de R$ 256,25 sem juros no carto de crdito. O Buffet contratado cobrou R$ 10.586,00, sendo que 25% deste valor deveria ser pago no ato da contratao do servio, e o valor restante deveria ser pago um ms aps a contratao. Na poca, o casal dispunha do valor da entrada, e o restante do pagamento do Buffet foi feito por meio de um emprstimo a juros compostos, concedido por um amigo de infncia do casal. O emprstimo com condies especiais (prazo e taxa de juros) se deu da seguinte forma: pagamento total de R$ 10.000,00 aps dez meses de o valor ser cedido pelo amigo. Os demais servios que foram contratados para a realizao do casamento foram pagos de uma s vez. Para tal pagamento, utilizaram parte do limite de cheque especial de que dispunham na conta corrente, totalizando um valor emprestado de R$ 6.893,17. Na poca, a taxa de juros do cheque especial era de 7,81% ao ms.

Segundo as informaes apresentadas, tem-se:I O valor pago por Marcelo e Ana para a realizao do casamento foi deR$ 19.968,17.II A taxa efetiva de remunerao do emprstimo concedido pelo amigo deMarcelo e Ana foi de 2,3342% ao ms.III O juro do cheque especial cobrado pelo banco em 10 dias, referente se aovalor emprestado de R$ 6.893,17, foi de R$ 358,91.

Caso A I.Alternativa A-I- Errada.

Caso A IIII A taxa concedida pelo amigo do casal foi de 2,3342% ao ms.Onde:PV = 7939,50;FV = 10.000,00;N = 10;Meses = 2,3342%Alternativa A-II- Correta.

Caso A IIIIII o juro cobrado pelo banco do cheque especial dentro de 10 dias, referente ao valor emprestado de R$ 6.893,17, foi de R$ 358,91.Onde:

PV = 6893,17; 1n; 2i; 6 FV = 7072,39. Logo o juro pago pelo cheque especial foi de R$ 179,22.Alternativa A-III- Errada.

Caso BMarcelo e Ana pagariam mais juros se, em vez de utilizar o cheque especial disponibilizado pelo banco no pagamento de R$ 6.893,17, o casal tivesse optado por emprestar de seu amigo a mesma quantia a uma taxa de juros compostos de 7,81% ao ms, pelo mesmo perodo de 10 dias de utilizao.6893,17PV 0 3n 7,81 FV = 7050,45Logo o juros seria de R$ 157,28, que em relao aos juros do cheque especial que foi de R$ 179,75, no entanto devemos levar em considerao que n tambm menor.Alternativa B-I- Errada.

Passo 3Caso A as afirmaes so: Errada, Certa e Errada, portanto associamos ao nmero 3.Caso B a alternativa est errada, portanto nmero 1.

Etapa 02

Serie de pagamentos Uniformes Postecipados e Antecipados

So vrias formas de poupana e consumo atravs de planejamento e planos que se adaptam aos diversos oramentos. Vrios estudos de serie nos fornecem instrume