atps - matemática aplicada

Download ATPS - matemática aplicada

Post on 31-Jul-2015

3.638 views

Category:

Documents

13 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Universidade Anhanguera Uniderp Centro de Educao a Distncia CURSO: ADMINISTRAO 3 SEMESTRE MATEMTICA APLICADA ADMINISTRAO, ECONOMIA E CONTABILIDADE

Alexandre Bastos dos Santos RA 285817 ADM Joedson Cabrini Alvarenga RA 300988 ADM Leda Maria dos Santos Pereira Boone RA 290282 - ADM Luiz Cesar Xavier RA 294020 ADM Sandryelle Christina da Silva Corra RA 336128 ADM Silvana das Neves Rosa Reis - RA 290281- ADM ATIVIDADES PRTICAS SUPERVISIONADAS - MATEMTICA APLICADA PROFESSOR TUTOR: ENIR LUIZ DE BARROS PROFESSORA EAD: IVONETE MELO DE CARVALHO VITRIA/ES, 15 DE ABRIL DE 2.012.

Neste desafio abordaremos os principais contedos e conceitos relacionados matemtica aplicada a administrao, e alguns exemplos prticos que envolvem as funes estudadas em sala de aula, desenvolver raciocnio lgico, crtico e analtico, reconhecer e definir problemas, equacionar solues, pensar estrategicamente. Palavras-chave: profisses, funo, exemplos, conceitos1

Sumrio Introduo.............................................................................................................................3 Etapa 1...................................................................................................................................4 1.1 Profisses........................................................................................................................4 2.1 Mdico Infectologista......................................................................................................4 3.1 Entrevista com mdica especialista em Infectologia........................................................6 Etapa 2.....................................................................................................................................7 Histria das descobertas dos conceitos bsicos da matemtica ..............................................7 2. Passo 2 Exerccios............................................................................................................22 Etapa 3....................................................................................................................................25 1. Passo 1 equaes polinomiais...........................................................................................25 Algumas aplicaes.................................................................................................................26 Fractais.....................................................................................................................................26 Geometria.................................................................................................................................26 2. Passo 2..................................................................................................................................28 Resolver as seguintes situaes-problemas...............................................................................28 Etapa 4 1.Passo 1...................................................................................................................29 Geometria Analtica..................................................................................................................29 2.Passo 2....................................................................................................................................38 Resolver as seguintes situaes-problemas...............................................................................38 3. Passo 3 Diferenciao Implcita.........................................................................................40 Referncias Bibliogrficas........................................................................................................422

INTRODUO Se perguntarmos por que esta disciplina; a matemtica est includa na administrao? muito interessante fazermos uma anlise deste fato, pois atravs de matrias e artigos sobre a matemtica aplicada na administrao, conclumos que a mesma est profundamente inserida na administrao, assim como faz parte de nosso cotidiano. Fica claramente definido que a matemtica contribui bastante para o administrador proporcionando a ele novas tcnicas de planejamento, sejam no controle de finanas, na produo, na comercializao, negociaes, ate mesmo na rea de recursos humanos e em processo que envolve a administrao em geral, bem como no desenvolvimento de seu raciocnio lgico. formidvel o apoio e as atividades exercidas que estimulam o raciocnio lgico e critico, dentro de variados problemas. Tem como base a idia de selecionar melhor tomada de deciso para diminuir riscos que podem afetar o futuro, a curto ou longo prazo. Problemas existem e sempre vo existir, e em dos objetivos da matemtica tornar o mtodo de tomada decises mais racional possvel, para a resoluo de problemas. No entendimento dos fatos, conclumos que a matemtica tem como objetivo capacitar o administrador a formular o problema, estabelecer as regras a serem aplicadas para conduzir ao melhor resultado. O administrador pode contar com a ajuda significante da tecnologia de informao para o processamento de dados, produzindo informao, que ajudar a visualizar e analisar grficos, projetos, relatrios, simulao de vendas, planejamentos das despesas, anlise de receita, demanda, oferta custos, margens de lucro, etc. O fato de voc ter se formado levando a srio o seu Curso de Administrao que o segundo melhor curso valorizado do mundo, em um ambiente de pesquisa, de ter sido habituado a questionar, buscar novas solues, verificar suas idias e compar-las com as de outros ser uma vantagem no mercado de trabalho (empresas de consultoria, por exemplo). Voc estar mais bem preparado para enfrentar os desafios de seu futuro profissional do que algum que recebeu apenas treinamento tcnico. As tcnicas esto mudando a cada instante; o que hoje a ltima palavra estar, em poucos anos, completamente superado. Para ser bem sucedido no mercado de trabalho preciso estar preparado para sempre aprender mais durante toda a vida (FORMAO CONTINUADA).

3

ETAPA 1 Pesquisa realizada nos jornais A Gazeta e A Tribuna (01/03 a 24/03/2012) 1. Passo 1 1.1 Profisses 1 - Cirurgies-dentistas: 26% 2 Mdicos: 24% (Pediatra, cardiologista, clinica geral, endocrinologista e infectologista). 3 Engenheiros: 07% (engenheiro do trabalho, civil e agrnomo). 4 Administrador: 6% 5 Advogados: 4% 6 - Profissionais em RH: 7% (analistas e gerentes) 7 Gerentes: 4% ( nas reas de venda e segurana) 8 Contador: 4% 9 Professor: 6% 10 Nutricionista: 6% 2. Passo 2 2.1 Mdico Infectologista Infectologia a rea do conhecimento mdico que se ocupa do estudo das doenas causada por microrganismos, sejam eles bactrias, vrus, protozorios, helmintos entre outros. A infectologia uma especialidade mdica, reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina, tendo trs reas de atuao: Infectologia hospitalar, infectologia peditrica e medicina de viagem. O infectologista atua na preveno primria (educao em sade, vacinao etc.), e na preveno secundria (tratamento de doenas infecciosas e preveno de incapacidade causada por estas doenas). O foco do infectologista na preveno de doenas ou agravos ocasionados por agentes infecciosos e animais peonhentos.4

Um mdico geral pode ter especializao em Infectologia, como um Infectologista pode estar especializado em Medicina Geral, podendo analisar o paciente em vrios aspectos. Atualmente as doenas infecciosas so responsveis por grande parte das consultas mdicas ambulatoriais e em pronto-socorro. No entanto, devido carncia de infectologistas em algumas regies e falta de informao da populao sobre o papel do infectologista, a grande maioria desses pacientes atendida por mdicos de outras especialidades. Por ser um especialista acostumado a lidar com doenas localizadas nos mais variados rgos do corpo, em geral o infectologista tambm tem uma viso global do paciente, tambm freqentemente exercendo a prtica de clnica geral. O papel do infectologista est dividido em quatro grandes reas: - Controlar e assistir a infeces hospitalares. - Tratamento e anlise de doenas infecciosas. - Imunizao (vacinao) - Aconselhamento no uso de antibiticos. A grande parte dos pacientes que esto febris tem uma doena infecciosa subjacente. Porm a febre tambm pode ocorrer devido a outras doenas, como reumatolgicas ou neoplsicas (cncer). E nesses poucos casos o infectologista encaminha o paciente para o especialista na rea. CCIH A atuao na preveno de doenas transmissveis uma das atividades mais nobres do mdico infectologista. Por meio da avaliao clnica pormenorizada, considerando as particularidades do cliente, os riscos e os mecanismos de transmisso das doenas, o mdico indica medidas de preveno como cuidados bsicos, vacinas e medicamentos, se forem o caso. Profissional atuante nas comisses de controle de infeces hospitalares, o infectologista concentra os esforos para a preveno destes agravos e a interrupo precoce de surtos dentro de ambientes hospitalares. Nos melhores hospitais e estabelecimentos de sade, h um ou mais mdicos infectologistas no corpo clnico, atuando na reduo dos riscos. No campo da biossegurana, o especialista apresenta elevado conhecimento na preveno e tratamento a agentes biolgicos no ambiente de trabalho.5

Recentemente, o especialista tem sido cada vez mais requisitado para dar orientaes viajante com o objetivo de prevenir doenas relacionadas s viagens, sobretudo quando o destino por locais mais distantes ou exticos. O infectologista o melhor profissional para proporcionar uma viagem segura, avaliando o cliente antes do embarque, atuando como mdico de referncia bilnge para discusso com outros colegas estrangeiros e avaliando a integridade da sade do cliente na ocasio do retorno. Este novo campo de atuao conhecido como medicina de viagem. O desconhecimento sobre o campo de atuao do mdico infectologista faz com que, na maioria das vezes, a populao procure outras especialidades mdicas quando acometida po