atps gestão qualidade completa

Download Atps gestão qualidade completa

Post on 24-Jul-2016

228 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Atps - Gestão da Qualidade

TRANSCRIPT

ADMINISTRAO

Nomes: RA:

Ana Carolina Barros Altafini 5212964195Bruna Andrade de Gois 5670146225Bruna Gonalves 5664140456Daiane Ferreira de Andrade 5666128494Jennifer de Carvalho 5209955627Renata Mariano 3772749803Talita Neres dos Santos 5670148263Tayna Ferreira Nascimento 5631982578

Santo Andr 2015INTRODUO

Este trabalho apresenta um breve conhecimento sobre a gesto da qualidade, ela pode ser definida como qualquer atividade coordenada para dirigir organizaes e que possibilita a melhoria em processos. A qualidade geralmente medida e avaliada de acordo com as certificaes que as empresas possuem (certificado de ISO 9000,9001, 14001 etc.)Abordagem sistmica: Um resultado desejado alcanado mais eficientemente quando as atividades e os recursos relacionados so gerenciados como um processo.Focalizao no cliente: Organizaes dependem de seus clientes e, portanto, convm que entendam as necessidades atuais e futuras do cliente.Melhoria continua: a melhoria contnua do desempenho global da organizao seja o seu objetivo permanente.

ETAPA 1

PASSO 2

TABELA 1

Evoluo da Qualidade

EraPrincipais CaractersticasnfaseMtodosResponsvel pela Qualidade

InspeoVerificaoUniformidade do produtoInspeo de MedioO Departamento da Inspeo

Controle Estatstico do ProcessoControleUniformidade do produto com menos inspeoFerramentas e Tcnicas EstatsticasOs departamentos de fabricao e engenharia (o controle da qualidade)

Garantia da QualidadeCoordenaoToda cadeia de fabricao, desde o projeto at o mercado, e a contribuio de todos os grupos funcionais para impedir falhas de qualidadeProgramas e SistemasTodos os departamentos, com a alta administrao se envolvendo superficialmente no planejamento e na execuo das diretrizes da qualidade

Gesto Total da QualidadeImpacto EstratgicoAs necessidades de mercado e do clientePlanejamento estratgico, estabelecimento de objetivos e a mobilizao da organizaoTodos na empresa, com a alta administrao exercendo forte liderana

TABELA 2Abordagem da Qualidade e suas Caractersticas

Abordagem Caractersticas da Abordagem

TranscendentalQualidade sinnimo da excelncia inata. absoluta e universalmentereconhecvel.Dificuldade: pouca orientaoprtica.

Baseada no produtoQualidade uma varivel precisae mensurvel, oriunda dos atributos do produto.Corolrios: melhor qualidade s com maior custo.Dificuldade: nem sempre existe uma correspondncia ntida entre os atributos do produto e a qualidade.

Baseada no usurioQualidade uma varivel subjetiva.Produtos de melhor qualidadeatendem melhor aos desejos do consumidor.Dificuldade: Agregar preferncias e distinguir atributos quemaximizam a satisfao.

Baseada na produoQualidade uma varivel precisa e mensurvel, oriundado grau de conformidade do planejado com o executado.Esta abordagem d nfasea ferramentas estatsticas(Controle do Processo)

Ponto fraco: Foco na eficincia, no na eficcia.

Baseada no valorAbordagem de difcil aplicao,pois mistura dois conceitos distintos: Excelncia e valor,destacando os trade-off qualidadex preo.Esta abordagem d nfase Engenharia/ Anlise de Valor - EAV.

PASSO 3 EVOLUO DA QUALIDADEO conceito da qualidade tem evoludo, com transformaes fundamentais para a histria moderna, sendo o Sc. XX a idade da Qualidade.A qualidade tem existido desde os tempos em que os chefes tribais, reis e faras governavam. Inspetores aceitavam ou rejeitavam os produtos se estes no cumpriam as especificaes governamentais.O movimento da qualidade tem contribudo de forma marcante at os dias atuais na obteno das vantagens competitivas junto s empresas. As mudanas tiveram suas etapas,no ano de 1900 Um trabalhador ou um grupo pequeno era responsvel pela fabricao do produto por inteiro, permitindo que cada um controlasse a qualidade de seu servio, surgiu tambm com a finalidade de verificar se os materiais, peas, componentes, ferramentas e outros esto de acordo com os padres estabelecidos. Deste modo seu objetivo detectar os problemas nas organizaes. No ano de 1937 surgiu a finalidade de verificar se os materiais, peas, componentes, ferramentas e outros esto de acordo com os padres estabelecidos. Deste modo seu objetivo detectar os problemas nas organizaes.Numa produo sempre ocorre uma variao de matria-prima, operrios, equipamentos etc. A questo no era distinguir a variao e sim como separar as variaes aceitveis daquelas que indicassem problemas. Deste modo surgiu o Controle Estatstico da Qualidade, no sentido de prevenir e atacar os problemas. Surgiram tambm as sete ferramentas bsicas da qualidade na utilizao da produo: Fluxograma, Folha de Verificao, Diagrama de Pareto, Diagrama de Causa e Efeito, Histograma, Diagrama de Disperso e Carta de Controle. Esta etapa permaneceu restrita s reas de produo e ao nvel de cho de fbrica, se desenvolveu de forma lenta e aplicada nas organizaes at os dias de hoje. A qualidade passou de um mtodo restrito para um mais amplo, o gerenciamento. Mas ainda continuou com seu objetivo principal de prevenir e atacar os problemas, apesar de os instrumentos se expandirem alm da estatstica, tais como: quantificao dos custos da qualidade, controle da qualidade, engenharia da confiabilidade e zero defeito. Segundo Ferreira (1994), a qualidade passa para outra etapa, a Viso Estratgica Global, com o objetivo da sobrevivncia da empresa e competitividade em termos mundiais para atender as grandes transformaes que vm ocorrendo no mercado.

ETAPA 2PASSO 2 ALGUMAS DAS CARACTERSTICAS MAIS RELEVANTES DA GESTO PARA A QUALIDADE TOTAL SO AS SEGUINTES: Focalizao noCliente: o grande objetivo daGQT o aumento daqualidadepercebida pelo cliente, ou seja, qualquer melhoria introduzida tem sempre em vista a melhor satisfao das necessidadesdos seusclientes. Ferramentas: algumas das principais ferramentas utilizadas pelaGQTso os grficos de acompanhamento e de controlo desenvolvidos por W. Eduards Deming, osdiagramas causa-efeitoe obenchmarking. Participao de Todos: um processo que envolve um elevado grau de participao de todos os membros daorganizao, qualquer que seja o seu nvel hierrquico.

PASSO 3 - SEIS SIGMA Definio de Seis SigmaDe uma forma bem simples pode-se dizer que, Seis Sigmas o conjunto de prticas desenvolvidaspara maximizar o desempenho dos processos dentro da empresa, eliminando os seus defeitos e asno conformidadesde acordo com as especificaes de fbrica.O processo dos programas Seis Sigma no pode ser explicado apenas pela utilizao exaustiva de ferramentas estatsticas, mas tambm pelo gerenciamento por processos e diretrizes, mantendo o foco nos clientes, nos processos crticos e nos resultados da empresa.A gesto de qualidade Seis Sigma caracterizada por uma abordagem sistmica e intenso pensamento estatstico, que tem como objetivo reduzir a variabilidade alm de aumentar a lucratividade das organizaes, por meio da otimizao de produtos e processos, buscando sempre a satisfao dos consumidores.

Quais as perspectiva estratgicas dos Seis Sigmas?Promover alinhamento da rea da qualidade com as estratgias de negcio da organizao. Esse desdobramento feito atravs do alinhamento estratgico dos projetos Seis Sigma que composto como base da pirmide o projeto, seguido do portfolio e por fim a estratgia como o topo da pirmide.

Quais as caracterizaes dos projetos Seis Sigma?Com o intuito de diferenciar as caractersticas crticas para qualidade oriundas das demandas do mercado, so utilizadas as seguintes convenes, caractersticas crticas para qualidade externa (CTQex) e interna (CTQin). Assim, devem-se estabelecer alguns crivos para seleo dos projetos, seguindo algumas etapas:Identificar as CTQ internas e externasIdentificar lacunas de desempenhoDeterminar se o escopo e a amplitude do projeto so gerenciveisDeterminar a viabilidade do projetoO projeto Seis Sigma s formalmente iniciado depois da concluso de um estudo de viabilidade, embora nem sempre seja obrigatrio. Em outros casos, uma avaliao especializada pode ser requerida, utilizando outras unidades dentro da organizao.

A equipe Seis Sigma e seus papis.O Executivo lder: o responsvel pela implantao do Seis Sigmas, cabe ao lder analisar os resultados, verificando os benefcios financeiros alcanados pelo projeto.O campeo: Deve compreender as teorias, os princpios e as prticas do Seis Sigma, sendo capaz de pavimentar o caminho para mudanas organizacionais necessrios.Master Black Belts: Ajuda o campeo na escolha e no treinamento de novos projetos de melhoria, oferecendo liderana tcnica no preparo dos profissionaisBlack Belts: Respondem aos Master Black Belts e lideram equipes na conduo do projeto Seis Sigma mster, a eles so necessrias habilidades como iniciativa, liderana, motivao conhecimentos tcnicos entre outros.Green Belts: So profissionais parcialmente envolvidos com as atividades, auxiliam aos Black Belts na coleta de dados e desenvolvimento de experimentos, bem como lideram pequenos projetos de melhoria nas suas reas de atuao.

O Modelo DMAICO programa visa aperfeioamento do processo por meio da seleo correta de processos que possam melhorados e das pessoas serem treinadas para obter resultados. O aperfeioamento do processo, denominado DMAIC passa por cinco fases.D- (DEFINE) Definir as prioridadesConsistem em definir quais so os requisitos dos clientes e traduzir essas necessidades em caractersticas crticas para qualidadeM- (MEASURE) Medir o processo e sua execuoO sistema de medio utilizado para realizar as medies deve ser adequado para atender as necessidades do processo. Em seguida a equipe coleta dados do proce