atps gestão de qualidade grupo 5

Download Atps gestão de qualidade grupo 5

Post on 23-Jul-2016

220 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

ETAPA 1 Aula-tema: Introdução a Gestão da Qualidade Histórico. Perspectiva Estratégica da Qualidade - Significado e Fator de Liderança Estratégica. ETAPA 2 Aula-tema: Gestão da Qualidade Total e Modelos de Excelência em Desempenho Organizacional. Modelo Seis Sigma.

TRANSCRIPT

CENTRO UNIVERSITARIO ANHAGUERA CAMPOS II SANTO ANDR

Curso: AdministraoProfessor Roberto CarlosATPS ATIVIDADES PRTICAS SUPERVISIONADASGESTO DA QUALIDADE.

Acadmicos:Ademilson Vieira do Prado RA: 6820483564Adriana da conceio Euzbio RA: 4200080628Camila Sather de Lima RA: 5628101444Jennifer Caroline vila RA: 5650989506Karina Ribeiro de Carvalho RA: 5817149158Luana Aparecida Greque RA: 5640125547Nadini Machado RA: 5202931081Tamires Lopes RA: 5644125179

Santo Andr, 8 de Outubro de 2015.

Etapa 1 Passo 2 - Introduo a Gesto da Qualidade Histrica. Perspectiva Estratgica da Qualidade - Significado e Fator de Liderana Estratgica.

Tabela 1 Evoluo da QualidadeEraPrincipais caractersticasnfaseMtodos

Responsabilidade pela qualidade

Era da InspeoVerificaoUniformidade do ProdutoInspeo de Medio.O departamento de inspeo

Era do Controle Estatstico da QualidadeControle, um problema a ser resolvido.

Uniformidade do produto com menos inspeo.

Ferramentas e tcnicas Estatsticas.Os departamentos de fabricao e engenharia (o controle da qualidade)

Garantia da qualidadeCoordenao.Um problema a ser resolvido, mas que enfrentado pro ativamente.Toda cadeia de fabricao desde o projeto at o mercado, e a contribuio de todos os grupos funcionais para impedir falhas de qualidade.Programas e sistemas.Todos os departamentos com a alta administrao se envolvendo superficialmente no planejamento e na execuo das diretrizes da qualidade.

Gesto Total da qualidadeImpacto estratgico.

As necessidades do mercado e do cliente.Planejamento Estratgico, objetivos definidos e a participao da organizao.Todos na empresa, com a alta administrao exercendo forte liderana.

Tabela 2 Abordagem da Qualidade e suas CaractersticasAbordagemCaractersticas da Abordagem

TranscendentalQualidade sinnimo de excelncia inata. absoluta e universalmente reconhecvel.Dificuldade: Pouca orientao prtica

Baseado no produtoQualidade uma varivel precisa e mensurvel, oriunda dos atributos do produto.Corolrios: melhor qualidade s com maior custo.Dificuldade: agregar preferencias e distinguir atributos que maximizam a satisfao.

Baseada no usurioQualidade uma varivel subjetiva.Produtos de melhor qualidade atendem melhor aos desejos do consumidor.Dificuldade: agregar preferencias e distinguir atributos que maximizam a satisfao.

Baseada na ProduoQualidade uma varivel precisa e mensurvel, oriunda do grau de conformidade do planejado com o executado. Esta abordagem d nfase a ferramentas estatsticas (Controle do Processo).Ponto Fraco: foco na eficincia, no na eficcia.

Baseada no ValorAbordagem de difcil aplicao, pois mistura dois conceitos distintos: excelncia e valor, destacando os trade-off qualidade x preo. Esta abordagem d nfase engenharia/Anlise de Valor - EAV.

Etapa 1 Passo 3 - A evoluo da qualidade e seus pensadores:

Qualidade a diminuio das perdas geradas por um produto, desde a produo at seu uso pelos clientes. Segundo o Eng. Genichi Taguchi.

A evoluo da qualidade comeo aps a segunda guerra mundial onde os ncleos de organizaes foram desafiados a satisfazer as necessidades dos seus clientes, por vrios anos as empresas obteve gastos nas tentativas de descobrir determinados defeitos de seus produtos, de tal forma pode se dizer que o conceito de qualidade vem evoluindo bastante nas ultimas dcadas.Uma vez que na poca, a nfase na qualidade significava apenas a capacidade de o produto estar de acordo com as especificaes tcnicas e j hoje em dia so consideradas de acordo com as varias eras que foram construdas no decorrer de sua evoluo das quais podemos citar:

Inspeo: No sistema de produo artesanal, onde o operador era o prprio arteso, ele era o responsvel por todas as etapas da produo, inclusive a comercializao. Sendo o contato direto com o mercado consumidor, isso proporcionava ao operador (arteso) ter uma viso das necessidades de seus clientes, possibilitando a confeco de peas sob medida para atender um desejo especfico. Este perodo perdurou at fins do sculo XIX. Nesse perodo a qualidade se restringia ao produto acabado, no produzindo Qualidade, mas apenas indicando defeitos. Os consumidores acabavam inspecionando os bens e servios.

Controle Estatstico do Processo: Com o aparecimento da produo em massa, surge o Controle Estatstico (CEP), a introduo de tcnicas de amostragem, e procedimentos com base estatstica e o setor de Controle da Qualidade. Sistemas da Qualidade comeam a ser Introduzidos (Anos 30 EUA; Anos 40 Japo). O principal mtodo dessa era o controle, no qual os produtos eram verificados no ato de sua produo, ou seja, na sua linha de produo, buscando atingir uma uniformidade do produto com menos inspeo para isso foram obtidos mtodos ferramentas estatstico com isso surgiu o departamento responsvel de fabricao e engenharia do produto. Garantia da qualidade: Na garantia da qualidade nossa principal caracterstica a coordenao, utilizada para todos os funcionrios estejam adaptados a produzirem certos produtos para que haja cooperao deste o projeto ao mercado e para que os produtos sejam fabricados sem nenhuma falha. Para tal resultado programas de sistemas so essencialmente necessrios para que haja extrema coordenao dos produtos. Nesta era todos os departamentos so envolvidos e ficam a par do que acontecem superficialmente na linha de produoCom o enfoque sistmico, a qualidade passa a abranger todos os setores da empresa, tratando de aspectos administrativos, tcnicos e organizacionais, e a depender no somente de dados estatsticas ou de clculos de engenheiros, mas tambm de sociologia, psicologia, economia, educao, cincias jurdicas, informtica, dentre outros aspectos. Tal viso sistmica foi incorporada s organizaes, por se tratar de um perodo ps-guerra, onde as preocupaes humanitrias giravam em torno de exigncias por parte dos consumidores de maiores garantias e responsabilidades das empresas. Ento, esses conceitos passaram a ser adotados, principalmente, por indstrias de elevada complexidade. Na dcada de 50 foi desenvolvido o conceito de Garantia de Qualidade, onde, segundo o Glossrio American Society for Quality Control - ASQC (1983) so todas as aes planejadas ou sistemticas necessrias para proporcionar adequada confiana de que o produto ou servio satisfaa as necessidades estabelecidas, e isso exigiu das empresas a utilizao de rgidos controles para fornecimento ao mercado consumidor. Uma empresa fornecer Garantia de Qualidade era o mesmo que fornecer proteo contra problemas que possam vir a existir por meio de alertas.A partir do esforo para a reconstruo do Japo ps-guerra, a indstria nipnica surpreendeu o ocidente ganhando a liderana em diversos setores. Com os conceitos da Qualidade Total arragaidos em sua cultura, o Japo utilizou deu incio a retomada de sua economia e tornou esta a sua principal estratgia para sobrevivncia e competio. A partir da dcada de 60 o Japo passou a ser modelo em gerenciamento da qualidade, deixando para o passado a imagem de fabricante de produtos ordinrios. Surgiram, ento, alguns autores de imponncia (Ishikawa, Kondo, Kusaba, Mizumo, etc), que promoveram distines do enfoque ocidental dado qualidade e batizaram-no de Controle de Qualidade por Toda a Empresa (CWQC, sigla do ingls: Company Wide Quality Control, tambm conhecido no Brasil como CQAE - Controle de Qualidade Amplo Empresarial). No Japo se utiliza como sinnimos as siglas CWQC e TQC.O Japo se rendeu ao CWQC e utilizou todos os seus elementos para poder proporcionar o crescimento econmico dessa atual potencial mundial. Os principais elementos so: nfase no treinamento e no ensino; Aplicao de mtodos estatsticos; Participao de todos os trabalhadores, inclusive dos gerentes de nveis altos; Aperfeioamento contnuo da qualidade (Kaizen); Envolvimento de fornecedores no processo de Qualidade Total; Utilizao do sistema de produo Just-in-Time; Incentivos atravs de prmios; Adoo de auditorias da qualidade constantes.Gesto total da qualidade: utilizado impactos estratgicos, ou seja, tudo aquilo que vai ser produzido e analisado devidamente para que a necessidade do mercado ao cliente sejam satisfeito com tudo os mtodos de planejamento estratgico ficam em alta juntamente com mobilizao da organizao para isso demandado para que todos do departamento exercem forte liderana.

Hoje em dia quando falamos de qualidade no podemos considerar apenas o controle da qualidade fsica do produto ou a inspeo do produto final e sim em toda trajetria que ele faz juntamente com a qualidade deste produto e servios colocados a nossa disposio, visando assegurar as necessidades dos clientes interno e externo sejam atendidas e satisfeitas.Na dcada de 50 surge uma nova filosofia gerencial, marcando o deslocamento da anlise do produto ou servio para a concepo de um Sistema da Qualidade. A Qualidade deixa de ser um aspecto do produto e responsabilidade apenas de um departamento e passa a ser uma atribuio de toda a organizao (PDCA).Na dcada de 80 em diante, com vistas sobrevivncia das empresas e considerao a sociedade mais competitiva, o Planejamento Estratgico se consolida atrelado s novas tcnicas de gesto e impacto da Qualidade sobre todo o mercado. A Excelncia da Qualidade a nova ordem das organizaes.E para mantermos a produtividade tambm imprescindvel que no deixemos a falta de Qualidade impactar negativamente. Devemos ento levar em considerao os seguintes fatores: Deficincias na capacitao dos recursos humanos quanto aos conceitos e premissas do SGQ; Modelos gerenciais que no geram motivao fora de trabalho; Tomada de decises no sustentadas adequadamente por fatos e dados gerados pelo prprio SGQ; Posturas e atitudes que no promovem melhoria contnua dos processos.A Gesto da Qualidade precisa ser entendida como uma filosofia que exige mudanas de atitudes e comportamento, visando: A mudana de cultura da Organizao como um todo; A desc