atps - atps literatura infantil-para entrega

Download ATPS - ATPS Literatura Infantil-Para Entrega

Post on 03-Dec-2015

6 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

ATPS - ATPS Literatura Infantil-Para Entrega

TRANSCRIPT

Slide 1

Universidade Anhanguera UNIDERPCentro de Educao Distncia - Polo GuaicuruCurso: Pedagogia LicenciaturaLiteratura Infantil5 SemestreAndria Lima de Frana RA 443229Aparecida Rosa da Silva RA 407718Marcia Almerinda Freire Nogueira RA 440529Rbia Carrilho de Oliveira RA 440530Suzana Mesquita Vilharva RA 438494Tutora Presencial: Adolmira da Cunha PereiraCampo Grande/MSMaio-2015

Andria Lima de Frana RA 443229Aparecida Rosa da Silva RA 407718Marcia Almerinda Freire Nogueira RA 440529Rbia Carrilho de Oliveira RA 440530Suzana Mesquita Vilharva RA 438494Tutora Presencial: Adolmira da Cunha PereiraCampo Grande/MSMaio-2015

Universidade Anhanguera UNIDERPCentro de Educao Distncia - Polo GuaicuruCurso: Pedagogia LicenciaturaLiteratura InfantilSumrioIntroduo...............................................................................................................................................4A Literatura Infantil e seus Caminhos....................................................................................................5A Importncia do Trabalho Educativo com Ilustraes de Livros de Literatura Infantil.......................6A Literatura Crtica da Literatura Infantil..............................................................................................8Sntese da Chapeuzinho Vermelho.......................................................................................................10Sntese da Garota da Capa Vermelha e Deu a Louca na Chapeuzinho................................................11Sntese da Cigarra e a Formiga............................................................................................................12Da Teoria a Anlise do Texto...............................................................................................................13Reconta da Histria Os trs Porquinhos...............................................................................................15Consideraes Finais............................................................................................................................19Referncias Bibliogrficas...................................................................................................................203IntroduoO trabalho a seguir mostra que a literatura o principal veculo para a aquisio da leitura e escrita e que as crianas esto voltando a hbito da leitura, com o incentivo dos professores os alunos esto retomando o interesse e o gosto pela leitura.Com o auxilio dos professores levando livros com imagens provocando o interesse desses alunos pelos livros, pois as imagens alm de chamar a ateno o aluno reconta a histria atravs da mesma, ou seja o aluno pensa, cria e recria e assim acaba aprendendo a gostar da leitura. Observando na escolha do tema para trabalhar de maneira eficaz.As histrias como contos da chapeuzinho vermelho mostra que atravs da histria de como o pedagogo deve trabalhar em vrias reas com os alunos , alertando para alguns problemas ou no caso das fbulas auxiliando a maneira correta de agir perante a sociedade.4A Literatura Infantil e seus CaminhosAo estudarmos a histria das culturas e o modo pelo qual elas foram sendo transmitidas de gerao para gerao, verificamos que a literatura foi seu principal veculo. Literatura oral ou literatura escrita foram as principais formas pelas quais recebemos a herana da Tradio que nos cabe transformar, tal qual outros o fizeram, antes de ns, com os valores herdados e por sua vez renovados. Na escola as crianas so estimuladas ao exerccio da mente a percepo real em suas mltiplas significaes , a conscincia do eu em relao ao outro, a leitura por sua vez ajuda na expresso verbal e oral. A literatura ajuda na formao do intelecto da criana e o professor precisa acompanhar essa formao que por sua vez vai se transformando o conhecimento de conscincia e do mundo, orientando em trs direes principais: da literatura (como leitor atento, da realidade social que o cerca) como cidado (consciente da gelia geral dominante e de suas possveis causas) e da docncia ( como profissional competente).A literatura infantil a arte: fenmeno de criatividade que representa o mundo, o homem, a vida, atravs da palavra. A criana imagina, sonha cria e recria a histria em que ela gostaria de ser a protagonista.

5A Importncia do Trabalho Educativo com Ilustraes de Livros de Literatura InfantilAs pesquisas no mbito da psicanlise ligada pedagogia , provaram que a linguagem das imagens era um dos mediadores mais eficazes para estabelecer relaes de prazer, descoberta ou de conhecimento entre a criana e o mundo das formas, seres e coisas que rodeiam e que mal comea explorar.Por sua vez pedagogos e educadores empenharam-se em criar atividades didticas que levassem a criana a uma participao mais ativa no processo de sua prpria educao. Os livros com imagens devem provocar conhecimento ou reconhecimento de objetos ou seres, familiares criana, em seu cotidiano real e comum: brinquedos, mveis, recantos de habilitao, bichos, alimentos .Quando esta produo chega s mos do leitor infantil rompe a linearidade, produz sintagmas visuais indeterminados, at mesmo imperceptveis, na medida em que acolhido pelo pensamento imaginrio do leitor.

67Com a leitura da imagem sob muitos ngulos, abarcando-os em diferentes repertrios, estabelecendo relaes variadas, capazes de ensinar a pensar e gerar autonomia intelectual nas novas geraes. Auxiliando no desenvolvimento cognitivo, cultural e artstico deste leitor. Admite-se, ainda, que esse domnio proporcione a transformao social.A maioria dos livros infantis tem ilustraes, recursos grficos dos mais variados, materiais diversos e estilos diversificados, portadores de histrias tradicionais ou contos modernos, so capazes de prender a ateno do pequeno leitor e abrir portas para o universo mgico e misterioso da leitura, o que desperta o gosto pelo ato de ler e conseqentemente auxilia no processo no s de alfabetizao, mas de letramento do indivduo.

A Literatura Crtica da Literatura InfantilDiversos tericos entendem que o uso da literatura infantil com fins pedaggicos distorce sua funo principal que no somente apresentar conceitos, mas sim multiplicar as temticas, abrir universos de "problematizao" e de criao de novos conceitos. O professor ao propor o dilogo seria o promotor do "estranhamento", do incmodo e do deslocamento necessrios reflexo. Um dos recursos literrios muito utilizados no trabalho com as sries iniciais do ensino fundamental so as fbulas. Enquanto gnero possui dilogo curto, escrito em prosa. Os personagens so animais, plantas ou objetos animados que ganham caractersticas humanas e no desfecho trazem um ensinamento, uma moral. Habitualmente, as fbulas refletem um mtodo pedaggico em que o aluno no precisa questionar ou refletir. Nessa viso tradicionalista, a finalidade de seu uso que os alunos se identifiquem com a moral imposta pela fbula.Nada to vo nem to mal entendido quanto moral pela qual se termina a maior parte das fbulas. Como se essa moral no fosse ou no devesse ser compreendida na prpria fbula, de modo que a tornasse sensvel ao leitor! Por que, ento, acrescentando no fim essa moral, retirar-lhe o prazer de encontr-la por si mesmo?89No podemos desmerecer o papel das fbulas, pois cada gnero literrio tem a sua funo. Cabe o olhar cuidadoso do professor ao planejar sua aula pois as fbulas traz uma moral pronta, conclusiva e no oferece lacunas para questionamentos. E o professor precisa fazer com que o aluno desenvolva a capacidade de questionar, criticar e pensar em solues para determinadas situaes, ou seja que o aluno tenha uma olhar crtico. O professor precisa impulsionar o aluno a uma postura crtica perante a realidade e oportunizar atravs da literatura infantil a transformao da sua prpria experincia de vida.Sntese Chapeuzinho VermelhoSo muitas as adaptaes da narrativa popular que se transformaram em literatura infantil, como a histria da chapeuzinho vermelho que na verso original escrita por Charles Perrault, dizia que a chapeuzinho vermelho era uma mocinha que recebe falsas instrues do lobo mal de como chegar na casa da vov. Este conto servia para aldees ensinarem suas filhas virgens a no falar com estranhos, cujo objetivo era educar pelo medo da morte.Em todos os contos de fadas esse tem a moral mais explcita, enquanto nas verses dos irmos Grimms dizia que a chapeuzinho vermelho era uma criana, no entanto tambm recebia falsas instrues do lobo mal porm o final feliz que conhecemos surge um lenhador e um caador que salva uma menina do lobo mal, s foi adicionada no sculo XX, tendo desfecho mais condizente com a moral burguesa, mas tambm com fundo moralizante onde inserido um ps texto.10Sntese a Garota da Capa Vermelha e Deu a Louca na ChapeuzinhoO filme deu a louca na chapeuzinho vermelho, a chapeuzinho uma criana que vive grandes aventuras com a sua av, totalmente diferente das vovs das verses anteriores. Quebrando os tabus que as avs de antigamente teria que ficar o tempo todo de vestidos longos, costurando, cozinhando e cuidando dos netos.O filme retrata que a realidade outra hoje raro ver uma av to dedicada, pois no tem o mesmo dever de antigamente que deixavam de fazer o que queriam para se dedicar somente para a famlia e hoje so livres para viver a sua vida.11Sntese A Cigarra e a FormigaNa verso original de La Fontaine a cigarra passava os dias a cantar no vero enquanto a formiga trabalhava, guardando comida para o inverno. E foi assim at a chegada do inverno quando a cigarra se deparou com ele e sem comida, resultado foi pedir ajuda para a formiga pois estava quase a congelar a mesma acolheu a cigarra dando-lhe abrigo e orientando-a para que no prximo vero trabalhe igual a todas as formigas.J em outras verses a cigarra canta enquanto as formigas trabalham e com a chegada do inverso a cigarra por sua vez bate a porta da formiga que por sua