atlas prosÓdico multimÉdia do municÍpio de ?· atlas prosÓdico multimÉdia do municÍpio de...

Download ATLAS PROSÓDICO MULTIMÉDIA DO MUNICÍPIO DE ?· ATLAS PROSÓDICO MULTIMÉDIA DO MUNICÍPIO DE CAMETÁ…

Post on 10-Feb-2019

214 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

1

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAR

INSTITUTO DE LETRAS E COMUNICAO

MESTRADO EM LETRAS

REA DE CONCENTRAO: TEORIA E ANLISE LINGUSTICA

ILMA PINTO DO ESPRITO SANTO

ATLAS PROSDICO MULTIMDIA DO MUNICPIO DE CAMET

(PA)

Belm/PA

2011

2

ILMA PINTO DO ESPRITO SANTO

ATLAS PROSDICO MULTIMDIA DO MUNICPIO DE CAMET

(PA)

Dissertao submetida ao Programa de Ps-Graduao

em Letras/Mestrado em Letras, sob a rea de atuao:

Teoria e Anlise Lingustica, da Universidade Federal

do Par, para obteno do grau de Mestre em

Lingustica.

Orientadora: Profa. Dra. Regina Clia Fernandes Cruz

Belm/PA

2011

3

Dados Internacionais de Catalogao-na-Publicao (CIP)

Biblioteca do ILC/ UFPA-Belm-PA

______________ _______________________________________________

Santo, Ilma Pinto do Esprito, 1979-

Atlas prsodico multimdia do municpio de Camet / Ilma Pinto do Espirto

; orientadora, Regina Clia Fernandes Cruz. ---- 2011.

Dissertao (Mestrado) Universidade Federal do Par, Instituto de Letras e Comunicao, Programa de Ps-Graduao em Letras. Mestrado em Letras,

Belm, 2011.

1. Lngua portuguesa Anlise prosdica. 2. Fontica. 3. Lngua portuguesa

Fonologia. 4. Lngua portuguesa - Variao. I. Ttulo.

CDD-22.ed. 469.798115

________________________________________________________________

4

ILMA PINTO DO ESPRITO SANTO

ATLAS PROSDICO MULTIMDIA DO MUNICPIO DE CAMET (PA)

Esta Dissertao foi julgada adequada para obteno do ttulo de Mestre e

aprovada em sua forma final pelo Programa de Ps-graduao em Lingustica.

Belm, 20 de dezembro de 2011.

_______________________________________________

Profa. Dr. Marlia Ferreira

Coordenadora do Curso de Ps-Graduao em Lingustica

Banca Examinadora:

_______________________________________________

Profa. Dr. Regina Clia Fernandes Cruz

Orientadora

Universidade Federal do Par (UFPA)

________________________________________________

Profa. Dr. Maria Sandra Campos

Membro Externo

Universidade Federal do Amazonas (UFAM)

_________________________________________________

Prof. Dr. Marlia Ferreira

Membro interno

Universidade Federal do Par (UFPA)

5

Dedico essa etapa importante minha famlia,

amigos e professores que, ao longo de minha

vida foram cativando-me vontade de

expandir meus conhecimentos no deixando

nunca de lado minhas origens e o que

realmente importa no final das contas.

6

AGRADECIMENTO

QUELE que me conduz por caminhos por onde nunca pensei poder passar. Obrigada,

Deus!

Ao Programa de Ps-graduao em Letras da UFPA, na pessoa da Dra. Marlia Ferreira, pela

confiana em meu empenho e dedicao ao curso.

Ao Projeto AMPER, por me fazer parte como membro representativo no Brasil,

especificamente, na regio norte, sob a coordenao da Dra. Regina Cruz.

A professora Dra. Regina Cruz, orientadora desta pesquisa, quem fez tudo isso e muito mais

acontecer em minha vida. Incentivando-me abrindo as portas de sua casa aos sbados e domingos

tambm para orientar-me. Nela vi a referncia de competncia e profissionalismo. Soube compreender

minhas limitaes e ter pacincia comigo, pois trabalhar com fontica Acstica no tarefa fcil.

trabalho praticamente braal/manual no processo de tratamento dos dados. Meus sinceros e eternos

agradecimentos. Sabe que poder contar comigo quando precisar. Agora estou perita nisso!

Aos professores Dra. Marilcia Barros de Oliveira e Dr. Aldebaro Barreto da Rocha Klautau

Junior pelos comentrios preciosos fornecidos para o enriquecimento deste trabalho, durante o Exame

de Qualificao.

Ao Campus Universitrio de Camet, e Faculdade de Linguagem, nas pessoas do professor

Msc. Doriedson Rodrigues e Dr. Gilmar da Silva pela oportunidade de socializar meus conhecimentos

aprofundados no curso aos alunos de Letras. Estes so, por sua vez, nossos incentivadores na busca

por aprimoramento e desenvolvimento cientfico.

minha famlia. Compreenderam quo importante este curso para mim. Perdo por

minhas ausncias em momentos importantes e que no pude estar l.

Ao meu pai que, aos 68 anos, com a sade fragil "segurou as pontas", como ele mesmo diz,

enquanto eu em Belm orava por ele em meus curtos perodos de sono por sua sade, e tranquilizando-

o sempre pelo celular: Estou bem! No se preocupe!

minha me (em memria), a pessoa responsvel por meu enveredar ao magistrio.

Professora do ensino fundamental mostrou-me que possvel mudar e promover mudanas atravs do

conhecimento adquirido nos estudos. Estars sempre comigo!

Aos meus amigos (sem cita nomes para no brigarem!) que compreenderam minha ausncia

e principalmente aturaram-se quando juntos, pois no consegui ser quem realmente sou. Fui

diagnosticada com esquizofrenia momentnea, mas tem cura: precisaria defender esta pesquisa e

voltaria ao normal, risos!

Aos meus informantes que doaram seu precioso tempo e suas preciosas vozes.

Ao tio Rosalvo e tia Jucilma e Stefane pela hospedagem. Sempre que precisei, estavam

prontos a receber-me. Ao seu Dias e sua esposa Vanuza, que no perodo de quinze dias puderam me

abrigar e deste convvio o irrecusvel pedido para que eu, uma "estranha", fosse sua madrinha de

casamento, e o aceitei com muita honra. dona Maria pelas oraes. Acho que at hoje ela me tem

em foto dentro de sua Bblia. Muito obrigada de corao!

Ao professor Jacinto Pedro Pinto Leo, professor titular da cadeira de Psicologia da

Educao, da Universidade Federal de Rondnia, que cedeu a mim a casa de sua famlia por seis

meses ininterruptos para que eu pudesse morar em Belm e cursar as primeiras disciplinas do curso e

pelas valorosas orientaes. Pequeno-grande homem com corao maior que o peito. Obrigada!

minha amiga e irm de corao Amarlis. Sem palavras, ou estas poucas so para

enumerar tudo o que fez por mim e ainda faz incentivando-me a prosseguir para o Doutorado e assim

o farei. Sabe que sou obediente!

tia Brbara e ao Tio Anderson pela amizade e hospedagem e ajuda em todos os sentidos.

(eu no esqueci o Luk: o imponente dog alemo! Se no fosse meu trauma de cachorro eu at atreveria

por as mos nele e acaricia-lo.).

Eu sabia que a lista ia ser longa, mas isso um sinal que no estou sozinha. Poderei

prosseguir com tranquilidade para qualquer meta que trace.

A todos aqueles que colaboraram direta ou indiretamente neste trabalho.

Obrigada!

7

Falar tocar um instrumento de msica, o

mais perfeito e harmnico tem sido

inventado.

Joaquim Jos Coelho de Carvalho (1910)

8

RESUMO

O presente trabalho compreende os resultados obtidos com a conduo do projeto AMPER no

Norte do Brasil, mais especificamente com os resultados obtidos para o portugus falado no

municpio de Camet (PA). Adotamos aqui, portanto, todos os procedimentos metodolgicos

determinados pela coordenao geral do projeto AMPER, que tem como objetivo principal

fornecer a caracterizao acstica e prosdica das lnguas romnicas, assim como um atlas

multimdia on-line (CONTINI et al, 2002; MOUTINHO et al, 2001). O corpus final da

presente Dissertao composto de seis sinais sonoros de 03 horas e 04 minutos de gravao.

O material gravado sofreu cinco etapas de tratamento: a) codificao das repeties; b)

segmentao voclica dos sinais selecionados no programa PRAAT; c) aplicao do script

praat; d) seleo das trs melhores repeties; e) aplicao da interface MatLab para obter as

mdias dos parmetros das trs melhores repeties. Foram analisadas acusticamente 198

frases de cada informante (3 homens e 3 mulheres), totalizando 1.188 frases, considerando os

parmetros acsticos de Frequncia Fundamental (Hz), de durao (ms) e de intensidade (dB).

O tratamento estatstico efetuado compreende tomadas de mdias das trs melhores repeties

de cada frase pela interface MatLab. A anlise empreendida indica que, de uma maneira geral,

as medidas de F0, durao e intensidade complementam-se para estabelecer a distino dos

enunciados afirmativos e interrogativos na variedade do portugus falada em Camet (PA).

Pode-se igualmente afirmar que as variaes importantes dos trs parmetros acsticos

controlados, ocorrem preferencialmente na slaba tnica do elemento nuclear do sintagma

e/ou na ltima slaba tnica do enunciado.

Palavras-chave: Projeto AMPER; prosdia; portugus brasileiro.

9

ABSTRAT

The present study refers to the results obtained with the conduction of the AMPER-POR

Project in the North of Brazil, with the results obtained to the Portuguese language spoken in

Camet city. The AMPER project has as its main goal to give the acoustic and prosodic

characterization of Romanic languages, as well as an online multimedia Atlas (CONTINI et

al, 2002; MOUTINHO et al, 2001). We adopted all the methodological procedures

determin