atlas do cabelo

Download Atlas Do Cabelo

Post on 18-Jul-2015

87 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Atlas do Cabelo by L'oral Techinique Professionnelle A DERME A pele constitui-se de 3 camadas. A EPIDERME, verdadeiro escudo protege a pele das agresses externas. Muito delgada, sua espessura varia, segundo a localizao, entre 0,04 mm e 1,6 mm. A HIPODERME o tecido de reserva e de sustentao. a camada mais espessa: de 0,5 3 cm segundo as zonas. Esse tecido isola dos choques e das variaes de temperatura. A DERME, tecido conjuntivo fibroso, com espessura variando de 1 a 2 mm, segundo as zonas, constitui o arcabouo da pele. Suas clulas, fibroblastos, fabricam fibras de colgeno que do resistncia e firmeza pele, alm de fibras de elastina, que lhe conferem flexibilidade e elasticidade. A Derme desempenha, portanto, uma funo de coeso. Ela responsvel pela nutrio da Epiderme, graas a uma intensa vascularizao. E essas funes, acrescentam-se as seguintes: - Reserva de gua (alimentao das clulas de Epiderme) - Regulao trmica (micro circulao) - Sensaes tcteis (rede nervosa) - Permeabilidade e filtrao OS CAPILARES SANGUNEOS So muito finos e se organizam em redes complexas, entre as arterolas e as vnulas. no interior desses capilares sanguneos que se efetuam as trocas gasosas e nutritivas. Eles trazem os elementos nutritivos e levam os rejeitos celulares.

OS NERVOS Eles nos possibilitam perceber sensaes. A invervao do folculo piloso bastante complexa. Ela se constitui dos seguintes elementos. - A inervao motora do msculo eretor. - A invervao da papila. - A inervao sensitiva do cabelo.

O folculo piloso apresenta uma intensa inervao sensitiva, o que se explica as dores trao e as sensaes dolorosas do couro cabeludo.

OS MSCULOS ERETORES A semelhana de todos os msculos de nosso corpo, eles se contraem quando o sistema nervoso lhes d uma ordem nesse sentido. Ento, eles se acumulam sobre si mesmos, encolhem e repuxam as bases dos folculos, colocando, assim, o fio de cabelo em posio vertical. As influncias psquicas (o medo, em particular) muitas vezes so responsveis por esse formato.

AS GLNDULAS SEBCEAS So sacos repletos de clulas claras e volumosas, com um pequeno ncleo central. So anexa a um plo e secretam sebo.

O SEBO o resultado de uma excreo, provocada pelo rompimento dessas clulas carregadas de gordura. O sebo desempenha uma funo protetora contra a agresso cutnea. Os principais componentes do sebo so os seguintes: - Glicerdios 43% - cidos graxos livres 16% - Ceras esterificadas 25% - Esqualano 12% - Colesterol 4% - Hidrocarbonetos saturados vestgios O escoamento normal do sebo possibilita a flexibilidade e a boa resistncia da camada crnea e do cabelo. AS GLNDULAS SUDORPARAS Regulam a temperatura do organismo atravs da secreo do suor.

O SUOR Produzido pelas glndulas sudorparas, regula a temperatura do organismo. A evaporao o nico meio de eliminar o calor quando a temperatura externa elevada. O suor cido (pH entre 4 e 6,8) e contm 99% de gua, uria, amnia, cidos ltico e pirvico. Esse pH lhe confere propriedades antissticas e antifngicas. A PAPILA DRMICA E O FOLCULO PILOSO A papila drmica encontra-se na base de um saco alongado, derivado da Epiderme, que o folculo piloso. Ela tem uma rica vascularizao e constitui-se de uma multido de clulas especficas: os queratincitos. A parte inferior do bulbo piloso, que a matriz do cabelo, encerra a zona de diviso celular.

Cada clula se divide e cria uma clula-filha, que impulsionada para o alto e pelo nascimento de outras clulas. Elas se queratinizam progressivamente na parte superior do bulbo piloso, para dar origem aos fios de cabelo. Na Epiderme , as clulas basais se multiplicam a cada perodo de 457 horas. A taxa de multiplicao das clulas da papila drmica, a cada perodo de 39 horas, uma das mais elevadas que se conhece. Isso explica a sensibilidade do cabelo aos diferentes agentes que bloqueiam a multiplicao celular. O bulbo piloso atinge sua largura mxima a meia altura da papila. Uma linha transversal nesse nvel (>linha de Auber