ativo circulante

Download Ativo circulante

Post on 20-Jul-2015

572 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • ATIVO PASSIVO e PL

    Circulante Circulante

    Realizvel a Longo Prazo Exigvel a Longo Prazo

    Permanente Patrimnio Lquido

    Prof. Marcos Vincio Bilancieri

  • 1 ATIVO CIRCULANTE Componentes do Ativo Circulante

    Os valores classificveis no AC so:1 Disponveis:

    Caixa Depsito Bancrio Vista (Bancos conta Movimento) Aplicaes Financeiras (Fundo de Aplicaes Financeiras).

    2 Bens e Direitos Realizveis a Curto Prazo (no curso do exerccio social seguinte):

    Duplicatas a Receber. Estoques Investimentos Temporrios. Outros Valores.

    3 Aplicao de Recursos em Despesas do Exerccio Seguinte (Despesas Antecipadas):

    Seguros Despesas Financeiras Material de Escritrio etc.

    Prof. Marcos Vincio Bilancieri

  • Ciclo Operacional e sua Influncia na Determinao do Curto e do Longo Prazo.

    Critrios de Avaliao do Ativo Circulante No Ativo Circulante, o critrio exposto tanto pela Lei como pela Teoria da

    Contabilidade Custo do Mercado, o mais baixo.

    Circulante_________ ______

    _________ ______

    _________ ______

    Estoque 198.46 (-) PAE (48.46) 150.0_________ ______

    _________ ______

    ATIVO ATIVO e PL Lucro antes da Proviso paraAjuste de Estoque $45,00(-) Ajuste no Estoque (48,46)

    Resultado (3,46)

    Portanto em vez do lucro esperado, tivemos um prejuzo.

    BALANO PATRIMONIAL DEMONTRAO DO RESULTADO DO EXERCCIO

    Prof. Marcos Vincio Bilancieri

  • 1 Disponvel

    O disponvel composto dos itens: Caixa, Bancos Conta Movimento e Aplicaes Financeiras dirias, como segue:

    A) CaixaO Controle de caixa pode ser feito de duas formas: Fundo Fixo ou Caixa

    Flutuante. Fundo Fixo: Uma quantia prefixada fornecida ao responsvel pelo Fundo Caixa Flutuante: O caixa movimentado por todas as entradas e sadas de

    dinheiro, isto , passa por todos os recebimentos e pagamentos da empresa.B) Depsitos Bancrios a Vista (Bancos Conta Movimento)

    So depsitos efetuados em conta bancria onde a empresa pode, geralmente com cheque, movimentar livremente o dinheiro depositado

    C) Fundo de Aplicao financeiraSo aplicaes de liquidez imediata, ou seja, aplicaes em ttulos, para poucos dias,

    que podem ser vendidos (transformados em dinheiro) a qualquer momento.

    Prof. Marcos Vincio Bilancieri

  • 2 Realizvel a Curto PrazoSo valores que se convertero em dinheiro no prximo ano (no curso do exerccio social

    subseqente): Duplicatas a Receber, Estoques, Investimentos Temporrios e Outros Valores a Receber.

    A) Duplicatas a ReceberProviso para Devedores Duvidosos

    O recebimento da duplicata no lquido e certo um vez que a empresa estsujeita aos riscos de crdito.

    Efeitos de Proviso para Devedores Duvidosos no BP e na DREPor ocasio do levantamento do balano, deduz-se de Duplicatas a Receber

    um montante estimado de perdas com clientes duvidosos. Este montante tambm deduzido como despesa do exerccio a e aparece como uma Despesa de Vendas na Demonstrao do Resultado do exerccio.

    Circulante

    DisponvelDuplicatas a Receber 286.800(-) Proviso para (10.600)Deved. Duvidosos 276.200

    RECEITA(-) CMVLUCRO BRUTO(-) Despesas Operacionais de Vendas

    Devedores Duvidosos 10.600ComissoAdministrativaLUCRO LQUIDO

    ATIVO PASSIVO e PL

    Prof. Marcos Vincio Bilancieri

  • Clculo da Proviso para Devedores DuvidososO parmetro aceito percentagem obtida, nos ltimos trs anos, entre duplicatas no

    liquidadas e total das Duplicatas a Receber no final desses 3 anos.Alm dessa mdia dos 3 ltimos anos de duplicatas no liquidadas, podero ser

    acrescentados Proviso de Devedores Duvidosos os seguintes valores: A diferena entre o montante de Duplicatas a Receber dos concordatrios e a proposta

    de liquidao pelo concordatrio, nos casos de concordata, desde o momento em que esta for requerida.

    At 50% do crdito, nos casos de falncia do devedor, desde o momento de sua decretao.

    Reverso da Proviso para Devedores DuvidososTerminado o ano para o qual foi feita a proviso, duas situaes podero ocorrer:

    A perda ocorrida ser maior que a Proviso feita no incio do ano: neste caso, a diferena a maior ser jogada como despesa (perda) do ano (perodo)

    A perda ocorrida ser menor que a Proviso feita no incio do ano (ou final do ano anterior): neste caso, o excesso de Proviso ser revertido como receita (ganho) do ano (perodo).

    Duplicatas descontadas Outro fato deve ser considerado como conta retificadora (subtrativa de Duplicatas a

    Receber) o desconto de duplicatas. A duplicata cedida ao Banco.A empresa que desconta a duplicata co-responsvel do Banco se o seu cliente no

    liquidar.

    Prof. Marcos Vincio Bilancieri

  • RECEITACirculante Circulante ( - ) CMV

    LUCRO BRUTO( - ) DESPESAS OPERACIONAIS

    De vendas (10.600)Bancos c/Movimento 1000.00 AdministrativasDuplicatas a Receber 286.800 Financeiras( - ) Proviso para Devedores Juros e encargos (20.000)

    Duvidosos (10.600)( - ) Duplicatas Descontadas (120.000)

    156.200

    LUCRO LQUIDO

    ATIVO PASSIVO

    BALANO PATRIMONIAL DEMONSTRAO DO RESULTADO DO EXERCCIO

    Prof. Marcos Vincio Bilancieri

  • So aplicaes de recursos em despesas que permitiro desfrutar de um benefcio no prximo exerccio e que, pelo princpio da confrontao, devem ser apropriadasno exerccio do beneficio, independentemente da poca do pagamento. Muitas vezes usada tambm a expres-so Despesas Diferidas, com a qual no concorda-mos, devido semelhana com a Expresso Ativo Dife-rido, gerando certa confuso que prejudica a clareza to necessria nas Demonstraes Financeiras. O grupo de Despesas Antecipadas apresenta como componentes usuais os seguintes:Seguros, Juros, Aluguis, Impressose Materiais de Uso Personalizados.

    Prof. Marcos Vincio Bilancieri

  • - Despesas Antecipada com Seguro

    - Despesa Antecipada com Juros

    - Despesa Antecipada com Aluguis

    - Impressos e Materiais de Uso Personalizado

    Prof. Marcos Vincio Bilancieri

  • Efeito da Despesa Antecipadano BP e DRE

    A Despesa Antecipada contabiliza no Ativo Circulante provoca o efeito de no incluso do seu valor na DRE atual, transferindo-o para a prxima DRE (prximo exerccio)

  • Circulante

    Despesas Operacionais

    Despesa + Despesas AdministrativasAntecipada 200 ( - )

    ( excludo o valor de $ 200,00)Realizvel a Longo Prazo

    Despesas Operacionais+ Despesa Antecipada

    DRE de 1 a 31-12-X2

    ( includa)

    EFEITO DA DESPESA ANTECIPADA NO BP E NA DRE ATUA E NA PRXIMA

    PASSIVOATIVOBP 31-12-x1 DRE de 1 a 31-12-X1

    Prof. Marcos Vincio Bilancieri

  • -Controle da Despesa Antecipada

    - Clculo das Despesas antecipadas

    Prof. Marcos Vincio Bilancieri

  • Clculo do Seguro

    Aplice de Seguros Contra Incndio

    Valor do Prmio e Custas: $ 2.000.000Prazo de Cobertura de 8-11-X1 a 7-11-X2:

    Prof. Marcos Vincio Bilancieri

  • Aplice de Seguros Contra IncndioValor do Prmio e Custas: $ 2.000.000Prazo de Cobertura de 8-11-X1 a 7-11-X2:

    Pagamentos: 1 Pagamento: 500.000,00 em 5-11-X12 Pagamento: 500.000,00 em 5-12-X13 Pagamento: 500.000,00 em 5-01-X24 Pagamento: 500.000,00 em 5-02-X2

    Valor da Cobertura: $ 500.000.000

    Explicao:

    O clculo das Despesas Antecipadas independe do sistema de

    pagamento. Teremos, ento, o seguinte resultado:

    Clculo do Seguro

    Prof. Marcos Vincio Bilancieri

  • 1 PassoTotal da Despesa: Despesa diria= 2.000.000

    360360 dias

    2 PassoDespesa de Novembro de X1Dias de Cobertura x Despesa DiriaDias de Cobertura: 30-7= 23 dias.

    23 x 5,555,55 = 127.777,78

    3 PassoDespesa de dezembro de X1 (considerando o ms de 30 dias)Dias de Cobertura x Despesa Diria

    30 x 5.555,55 = 166.666,67

    Prof. Marcos Vincio Bilancieri

  • 4 PassoDespesa de X1 Despesa de novembro + despesa de dezembro = Despesa de X1

    127.777,78 + 166.666,67 = 294.444,45

    5 PassoDespesa de X2

    Despesa Total - Depesa de X1 = Despesa de X22.000,00 - 294.444,45 = 1.705.555,55

    6 PassoDespesa de novembro de X2Dias de cobertura x Despesa Diria = Despesa de novembro de X2

    7 x 5.555,55 = 38.888,85

    7 PassoElaborao de Tabela Mensal de Apropriao

    Prof. Marcos Vincio Bilancieri

  • Aplice n ............... ................ De ......... / ............./ ..............Ms e Ano Valor da Apropriao Mensal Contabilizao Efetuada por: Em: (Data)

    Nov./X1 127.777,78Dez./X1 166.666,67

    Total 294.444,45Jan./X2 166.666,67Fev./X2 166.666,67Mar./X2 166.666,67Abr./X2 166.666,67Maio/X2 166.666,67Jun./X2 166.666,67Ago./X2 166.666,67Set./X2 166.666,67Out./X2 166.666,67Nov./X1 166.666,67Dez./X1 38.888,85

    Total/X2 1.705.555,55

    Observao:

    TABELA DE APROPRIAO DE DESPESA COM SEGUROS C/FOGO CIA. SEGURADORA PAPI

    Despesa de 19X1

    Despesa de 19X2 (aparece comoDespesa Antecipada no BalanoPatrimonial em 31-12-X1

    Para cada aplice deve ser feita uma tabela como esta acima, e deve ser includo na rotina de fim de ms o ajuste correspondnte para apurao do resultado (se a

    apurao for mensal)

    Prof. Marcos Vincio Bilancieri

  • Prof. Marcos Vincio Bilancieri

    REALIZVEL A LONGO PRAZOComo segundo grupos de Contas do Ativo,

    caracteriza-se por distinguir-se do Circulante em dois aspectos:

    Prazo: Quando ultrapassar o exerccio subseqente.

    Independentemente do prazo, por determinao legal, devem ser classificados neste grupo os valores a receber, oriundos de vendas, adiantamentos, emprstimos a sociedades coligadas ou controladas, a diretores, a acionistas o

Recommended

View more >