atividades de software no brasil: dinâmica concorrencial ... ?· atividades de software no...

Download Atividades de Software no Brasil: Dinâmica Concorrencial ... ?· Atividades de Software no Brasil:…

Post on 09-Nov-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS Instituto de Economia

    Atividades de Software no Brasil: Dinmica Concorrencial,

    Poltica Industrial e Desenvolvimento

    Antonio Carlos Diegues Jnior

    Tese de Doutorado apresentada ao Instituto de Economia da UNICAMP para obteno do ttulo de Doutor em Cincias Econmicas, sob a orientao do Prof. Dr. Paulo Srgio Fracalanza e co-orientao do Prof. Dr. Wilson Suzigan

    Este exemplar corresponde ao original da tese defendida por Antonio Carlos Diegues Jnior em 21/05/2010, orientada pelo Prof. Dr. Paulo Srgio Fracalanza e co-orientada pelo Prof. Dr. Wilson Suzigan.

    CPG, 21 / 05 / 2010

    ____________________________

    Campinas, 2010

  • ii

    FICHA CATALOGRFICA Aluno Antonio Carlos Diegues Junior

    Orientador Professor Doutor Paulo Srgio Fracalanza. Co-orientador:

    Professor Doutor Wilson Suzigan Ttulo da Tese (em portugus)

    Atividades de Software no Brasil: Dinmica Concorrencial, Poltica Industrial e Desenvolvimento

    Ttulo da Tese (em Ingls)

    Software Activities in Brazil: Competitive Dynamics, Industrial Policy and Development

    Palavra-Chave (em Portugus)

    Atividades de Software; Poltica Industrial e Desenvolvimento; Dinmica Concorrencial; Tecnologias de Informao e Comunicao; Inovao.

    Palavra-Chave (em Ingls)

    Software Activities; Industrial Policy and Development; Competitive Dynamics; Information and Communication Technologies; Innovation.

    rea de Concentrao

    Poltica Econmica

    Titulao

    Doutor em Cincias Econmicas

    Banca Examinadora

    Prof. Dr. Paulo Srgio Fracalanza Prof. Dr. Wilson Suzigan Prof. Dr. Clio Hiratuka Prof. Dr. Antnio Jos Junqueira Botelho Prof. Dr. Paulo de Bastos Tigre

    Data da Defesa

    21/05/2010

    Programa de Ps-Graduao

    Cincias Econmicas

  • iii

    Banca Examinadora

    _____________________________________

    Prof. Dr. Paulo Srgio Fracalanza

    ______________________________

    Prof. Dr. Wilson Suzigan

    ___________________________

    Prof. Dr. Clio Hiratuka

    ___________________________

    Prof. Dr. Paulo de Bastos Tigre

    ____________________________________

    Prof. Dr. Antnio Jos Junqueira Botelho

  • iv

  • v

    A minha famlia, meu esteio.

  • vi

  • vii

    Agradecimentos

    Elaborar os agradecimentos de uma tese de doutorado uma tarefa ao

    mesmo tempo muito prazerosa e inglria. Prazerosa porque s demandam

    agradecimentos as concluses de tarefas que julgamos transpor o automatismo

    inebriante do cotidiano e, deste modo, nos fazem refletir. Prazerosa tambm

    porque faz com que todos os esforos durante os 3 anos necessrios para se

    concluir este doutorado sejam parcialmente revividos, ainda que em escala

    diminuta e em uma cronologia difusa. exatamente este carter difuso que acaba

    por fazer com que a tarefa de agradecer torne-se inglria. Como as angstias e as

    inquietaes vistas em retrospectiva no conseguem se reapresentar com a

    mesma intensidade que foram sentidas originalmente, intil tentar dimensionar a

    contribuio de cada cena despretensiosa, de algumas poucas palavras, do

    reforo a alguns laos de amizade para a concluso desta tese. Mesmo ciente

    destas limitaes que angustiam muito mais o autor do que aquele que agora,

    ao ler estas breves palavras, deve se sentir inquieto para saltar deste trecho em

    busca da retrica estritamente cientfica desta tese seria pouco polido no

    apresentar umas breves palavras de agradecimento.

    Ocioso dizer que, em primeiro lugar gostaria de agradecer a Deus, Pai Todo

    Poderoso. Sem sua bondade infinita, a f e as bnos de Nossa Senhora

    Aparecida e Nossa Senhora da Rosa Mstica que teimam insistentemente em no

    cessar, com certeza no teria foras para suportar os momentos mais difceis

    desta jornada. Junto f, sem dvida alguma, minha famlia tem se configurado

    como o esteio de minha vida. Muito obrigado pela compreenso pelo perodo de

    ausncia perene mesmo que em proximidade que s um amor incondicional

    torna suportvel.

    Ao longo de todo o percurso acadmico que se materializa nesta tese, sem

    dvida um percurso ainda muito incipiente, muitas pessoas e instituies merecem

    ser agradecidas. Desde a graduao, passando pelo mestrado e pelo doutorado

    para mim cada vez mais evidente a contribuio do Instituto de Economia da

    Unicamp para o pensamento econmico brasileiro. Deste modo, sou muito grato

  • viii

    por ter sido forjado e por continuar a s-lo na tradio da Escola de Campinas.

    Em paralelo, tambm gostaria de ressaltar a contribuio que a integrao ao

    quadro docente da Facamp, ainda que em um perodo relativamente breve,

    ofereceu para a consolidao de minha formao acadmica. difcil

    superestimar a importncia da docncia neste perodo to frtil para minha

    formao. Por isso, gostaria de agradecer diretamente ao Prof. Joo Manuel

    Cardoso de Mello, ao Prof. Luiz Gonzaga Belluzzo e Profa. Liana Aureliano.

    Merece tambm um agradecimento especial o Prof. Wilson Suzigan, por

    toda sua contribuio para minha formao, na iniciao cientfica, na monografia,

    no mestrado, no doutorado e em diversos projetos de pesquisa. difcil exagerar

    o quanto sua figura representa em minha formao tanto acadmica quanto

    pessoal. Alm disso, tambm gostaria de expressar um agradecimento ao Prof.

    Paulo Fracalanza, pela orientao sempre bastante dedicada e perspicaz, pela

    deciso de me apoiar sempre e por sua contribuio decisiva mesmo que as

    vezes nem ele prprio tenha a clareza imediata desta importncia nos

    momentos que representaram mudanas estruturais em minha vida. Tambm

    agradeo muito aos amigos Jos Eduardo Roselino e Renato Garcia, com os

    quais muito aprendi em parcerias acima de tudo prazerosas, e aos colegas da

    UFSCar, pelo apoio e compreenso no perodo de finalizao desta tese. Gostaria

    tambm de registrar meu obrigado ao Prof. Clio Hiratuka, ao Prof. Jos Antnio

    Junqueira Botelho e ao Prof. Paulo Tigre por terem se dispostos prontamente a

    participar desta banca. Um ltimo agradecimento deve ser feito ao Softex,

    especialmente na figura de Virgnia Duarte e dos integrantes da equipe do

    Observatrio Softex. Foi neste ambiente que muitas das idias desenvolvidas

    nesta tese foram concebidas, algumas foram gestadas e outras abandonadas.

    Concluindo, nada mais justo que um agradecimento direto a inmeros

    professores, amigos, colegas e alunos: Bruno Conti, Eduardo Angeli, Gustavo

    Aggio, Juan Ernesto Seplveda, Ricardo Carneiro, Plnio de Arruda Sampaio,

    Carlos Amrico de Pacheco, David Dequech, Luciano Coutinho, Mariano Laplane,

    Jos Carlos de Souza Braga, Jos Maria da Silveira, Daniela Prates, Antonio

    Carlos Macedo, Rosngela Ballini, Rodolfo Hoffmann e Frederico Mazzuchelli,

  • ix

    Alejandra Madi, Jos Jobson de Andrade Arruda, Carlos Antnio Brando, Antnio

    Mrcio Buainain, Paulo Roberto Davidoff, Jos Pedro Macarini, Waldir Jos de

    Quadros, Jos Csar, Rodrigo Sabbatini, Fbio Campos, Fernando Henrique

    Lemos, Jos Augusto Ruas, Lcio Costa Raimundo, Eduardo Mariutti, Lucas

    Janoni, Denis Maracci, Carla Corte, Eder, Slvia, Henrique, Gergia Sarris, Beatriz

    Bertasso, Rogrio Naques Faleiros, Cristiane Rauen, Wolfgang Lenk, Rafael Dias,

    Rogrio Gomes, Eduardo Strachmann, Jos Ricardo Fucidji, Enas Carvalho,

    Joo Furtado, Marcelo Pinho, Andr Corra, Srgio Salles, Maria Beatriz

    Bonacelli, Hrica Righi, Mnica Frigeri, Ana Maria Pina, Darla Ferreira, Dani

    Ferreira, Pedro Bassani, Lo, Rafael Fagundes Cagnin, Fabrcio Pitombo Leite,

    Pedro Rossi, Daniela Vaz, Lucas Fontini, Jos Eustquio Viera Filho, Rodrigo

    Orair, Eduardo Zana, Lucas Teixeira, Marco Antnio da Rocha, Leonardo Nunes,

    Frederico Valente, Pedro Marques, Marcela Del Monde, Luciana Buchala, Andra

    Peres, Ana Paula Cerrn, Murilo Carolo, Fbio Lena, Caio Melo, Andr Rodrigues

    Diegues, Jos Guilherme Arcanjo, Daniel Lena, Teresa Mendes, Luiz Marcio

    Spinosa, Jos Vidal Belinnetti, Roberto Mayer, Cssia Mendes, Roberto

    SantAnna, Glaudson Bastos, Flvia Gouveia, Poliana Lemos, Daniela Albini,

    Fernanda de Negri, Joo Alberto de Negri, Luiz Cludio Kubota, Silvo Crio, Neto

    Custdio, Milton Faccione, Talita Eloy, Camila Camillo, Bianca Luchiari, Caroline,

    Cristiane Almeida, Gabriela, Bruna, Thas, Pedro Lavorentti, Dhiego Silva, Bruno

    Cassiolato, Rafael Banzato, Ana Paula Pegoraro, Stela Ansanelli, Danilo Rolim

    Aguiar, Arlei Fachinello, Geraldo Edmundo, Rodrigo Vilela, Pedro Chadarevian,

    Jos Csar Cruz, Maria Aparecida Silva Oliveira, Adelson Martins Figueiredo,

    Rosane Nunes de Faria, Andra Rodrigues Ferro, Eduardo Rodrigues de Castro,

    Alexandre Lopes Gomes, Cinthia Cabral da Costa, Jos Marcos Novelli,

    Alissandra N. Carvalho, Marcos Garcia, Maria Helena Santos e Janana Braga do

    Carmo. Muito obrigado a todos por compreender o egosmo de transformar uma

    tarefa to nfima como esta tese em uma questo central em minha vida durante

    um perodo de ausncias.

  • x

  • xi

    ...[assuming] that the object it studies is not a system at equilibrium, but an evolving,

    complex system whose elements consumers, investors, firms, governing

Recommended

View more >