ATIVIDADE: AV. PARCIAL DISCIPLINA: FILOSOFIA 2º ?· ATIVIDADE: AV. PARCIAL – 3ª ... 3ª ETAPA DISCIPLINA:…

Download ATIVIDADE: AV. PARCIAL DISCIPLINA: FILOSOFIA 2º ?· ATIVIDADE: AV. PARCIAL – 3ª ... 3ª ETAPA DISCIPLINA:…

Post on 08-Nov-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Rua: Frei Vidal, 1621 So Joo do Tauape CEP: 60.120-100

    Fortaleza Cear Fone/fax: (85) 3272.12.95

    1

    ATIVIDADE: AV. PARCIAL 3 ETAPA DISCIPLINA: FILOSOFIA

    2 ANO

    QUESTO 01

    Kant mostrou que a estrutura do pensamento se d sob a forma de juzos. A partir dessa hiptese,

    elaborou as doze formas de juzos possveis, que segundo ele estariam na base de todo processo de

    entendimento. Essas formas de juzos se classificariam em quatro grupos. Alm disso, os juzos tambm

    so classificados em trs espcies:

    a) Segundo a Qualidade, os juzos seriam Positivos, Negativos ou Neutros.

    b) Quanto Relao, podem ser Categricos, Hipotticos ou Disjuntivos.

    c) Quanto Espcie, os juzos seriam analticos, sintticos a priori e a posteriori.

    d) De acordo com a Quantidade, os juzos podem ser Universais, Particulares ou Singulares.

    e) Quanto Modalidade, Possveis (Problemticos), Reais (Assertrios) ou Necessrios (Apodticos).

    QUESTO 02

    Leia o texto a seguir e responda questo 02:

    Texto VIII

    Fui nutrido nas letras desde a infncia, e por me haver persuadido de que, por meio delas, se podia

    adquirir um conhecimento claro e seguro de tudo o que til vida, sentia extraordinrio desejo de

    aprend-las. Mas, logo que terminei todo esse curso de estudos, ao cabo do qual se costuma ser recebido

    na classe dos doutos, mudei inteiramente de opinio. Pois me achava enleado em tantas dvidas e erros,

    que me parecia no haver obtido outro proveito, procurando instruir-me, seno o de ter descoberto cada

    vez mais a minha ignorncia. E, no entanto, estivera numa das mais clebres escolas da Europa, onde

    pensava que deviam existir homens sapientes, se que existiam em algum lugar da Terra.

    (DESCARTES, R. Discurso do Mtodo. 3. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1994. p. 43.)

    O texto aponta a insatisfao que assola Descartes ao trmino dos seus estudos. De acordo com seus

    conhecimentos responda corretamente:

    I. Descartes queria encontrar um mtodo adequado, inspirado na matemtica, capaz de conduzir com

    segurana ao conhecimento verdadeiro.

    II. Descartes encontrou atravs do seu mtodo uma evidncia apodtica: Penso, logo sou.

    III. Atravs do mtodo da dvida Descartes estabeleceu o cogito e afirmou a importncia dos sentidos

    para chegar ao conhecimento verdadeiro.

    a) Somente as afirmativas I e II so corretas.

    b) Somente as afirmativas II e III so corretas.

    c) Somente as afirmativas I e III so corretas.

    d) As afirmativas I, II e III so corretas.

    e) Todas as afirmativas so incorretas.

    QUESTO 03

    Entre os problemas principais da Filosofia destacam-se a teoria do conhecimento, que tem por objetivo

    investigar as fontes do conhecimento, as formas de juzos verdadeiros e as regras para a obteno do

    conhecimento seguro. Sobre a teoria do conhecimento, assinale o que for correto.

  • Rua: Frei Vidal, 1621 So Joo do Tauape CEP: 60.120-100

    Fortaleza Cear Fone/fax: (85) 3272.12.95

    1

    a) Para alcanar o conhecimento seguro s existem duas fontes: a experincia e o pensamento. Por meio

    do pensamento relacionamos a informao que obtemos atravs da experincia, assim deduzimos os

    conceitos.

    b) Descartes negou atravs da sua teoria a existncia de conhecimentos inatos, afirmou que dependemos

    das impresses sensveis da experincia para chegar ao conhecimento.

    c) A experincia o nico meio seguro para o conhecimento verdadeiro, todas as outras formas de

    conhecimento so inseguras.

    d) Para Ren Descartes, o desejo de verdade no suficiente para fundar o conhecimento, mas,

    sim, regras para a direo do esprito, estabelecidas pelo rigor de um mtodo lgico e metafsico.

    QUESTO 04

    Com base no texto e nos conhecimentos sobre o pensamento de Descartes, correto afirmar.

    a) A dvida metdica permitiu a Descartes compreender que todas as idias verdadeiras procedem,

    mediata ou imediatamente, das impresses de nossos sentidos e pela experincia.

    b) A clareza e a distino das idias verdadeiras representam apenas uma certeza subjetiva, alm da qual,

    apesar da radicalizao da dvida metdica, no se consegue fundamentar a objetividade da certeza

    cientfica.

    c) Somente com o cogito, a concepo cartesiana das idias claras e distintas, inatas ao esprito humano,

    garante que o objeto pensado pelo sujeito determinado pela realidade fora do pensamento.

    d) Do exerccio da dvida metdica, no itinerrio cartesiano, a certeza subjetiva do cogito constitui

    a primeira verdade inabalvel e, portanto, modelo das idias claras e distintas.

    e) A dvida cartesiana, convertida em mtodo, rende-se ao ceticismo e demonstra a impossibilidade de

    qualquer certeza consistente e definitiva quanto capacidade do intelecto de atingir a verdade.

    QUESTO 05

    papel da Filosofia, em relao prtica das cincias empricas expor os fundamentos metafsicos,

    estabelecer critrios de verdade, apontar para a responsabilidade social do cientista, criticar os limites e

    abusos da tcnica, quando necessrio, dentre outros. Sobre a prtica das cincias empricas, assinale o

    que for correto.

    a) Quando falamos de Evidncias na Cincia estamos tratando de conhecimentos to claros que no

    podem ser questionados, como a teoria da gravidade.

    b) No existe erro quando falamos de evidncia cientifica, somente a filosofia trabalha com a hiptese

    de acerto e erro.

    c) A evidncia perceptiva o princpio do conhecimento cientifico que estabelece verdades necessrias

    para a evoluo do homem.

    d) A cincia aceita as evidncias como algo verdadeiro, mas o erro pode existir e nesse caso uma

    evidncia pode ser anulada por outra mais forte.

    QUESTO 06

    Os filsofos sempre foram conscientes de que o conhecimento pode ter graus ou nveis distintos. Um

    exemplo significativo a classificao utilizada por Plato que distingue duas formas de conhecimento,

    uma baseada na opinio e outra nos conhecimentos oferecidos pela razo. Assinale a alternativa que

    melhor explica essa definio do filosofo Plato:

    a) Plato diferenciava o conhecimento entre doxa juzo subjetivo que tem valor apenas

    momentneo, que no poder ser referncia tica, pois tem presente a possibilidade da falsidade

    das crenas que suportam a ao - e episteme o contedo de saber pleno de certeza, um saber

    evidente que est ligado diretamente com a realidade da Ideia.

  • Rua: Frei Vidal, 1621 So Joo do Tauape CEP: 60.120-100

    Fortaleza Cear Fone/fax: (85) 3272.12.95

    1

    b) Filsofo grego Plato dividiu as formas de conhecimento em doxa critrio de verdade, que

    adquirimos atravs da experincia e da opinio - e epistemologia o estudo da realidade atravs da

    experincia, dos sentidos.

    c) Dividido entre o mundo das ideias e a realidade Plato dividiu as formas de conhecimento do mundo

    em duas: analtico conhecimento atravs da opinio vulgar- e episteme - o conheicmento atravs de

    experimentos.

    d) Podemos diferenciar o conhecimento entre doxa o contedo de saber

    pleno de certeza, baseado nas ideias da razo - e episteme um saber evidente que est

    ligado diretamente com a realidade e com as experincias atravs dos sentidos.

    QUESTO 07

    Texto I

    Considera pois continuei o que aconteceria se eles fossem soltos das cadeias e curados da sua

    ignorncia, a ver se, regressados sua natureza, as coisas se passavam deste modo. Logo que algum

    soltasse um deles, e o forasse a endireitar-se de repente, a voltar o pescoo, a andar e a olhar para a luz,

    a fazer tudo isso, sentiria dor, e o deslumbramento impedi-lo-ia de fixar os objetos cujas sombras via

    outrora. Que julgas tu que ele diria, se algum lhe afirmasse que at ento ele s vira coisas vs, ao

    passo que agora estava mais perto da realidade e via de verdade, voltado para objetos mais reais? E se

    ainda, mostrando-lhe cada um desses objetos que passavam, o forassem com perguntas a dizer o que

    era? No te parece que ele se veria em dificuldade e suporia que os objetos vistos outrora eram mais

    reais do que os que agora lhe mostravam?

    (PLATO. A Repblica. 7. ed. Lisboa: Calouste Gulbenkian, 1993. p. 318-319.)

    O texto parte do livro VII da Repblica, obra na qual Plato desenvolve o clebre Mito da Caverna.

    Sobre o Mito da Caverna, correto afirmar.

    I. A caverna iluminada pelo Sol, cuja luz se projeta dentro dela, corresponde ao mundo inteligvel, o do

    conhecimento do verdadeiro ser.

    II. Explicita como Plato concebe e estrutura o conhecimento.

    III. Manifesta a forma como Plato pensa a poltica, na medida em que, ao voltar caverna, aquele que

    contemplou o bem quer libertar da contemplao das sombras os antigos companheiros.

    IV. Apresenta uma concepo de conhecimento estruturada unicamente em fatores circunstanciais e

    relativistas.

    Assinale a alternativa correta.

    a) Somente as afirmativas I e IV so corretas.

    b) Somente as afirmativas II e III so corretas.

    c) Somente as afirmativas III e IV so corretas.

    d) Somente as afirmativas I, II e III so corretas.

    e) Somente as afirmativas I, II e IV so corretas.

    QUESTO 08

    Sobre as Evidncias apodticas responda corretamente:

    a) Plato foi um dos primeiros a estabelecer uma Evidncias apodtica quando disse que o

    conhecimento estava na forma (ou ideia) da coisa.

    b) Evidncias apodticas so verdades absolutas estabelecidas pelos filsofos atravs da experincia ou

    da intuio.

    c) As Evidncias apodticas so verdades independentes da experincia sensvel, tem um fundamento

    antropolgico.

  • Rua: Frei Vidal, 1621 So Joo do Tauape CEP: 60.120-100

    Fortaleza Cear Fone/fax: (85) 3272.12.95

    1

    d) Evidncias apodticas so conhecimentos ligados a matemtica, ao estudo dos nmeros restritamente.

    QUESTO 09

    Leia o argumento abaixo.

    - Todos os animais so mortais.

    - Alguns rpteis so animais.

    - Alguns rpteis so mortais.

    Assinale a alternativa que indica se o argumento um silogismo vlido ou invlido e, se for este o caso,

    qual regra violou.

    a) Este um silogismo que atendeu s regras da validade silogstica.

    b) O argumento anterior um silogismo invlido porque o termo "mortais" est distribudo na

    concluso, mas no na premissa.

    c) Este silogismo invlido porque tem duas premissas particulares.

    d) Este silogismo invlido, porque o termo mdio nunca est distribudo, pois em ambas as premissas

    predicado.

    e) Este silogismo invlido porque a concluso particular, mas uma das premissas universal.

    QUESTO 10

    Durante o sculo XVIII, quando viveu Kant, o debate em teoria do conhecimento estava dividido entre o

    empirismo e o racionalismo.

    Analise as afirmativas abaixo, a respeito da crtica e da posio kantiana nessa disputa.

    1. Para Kant, a cincia constituda por juzos sintticos a priori, isto , por juzos universais nos quais o

    predicado exprime algo de novo, j contido no sujeito.

    2. Racionalistas erraram, segundo a crtica kantiana, pois acreditavam que o conhecimento cientfico

    consistiria em juzos sintticos a posteriori.

    3. As concepes empiristas acerca da cincia estariam equivocadas ao identific-la com os juzos

    analticos a priori.

    4. Para Kant, o conhecimento no fruto nem do sujeito, nem do objeto, mas sim da sntese da ao

    combinada entre ambos.

    Assinale a alternativa que indica todas as afirmativas corretas.

    a) So corretas apenas as afirmativas 1 e 2.

    b) So corretas apenas as afirmativas 1 e 4.

    c) So corretas apenas as afirmativas 2 e 4.

    d) So corretas apenas as afirmativas 3 e 4.

    e) So corretas apenas as afirmativas 1, 2 e 3.

  • Rua: Frei Vidal, 1621 So Joo do Tauape CEP: 60.120-100

    Fortaleza Cear Fone/fax: (85) 3272.12.95

    1

    GABARITO 3 ETAPA INGLS

    2 ANO QUESTO 11- D

    QUESTO 12- A

    QUESTO 13- E

    QUESTO 14- B

    QUESTO 15- B

    QUESTO 16- B

    QUESTO 17- D

    QUESTO 18- B

    QUESTO 19- C

    QUESTO 20- C

  • Rua: Frei Vidal, 1621 So Joo do Tauape CEP: 60.120-100

    Fortaleza Cear Fone/fax: (85) 3272.12.95

    1

    GABARITO 3 ETAPA ESPANHOL

    2 ANO QUESTO 21- B

    QUESTO 22- A

    QUESTO 23- C

    QUESTO 24- A

    QUESTO 25- D

    QUESTO 26- B

    QUESTO 27- B

    QUESTO 28- C

    QUESTO 29- C

    QUESTO 30- D

Recommended

View more >