assist adminis

Download Assist Adminis

Post on 22-Oct-2015

30 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • LEIA COM ATENO AS INSTRUES ABAIXO

    INSTRUES GERAIS

    I. Nesta prova, voc encontrar 06 (seis) pginas numeradas sequencialmente, contendo 50 (cinquenta) questescorrespondentes s seguintes disciplinas: Lngua Portuguesa (15 questes), Informtica (15 questes) e ConhecimentosEspecficos (20 questes).

    II. Verifique se seu nome e nmero de inscrio esto corretos no carto de respostas. Se houver erro, notifique o fiscal.

    III. Assine e preencha o carto de respostas nos locais indicados, com caneta azul ou preta.

    IV. Verifique se a impresso, a paginao e a numerao das questes esto corretas. Caso observe qualquer erro, notifiqueo fiscal.

    V. Voc dispe de 3 (trs) horas para fazer esta prova. Reserve os 20 (vinte) minutos finais para marcar o carto de respostas.

    VI. O candidato s poder retirar-se do setor de prova 2 (duas) horas aps seu incio.

    VII. O candidato no poder levar o caderno de questes. O caderno de questes ser publicado no site do IBFC, no prazorecursal contra gabarito.

    VIII. Marque o carto de respostas cobrindo fortemente o espao correspondente letra a ser assinalada, conforme o exemplono prprio carto de respostas.

    IX. A leitora ptica no registrar as respostas em que houver falta de nitidez e/ou marcao de mais de uma alternativa.

    X. O carto de respostas no pode ser dobrado, amassado, rasurado ou manchado. Exceto sua assinatura, nada deve serescrito ou registrado fora dos locais destinados s respostas.

    XI. Ao terminar a prova, entregue ao fiscal o carto de respostas e este caderno. As observaes ou marcaes registradasno caderno no sero levadas em considerao.

    XII. terminantemente proibido o uso de telefone celular, pager ou similares.

    Boa Prova!

    GOVERNO DO ESTADO DA PARABASEAD/SEE/SECULT

    NOME DO CANDIDATO ASSINATURA DO CANDIDATO RG DO CANDIDATO

    DESTAQUE AQUI

    Nome: Inscrio:Assinatura do Candidato:

    1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25

    26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50

    GABARITO DO CANDIDATO - RASCUNHO

    IBFC_01

    ASSISTENTE ADMINISTRATIVO, COPISTA MSICO, INSPETOR DE ORQUESTRA,OPERADOR DE FOTOCOPIADORA DE MSICA E SECRETRIA ADMINISTRATIVA

    NVEL MDIO/TCNICO

  • RASCUNHO

  • IBFC_01 1

    PORTUGUS

    Para responder s questes de 1 a 4, leia o texto abaixo.

    O mundo mudouSe o homem estivesse realizado com seu modo de viverurbano e confortvel, no viveria sonhando com a paz de

    cabanasZeca Baleiro

    O mundo mudou. E no estou falando isso porque opapa Bento XVI renunciou. Nem porque o prximo papa talvezseja negro, como dizem, o que seria um claro indcio de mudananos hbitos do mundo. Nem porque o Brasil agora tem comopresidente uma mulher, que insistem em chamar feiamente depresidenta. No. O mundo mudou porque est sempremudando. E sempre estar, at que um dia chegue o seualardeado fim (se que chegar).

    Mas quando um homem de meia idade (qual ser ainteira?) afirma o mundo mudou, o que est verdadeiramentequerendo dizer? Que assiste ao nascimento de uma outra era,qui. Que v o mundo passando por uma transformaoprofunda, como h muito no se via, fazendo a distncia deuma dcada parecer um sculo.

    Hoje vivemos protegidos por muitos cuidados epaparicos, sempre sob a forma de servios, e desde que voctenha dinheiro para us-los, claro. Carro quebrou na marginal?Relaxe, o guincho da seguradora vir em minutos resgat-lo.Tem dificuldade de locomoo? Espere, a empresa area disporde uma cadeira de rodas para lev-lo ao terminal. Surgiu umagoteira no seu chal em plenas frias de vero? Calma, o mooque conserta telhados est correndo para l agora.

    Vai ficando para trs um outro mundo de iniciativas,de gestos solidrios, de amizade, de improvisao (sim, quemno improvisa se inviabiliza, eu diria, parafraseando Chacrinha).Estamos criando uma gerao que no sabe bater um pregona parede, trocar um botijo de gs, armar uma rede. T, o leitoragora se pergunta do outro lado: Quem precisa disso nestemundo cheio de confortos?...

    , talvez ningum precise de fato. Mas tenho o orgulhoe a vaidade bestas de ter em meu currculo a habilidade defazer boca de lobo, por exemplo. Explico: quando a rede rede de dormir, aquela que o pensador italiano Domenico deMasi considera a maior inveno humana longa demais,mais longa que o espao reservado para arm-la, ento damosum n engenhoso que faz com que o punho da rede diminua,fazendo-a caber naquele espao.

    Parece ser de uma inutilidade sem fim estar aqui falandode redes e improvisaes e imaginando um amigo indo aoencontro do outro para resgat-lo no trnsito engarrafado dofim da tarde... Mas, se o homem contemporneo estivesse toplenamente realizado com seu modo de viver urbano econfortvel, no viveria sonhando com a paz de cabanas echals, com frias perfeitas perto do mar azul de Alagoas, ondepoderia ver tev a cabo, mas sem sair da rede (a de dormir, noa internet); nem viveria maldizendo os prestadores de serviosque lhe impem castigos e humilhaes, toda vez que atrasama entrega ou adiam infinitas vezes a colocao da cortina dasala.

    , o mundo mudou sim. E no adianta dirigir nossaslamrias a Deus, ocupado demais com as muitas goteiras domundo e as dezenas de motoboys atropelados na avenidaRebouas. S nos resta o telefone do SAC, onde gastaremosnossa blis com improprios ao vento; ou o site da loja deeletrodomsticos onde ningum tem nome (que saudade dosReginaldos, Edmilsons e Velosos!). Ligaremos para falar coma nossa prpria solido, a nossa dependncia do mundo dosservios e a nossa incapacidade de viver com real simplicidade,soterrados por senhas, protocolos e pendncias vs. Nem Kafkapoderia sonhar com tal mundo.

    1) Considere as afirmaes abaixo.I. O autor considera que h uma evoluo positiva do

    mundo, uma vez que hoje contamos com confortos queseriam inimaginveis h algumas dcadas.

    II. O autor considera que as facilidades do mundo modernofazem com que as pessoas percam algumas qualidades,como a capacidade de ter iniciativas.

    Est correto o que se afirma ema) somente I c) I e IIb) somente II d) nenhuma

    2) Considere as afirmaes abaixo.I. O autor indica que as pessoas esto menos prximas

    umas das outras e mais sozinhas.II. O autor considera que as novas tecnologias tornaram o

    homem mais dependente, mas completamente feliz.Est correto o que se afirma ema) somente I c) I e IIb) somente II d) nenhuma

    3) Assinale a alternativa que indica corretamente aclassificao da palavra destacada no perodo abaixo.Mas quando um homem de meia idade (qual ser a inteira?)afirma o mundo mudou, o que est verdadeiramentequerendo dizer?

    a) Adjetivo c) Advrbiob) Numeral d) Pronome

    4) Considere o perodo e as afirmaes abaixo.Que assiste ao nascimento de uma outra era, qui.

    I. H um problema de regncia verbal, mas a construo aceitvel porque se trata de um texto informal.

    II. O advrbio qui indica uma possibilidade.Est correto o que se afirma ema) somente I c) I e IIb) somente II d) nenhuma

    5) Considere os quadrinhos e as afirmaes abaixo.

    I. O objetivo da tirinha criticar o gosto musical dascrianas, acostumadas apenas a canes infantis.

    II. O uso e a grafia das onomatopeias intensificam a crticaao estilo de msica eletrnica.

    Est correto o que se afirma ema) somente I c) I e IIb) somente II d) nenhuma

  • 6) Considere o perodo e as afirmaes abaixo.

    Devem haver outros caminhos para se chegar no centro da

    cidade.

    I. H um problema de concordncia verbal.

    II. H um problema de regncia verbal.

    De acordo com a norma culta, est correto o que se

    afirma em

    a) somente I c) I e II

    b) somente II d) nenhuma

    7) Assinale a alternativa que completa a lacuna.

    A violncia um problema __________ ainda no se

    encontrou soluo.

    a) onde c) para o qual

    b) no qual d) cujo

    8) Considere os perodos abaixo.

    I. A maioria dos jovens que tm acesso internet mantm

    um perfil em redes sociais.

    II. O crescimento das redes sociais e dos blogs

    possibilitaram a democratizao da informao.

    A concordncia est correta em

    a) somente I c) I e II

    b) somente II d) nenhuma

    9) Considere as oraes abaixo e assinale a alternativa

    correta.

    I. Paulo, trouxe o bolo?

    II. Paulo trouxe o bolo?

    a) A pontuao est correta somente em II.

    b) O nome prprio exerce diferentes funes sintticas em

    I e II.

    c) Em I, Paulo exerce a funo de sujeito.

    d) A pontuao est correta somente em I.

    10) Assinale a alternativa em que o predicado verbo-

    nominal.

    a) Carlos ficou irritado.

    b) Aquela menina prepotente!

    c) O rapaz trabalhou muito ontem.

    d) Achei o final do filme muito previsvel.

    11) Considere o dilogo abaixo.

    - Oi, tudo bem?

    - Tudo. E voc?

    - Tambm... Est tudo certo?

    - Sim. Com voc tambm?

    - Sim.

    A funo de linguagem predominante

    a) referencial c) metalingustica

    b) emotiva d) ftica

    12) Assinale a alternativa que completa, correta erespectivamente, as lacunas.I. Se ele ________ voc aqui, ficar com cimes.

    II. Se ele _________ aqui, conversaremos.

    a) vir - vier c) ver - vim

    b) vir - vim d) ver - vier

    Para responder s questes de 13 a 15, leia a letra da msicaabaixo.

    S (Solido) Tom Z

    Solido...

    Solido...

    Que poeira leve

    Solido

    Olhe a casa sua

    Na vida quem perde o telhado

    Em troca recebe as estrelas

    Pra rimar at se afogar

    E de soluo em soluo esperar

    O sol que sobe na cama

    E acende o lenol

    S lhe chamando

    Solicitando

    Solido

    Que poeira leve...

    Se ela nascesse rainha

    Se o mundo pudesse aguentar

    Os pobres ela pisaria

    E os ricos iria humilhar.

    Milhares de