artigo mrp icc

Download Artigo Mrp Icc

Post on 17-Dec-2015

216 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Este trabalho é sobre MRP I na construção civil

TRANSCRIPT

  • KRAINER, C. W. M.; KRAINER, J. A.; IAROZINSKI NETO, A.; ROMANO, C. A. Anlise do impacto da implantao de sistemas ERP nas caractersticas organizacionais das empresas de construo civil. Ambiente Construdo, Porto Alegre, v. 13, n. 3, p. 117-135, jul./set. 2013.

    ISSN 1678-8621 Associao Nacional de Tecnologia do Ambiente Construdo.

    117

    Anlise do impacto da implantao de sistemas ERP nas caractersticas organizacionais das empresas de construo civil

    Analysis of the impact caused by the implementation of ERP systems on the organizational characteristics of construction companies

    Christiane Wagner Mainardes Krainer Jefferson Augusto Krainer Alfredo Iarozinski Neto Cezar Augusto Romano

    Resumo ma das causas do insucesso do ERP nas empresas de construo civil o fato da implantao desse sistema ser uma grande mudana organizacional. O objetivo desta pesquisa identificar como a implementao do sistema ERP impacta na organizao e nos

    processos gerencias das empresas de construo civil. Foi realizada uma survey em uma amostra de empresas construtoras brasileiras. Os dados foram coletados por meio de um questionrio encaminhado por email a dois grupos de empresas: com e sem ERP implantado. A partir da anlise estatstica discriminante foi possvel identificar as variveis relacionadas ao nvel de desenvolvimento dos processos de gesto e as caractersticas organizacionais que mais distinguem os dois grupos de empresas. Os resultados revelaram que a implantao do ERP impacta nas variveis da maturidade organizacional nos seguintes aspectos: viso estratgica, relacionamento com cliente, gerenciamento de recursos humanos, gesto financeira e de TI.

    Palavras-chave: Empresas de construo civil. Sistema integrado de gesto. Maturidade organizacional. Anlise discriminante.

    Abstract One of the causes of ERP failure in construction companies is fact that the implementation of this system requires a major organizational change. The objective of this research work is to identify how the implementation of the ERP system impacts the organization and managerial processes of construction companies. It was based on a survey with a sample of Brazilian construction companies. Data were collected through a questionnaire sent by email to two groups of companies: with and without ERP systems. By using the statistical discriminant analysis, it was possible to identify the variables related to the level of development of managerial processes and organizational characteristics that most distinguish those two groups. The results show that ERP implementation impacts on the variables of organizational maturity in the following aspects: strategic vision, customer relationship management, human resources, financial management and IT.

    Keywords: Construction companies. Integrated management system. Organizational maturity. Discriminant analysis.

    U

    Christiane Wagner Mainardes Krainer

    Universidade Tecnolgica Federal do Paran

    Curitiba - PR - Brasil

    Jefferson Augusto Krainer Universidade Federal do Paran

    Curitiba PR Brasil

    Alfredo Iarozinski Neto Universidade Tecnolgica Federal do

    Paran Curitiba - PR - Brasil

    Cezar Augusto Romano Universidade Tecnolgica Federal do

    Paran Curitiba - PR - Brasil

    Recebido em 15/04/13

    Aceito em 17/09/13

  • Ambiente Construdo, Porto Alegre, v. 13, n. 3, p. 117-135, jul./set. 2013.

    Krainer, C. W. M.; Krainer, J. A.; Iarozinski Neto, A.; Romano, C. A. 118

    Introduo

    A atividade de transformao na indstria da

    construo civil leva em conta o produto final, um

    imvel, com longo ciclo de existncia e

    inconstncia de utilizao de recursos. A indstria

    composta de inmeras organizaes, desde

    fornecedores de materiais, de projetos, de servios

    e de mo de obra, a empresas propriamente de

    engenharia. As organizaes construtoras tm

    estruturas distintas, porm o objetivo comum:

    entregar algum produto ou servio que seja

    necessrio para o processo produtivo da construo

    como um todo (ETCHALUS et al., 2006).

    O macrossetor da construo civil tem papel

    socioeconmico importante no Brasil,

    representando em torno de 20% do PIB brasileiro

    (CMARA..., 2010). Em contrapartida, no que se

    refere aos processos gerenciais e s tcnicas

    construtivas, caracteriza-se pelo conservadorismo

    e pelo tradicionalismo (TOLEDO et al., 2000;

    NASCIMENTO; SANTOS, 2003; TORTATO,

    2007; FREJ; ALENCAR, 2010), o que justifica a

    preocupao de um grande nmero de construtoras

    com seus sistemas de gesto.

    As empresas construtoras, desde 1990, comearam

    a buscar alternativas para viabilizar suas margens

    de lucro a partir da reduo de custos, do aumento

    de produtividade e da utilizao de solues

    tecnolgicas e gerenciais (TORTATO, 2007).

    Conforme Vieira (2006), a insero de novos

    conceitos, procedimentos, tcnicas, mtodos e

    processos conduziram a mudanas, principalmente

    no pensamento estratgico e na viso sistmica das

    organizaes do setor da construo,

    desencadeando a implementao de tecnologias de

    informao (TI) que proporcionam um ambiente

    integrado e produtivo.

    Nascimento e Santos (2003) j anunciavam que,

    para a construo civil, novas tecnologias estavam

    sendo disponibilizadas em ferramentas

    modeladoras das informaes e gerenciadoras dos

    empreendimentos, contribuindo fundamentalmente

    para melhores tomadas de deciso e para a criao

    de novo conhecimento, integrando todas as fases e

    compartilhando informaes entre os agentes dos

    processos em todo o ciclo.

    Nesse particular, os sistemas integrados de gesto

    empresarial, tambm denominados de ERP

    (Enterprise Resource Planning), podem ser uma

    importante ferramenta no desenvolvimento

    organizacional das construtoras, pois, ao se

    integrarem sistemas, tambm se integram controles

    e processos, permitindo, como j exemplificado

    por Rodrigues (2002), que um colaborador

    interfira, em tempo real, diretamente no resultado

    do trabalho do outro. O setor encontra nessa

    ferramenta a possibilidade de controlar e gerenciar

    a execuo das obras em qualquer etapa do estgio

    de trabalho. Alis, os sistemas integrados de gesto

    especficos para construo civil operam em rede

    totalmente integrada (VIEIRA, 2006).

    No entanto, a implantao de um sistema ERP

    um processo crtico. Rodrigues (2002) afirma que

    existem estratgias diferenciadas de implantao

    de sistemas de gesto integrada que devem estar

    alinhadas com a maturidade da organizao.

    Fontana (2006) acrescenta que o conhecimento dos

    processos de mudana e evoluo das organizaes

    pode auxiliar na identificao dos elementos

    relevantes para a implantao de sistemas. Oliveira

    (2006), por seu turno, aduz que, para que o

    processo de implantao seja bem-sucedido, faz-se

    necessrio considerar o estgio de maturidade em

    que se encontra a organizao.

    Implementar um sistema integrado tem um carter

    estratgico e provoca impactos na gesto da

    organizao, nos processos de negcios e na

    arquitetura organizacional (CALDAS; WOOD

    JNIOR, 1999). Conforme Rodrigues (2002), a

    maturidade da organizao contribui para a

    tendncia de sucesso na implantao do sistema

    ERP e na identificao de caractersticas negativas

    que necessitam ser neutralizadas.

    O sistema ERP proporciona resultados de longo

    prazo quando est atrelado aos objetivos

    estratgicos da empresa, portanto necessrio,

    primeiramente, avaliar a maturidade

    organizacional dos processos, procurando

    compactuar as estratgias do negcio com a TI

    (OLIVEIRA, 2006). Crespo e Ruschel (2007)

    esclarecem que a maturidade organizacional

    fundamental no momento da implantao, para que

    as mudanas em TI alcancem o resultado esperado.

    Dantes e Hasibuan (2009) afirmam que o nvel de

    maturidade da organizao impacta

    significativamente no sucesso da implantao do

    ERP, pois envolve, alm do aspecto tecnolgico,

    pessoas e processos. Segundo Dias e Souza (2004),

    a simples implantao do sistema ERP acarreta nas

    organizaes transformaes estruturais

    considerveis.

    Do que se percebe, h pesquisas que identificam

    que, independentemente do nvel de maturidade da

    organizao, a simples implantao de um sistema

    integrado de gesto promove mudanas

    organizacionais. No entanto, poucos so os estudos

    semelhantes relacionados especificamente

    construo civil.

  • Ambiente Construdo, Porto Alegre, v. 13, n. 3, p. 117-135, jul./set. 2013.

    Anlise do impacto da implantao de sistemas erp nas caractersticas organizacionais das empresas de construo civil

    119

    Assim, levando-se em conta a escassez de

    literatura sobre o tema, a importncia do setor da

    construo civil para o crescimento do Brasil e,

    mais ainda, considerando-se as especificidades

    desse setor, o objetivo desta pesquisa identificar

    como a implementao do sistema ERP impacta

    nas caractersticas da organizao e na maturidade

    dos processos gerenciais das empresas de

    construo civil.

    Implantao de sistemas erp e maturidade

    Entre as principais vantagens de se implantar um

    sistema ERP esto a integrao dos processos

    internos, a confiabilidade de informaes, a

    obteno de dados gerenciais que auxiliam as

    tomadas decises e a unificao de operaes de

    diferentes plantas (VIEIRA, 2006). Sallaberry

    (2009) ressa