arranjos político-institucionais

Download arranjos político-institucionais

If you can't read please download the document

Post on 09-Jan-2017

216 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAR

    NCLEO DE ALTOS ESTUDOS AMAZNICOS PROGRAMA DE PS-GRADUAO EM DESENVOLVIMENTO SUSTENTVEL

    DO TRPICO MIDO

    MANOEL ALVES DA SILVA

    ARRANJOS POLTICO-INSTITUCIONAIS: a criao de novos municpios, novas estruturas de poder e as

    lideranas locais - a diviso territorial de Marab na dcada de 1980

    Belm 2006

  • MANOEL ALVES DA SILVA

    ARRANJOS POLTICO-INSTITUCIONAIS: a criao de novos municpios, novas estruturas de poder e as

    lideranas locais - a diviso territorial de Marab na dcada de 1980

    Tese a apresentada para obteno do ttulo de Doutor em Cincias: Desenvolvimento Socioambiental, Ncleo de Altos Estudos Amaznicos, Universidade Federal do Par Orientador: Prof. Dr. Thomas Peter Hurtienne

    Belm 2006

  • Dados Internacionais de Catalogao de Publicao (CIP) (Biblioteca do NAEA/UFPa)

    Silva, Manoel Alves da Arranjos Poltico-Institucionais: a criao de novos municpios, novas estruturas de poder e as lideranas locais - a diviso territorial de Marab na dcada de 1980 / Manoel Alves da Silva; Orientador , Thomas Peter Hurtienne 2006. 188 f.: il. ; 29 cm Inclui bibliografias Tese (Doutorado) Universidade Federal do Par, Ncleo de Altos Estudos Amaznicos, Programa de Ps-Graduao em Desenvolvimento Sustentvel do Trpico mido, Belm, 2006. 1. Poder (Cincias sociais)- Marab (PA). 2. Partidos Polticos Marab (PA). 3. Criao municpios. 4. Liderana poltica Marab (PA). 5. Territorialidade humana - Marab (PA). I. Hurtienne, Thomas, orientador. II. Ttulo. CDD 21. ed. 320.8098115

  • MANOEL ALVES DA SILVA

    ARRANJOS POLTICO-INSTITUCIONAIS: a criao de novos municpios, novas estruturas de poder e as

    lideranas locais - a diviso territorial de Marab na dcada de 1980

    Tese apresentada para obteno do ttulo de Doutor em Cincias: Desenvolvimento Socioambiental, Ncleo de Altos Estudos Amaznicos, Universidade Federal do Par.

    Aprovado em: Banca Examinadora Prof. Dr. Thomas Peter Hurtienne Orientador - NAEA/UFPA Prof. Dr. Francisco de Assis Costa Examinador - NAEA/UFPA Prof. Dr. David Ferreira Carvalho Examinador - NAEA/UFPA Prof.Dr. Gilberto de Miranda Rocha Examinador - UFPA/ CFCH Prof. Dr. Pere Perit Examinador - CFCH/UFPA Resultado:

  • s mulheres e aos homens que contriburam para que eu chegasse at aqui: Cesarina Alves da Silva, minha me; Manoel Prota da Silva (in memoriam), meu pai; Lucida Santos, amiga, esposa e me dos meus filhos; Fabola Santos Alves da Silva, minha filha e grande amiga; Caio Santos Alves, meu filho e grande amigo; Maria Jos de Oliveira, me da me dos meus filhos; Janice do Socorro Alves da Silva, minha irm; Luis Prota da Silva e Joo Prota da Silva, meus irmos.

  • AGRADECIMENTOS

    Foram alguns meses de sala de aula, muitos dias, noites, madrugadas.

    Alguns quilmetros de estradas, visitas s instituies. Foram vrias horas

    dialogando com o orientador, consultando dados, jornais, documentos, realizando

    entrevistas, transcrevendo fitas, elaborando tabelas, analisando dados estatsticos,

    analisando entrevistas. Madrugadas chegando, noites se pondo e dias comeando,

    dias, noites, madrugadas. Valeu a pena!

    Ao Professor Luis Aragn, professor e orientador1 que me possibilitou

    atravessar longos percursos e superar difceis obstculos, e por ter me colocado em

    terra segura.

    Ao Professor Thomas Hurtienne por ter aceitado a orientao2 deste trabalho.

    Ao Professor Gerd Kohlhepp.

    Aos professores que ao longo da minha formao acadmica exerceram o

    papel de orientadores: Dr. Tereza Ximenes (Graduao), M.Sc. Juan Hoyos

    (Especializao), Dr. David Carvalho (Mestrado), Dr. Luis Aragn (Doutorado), Dr.

    Thomas Hurtienne (Doutorado).

    Aos professores do Ncleo de Altos Estudos Amaznicos (NAEA).

    Aos funcionrios do NAEA.

    Ao Professores Dr. Gilberto Rocha, do Departamento de Geografia, ao Prof.

    Dr.Edir Veiga do Centro Cincias da Sade da Universidade Federal do Par. Aos

    colegas doutorandos Durbens Nascimento e Ronaldo Lopes, por terem me

    escutado, e, sobretudo pelas idias, opinies e crticas emitidas.

    Aos funcionrios do setor de documentao da Assemblia Legislativa do

    Estado do Par, do setor de estatstica do Tribunal Eleitoral do Estado, do Jornal

    Correio do Tocantins (Marab).

    A todos aqueles que gentilmente concederam as entrevistas utilizadas no

    escopo desta tese.

    Aos meus alunos da Universidade Federal do Par (UFPA), Campus Marab

    (2004), pela compreenso e as reflexes realizadas em sala de aula, fato que me

    possibilitou ter um olhar mais acurado sobre as relaes polticas locais.

    1 O Prof. Dr. Luis Aragn exerceu a orientao desta tese, no perodo correspondente ao que

    denominarei de primeira fase: 2000-2004. 2 O Professor Dr. Hurtienne exerceu a orientao desta tese, no perodo que denomino de fase final:

    2004-2005.

  • Ao Livaldo de Oliveira Santos, por nunca ter dito no a um pedido de ajuda.

    Aos meus histricos companheiros do Sindicato dos Metalrgicos do Par

    (SIMETAL): Ivo Borges, Clvis, Sulivam Santa Brgida, Edivaldo Guimares (Belm),

    Odileno Meireles (Parauapebas), Valtemir Pereira (Bezouro/Marab (in

    memoriam)).

  • [...] a robustez institucional encontra melhor ambincia nas complexas economias produtivas, do que nas simples economias extrativistas. (Elmar Altvate).

  • RESUMO

    Na presente tese - Arranjos poltico-institucionais: a criao de novos municpios, novas estruturas de poder e as lideranas locais. a diviso territorial de marab na dcada de 1980 ser apresentada a seguinte assertiva: a criao dos municpios decorrentes do desmembramento de Marab, no Sudeste paraense, na dcada de 1980, est circunscrita ao processo de modernizao capitalista, em especial, na esfera poltica (local). Neste caso, no mbito institucional. Para tanto, sero utilizados os conceitos de Campo, Poder Simblico, Interesse, Partido Poltico e Liderana. Conceitos desenvolvidos por Bourdieu, bem como conceitos de Liderana, Partido Poltico e Eleitor, defendidos por Downs. A pesquisa se desenvolveu nos municpios criados a partir de Marab: Parauapebas (1988) e Curionpolis (1988), que foram desmembrados dando origem a Eldorado dos Carajs (1991), gua Azul do Norte (1991), Cana dos Carajs (1994). A estrutura fsica deste trabalho constituda de captulos: No primeiro, sero abordados os procedimentos e o percurso metodolgico adotado. No segundo, ser apresentado o instrumental terico-analtico, o problema, o objeto, e as hipteses balizadoras deste trabalho. No escopo do captulo terceiro, abordar-se- o surgimento dos novos municpios, a partir da percepo das lideranas polticas de Marab. No quarto captulo sero focalizados os mecanismos de controle e o campo poltico, enquanto espao de disputa e dominao. No quinto captulo, estaro em discusso a representao poltica, as novas estruturas de poder, as alianas, a competio poltica e a disputa eleitoral. No sexto captulo ser enfatizado o Sudeste paraense no contexto das emancipaes a partir das percepes das lideranas dos municpios emancipados. Por ltimo, as concluses luz das anlises apresentadas no escopo desta tese. Duas so as mais significativas concluses: 1) A criao desses municpios resultou de um processo de modernizao institucional na regio em estudo; 2) A criao desses municpios atendeu aos interesses das lideranas polticas, e atores econmicos em escala municipal e estadual. A partir dessas concluses, sero feitas as seguintes consideraes acerca dos municpios emancipados: Curionpolis, Eldorado dos Carajs, Parauapebas e Cana dos Carajs; em funo de apresentarem realidades distintas, tiveram como resultado final, aps o desmembramento de Marab, a experincia da autonomia, sem, contudo, perder, inevitavelmente, as marcas da desigualdade. No entanto, em ambos os casos, registrou-se um processo de democratizao, no qual as disputas polticas (eleitorais) e os conflitos decorrentes passam a ser regulados pela regras definidas no marco do Estado de Direito. Por fim, o percurso metodolgico adotado elegeu as lideranas locais como importantes interlocutores, tendo por objetivo obter o olhar das lideranas polticas locais sobre esse processo.

    Palavras-Chave: Municpios. Emancipao. Modernizao Institucional. Lideranas Polticas. Partidos Polticos. Competio Eleitoral.

  • ABSTRACT

    In this thesis institutional and political arrangements: the creation of new municipalities, new power structures, and local leadership; the territorial division of Marab in the 80s we present the following assertion: the creation of municipalities as a result of the territorial partition of Marab, in the southeast of the State of Para (Brazil), during the 80s, is connected to the process of capitalist modernization, particularly in the (local) political dimension, and, in this case, at an institutional aspect. We therefore use Campos' concepts of symbolic power, political party, and leadership. Such concepts were developed by Bourdieu and concepts of leadership, political party and voter, defended by Downs. The research was conducted in the municipalities created from the territorial partition of Marab: Parauapebas (1988), and Curionpolis (1988), which, on their turn, were disunited and originated the municipalities of Eldorado dos Carajs (1991), gua Azul do Norte (1991), and Cana dos Carajs (1994). The physical structure of this work is formed by chapters: In the first chapter, we discuss the proceedings and the methodological approach used to produce the thesis. In the second chapter, we present the theoretical a

Recommended

View more >