arrais amador exercicios

Download Arrais Amador Exercicios

Post on 12-Jul-2015

1.246 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

ARRAIS-AMADOR

Questionrio

."\-_.._.~:~'.-;-

~..

I

; r \

,( :

~.//i

:: I

I /

/

.}.,.

//

/

;. i,

'/

-_......

"I l . . .-4.i ~ ,_,r~,,/'f // " 1-\.. . ./_,,,/" ..

)

I

( r / /fi ,I

,-,r ,

,.

'fr/ \':/I

l

(I\

, \

'\

J..r

I

,//.'250J

!i,,!

{{

Organizado por Jaime Robe110 da Costa Felipe Hidrgrafo

RIPEAM

01 - Qual a finalidade do RIPEAM? a) regulamentar as manobras, luzes de navegao e de condies especiais, em guas de jurisdio nacional b) estabelecer regras para conduo de embarcaes, bem como informar, atravs de sinais sonoros, luzes e marcas, de nossas intenes de manobra, a fim de evitar abalroamento c) evitar coliso em reas martimas consideradas desabrigadas d) evitar a coliso em mar aberto, e em guas internacionais, atravs de regras de governo, luzes, marcas e sinais sonoros

02

- Duas embarcaes em rumos diretamente opostos, ou seja, na situao de "Roda a Roda", devero manobrar da seguinte forma: a) b) c) d) as duas guinam para boreste as duas guinam para bombordo as duas guinam para bordos opostos a preferencada mantm seu rumo

03 - Duas embarcaes, a propulso mecnica, trafegam em rumos cruzados; qual tem preferncia de passagem? a) nenhuma delas b) a que est com maor velocidade c) a de maior porte (tamanho) d) a que avistar a outra pelo seu bombordo, isto , a que v a luz verde 04 - Uma embarcao navegando ao longo de um canal estreito ou via de acesso, dever manter-se: a) b) c) d) afastado da prximo da prximo da afastado da margem margem margem margem do seu do seu do seu do seu bo,reste bombordo boreste bombordo, no meio do canal

05 - Toda a manobra deve ser executada com antecedncia, conforme a boa marinharia, e de forma: a) b) c) d) brusca e com variaes constantes de velocidade lenta e com pequenos ngulos de leme lenta e gradual franca e positiva

06 - Uma embarcao preferenciada: a) b) c) d) pode navegar noite sem maiores cuidados precisa dar dois apitos sempre que avistar outra embarcao necessita manter rumo e velocidade na maioria das circunstncias necessita guinar imediatamente

07 - No caso de uma embarcao alcanando outra, como se deve proceder? a) b) c) d) a a a a de de de de menor velocidade, dever manobrar para dar passagem menor velocidade guina para boreste maior velocidade, manobra para ultrapassar a outra maior velocidade, mantm seu rumo

08 - A embarcao que no tem preferncia de passagem e que deve tomar uma ao, considerada: a) manobradora b) preferenciada c) sem governo d) com capacidade de manobra restrita 09 - O que se entende por 'VELOCIDADE DE SEGURANA"? a) a velocidade mxima permitida em uma determinada regio de trfego b) a velocidade ideal de cruzeiro para condies que exijam maiores cuidados c) a velocidade que possibilita uma ao apropriada, possivel de evitar uma coliso e de parar a embarcao a uma distncia segura d) a velocidade mnma permitida em determinada regio 10 - Com relao preferncia de manobra, uma embarcao vela dever manter-se fora do caminho de embarcaes: a) transportando passageiros b) transportando combustveis c) com propulso mecnica d) sem governo 11 - Nas embarcaes de esporte e/ou recreio, as luzes mais comuns so: a) b) c) d) luz luz luz luz de de de de reboque, luzes de bordo e luz circular alcanado, luz de mastro e luzes de bordo mastro, luz de alcanado e luz de reboque embarque, luz circular e luz intermitente

12 - Os dispositivos de sinalizao sonora, capazes de produzir os sons curtos e longos, so utilizados nas seguintes situaes: a) b) c) d) manobra e advertncia de coliso manobra, risco d,e coliso e em canais estreitos manobra, advrtncia e em visibilidade restrita manobra, risco de coliso e em baixa visibilidade

-t 13

- Uma embarcao ao manobrar, emite um apito curto, podemos dizer que: a) b) c) d) a a a a embarcao est embarcao est embarcao est embarcao est dando mquinas atrs guinando para boreste guinando para bombordo parando mquinas

f

14 - Uma embarcao manobrando emite dois apitos curtos, podemos afirmar que: a) b) c) d) a embarcao est a embarcao est a embarcao est a embarcao est dando mquinas atrs guinando para boreste guinando para bombordo sem governo

~15 - Uma embarcao manobrando emite trs apitos curtos, significa que a mesma est:

*'*'

a) b) c) d)

parando mquinas guinando para bombordo guinando para boreste dando mquinas atrs

16 - Quando duas embarcaes, no visual uma da outra, em um canal estreito ou via de acesso, tiver que ultrapassar outra pelo seu bombordo, deve indicar tal inteno emitindo o seguinte sinal sonoro: a) b) c) d) um apito longo um apito curto e um longo dois apitos longos e dois curtos dois apitos longos e um curto

17 - Uma embarcao que tem a inteno de ultrapassar outra pelo seu boreste, deve indicar tal inteno emitindo o seguinte sinal sonoro: a) b) c) d) um apito longo e dois curtos um apito longo e um curto dois apitos longos e dois curtos dois apitos longos e um curto

~ 18 - Quando embarcaes, no visual uma da outra, e que por qualquer motivo no consegueentender as intenes de manobra da outra, a embarcao em dvida deve indicar imediatamente esta dvida atravs de: a) b) c) d)~19 -

um apito longo, para chamar ateno dois apitos curtos, para chamar ateno um apito longo seguido de dois curtos cinco apitos curtos ou mais

Uma embarcao de propulso mecnica com seguimento, dentro ou nas proximidades de uma rea de visibilidade restrita, seja dia ou noite, deve emitir: a) b) c) d) um apito longo com intervalo de dois minutos um apito longo com intervalo de dois segundos dois apitos curtos com intervalo de dois minutos dois apitos curtos com intervalo de dois segundos

"*

20 - Uma embarcao de propulso mecnica, emitindo dois apitos longos sucessivos de dois em dois minutos, significa: a) b) c) d) embarcao rebocando embarcao sob mquinas, parada, sem seguimento, em visibilidade restrita embarcao fundeada, em visibilidade restrita embarcao em movimento, em visibilidade restrita

21 - O direito de passagem baseado na maior ou menor facilidade de manobra de cada um; assim sendo, uma embarcao sem governo tem preferncia em relao a: a) b) c) d) uma embarcao com capacidade restrita uma embarcao vela uma embarcao engajada na pesca todas as embarcaes citadas

22 - Uma embarcao vela tem o direito de passagem, ou seja, preferncia em relao a: a) b) c) d) uma uma uma uma embarcao com capacidade restrita embarcao engajada na pesca embarcao sem governo embarcao a propulso mecnica

t

23

Em navegao noturna, uma embarcao apresenta uma luz circular branca, onde melbor possa ser vista, indica que a embarcao: a) b) c) d) est est est est fundeada e possui menos de cinquenta metros de comprimento sem governo com carga perigosa parada, sob mquinas, com seguimento

t

24 - Uma embarcao de propulso mecnica, quando em faina de reboque menor que duzentos metros de comprimento, deve exibir: a) b) c) d) quatro luzes brancas no mastro trs luzes brancas no mastro duas luzes brancas no mastro uma luz branca no mastro

~25

Uma embarcao de propulso mecnica, quando realizando reboque superior a 200 metros de comprimento deve exibir: a) b) c) d) uma luz branca no mastro e luz de reboque de bordo duas luzes brancas no mastro, luz de reboque, de bordo e de alcanado trs luzes brancas no mastro, luz de reboque, de bordo e de alcanado quatro luzes brancas no mastro e luz de reboque

~6

Na navegao noturna, ao avistar uma embarcao de grande porte, exibindo uma luz encarnada (vermelha) no alto do mastro, deve-se tomar maiores precaues com qualquer possibilidade de aproximao porque a mesma: a) b) c) d) tem preferncia, pois est com capacidade restrita est sem governo carrega cargas perigosas est fundeada

~ 27

- Uma embarcao exibindo um balo preto no mastro, indica que ela est: a) engajada em pesca de arrasto b) sem governo c) pairando sob mquinas d) fundeada

~ 28 -

Na navegao interior, nas curvas de rios ou canais estreitos, onde a visibilidade prejudicada, para chamar a ateno devemos soar: a) dois apitos longos b) um apito longo c) dois apitos curtos d) um apito curto

*29

Visibilidade restrita normalmente causada por nevoeiro ou chuva forte. Uma embarcao em movimento deve alertar as demais da sua presena, emitindo: a) b) c) d) um apito longo e dois curtos de dois em dois minutos um apito curto e um longo e um curto dois apitos longos de dois em dois minutos um apito longo de dois em dois minutos

~30 - Uma embarcao de comprimento inferior a cinquenta metros, quando fundeada, deve exibir:a) b) c) d) trs luzes circulares encarnadas verticalmente trs luzes circulares verdes sendo uma na torre duas luzes circulares encarnadas em linha vertical uma luz circular branca onde melhor possa ser vista

31 - A forma correta de uma embarcao cruzar com outra, vinda em sentido contrrio, na situao "roda a roda", : a) b) c) d) cortando sua proa boreste com boreste boreste com bombordo bombordo com bombordo

32 - Das situaes abaixo, identifique a que dispensa o uso das luzes de navegao: a) b) c) d) embarcao fundeada embarcao atracada ao cais embarcao com visibilidade restrita embarcao em faina de reboque

*''*

33 - Na ausncia de apito, a embarcao poder utilizar como sinal sonoro eficaz: a) b) c) d) uma srie de foguetes pirotcnicos lanados seqencialmente um holofote durante trfego em canal balizado um gongo para manobrar noite buzina ou sino para sinalizar as suas intenes

34 - Embarcaes, menores de cinco metros de comprimento, sem propulso mecnica, quando fundeadas fora de canais, vias de acesso