Arquitetura Ritmo Harmonia e Melodia

Download Arquitetura Ritmo Harmonia e Melodia

Post on 13-Aug-2015

553 views

Category:

Documents

82 download

TRANSCRIPT

Arquitetura, Ritmo, Harmonia e MelodiaA Melodia na Arte Musical No Ocidente, a melodia, elemento fundamental da arte da msica, foi contnua e assimtrica no cantocho medieval e nas obras contrapontsticas; lgica, com perodos, frases e cadncias rigorosamente sistematizadas, no classicismo vienense; e, do romantismo em diante, determinada por uma pluralidade de correntes estticas. Melodia uma sucesso de sons, organizados primordialmente por relaes de intervalo e durao. Constitui, com o ritmo, a forma de expresso musical mais espontnea. Pode haver ritmo sem melodia, mas no o contrrio, pois ele que decompe em valores diferentes o intervalo de tempo no qual ela flui. A melodia o nico elemento no cantocho medieval e na msica indiana tradicional, onde aparece sem acompanhamento. Mas tambm se apresenta em estruturas musicais mais complexas, como a polifonia (em que vrias melodias soam simultaneamente) e a msica harmnica, na qual frequentemente se destaca como o elemento principal e executada por um solista. Do ponto de vista das variaes de altura (graves e agudos), a sucesso de sons apresenta momentos de maior ou menor tenso. Essa acentuao funciona de forma semelhante s inflexes da linguagem falada e determinada pela distncia em altura entre uma nota e a seguinte, pelo tipo de intervalo que se estabelece entre elas e por regras mais complexas referentes ao sistema composicional utilizado (modal, tonal, atonal etc.). Os sons geralmente no tm durao idntica na melodia, e notas mais longas, por exemplo, exercem funo de acento. Embora possa ser concebida teoricamente a partir da simples determinao de alturas e duraes, as variaes de timbre e intensidade na melodia so quase sempre indicadas por meio da determinao dos instrumentos executantes, da organizao rtmica da partitura etc. Assim, uma frase meldica que, analisada do ponto de vista das duraes, tem pontos de apoio claramente determinados, pode t-los confirmados pela altura dos sons e por sua intensidade ou, ao contrrio, enfraquecidos. A melodia instrumental seguiu, a princpio, os padres impostos pela tradio vocal: frases relativamente curtas e confortveis para a voz, andamentos moderados. Gradualmente, os compositores passaram a levar em conta as caractersticas tcnicas dos instrumentos. No sculo XVII, a afirmao da harmonia e do sistema tonal transformaram a significao da melodia. Como os padres harmnicos inerentes a certos grupos de notas podem ser captados tambm quando elas soam em sequncia, graas memorizao imediata, as melodias passaram a sugerir uma harmonia subjacente, o que levou a sua definio como linha mais aparente da harmonia. Isso permite a um bom instrumentista a deduo dos acordes que acompanham uma cano, mesmo sem prvio conhecimento desta. A partir do sculo XIX, novos sistemas composicionais, como por exemplo, o dodecafonismo, tenderam a resgatar a autonomia meldica, o que anula a presena implcita de um acompanhamento predeterminado. Tema a idia meldica em torno da qual se estrutura uma composio. Embora confira unidade obra, errneo consider-lo seu elemento bsico, pois, alm de nem sempre ser original, muitas vezes de grande simplicidade. O mrito do compositor consiste em explorar o potencial do tema, e no em criar belas melodias. O motivo, elemento parcial do tema, um desenho meldico breve (usualmente de duas a quatro notas) mas dotado de relevo e que intervm fragmentariamente no desenvolvimento da obra. Quando exerce o papel de "condutor", adquire uma nova funo, a de leitmotiv, que Richard Wagner converteu em mtodo de composio. Os ornamentos so notas adicionadas ou modificaes rtmicas destinadas a embelezar uma melodia. So exemplos de ornamentao a appoggiatura (notas adicionadas) e o portamento (deslizamento para uma determinada nota a partir de uma nota vizinha), entre muitos outros. A msica vocal italiana entre os sculos XVIII e XIX levou a ornamentao a um extremo virtuosismo. Diversas culturas no ocidentais se baseiam em princpios muito complexos, em que modos, padres rtmicos e meldicos se combinam em grandes sistemas como o raga indiano e o maqam rabe, capazes de criar atmosferas emocionais apropriadas a uma determinada situao, cerimnia ou hora do dia. Nesse contexto, s frmulas meldicas atribudo o poder de, por exemplo, melhorar o estado de sade do ouvinte ou aumentar a fertilidade do solo.

De um modo geral, os dicionrios definemmsica como a combinao de sons melodiosos, tendo em vista a beleza da forma e a viveza das emoes. Divide-se ela em trs partes: Melodia - a sucesso rtmica de sons musicais, de forma suave e agradvel; diz-se tambm de uma pea musical suave, para apenas uma voz ou para um coro unssono. Harmonia - a arte de criar e relacionaracordes (qualquer combinao de duas ou mais notas musicais, que soam simultaneamente). Ritmo - o agrupamento dos diversos valores de tempo durante um perodo musical, havendo uma harmoniosa correlao das partes. Em outras palavras, a alternncia de sons no tempo. H quem diga que tal movimento foi baseado na afluncia das guas do mar.

Conceito, Caractersticas da Msica e Som Melodia, Harmonia e Ritmo Msica a arte de manifestar os diversos afetos atravs do som, ou a msica a arte de combinar os sons simultnea e sucessivamente, com ordem, equilbrio e proporo dentro do tempo. A msica composta em vrias partes:

Melodia conjunto de sons sucessivos, dados um aps o outro, ou seja, sentido horizontal da msica. Harmonia conjunto de sons simultneos, dados de uma s vez, sentido vertical da msica. Contraponto conjunto de linhas meldicas em ordem simultneas, interdependentes e no sentido vertical e horizontal da msica. Ritmo - valor, ordem e proporo dos sons da melodia e harmonia. Som o que ouvimos atravs das vibraes de corpos elsticos. A vibrao pe em movimento o ar em forma de ondas sonoras que se espalham em todas as direes simultaneamente, atingindo as membranas do tmpano, fazendo-a vibrar. As vibraes so transmitidas ao crebro em forma de impulsos nervosos, e a partir da, o crebro as identifica como tipos de sons diferentes A vibrao pode ser Regular, quando produz sons de altura definida, ou seja, notas musicais ou sons musicais. Temos por exemplo o som de instrumento musical com notas definidas, como um violo, um piano, uma flauta, etc. .A vibrao Irregular, a que produz sons de altura indefinida, os chamados barulhos. Temos como exemplo o som de carro, de uma buzina, de uma exploso, instrumentos de percusso, etc. Na msica podem ser usados sons regulares e sons irregulares. http://www.essaseoutras.xpg.com.br/conceito-caracteristicas-da-musica-e-sommelodia-harmonia-e-ritmo/

Msica e Som, Melodia,Harmonia,Ritmo e Propriedades- O que so, Teoria A Teoria Musical uma matria muito importante para quem faz faculdade ou ainda est na escola. A msica precisa ser bem estudada e analisada alm de ser ouvidaQuer saber mais sobre pentagrama, teoria, melodia, harmonia, som, propriedades e etc? muito fcil! s voc ficar de olho no Not1, na categoria msica. Caso voc tenha dvidas musicais ou opinies, no se esquea de comentar, pois ns sempre atendemos e respondemos. Est interessado? Ento confira hoje mais sobre o bsico: o que a msica? Msica: a arte de manifestar os diversos afetos da nossa alma mediante o som. Ela se divide em Trs partes = Melodia, Harmonia e Ritmo. *Melodia a combinao dos sons sucessivos dados uns aps os outros. *Harmonia a combinao de sons simultneos dados de uma s vez. *Ritmo a combinao de valores. E a?! Acha que fcil? Ento a melhor dica saber essa parte de cor e salteado, porque ela a base para tudo da msica. Mas vamos lembrar outras coisas? Pentagrama: o conjunto de cinco linhas e quatro espaos horizontais e paralelos, aonde se escrevem as notas. Som: tudo o que impressiona os nossos ouvidos. O som possui quatro propriedades = Altura, Intensidade, durao e timbre: *Altura: a propriedade do som ser mais grave ou mais agudo. *Intensidade: a propriedade do som ser mais fraca ou mais forte. *Durao: o tempo em que se prolonga o som *Timbre: a propriedade particular de cada som. atrs do timbre que reconhecemos a origem do som. OBS: Todos os sons possuem as 4 propriedades exceto alguns instrumento de percusso que no possuem altura, EX: o bombo, pandeiro, castanhola, Reco-reco e etc. http://www.not1.xpg.com.br/musica-e-som-melodiaharmoniaritmo-e-propriedades-oque-sao-teoria/

Recommended

View more >