arquitetura de baixo impacto energético e ambiental: nova ...· de consumo de água, materiais...

Download Arquitetura de baixo impacto energético e ambiental: nova ...· de consumo de água, materiais construtivos,

Post on 01-Dec-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • ARQUITETURA DE BAIXO IMPACTO ENERGTICO E AMBIENTAL - NOVA ARQUITETURA

    Arq. Roberta C. Kronka, doutoranda.

    Faculdade de Arquitetura e Urbanismo FAU/USP

    Universidade de So Paulo

    Departamento de Tecnologia da Arquitetura

    05508-900 Cidade Universitria So Paulo SP Brasil

    Tel. /fax: +55 11 8184571

    E-mail: rkronka@usp.br

    Resumo

    A necessidade de mudana na maneira de pensar arquitetura inevitvel nos dias atuais.

    A maioria das atividades humanas devero ser analisadas, nos prximos anos, do ponto de vista do Impacto Ambiental causado e sua Sustentabilidade. A Arquitetura no exceo.

    A nova realidade vai exigir dos arquitetos, engenheiros e construtores, uma maior conscincia quanto aos recursos Ambientais globais, manifestadas sobre a economia de consumo de gua, materiais construtivos, consumo de energia, uso, manuteno e demolio de edificaes. Deve-se mudar os atuais padres de projeto e construo de maneira a contribuir para a garantia de suporte de vida e conservao da qualidade ambiental.

    O fato dos edifcios alterarem o meio Ambiente significativamente tem feito com que muitos pases passem a se preocupar com o assunto, desenvolvendo pesquisas e at tomando medidas no sentido de minimizar os Impactos Ambientais gerados pelas construes. Neste contexto surgem os Edifcios de Baixo Impacto Energtico e Ambiental, os Green Building, cujas caractersticas principais, eficincia energtica e energias renovveis, impactos ambientais diretos e indiretos, conservao das fontes e reciclagem, qualidade do ambiente interno, impactos na comunidade sero analisados neste trabalho, com o objetivo de gerarem elementos para a implantao destas caractersticas em nossos projetos.

  • No Brasil, muitos esforos devem ser feitos para garantir a sustentabilidade e a qualidade ambiental, dos projetos e este trabalho pretende abrir o dilogo para esta nova realidade.

    ABSTRACT

    Nowadays, its fatal the necessity of changing the way how to think Architecture .

    In the next years, most of the Human activities will be annualized by their Environmental Impact and Sustainability. The Architecture is not na exception.

    This fact will demand from architects, enginners and builders na huge conscious about the Global Resources, expressed by decreases in the use of water, material construction, energy efficiency, waste reduction and buildings operations and maintenence.

    The design actual model and construction practices must be changed to suport the life and to protect the environment.

    Buildings significantly alter the environment, and for this reason, many countries are studing, developing researches and making decision in order to decrease the Environmental Impact produced by constructions.

    In this scenario appear the GREEN BUILDINGS which mainly caracteristics are energy efficiency, decrease of direct and indirect environmental impacts, buildings operational savings, renovation, decreases in waste generation and local economic developments opportunities.

    In Brazil, many efforts must be done to guarantee the Sustainability and Environmental Quality of projects, and this issue intend to produce ideas about the new reality.

    1 - Introduo

    A nova realidade vai exigir dos arquitetos, engenheiros e construtores, uma maior conscincia quanto aos recursos globais de Energia manifestadas sobre a economia de consumo de gua, materiais, uso, manuteno e demolio de edificaes.

    Nos pases do Primeiro Mundo (Estados Unidos da Amrica, Canad, Japo e Europa), esto sendo desenvolvidos manuais de orientao para arquitetos, engenheiros, construtores e fabricantes de materiais para a escolha de solues de baixo Impacto Energtico e Ambiental(1) .

    O Brasil deve se integrar a esta nova realidade. A crescente globalizao, principalmente no que se refere a produtos e processos da construo civil far com que seja necessria uma maior conscientizao.

  • A ISO 14000, conjunto de normas para Gerenciamento Ambiental, pretende lanar bases e critrios para a certificao ambiental j um reflexo desta nova viso quanto ao Impacto Ambiental.

    As questes relativas conservao ambiental ocupam hoje uma significativa parcela dos investimentos e esforos administrativos de todos os segmento da atividade econmica. A legislao, as normas e regulamentos aplicveis aos mais diversos setores produtivos exigem a adoo de sistemas de gerenciamento ambiental cada vez mais aprimorados, especialmente se considerada a natureza multidisciplinar das relaes entre o homem e o meio ambiente. Tais sistemas visam primordialmente ao equacionamento da difcil questo econmica, j que uma empresa ou todo um segmento poder sucumbir diante da indispensvel necessidade de atender s exigncias legais, normativas ou comunitrias.

    Como principais itens desta anlise sero analisados os pontos: Impacto Ambiental, Impacto Humano, Impacto Energtico. Estes aspectos esto estreitamente relacionados e no podem ser analisados isoladamente.

    O aspecto Energtico extremamente importante em toda esta cadeia de anlise Ambiental. O consumo desordenado de Energia, quer para os materiais construtivos

    (extrao da matria prima, produo e transporte) quer para os usos finais (energia eltrica para iluminao, condicionamento, refrigerao, etc.) acaba gerando uma agresso ao meio ambiente.

    2 - Economia e Meio Ambiente

    O desenvolvimento sustentvel um desafio decorrente do crescimento das necessidades humanas frente aos recursos naturais, produtos industriais, energia, alimentao, transporte, abrigo, e efetiva perda de controle da conservao, proteo da qualidade e das bases essenciais das fontes naturais para a vida futura e o desenvolvimento. Desta forma pode-se reconhecer que em longo prazo, as necessidades humanas s sero supridas caso haja, desde j, uma conservao dos sistemas fsicos, qumicos e biolgicos de nosso planeta.

    O conceito de desenvolvimento sustentvel aplicado ao projeto, construo e a operao de edifcios podem ressaltar tanto os aspectos econmicos como de Meio Ambiente das comunidades em todo o mundo.

    O exemplo dos Estados Unidos da Amrica muito importante para ser citado neste contexto. O pas, atravs das agncias federais e indstrias de construo, lideradas pelo Conselho Nacional de Cincia e Tecnologia, tem desenvolvido metas para atingir melhorias nas construes (tanto na etapa de projeto, como de construo, utilizao e manuteno dos edifcios (3)). Estas metas nacionais a serem atingidas na construo prometem enormes benefcios para a nao, tanto em termos econmicos como ambientais. Tem-se como alvo, a reduo do consumo energtico, a diminuio dos custos de utilizao e manuteno, a reduo das patologias das construes, crescimento da produtividade, maior conforto para os usurios, reduo das perdas e na poluio, alm do aumento da durabilidade e flexibilidade das edificaes.

  • Deve-se ressaltar, porm que o bom desempenho ambiental deve ser visto em conjunto com o econmico, ou seja, nunca se deve adotar uma soluo favorvel ao Meio Ambiente que seja economicamente invivel, e vice versa. Os fatores ambientais e econmicos sempre devem andar lado a lado.

    As edificaes alteram o Meio Ambiente significativamente. De acordo com o Worldwatch Institute (4), a construo consome cerca de 40% da pedra, cascalho e areia utilizada globalmente por ano, e 25% de madeira virgem. Os edifcios tambm so responsveis por 40% do consumo de Energia e 16% da gua utilizada no mundo. S nos Estados Unidos, as construes e demolies so responsveis pela maioria do lixo.

    Os efeitos negativos ao Meio Ambiente provm de muitas destas atividades. A extrao dos materiais brutos (areia, pedras, etc. ), podem levar alm da reduo das reservas, a uma perda na diversidade biolgica. A produo dos materiais de construo bem como o seu transporte, consomem energia, alm de gerar emisses relacionadas com o aquecimento global (5), chuvas cidas, aumento da poluio do ar e da gua.

    Nos Estados Unidos da Amrica, a construo, incluindo tanto as novas edificaes como as remodelaes e reformas, constituem a maior Indstria nacional. Neste contexto 70% da produo dos EUA concentra-se em construes residenciais, comerciais, industriais e institucionais, sendo os 30% restantes para as obras pblicas, correspondendo a um faturamento de 13% do PIB (Produto Interno Bruto), cerca de U$ 800 bilhes. Estes nmeros justificam os investimentos na pesquisa dos edifcios com baixo impacto ambiental os "green building", uma vez que esforos neste sentido trariam no s imensas contribuies econmicas, mas tambm melhorias significativas na qualidade do meio ambiente.

    Tendo como base um perodo de 30 anos, para um gasto total de uma famlia mdia americana (6) , os custos iniciais da construo seria de 2%, enquanto os custos de utilizao e manuteno seriam de 6%, e os usos pessoais somariam 92%. (7) . Estudos recentes com as edificaes de baixo impacto ambiental, mostram que os gastos durante a construo, utilizao e manuteno sofrem um decrscimo significativo.

    3 - Oportunidades locais para desenvolvimento econmico.

    A implantao dos edifcios de baixo impacto ambiental pode gerar a oportunidade de desenvolvimento de uma nova economia. Estas oportunidades esto relacionadas com a gerao de empregos devido a demanda dos produtos e servios de baixo impacto ambiental

    Nos Estados Unidos, aonde estes esforos vm sendo implantados a algum tempo, pode-se ver exemplos neste sentido. No Texas, o j existente Programa de Edifcios com baixo Impacto Ambiental, tem contribudo para o crescimento do nmero de edifcios que incorporam estes conceitos, e, por exemplo, no aumento do nmero de companhias que trabalham com a captao das guas das chuvas. As cidades inicialmente trabalham com Organizaes no lucrativas que passam os conceitos dos edifcios de baixo impacto ambiental. Outras comunidades tm dese