aqualon edi§£o 09 - out / nov /dez 2010

Download Aqualon Edi§£o 09 - Out / Nov /Dez 2010

Post on 09-Apr-2018

218 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 8/8/2019 Aqualon Edio 09 - Out / Nov /Dez 2010

    1/28

    Ano IIINmero 9Outubro/Novembro/Dezembro/2010

    Revista feita por e para aquaristas amantes da natureza

    Distribuio

    Gratuita

    Um lugar chamado Noronha

    Crianas:Um presente para o futuro do aquarismo!

    Como plantar corretamente

    Aqurio de cicldeos amaznicos

  • 8/8/2019 Aqualon Edio 09 - Out / Nov /Dez 2010

    2/28

    Dieta alem para peixes

    de todas as nacionalidades.

    Seus peixes podem ter uma alimentao de primeiro mundo. Divididas entre as linhas especial e premium, as raes oferecem alto valor nutricional para diferentes

    espcies. Alm da melhor nutrio, diferenciais tornaro o aquarismo cada vez mais interessante e prtico: grnulos que afundam a diferentes velocidades, eficincia na

    alimentao de todos os peixes e o exclusivo sistema click. Com ele, voc disponibiliza a quantidade exata de alimento a ser oferecida aos peixes. JBL. Alem por natureza.

  • 8/8/2019 Aqualon Edio 09 - Out / Nov /Dez 2010

    3/28

    4 - Um lugar chamado Noronha

    Ana Raquel Leme Mazon de Toledo

    9 - Crianas: Um presente para o futuro do aquarismo!

    Equipe Aqualon

    14 - Galeria de Peixes

    Chantal Wagner Kornin & Cinthia C. Emerich

    15 - Galeria de Plantas Aquticas

    Rony Suzuki

    18 - Plantando corretamente

    Rony Suzuki

    3

    O nosso presente o futuro do ontem! Seno passado no projetamos esse cenrio quepodemos vislumbrar hoje, com certeza tudo fruto do comprometimento que os aquaris-tas tm com o nosso hobby. Atitudes positivasfrente a novos projetos, apenas pelo prazerque isso proporciona, acabam nos fazendoacreditar num futuro melhor ainda. E os resul-tados j esto surgindo naturalmente, como agrande adeso ao V Encontro de Aquaristasde Londrina e Regio, com a participao demais de 140 aquaristas de todo o pas, sendo

    considerado por muitoscomo a melhor edioj realizada. Do mesmomodo o III ConcursoParanaense de Aquapai-sagismo mostrou que veiopara car, com gratas sur-presas oriundas da renova-

    o e crescimento do hobby, ancorado na par-ticipao de 41 aquapaisagistas de 12 cidadesdo Estado.

    O nosso otimismo se conrma se olharmospara as crianas que j do demonstrao deque o hobby estar em boas. Isso fruto doexemplo e incentivo que damos a elas, au-mentando nossa responsabilidade ainda maisnas aes frente ao aquarismo, tambm umaforma de despertar o sentido ecolgico de pre-servao. E como outubro o ms das crian-as, a elas que dedicamos esta edio, comum artigo interessante escrito pela equipeAqualon. Tambm teremos amigos falando

    sobre os maravilhosos cicldeos amazni-cos, os pontos paradisacos de Fernando deNoronha e at sobre como plantar em nos-sos aqurios.

    Esperamos que tenham uma tima lei-tura e que cada vez mais as crianas do-

    minem o nosso mundo!

    Um abrao da Equipe Aqualon.

    23 - Aqurio de cicldeos amaznicos

    Guto Cantamessa

    EditorialSumrio

    Revista Aqualon

    Foto ocial do encontro de 2010

    foto: Cinthia Emerichfo

    to:C

    inthiaE

    merich

    foto:CarlosEduardoGil

    Aqurio vencedor do CPA 2010

    Carlos

    Eduardo

    Gil

    (Campeo

    do

    CPA

    2010) e

    Rony Su

    zuki

    (Organiza

    dor)

    Lorson (Palestrante), Guazzelli(Organizador), Evandro (Organizador),Luca Galarraga (Palestrante) e Marcelo Assano (Palestrante)

    foto:CinthiaEmerich

    foto: Cinthia Emerich

    foto: Americo Guazzelli

    foto: Ana Raquel L. M. de Toledo

    foto: Rony Suzuki

    foto: Rony Suzuki

    foto: Guto Cantamessa

  • 8/8/2019 Aqualon Edio 09 - Out / Nov /Dez 2010

    4/28

    Revista Aqualon4

    Um lugar chamado

    Noronha

    Chegamos; paraso de incrvel beleza.J no avio (optem por janelas do ladoesquerdo), em plena rasante num Boing737, podemos avistar aquela maravilhaboquiabertos.Fotos? Fiquem preparados com a cme-ra na mo, caso contrario no tero co-

    ragem de abandonar seu posto de vigiapara peg-la.E as imagens?

    Apenas na cabea e no corao.Beleza to imensa que se torna obsoletaqualquer forma de explicar tamanho ca-pricho da me natureza.Foi assim que chegamos a Fernando deNoronha, um pequeno arquiplago oce-

    nico de origem vulcnica, situado noAtlntico Equatorial Sul, sendo sua ilhaprincipal a parte visvel de uma cadeia demontanhas submersas (DORSAL MEDIA-NA DO ATLNTICO), situada nas coor-denadas geogrficas 03 51 sul e 32 25oeste e distando aproximadamente 345km do Cabo de So Roque no Estado doRio Grande do Norte e 545 km de Reci-fe, em Pernambuco. Constitudo por 21ilhas, ilhotas e rochedos, tem a ilha prin-cipal uma rea de 18,4 km, cujo maioreixo com cerca de 10 km, largura mximade 3,5 km e permetro de 60 km. A basedessa enorme formao vulcnica est amais de 4.000 metros de profundidade.

    Texto e fotos: Ana Raquel Leme Mazon de Toledo

    Foto: Zaira Matheus

    Cortesia: All Angle

  • 8/8/2019 Aqualon Edio 09 - Out / Nov /Dez 2010

    5/285Revista Aqualon

    A ilha principal, cujo nome o mesmo doarquiplago, constitui 91% da rea total,destacando-se ainda as ilhas Rata, SelaGineta, Cabeluda, So Jos e as ilhotasdo Leo e da Viva. Estudos realizadosd e m o n s t r a m

    que a formaodo arquiplagodata de dois adoze milhes deanos.

    Captulo a parte para a taxa ambiental,cuidado, ela morde, morde e sai cor-rendo, pois grande e, mesmo assim, amaior parte dela jamais vista pela ilha,indo parar nas mos de outro Estado.

    Praia do Porto:

    Preparem-se, esta poder ser a primeiraaventura! Alugue um Buguie! timo, vamos aoposto, maravilha (como tudo), de l seavista a praia do porto e para surpresa detodos, Golfinhos Rotadores.Rpido, nadadeiras, mscara, snorkel,gua!

    J sob a superfcie, se agi-tam algas e, nelas, cofres,trombetas, tar-tarugas e arraiasmanteiga e pre-go. Seguimosguiados pela an-fitri dona Tarta,

    com dceis e leves movimen-tos, a conhecer nosso primei-ro naufrgio, o navio gregoEleani Sthatathos, com espe-taculares formaes, cilindrose costelas. Nada que blenios,bodies, cirurgies, frades,salemas, olhos de co, co-

    corocas, polvos, morias, lagostas, maisuma infinidade de seres marinhos e pul-mo no estejam acostumados, profun-didade em torno de 8 m.E os golfinhos... s os estalidos ao fun-do.

    Lgico, no se pode deixar de mencio-nar, estamos em Julho, poca de folgadas grandes Swell de mais de 4 m que

    visitam este lugar, no vero, de Dezem-bro a Janeiro.Quanta beleza!De volta ao Buguie, sol, ilha, praias, pa-

    lestras e palestras pela noite, bares, reg-gae, forr e Via Lctea.

    Praia do Porto

    Foto: Zaira Matheus

    Cortesia: All Angle

  • 8/8/2019 Aqualon Edio 09 - Out / Nov /Dez 2010

    6/28Revista Aqualon6

    dia, vemos muitas Mabuias, caf damanh e levantamos para nosso primeiromergulho autnomo na ilha.Local, mar de fora, Caieiras e Buraco das

    Cabras, (ateno: levem dramin!). Cata-mar Explorer, muito bem comandado,porm, descontrolado por parecer tervontade prpria, batendo como um boibravo em ondas enormes e, ento, mar.Assim que camos equipados no mar esubmergimos para o mergulho, calmatotal e paz.Agora estamos a uns 20 metros; silncio,tranqilidade, avistamos ali uma arraiaprego de certamente uns 1,50 m de dis-co, em uma pedra.Maravilhados, todos fomos at ela, foiquando percebemos o que ocorria,abraada pedra, a grande arraia tenta-va sugar um polvo de bom tamanho que

    se escondia em uma fenda e pensamos:Nossa, mas que complexa a vida mari-nha, sim, e muito! Foi neste momento,compreendemos nossa situao.

    Encontrvamos-nos exatamente no meiode um ritual de alimentao, no qualno s a arraia, mas tambm um dentoe nada mais nada menos que uns deztubares do recife de pelo menos 1,50m de comprimento, com seus olhos anos fitar com aquelas pupilas em forma

    Foto: Zaira MatheusCortesia: All Angle

    Foto: Zaira Matheus

    Cortesia: All Angle

  • 8/8/2019 Aqualon Edio 09 - Out / Nov /Dez 2010

    7/28

    7Revista Aqualon

    de fenda e corpos esguios efortes, cinzasa deslizar.Circulavam-nos e davamtudo por aquele petisco, poruma vez um deles chegoubem prximo, vindo em mi-nha direo e se desviando

    a uns 80 cm, distancia estaa qual se observa muitobem seu sorriso, fazendo-me pensar qual seria o melhor meio deconvenc-lo de que eu estava ali apenascomo turista.

    , Noronha assim, inusitada!

    Como este, lugares novos, fendas e ca-vernas subaquticas ou no, mergulhosnoturnos com encontros mgicos serobrevemente narrados.Praias fantsticas, vises paradisacas,que linhas no bastam.Ilha cativante de umpovo receptivo e aco-lhedor que seu coraojamais esquecer.

    Dois Irmos

    Praia da Conceio

    Praia do Leo

    Caieiras

    Bahia dos tubares

    Praia do Boldro

    Praia da Conceio

  • 8/8/2019 Aqualon Edio 09 - Out / Nov /Dez 2010

    8/28

    Revista Aqualon4

  • 8/8/2019 Aqualon Edio 09 - Out / Nov /Dez 2010

    9/28

    9

    Crianas:Um presente para o futuro do aquarismo!

    Se olharmos para o aquarismo que pra-

    ticvamos antigamente e o compararmoscom o atual, no h como deixar de so-nhar com uma evoluo ainda maior nes-te hobby num futuro prximo. Apenascomo exemplo, as placas do ltro biol-gico de fundo deram lugar s cermicasdo canister que hoje pode simbolizar o

    presente e, talvez, um dia ainda cair

    em desuso por novas tecnologias quedevem surgir. Possivelmente esta eoutras transformaes sero reali-

    zadas e presenciadas pelos futu-ros aquaristas, que hoje ainda

    esto brincando com o hobby,as nossas crianas.

    E como Outubro o ms das

    crianas, vamos dedicar este es-pao para mostrar algumas que jesto mostrando a cara e ajudando

    a movimentar nosso hobby. Com isso,talvez possamos relembrar nossos tem-

    pos de infncia e os pri