Apresentao pragas do abacaxi

Download Apresentao pragas do abacaxi

Post on 20-Jul-2015

500 views

Category:

Science

7 download

TRANSCRIPT

  • De acordo com o IBGE, a produo nacional de abacaxi em 2009 foi de 1.4 bilhes de frutos em 60.176 hectares, o que correspondeu a cerca de 690 milhes de reais em receitas. Entretanto, essa produo limitada pela incidncia e ataque de pragas.

  • considerada uma das principais pragas da abacaxicultura brasileira.Na fase adulta, uma pequena borboleta.Colorao das asas, cinza escura na face superior e cinza clara, na inferior.As posturas dos ovos so realizadas sobre as inflorescncias das plantas, em todas as horas do dia.

  • O ovo circular, esbranquiado e achatado na sua parte inferior. Aplicao de carbureto diretamente na roseta foliar, dificulta a observao do produtor, no monitoramento.Galerias dentro dos frutos, so cobertas por uma resina ou goma, o que resulta em odor e sabor desagradveis.

  • Aparecimento de uma resina incolor, bastante fluda. Em contato com o ar, a resina forma bolhas irregulares, tornando-se amarelada e, ao endurecer, marron-escura.Quando infectada pela fusariose tambm exsuda resina como sintoma de ataque pelo centro do frutilho, enquanto que no caso da broca-do-fruto a resina surge entre os frutilhos.

  • Os orifcios deixados pela broca representam uma porta de entrada para patogenos.Perda no valor comercial do fruto tendo o agricultor que gastar muito para controlar a praga.A percentagem de frutos atacados pela broca em plantaes comerciais varia de 14%; 60%; 73% e at 96,7%.Alimentam-se desde brotos, folhas, mudas, pendculos e destri desde ptalas at o ovrio.

  • As adultas so mariposas de hbito diurno que voam nas horas mais quentes do dia. So de cores vistosas, amarela e vermelha.Conhecida tambm como broca-do-olho ou broca-gigante.As fmeas colocam seus ovos, geralmente, na parte inferior das folhas. As lagartas assim que saem dos ovos, perfuram inicialmente as folhas e vo penetrando at atingir o caule.

  • Nas plantas em crescimento ou em mudas, ocorre destruio da parte central da roseta foliar, do talo, e libera uma resina e, em seguida, ocorre morte da planta.

  • O adulto da broca do colo um coleptera tem o tamanho de 2,5 cm, de cor preta brilhante e cabea prolongada. A fmea da broca-do-colo Poe os ovos, de cor branca, na regio do colo da planta. As larvas abrem galerias na planta, produzindo uma serragem, praticamente cortando a planta na altura do colo.

  • As plantas apresentam inicialmente um murchamento discreto assemelhando-se a um sintoma de estresse hdrico. Depois elas tombam e secam completamente.

  • um besourinho pequeno, medindo 4 mm de comprimento, de cor preta, com uma linha branca na base das asas; apresenta a cabea prolongada em bico.Facilmente encontrado nas plantas, principalmente nas horas mais quentes do dia.

  • Fazem pequenos orifcios na base das folha, na regio no clorofilada, e dois meses depois podemos observar nesse local, onde ele perfurou, algumas manchas arredondadas de cor parda com a poro central deprimida, circundada por um halo amarelo.Os ataques destroem as inflorescncias e provocam uma liberao de goma. Esses danos so causados apenas pelos adultos.

  • As cochonilhas fmeas adultas apresentam corpo oval e so recobertas por secreo pulverulenta de cera branca, com essa secreo elas medem cerca de 3mm de comprimento.Os machos adultos so menores, alados, com um par de filamentos caudais longos.Perodos quentes e midos so os que oferecem condies mais favorveis ao seu desenvolvimento.

  • Convive com vrias espcies de formiga lava-p, Atacar tambm os frutos, as cavidades florais e a parte superior das folhas e das mudas.

  • Folhas vermelho-bronzeadas e flcidas; Os bordos ficam enrolados, com suas extremidades curvadas para baixo e adquirem colorao vermelho-amarelada; Depois as margens das folhas tornam-se amareladas e sua parte mediana rosa-vivo; As folhas encontram-se ressecadas, cor de palha e o sistema radicular muito debilitado.

  • -Escalar plantio, de modo que a florada e frutificao seja no perodo das guas;-Rotao de cultura, evitar o milho ou plantas hospedeiras de pragas do abacaxi;-Plantas que forneam abrigo para inimigos naturais;

    Mentrasto-Ensacamento dos frutos-Catao manual de frutos contaminados;-Armadilha luminosa.

  • -Recomenda-se o monitoramento das pragas por meio de uma armadilha luminosa, podendo consorciar com a liberao de vespinhas parasitoide de ovos (Trichogramma);

    -Para a liberao das vespinhas, utiliza-se de a liberao de 200ml trichogrammas por hectares, dividindo-se em 3 liberaes realizadas de tarde e espaadas por semana;

  • Uso de inseticidas granulados que apresentam boa eficincia e efeito residual.

  • Em pulverizao, recomenda-se o uso dos produtos: diazinon (90 ml i.a./100 l de gua), dimethoate (60 ml i.a./100 l de gua), fenitrothion (15 ml i.a./100 l de gua), fenpropathrin (80 g i.a/100 l de gua), triclorfom (80% na quantidade de 2,5 kg/ha), vamidothion (30 ml i.a./100 l de gua) (Emater, 1980; Santa Ceclia & Sousa, 1993; Cunha et al., 1994).

  • - imprescindvel que se for o caso da utilizao de inseticidas, aconselhvel que utilize seletivos, respeitando o perodo de carncia;-Manter mata ou floresta na propriedade.