apresentação livro e.e. omar rezende perez

Download Apresentação Livro E.E. Omar Rezende Perez

Post on 09-Jul-2015

918 views

Category:

Education

2 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • MEMRIAS NOSSAS DE CADA DIA

    Poesias - Volume 4E.E. Omar Resende Peres

  • Paulo Srgio

    Ex-aluno da Escola Omar PeresCasadoMorador do bairroFormado em LetrasProfessor efetivadoGrande incentivador leituraApaixonado por livros e discos de vinil

  • Rosinia da Silva EJA III- 1Primeiro lugar no concurso de poesiaPoesia: A Gangorra

  • A GangorraQuer gangorrar.No manda ningum empurrar,Se cair, o nariz pode quebrar.Gangorra sozinha, bem devagarPede os colegas s pra olharseja bons amigos, por que sua vez vai chegarEu vi uma garota gangorrando e seuscolegas empurrando.eu vi ela cair e seu nariz sangrandoe ela desesperada chorando.

  • Derlaine EJA III- 2Segundo lugar no concurso de poesiaPoesia: Moleque

  • MolequeEta moleque caulaque vive fazendo baguna Anda de tanga no terreirocorrendo o dia inteiroCome acarajBolo de fub, nem pensar.J satisfeito, vai pra cama cochilar.

  • Jos Geraldo 2 ano Ensino MdioTerceiro lugar no concurso de poesiaPoesia: Escravo Sonhador

  • Escravo Sonhador noite ao relentoNa senzala friaDescanso com os ps no cho.Enquanto meu corpo cansadoSe estiver num pedao de colcho.Trabalho de sol a sol S paro para me alimentarCom fub e vatap.E driblo minha tristeza profundaCom o batuque da zabumba.No desisto de lutarSigo minha trajetriaEm busca de liberdadeQue minha sonhada vitria.

  • Viver de lembranasOlha que linda cidadeQuantas histrias bonitas temtraz lembranas da senzala E dos africanos tambm.Povo alegre, gosta de batucadaBaguna e candongaAt de madrugada.Sentados na caladacom muitas conversas fiadas tomando cerveja gelada:At de madrugada.

  • O menino caula balanaNa gangorra com a cucaNa mo numa batucadaMuito boa. Sua me o interrompeDizendo: menino vem almoarEle pergunta o que tem para o jabEla responde em largos sorrisos Tem quiabo com angu feito de fubO menino responde no quero isso noVou comer uma bananaPra encher o meu barrigo

    almoo do menino

  • Samba quanto samba,Samba com muita alegria.Samba que junta com bamba,Samba no nosso dia.Samba encanta e fascina,Leva encanto e magia.Na face daquela menina,Que leva como folia.Samba no pode acabar,Temos sempre que sonhar.E sempre pensar,Que os problemas vo acabar.O samba me contagiaMe traz grande harmonia.Me leva a ter fantasias,Nas mais belas melodias.

    Samba

  • Feijoada um pratoQue eu gosto de comer.Eu como feijoadaPara me fortalecer.Feijoada boaFeijoada gostosaFao com carinhoPara comer juntinhoCom meu amor

    Feijoada

  • Acordo no domingo, com uma grande bagunaLevanto, vou a varanda ao som do berimbauL embaixo uma multido olhando o gingado da capoeiraDomingo frio, bom para saborear uma feijoada.Vou para a cozinha preparar o nosso almooD cozinha, ouo meu neto chorando com muito dengo,Vou at ao quarto fazer um cafunAssim passo meu domingoNo preparo da feijoadaE cuidando do meu neto.

    Domingo de Feijoada

  • Menino molequeDe pouca idadeMuito engraadoE brincalho.Menino molequeCriana atrevidaE cheia de vida.Menino moleque Que brinca na ruaQue corre, que pulaE faz travessuras.Menino molequeQue brinca na Rua Brincando de tudoQue um moleque capaz.

    Moleque

  • Olha s minha gente Vou mostrar a capoeiraVou rodar a noite inteiraE cair nesta poeiraVou entrar nesta rodaVou pular e rodopiarVou mostrar pra essa genteQue ela veio para ficarDe frica para o BrasilPro povo admirar.

    Capoeira

  • Sobe desce, desce sobena gangorra assime a gente ento descobrea lio da vida enfimum dia estamos em cimano outro estamos em baixaa gangorra nos ensinaa no ficar cabes baixosCom ela ns aprendemos Tambm a colaborarNela quando descemos Outro vai se elevar Desce sobe, sobe desceNa gostosa brincadeiraPena que a gente esqueceDe brincar a vida inteiraPena que a gente esqueceDe brincar a vida inteiraDe tristeza e alegrias A nossa vida se fazCada dia um dia Que sol ou chuva nos traz

    Gangorra

  • Vai findando o diaPara a noite comear.Silncio porque j vai comearOs tambores a soarAnunciando a macumbaNuma grande homenagemPra rainha Iemanj.Preto velho com seu cachimbo Curte o som do berimbauOs homens na capoeiraAs mulheres a sambarHoje festa na senzala At o dia rai.

    Noite na Senzala

  • O samba a gente tem prazer de cantar.Ginga negros e brancosTodos querem sambar.Jeito simples e puroDo brasileiro se expressar.Do morro ao asfaltoNo pode faltarPor isso o sambaNunca vai acabar

    O samba

  • Capoeira para ser jogada.A lngua portuguesa para ser falada.A poesia para ser cantada.Fala branco, fala negroEntre nessa jogada.Na batida do tamborNo ritmo do berimbauVamos formar a rodaPra capoeira comear.

    A capoeira

  • Todos os dias agradeo a Deus e peo a sua proteo.Parece que foi ontem Que retornei aos estudos.Este ano a EJA eu vou terminar Mas peo a deus Para eu no parar de estudar E quando alcanar meus objetivos Eu vou comemorar A EJA alegria!A EJA educao!A EJA um projeto Que sempre estar no meu corao.

    Rosangela Roza clemente EJA III-1

    EJA

  • A vida para ser vivida E na para ser sonhada Se ns vivermos sonhando Pensando no passado e futuro Sem vivermos o hoje Sem vivermos o agora O hoje passa O amanh no veremos chegar E quando acordarmos para a vida EJA nada mais ser.

    Rosangela Roza Clemente

    Vida

  • No me deixe nesta priso Estranho jeito de amar Torturando o ser amado .Preciso buscar meu caminho Mesmo que eu comece errado Caindo e levantando.No queira pensar por mim Nem responder em meu lugar No nasci para calar-me Nasci para ser feliz e cantar.

    Maria de Lourdes Ferreira Lacerda - EJAIII-1

    Priso

  • Um corao apaixonado Vai batendo emocionado.Quando a gente se d conta Se v totalmente apaixonado.Quem ama de verdade Sente que o coraoNo mais lhe pertence.Quando v totalmente apaixonado.Quem ama de verdadeSente que o corao No mais lhe pertence.Quando v a pessoa amada Acelera de repente. a emoo do amor Tocando o corao da gente.

    Luzia aparecida Garcia Tavares EJAIII-1

    corao apaixonado

  • Amar sentir no corao a felicidade sentir o calor de um abrao sentir nos lbios o gosto de um beijo Amar sofrer um instante de saudade sentir um segundo de cime viver um momento de paixo Amar sentir a ausncia de algum ver na saudade uma prova de amor sentir o mundo um paraso encantado.

    Suely Rodrigues Aleixo EJA 111-1

    Amor:princpio de tudo

  • Quando vejo o arco-ris Depois de um longo temporalSinto a sensao de tranquilidade Que me leva pensar em voc.Voc surge como uma Deusa Para minhas lgrimas enxugar.Minha emoo to forte Que no consigo dizer O que voc significa pra mim .

    Willians Antnio da Silva EJA III-1

    Arco-ris

  • Meu velho amigo que falta voc me faz mesmo com tantas pessoas boas de ti no esqueo jamais assim como no esqueo das flores que nascem quando h bem que plantou renascem em meus pensamentos talvez nunca sejam iguais quela nossa amizade mas to bom saber que as que lembram voc tm cara de felicidade

    Csar coelho - EJA III

    SEMENTES DO BEM

  • Eu desejo a voc um amigo verdadeiro um colega ao seu lado o orgulho de ser companheiro

    Eu desejo a voc uma amiga bem fiel que ela seja to alegre e to doce como mel

    Eu desejo a voc o cheirinho da primavera a beleza do vero o comeo de uma nova era

    Rosineia da Silva EJA III

    Desejos

  • Na vida tudo passa rpido e sem querer a gente nem v s vezes nem damos conta do que passa sem perceber

    Pode ser um amor pode ser um amigo pode ser um lugar ou at um momento que no se repetir

    De repente vem a lembrana saudade, arrependimento, desespero a vontade de que tudo volte mas a certeza de que nada voltaPensei que tudo fosse para sempre mas o tempo me fez ver que tudo segue um caminho diferente

    Rosinia da Silva EJA III

    Lembranas

  • Um dia fui a um lugar era to bonito que mal dava para acreditar a noite e as estrelas eram como perolas no paravam de brilhar a lua,um diamante gigante as guas do mar transparentes cristais o sol era ouro cintilava no cu o cu era todo feito de rubi as nuvens tinham as cores do arco-ris aquele lugar tinha beleza do paraso era um imenso tesouro descobri que esse mundo maravilhoso era um imenso sonho porque ele vive secretamente dentro de mimMaria Francisca de Freitas Marquezine EJA III

    Paraso

  • Deus amor vivo porque ele me ama amo porque tambm amo algum no conheo tristeza somente alegria que deus plantou no meu corao em mim no h espao pra mais nada a no seu um grande amor do grande deus o nosso senhor

    Sebastio Domigues EJA III

    Deus

  • Com a raiar do dia saio para trabalhar o sol maravilhoso me fortalecer pra mais um dia lutar dias de paz dias de luta so no dias de sol quente que me fortaleo para mais uma batalha eu poder vencer

    Leonan Lamia EJA III

    Dia de sol

  • Sonho que sonhei que jamais realizei s desiluso s aflio tem meu pobre corao sonho que sonhei que jamais revelei nem pra deusa do sonhos mulher que sempre amei

    Heleno Flauzino EJA III

    sonho

  • Amor: sentimento mais profundo que o oceano abrao mais comprido que o universo palavras dita com amor tem mais doura que o canto das aves so mais belas que as flores na primavera o amor ensina os caminhos da sabedoria no revolta nem agride oferece o ombro para erguer aquele que est cado

    Reginaldo Gomes Do Vale EJA III

    O amor

  • Sei que o tempo passa mais do seu lado parece parar ouo suas historias meu caminho se enche de luz e vou sempre ao encontro de meu amado Jesus

    Lidiene da Silva EJA III

    jesus

  • Primavera , estao das flores poca em que a natureza se renova as rvores se enchem de folha e flores primavera renov