aprendendo & praticando eletrônica vol 35

Download Aprendendo & Praticando Eletrônica Vol 35

Post on 10-Jul-2015

640 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 5/10/2018 Aprendendo & Praticando Eletrnica Vol 35

    1/46

  • 5/10/2018 Aprendendo & Praticando Eletrnica Vol 35

    2/46

    r---------____,r-~~:~:~::~~D L E lT o R~~Bm~~::~;:~::~\~prDm

    EDITORAI. L1 1 1 1 1 1 1 1I I _ IIIIIIIfftEMARK ELETRDNICADiretoresCarlos w . MalagoliJairo P. MarquesWilson Malagoli

    ~& e ' e f r ' o n l c a~ Beda MarquesColaboradores

    Jose A. Sousa (Desenho Tecnico)Joao Pacheco (Quadrinhos)

    Publici dadeKAPROM PROPAGANDA LTDA.

    (011) 223-2037Composi~oKAPROM

    Fotolitos deCapaDELIN

    (011) 35-7515Fotolito de Miolo

    FOTOTRAC;O LTDA.Impressio

    EDITORA PARMA LTDA.Olstribui~ao Nacional clExclusividadeFERNANDO CHINAGLIA DISTR.

    Rua Teodoro da Silva, 907Rio de Janeiro - (021) 268-9112

    Distribuiqao PortugalDISTRIBUIDORA JAR DIM LTDA.APRENDENDO E PRATICANDOELETRONICA

    (Kaprom Editora, Distr. e Propaganda Uda.-Ernark Eletr6nica Comercial Uda.)

    - Redayao, Administrayao e Publicidade:Rua General Os6rio, 157 - CEP 01213Sao Paulo - SP Fone: (011) 223-2037

    Como sempre acontece, principalrnente nessa nova fase de APE (com mais proje-tos, a cada exemplar ), as opeoes apresentadas ao Leitor/Hobbysta, no presente nQ35,sao as mais variadas possrveis, com "mil" aplicacoes praticas, aoaotacces, aceitando ple-namente os eventuais "acrescirnos" gerados pela pr6pria mente criadora de todo born everdadeiro amante da Eletr6nica!Lembramos aos Leitores que muitos dos projetos, principalmente aqueles baseadosapenas em componentes "discretos" (sem Integrados ) podem, com enorme facilidade,serem implementados no pranco e barato sistema de "ponte" de terminais, com 0que - pa-ra rnontagens mais "descompromissadas" - sera possrvel economizar tempo e grana, "fu-gindo" da conteccao de urn Circuito Impresso especffico (e da pre-elaboracao do respecti-vo lay out, etapa urn tanto trabalhosa )A "AVENTURA DOS COMPONENTES" (paqina de Hist6ria em Qudarinhos) dapresente APE nQ35 traz os "bonequinhos" dos componentes dando uma verdadeira "mi-ni-Aula" com os principais "macetes" a serem uti lizados pelo Leitor/Hobbysta na imple-rnentacao de projetos atraves de "pontes" de terminais (os "veteranos" j~ estao "carecas"de saber, mas os novatos vao se beneficiar daqueles conselhos simples e objetivos ..).D~ pra perceber (s6 estamos chamando a atencao quanto a isso, pols todo dia tern"gente nova" se incorporando a "Turma", j~ que os Leitores antigos e Mis nem precisamdesse "aviso ... ..) que em APE kxlos os segmentos do Universo Leitor/Hobbysta sao aten-didos em seus mais diversos graus de interesse e envolvimento com a Eletr6nica! Nao esem motivo que atualmente APE tomou-se a verdadeira "Bfblia" de Estudantes, Tecnicos,Enqenhelros, Professores, Hobbystas e ate simples "curiosos"! Desde 0 rnais "tenro" dosPrincipiantes, ate 0mais avanc;:adodos "macacos velhos", todos podem encontrar, aqui,proietos, montagens e informac;:oesv~lin'f. para as suas necessidades e para 0 seu inte-resse! Gracas a essa filosofia de "0 LEITOR MANDA..", atingimos com ineg~vel (e cres-cente) sucesso, nada menos que 3 ANOS de publicacao (perfodo em que varias outraspublicacoes, "ditas" d(o'~enero, decalram cu simplesmente desaparece.am ), a seremdevidamente "comen.orados" no pn5xino exemplar (APE nQ36), e vamos partir para 0 4QANO "com a corda toda", podem acreditar!Fiquem com APE.. Ouerr verdadeirernente gosIade Eletr6nica, sabe que esse e 0melhor caminho (pnncipalrnente por que aqui Voces entendem 0que esta escri to, j~ quefalamos a sua linguagem )!

    o EDITOR

    R E V I S T A N Q J 5NESTE NUMERO:8 - BA TA LH A E SPA CIAL

    14 - P IN TO A UT OM AT IC O18 - TERMOMETRO DE BOA PRE -

    C ISA o E BA IXO CUSTO21 - ANAL ISADOR [IE CONTATOS

    E C O N EX O ES24 - V ERSAT IL M ODULO P IlU Z

    R fTM ICA28 - ALARME DE PREC ISA o P I

    DE S VIO DE T EM P E RA T UR A31 '- "B RACO DE FERRO " ELE -

    TRON ICO39 - C ALCU LOS PRAT ICOS DE

    A STAvE IS E M ONO ES TA vE ISC OM G ATE S C .M OS

    4 7 - S U P E R- T E S TADOR /ID EN T lF I-C A DO R DE T R AN S IS T OR E S

    50 - RO LETA TEMPOR IZADA , C /E -FE rro SONORO , DE BA IXOCUSTO

    53 - M ON ITOR IA LARM E DE VELO -C ID ADE P /C A R ROE vedada a reproducao total ou parcial de textos. artes ou fotos que compo-nham a presente Edicao. sem a autorizacao expressa dos Editores. Os ProjetosEletronicos aqui descritos destinam-se unicamente a aplicacoes como hobbyou utiliz acao pessoal, sendo proibida a sua cornercializacdo ou industriali-zacjio sem a autorizacllo expressa dos autores ou detentores de eventuaisdireitos e patentes. A Revista nao se responsabiliza pelo mau funcionamentoou nao funcionamento das montagens aqui descritas, nao se obrigando C tnenhum tipo de assistencia tecnica aos leitores.

  • 5/10/2018 Aprendendo & Praticando Eletrnica Vol 35

    3/46

    FAZ~ M O N i A G E - N O E M I / F O N f ~D lE R .M I N A \5 e F A C ll - , M A t )-r~M U N 6 /'lR U O Uf..5 \\ O U EA . : fUDAM M U t -r O . . .' " U M O E - M t N L l M . Q . A Q ,PRV IAM rN f 0611 , 12MINA\e , !

    . . . F . I 1 "A I eBaM ANO f AR .NO PON10

  • 5/10/2018 Aprendendo & Praticando Eletrnica Vol 35

    4/46

    InstrueoesGerais para asMontagensAs pequenas regras e lnstrueoes aqui descritas destinam-se aos principiantes ou hobbystas aindasem rnuita pratica e constituern urn verdadeiro MINI-MANUAL DE MONTAG ENS, valend~ paraa realizaclio de todo e qualquer projeto de Eletr6nica (sejam os publicados em A.P.E., sejam osrnostrados em livros ou outras publicacoes ...). Sempre que ocorrerem duvidas, durante a montagemde qualquer projeto, recomenda-se ao Leiter consultar as presentes lnstrucces, cujo carater Geral ePermanente taz com que estejarn SEMPRE presentes aqui, nas primeiras pilginas de todo exemplarde A.P.E.O S COMPONENT ES

    Em todos os circuitos, dos mais simplesao s mais complexos, existem, basi ca -mente, dois tipos de pecas: as POLARI-ZADAS e as NAO POLARIZADAS. Oscomponente s NAO POLARIZADOS sao,na sua grande maioria, RESISTORES eCAP ACITORES comuns. Podem ser liga-dos "daqui pra la ou de la pra ca", sernproblemas. 0 unico requisite e reconhe-cer-se previamente 0 valor (e outrospararnetros) do componente, para liga-lono lugar cerro do circuito. 0 'TABELAO" A.P.E. da todas as "dicas" para aleitura dos valores e codigos dos .RESIS-TORES, CAPACITORES POL!ESTER,CAPACITORES DISCO CERAMICOS,etc. Sernpre que surgirem diividas ou"esquecimentos ", as Instrucoes do'TABELAO" devem ser consultadas. Os principais componentes dos circuitossao, na mai?ria das vezes, POLARIZA-DOS, ou seja . seus te rrrunats, pinos ou"pernas" tern posicao certa e unica paraserem ligados ao circuito ' Entre taiscomponentes, destacam-se os DIODOS,LEDs, SCRs, TRIACs, TRANSISTORES(bipolares, fets, unijuncoes, e tc.), CAPA-CITORES E LETROLITICOS, CIRCUITOS INTEGRADOS, etc. E muito im-portante que, antes de se iniciar qualquermontagem, 0 leitor identifique correta-mente os "n ornes " e posicoes relativasdos terminais desses componentes, ja quequalquer mversflo na hora das soldagensocasionara 0 nao funcionamento do cir-cuito, alcm de cventu ais danos ao pro-pno cornponen te erroneamente ligado.o "TABELAO" rnostra a grande maioriados compone n te x normalrnente utiliza-dos nas montagens de A.P.E., em suasaparencias, pinagens c sirnbolos. Quan-do em "Igum circuito publicado, surguu~ ou mais cornponentes cujo "visual"nao esteja relacionado no "TABELAO",a_\ ne.ccwarrax informacoe s serao forne-cidas junto ao tex to descritivo da respec-nva m ontage m . atrave s de ilustracoesclara, e objetivas.LIGANDO E SOLDANDO

    Praticumente todas as m on tagens aquipuhlicadus sao implernen tadas no sistemade CIRCUITO IMPRESSO, assim asinstfU,oos a seguir referern-se aos cuida-dos hasicos necessaries i t essa tecnica demontagem. 0 carater geral das recomen-

    d acoes, contudo, faz com que elas tam-bern sejam validas para even tuais ou trastecnicas de montagem (em ponte, embarra, etc.). Deve ser sempre u t ilizado ferro de sol d arleve, de ponta fin a, e de baixa "watta-gem" (maximo 30 watts). A solda tam-bern deve ser fina, de boa qualidade ede baixo ponto de fusao (tipo 60/40 ou63/37). Antes de iniciar a soldagem, aponta do ferro deve ser limp a, rerno-vendo-se qualquer oxid acao ou sujeiraali acumuJadas. Depois de Iimpa c aque-cida, a ponta do ferro deve ser levementeestanhada (espalhando-se urn pouco desolda sobre ela), 0 que facilitara 0 con-tato termico com os terminais. As superficies cobreadas das placas deCircuito lmpresso devem ser rigorosa-mente limpas (com lixa fina ou palhade aco) an tes das soldagcns. 0 cobredeve ficar brilhan te, sern qualquer rest-duo de oxidacoe s, sujeiras, gorduras,etc. (que podem obstar as boas solda-gens). Notar que depois de limp as asilhas e pistas cobreadas nao devem maisser tocadas com os dedos, pois as gor-duras e acidos contidos na transpiracaohumana (rnesm o que as maos parecamlimp as e secas ... ) atacam 0 cobre comgrande rapidez, prejudicando as boassoldagcns. Os terminais de componentestambern devem estar bern limpos (se pre-ciso, raspe-os com uma lamina ou esti-lete, ate que 0 metal fique limpo e bri-lh an te) para que a solda "pegue " bern ...

    Verificar sempre se nao existern defeitosno padriio cobreado da placa. Constatadaalgurna irregularidade, ela deve ser sana-da antes de se colocar os componentesna placa. Pequenas falhas no cobrepodern ser facilmente recompostas comuma gotinha de solda cuidadosamenteaplicada. H eventuais "curtos" entreilhas ou pistas, podern ser rernovidos ras-pando-se 0 defeito com urna ferramentade pon ta afiada.

    .Coloque todos os componentes na placaorientando-se sernpre pelo "chapeado "mostrado junto a s instrucoes de cadamontagem. Atencao aos componentcsPOLARIZADOS e as su a s posicoes rela-t ivas aNTEGRADOS, TRANSISTORES,D10DOS, CAPACITORES ELETROLI-TICOS, LEDs, SCRs, TRIACs, etc.)..Aten

  • 5