aprendendo & praticando eletrônica vol 33

Download Aprendendo & Praticando Eletrônica Vol 33

Post on 10-Jul-2015

930 views

Category:

Documents

6 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 5/10/2018 Aprendendo & Praticando Eletrnica Vol 33

    1/42

    MORDOMO ELETRONICO SOSSEGADOR DE"CAMPAINHEIRO" "EMOTIMETRO" MONITOR DIGITAL DE TEN RELE DE ESTAOO SOLIDO MODULO BATE-VOLTA A INCRivEL CABECA-ROB SUPER-SIMULADOR DEPRESENCA

  • 5/10/2018 Aprendendo & Praticando Eletrnica Vol 33

    2/42

    ImpressaoEditora Parma Lt

  • 5/10/2018 Aprendendo & Praticando Eletrnica Vol 33

    3/42

    A I' ~ 5d h C A R O O N A \ ' 2 . ' 0 LA 'I~O U1-SO"RE- A FACE. COe> R ,AV A D~L IMA PLACA I/V \R.GE~ \' / F A Z - E . l G. A l 1 2 A q A G E M C O M -rIN iAP r 2 0 A 2 J A 0 0 " 0 E C A L C X .. l E . 5 \\C O R . R .O E . R : . C O M ~LOR.erO,LAVAR,FURA~ N b ILHA5E . l A M R A lb Ar

  • 5/10/2018 Aprendendo & Praticando Eletrnica Vol 33

    4/42

    InstrueoesGerais para asMontagensAs pequenas regras e Instrucbes aqui descritas destinam-se aos principiantes ou hobbystasaindasem rnuita pratica e constituemum verdadeiro MINI-MANUAL DE MONTAGENS, valend? paraa realizaeiio de todo e qualquer projeto de Eletr6nica (sejam os publicados em A.P.E., sejam osmostrados em livros ou outras publicaedes ..J. Sempre que ocorrerem duvid!ls/ dur~nte amontagemde qualquer projeto, recomenda-seao Leitor consultar as presentes lnstrucbes, cUJOcarater Geral ePermanente faz com que estejam SEMPRE presentes aqui, nas primeiras paginas de todo exemplarde A.P.E.

    -,

    O S COMPON EN TE S Em todos os circuitos, dos mais simplesaos mais complexos, existem, basica-mente, dois tipos de pecas: as POLARI-ZADAS e as NAO POLARIZADAS. Oscomponentes NAO POLARIZADOssao,na sua grande maioria, RESISTORES eCAPACITORES comuns. Podem ser liga-dos "daqui pra la ou de hi pra c a . " , semproblemas. 0 unico requisito e reconhe-cer-se previamente 0 valor (e outrosparametres) do componente, para liga-lono lugar certo do circuito. 0 "TABE-LAO" A.P.E. da todas as "dicas" para aleitura dos valores e codigos dos RESIS-TORES,CAPACITORES POLJESTER,CAPACITORES DISCO CERAMICOS,etc. Sernpre que surgirem diividas ou. "esquecimentos ", as Instrucoes do"TABELAO" devem ser consultadas. os principais componentes dos circuitossao, na maioria das vezes, POLARIZA-DOS, ou seja. seus terminais, pinos ou

    "pernas" tern posicao certa e unica paraserem ligados ao circuito! Entre taiscomponentes, destacam-se os QIODOS;LEDs, SCRs, TRIACs, TRANSISTORES(bipolares, fets, unijuncoes, etc.), CAPA"CITORES ELETROLITICOS, CIRCUI-TOS INTEG RADOS, etc. E muitoim-portante que, an tes de se iniciar qualquermontagem, 0 leitor identifique correta-mente os "nomes" e posicoes relativasdos terminais desses componentes, ja quequalquer inversao na hora das soldagensocasionara 0 nao funcionamento do cir-cuito, alem de eventuais danos ao pro-prio .componente erroneamente ligado.o "TABELAO" mostra a grande maioriados componentes normahrwPte uti liza-dos nas montagens de A.P.~., em suasaparencias, pinagens e simbolos. Quan-do, em algum circuito publicado, surgirurn ou mais componentes cujo "visual"nao esteja relacionado no "TABELAO",as necessarias informacoes serao fome-cidas junto ao texto descrit ivo da respec-tiva montagem, atraves de ilustracoesc1arase objetivas. ,

    dacocs, contudo, faz com que elas tam-bern sejam validas para eventuais outrastecnicas de montagem (em ponte, embarra, etc.)..Deve ser sempre utilizado ferro de soldarleve, de ponta fina, e xle baixa "watta-gem" (maximo 30 watts). Asolda tam-bern deve ser fin a, de boa qualidade ede baixo ponto de fusao (tipo 60/40 ou63/37). Antes de iniciar a soldagem, aponta do ferro deve ser lirnpa, rerno-vendo-se qualquer oxid~l(ao. ou sujeiraali acumuladas. Depois de lirnpa e aque-cida, a ponta do ferro deve ser levementeestanhada (espalhando-se urn pouco desolda sobre ela), 0 que f'acilitara 0 con-tato termico com os terminais. As superficies cobreadas das placas deCircuito Impresso devcm ser rigorosa-mente limpas (com lixa fina ou palhade aco) antes das soldagens. 0 cobredeve ficar brilhan te, sem qualquer resf-duo de oxidacoes, sujeiras, gorduras,etc. (que podem obstar as boas solda-gens). Notar que depois de . limp as asilhas e pistas cobreadas nao devem maisser tocadas com os dedos, pois as gor-duras e acidos contidos na transpiracaohumana (mesmo que as maos parecamlimpas e secas. ..) atacam. 0 cobre comgrande rapidez, prejudicando 'as boassoldagens. Os terminais de componentestamrem devem estar bern limpos (se pre-ciso, raspe-os com uma lamina ou esti-lete, ate que 0 metal fique limpo e bri-Ihante) para que a solda "pegue " bern...

    Verificar semprese nao existem defeitosno padrao cobreado da placa. Constatadaalguma irregularidade, ela deve ser sana-da antes de se colocar os componentesna placa. Pequenas falhas no cobrepodem ser facilmente recompostas comuma gotinha de solda cuidadosamenteaplicada. 'Ja eventuais "curtos" entreilhas ou pistas, podem ser rernovidos ras-pando-se 0 defeito com uma ferramentade pon ta afiada..Coloque todosos componentes na placaorientando-se sempre pelo "chapeado "mostrado junto as instrucoes de cadamontagern. Atencao aos componentesPOLARIZADOS e as suas posicoes rela-tivas (lNTEGRADOS, TRANSISTORES;DIODOS, CAPACITORES ELETROLI-TICOS, LEDs, SCRs, T~IACs, etc.)..Atenl(ao tarnrem aos valores das demaispecas (NAO POLARIZADAS). Qualquer

    duvida, consulte os desenhos darespec-tiva montagem, ek: 0 "TABELAO". Durante' as soldagens, evite sobreaque-cer os componentes (que podem danifi-car-se pelo calor excessive desenvolvidonuma soldagem muito demorada). Seuma soldagem "nao da certo" nos pri-meiros 5 segundos, retire 0 ferro, esperea ligacao esfriar e tente novamente, comcalma e atencao,.Evite excesso (que pode gerar corrimen-tos e "curtos") de solda ou falta (quepodeocasionar rna conexao) desta. Urnborn ponto de soldadeve ficar l isa e bri-!hante ao terminar. Se a solda, aposesfriar, m ostrar-se rugosa e fosca, issoindica uma.conexao mal feita (tanto ele-trica quanto mecanicamente) ..Apenas corte os excesses dos terminaisou pontas de fios (pelo lade cobreado)apos rigorosa conferencia quanta aosvalores, posicoes, polaridades, etc ., detodas as .pecas, componentes, ligacoesperifericas (aquelas extemas a placa),etc. E muito diffcil reaproveitar ou cor-rigir aposicao de urn componentecujosterminais ja tenham side cortados. ATEN

  • 5/10/2018 Aprendendo & Praticando Eletrnica Vol 33

    5/42

    4 'TABELAO A .P .E :RE51STORES

    VALOR EN OHMSOHMS---c::J-

    l.e 2.a C O O l G OCOR faixas 3.a fsixa 4.a faixapreto 0marrom 1 x 10 1%vermelho 2 xtoo 2%laranja 3 x 1000 3%amarelo 4 x 10000 4%verde 5 x 100000azul 6 x 1000000violeta 7cinza Bbranco 9cure x 0,1 5%prata x 0,01 10%(5Omcor) 20%

    ~ POUESTER

    1 . ,," " _ " . ./"" l ' ALGARISMO2 ....~'. _2'AlGARISMQ3" - ",,- ,--MULT.'PLlCAOOR4 . : : " - " ' _ ~TOLERANCIA5 , T EN S AO

    FAIXASVALOR EM~ I-- PICOFARADS

    1~ e 2~ COOIGOfaixas 3~ faixa 4~ faixa 5~ faixaOR

    preto 0 20% AT~ lOpF ACIMA DE 10pFmarrom 1 x 10vermelho 2 x 100 250V B = O,10pF F 1% M 20%laranja 3 x 1000amarelo 4 x 10000 400V C = O,25pF G 2% P +100% 0%verde 5 x 100000 D = O,50pF H 3% S =+ 50% 20%azul 6 x 1000000 630V F lpF 5% l = + 80% 20%violeta 7cinza B G 2pF K 10%branco 9 10%

    EXEMPLOS_EXEMPLOS

    MAR ROM AMARELO VERMELHOMARROM VE'RMELHO MAR ROM PRETO VIOLETA VERMELHOPRETO VERMELHO PRETO LARANJA VERMELHO AMARELO ,472KMARROM LARANJA VERDE BRANCO PRE-TO BRANCO 223 MDURO PRATA MARROM VERME.LHO AZUL AMAHELO 101 Jioon 22 Kn 10KpF (10nF) 4K7pF (4n7) 220KpF (220nF) 103 M1 Mn5% 10% 1% 10% 20% 10%250 V 630 V 400 V

    CAPACI10RES DISCO'

    TOlE'RANCIA

    EXEMPLOS,

    4,7 KpF 14n1) 10%nKpF (22nFI 2 Q %

    l00pF 5%10KpF (lOnP) 20%

    EXEIIPLOSTICZ06 - TIC216TIC2Z6 _ TIC 236

    SCRI

    ~ . . . b .i f -EX~MPLOS

    TIC 106 - TI C 116TIC 126

    ~

    E~;~~;'S

    A IN4QOT,IN40021N40031N 40041N .007

    TRANSisTORES BIPOLARES

    SE.RIE~ ..BC(A, . .C'

    NP'EXEMPLOS

    PNPaCMeBC&47SCl)48Be &49

    TUJ

    ~~

    BC!5!56BC!5!57BC!5!58Be !5S9

    SERIE~BF. .AC'

    EXEMPLQBF I.PH,

    EXEMPLOSHPNB013ei80137BD1~9

    PNPB0136B0138B0140

    EXENPLOSNP'NT IP 29TIP 31TIP41TIP 49

    C A PACITORES ELE TROLITICOS~f=- " = + = ; J : : : : n [ ] r - - - 1 1AXIAL

    I N TEGR A ~ O!:[]1 2 3 4

    VISTOSes e - 741- 3140

    L"~BON8 - LN 386

    RADIAL

    ~~1. 131211109 8o"""""".:"."0

    eR CINA - EXENPLOS 1 2 3 4 5 6 7 a

    CIRCUITOS C23456189I 4001-4011-4013-4093 VISTOS POR CINA- EXENPLOSI UA~OLW32~t-LM3BO-4069-TBAB20 4017-4049-4060- I LM3914-LM391~-TDA7000

    PHPTIP 30TlP32TIP42

    CHAVE H-H

    ... ~~'

    POr'ENCIOMETRO2

    ~

    01000 ZEHER FOTO-TRANSISTOR MIC. ELETRETO

    E~ C ~-ITI

    EXENPLO ~fI/\ +IVI _ - ~-tTILTB ~E ~

    PILHAS-~~+

    CAPAOTOR VARlAVE L

    PUSH - !aUT TON

    ~.:. TRIII-P~

    ~3 2

    1 TRI"E~ f)m ~: : r 1 22 PLASTICOCERANICO

  • 5/10/2018 Aprendendo & Praticando Eletrnica Vol 33

    6/42

    De tempos em tempos preclsamos relembrar a Turma as (inevitSveis)"regrinhas" do CORREIO TECNICO .. Mals ainda agora, que APE'rece-beualgumas re-orien~6es no seu forrnatoEditorlal, na organl~aotern8tlca dassuas matertas e S~Oes. (embora - reafirmamos - 0 "es-,t"io" continue rlgorosameme 0 III8IftIO: textos descontrardos, dlretos,sem frescur&s, e mllHalnform~iio, sempre indo dlreto ao ponIo..).Saomultas (mesmo) as C8t1asmensalmente recebidas dos Lelta-reslHobbystas, e aSSiinuma "viOienta" b'iagern se faz necessaria (iii queo espa~ destlnado a presente S~o nao permlte aresposta direta amais do que uns 2% ou 3% do total da correspondencla recebida . As-slm, procuramos, de Inrcio, "agnipar temas", ou seja: se dentro das cen-tenas de Cartas recebldas em determinado perfodo, muHas referem-seespeclflcamente a detennlnada montagem,aSsunto ou problema, entiotal assunto estS aulDmallcamenle selecionado para respostal Escolhe-mos .... dasvlir