aprendendo & praticando eletrônica vol 30

Download Aprendendo & Praticando Eletrônica Vol 30

Post on 10-Jul-2015

719 views

Category:

Documents

7 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 5/10/2018 Aprendendo & Praticando Eletrnica Vol 30

    1/40

    . \ "I . ,,,~ , '" I, !'

    APRENDEN ,DOPRAT ICAN

    . "

  • 5/10/2018 Aprendendo & Praticando Eletrnica Vol 30

    2/40

    ~-~- -

    H a p ramEDITORA

    Illaa,... LII !lI[@:II_ m ~EMARK ELETRONICA

    DiretoresCarlos W. MalagoliJairo P. MarquesWilson Malagoli

    ~ Diretoi' TecnlcoSMa Marques

    Distribuic;ao Nacional C I ExclusividadeFERNANDO CHINAGLIA OISTR.

    ColaboradoresJose A. Sousa (Oesenho Tecnico)

    Joao Pacheco (quadrinhos)Publlcidade

    KAPROINIPROPAGANDA LTDA.(011) 223-2037Compcslcao

    Kaprom

    FotoHtos da CapaDELINTel. 35.7515Fotolitos do MioloFOTOTRAc,;O LTOA.

    ImpressaoEditora Parma Uda.

    Rua Teodoro da Silva, 907- R. de Janei ro (021) 268-9112I APRENDENDO E PRATICANDO

    ELETRONICA(Kaprom Editora, Distr. e Propagan ..da ILtda - Emark Eletronica Comer-cial Uda.) - Hecacao, Adrnlnistracao e, Publicidade: Rua General Os6rio, 157i ~

    CEP 01213 - Sao Paulo - SP.Fone: (011)223-2037

    o convfvio rnensal com toda a "turma'te algo tao aqraoavel que, atern de profissio-nalmente estirnulante, toma-se tarnbern emocionalmente "recompensador" ... QualquerLeitor/Hobbysta, "calouro" ou "veterano" na imensa legiao de "apeantes", pode notar,sem grande esforco, que a Equipe que faz APE trabalha com prazer, ou seja: gosta do Quefaz! Aqui nao somos apenas trabalhadores "batalhando 0 leite das criancas" . .. Somas -principalmente - um "bando" de reais aficcionados pela Eletr6nica Prat ica, um grupo que,li teralmente, se diverte em criar e pesouisar, sempre no intuito de atender as sollcitacoesdos Leitores e/OIIJde apresentar novidades, novas aplicacoes para "velhas idelas'', ou no-vas ideias sobre "velhos problemas" ...Por tais razoes {como temos dito e re-dito ... } Voces constituem parte mais do Queimpor1ante no andamento de APE! Uma simples suqestao, aparentemente "bobinha", nu-ma carta de Leitor, pode (e isso ocorre com,grande trequencia ... ) transtormar-se num incrf-vel projeto, completo, desenvolvido e "mastigado" pela Equipe de Producao, ate tomar-secompatrvel com os requisitos basicos de tudo que aqui se publica (facilidade na montageme na obtencao das pecas, simplicidade nos eventuais ajustes e reais possibil idades deapllcacao pratica imediata ...).Agora, portanto, chegou a hora de "premiar" essa incrfvel criatividade da qual in-distintamente todos os Leitores/Hobbystas sao dotados, e tambern de "recompensar" esseenorme espfnto participativo que envojve a "turma" e que tanto prazer nos da, de assimpoder trabalhar! Bolamos a promocao "DESAFIO A CRIATIVIDADE" como uma "boa des-culpa" para oterecer, aos mais inventivos da "turma'', presentes, na forma de KITS (da se-rie Exclusiva APE/EMARK/Prof. BEDA MARQUES ...) , como "brinoes/incentivo" (nao e"Concurso", nem "Sorteio" ... ).As regras para participacao estao claramente def inidas na materia especial ("DE-SAFIO A CRIATIVIQADE"). Temos a mais absoluta certeza de que - mais uma vez -aPrornocao connqurara enorme sucesso! "Mandem bala", que estamos super-ansiosos pa-ra presentear Voces (e para mostrar, ao resto da "turma", os projetos escolhidos ...)!

    Atern do gostoso "DESAFIO A CRIATIVIDADE", no presente nurnero de APE:temos("pra variar" . .. ) aquele tradicional "monte" de projetos de IlSO pratico, atendendo desde osbrincalh6es ate os profissionais, passando por Estudantes, Tecnicos, Instaladores e Enge-nheiros! Os Leitores/Hobbystas sabem que integram uma especie de "exercito sem pos-tos" ou seja: aqui nao tem soldado e general, essas coisas... Todo mundo manda e "des-manda" na medida que sua inteliqencia, criatividade e persistencia Ihes outorgam tais di-reitos, nao importando se 0 dito participante tem um Diploma do MIT Oil umCertificado deCurso por Correspondencia dos mais humildes e basicos (0 CONHECIMENTO tem a me-dida do seu valor dada pelo us o e na o pela "acurnulacao .....).

    o EDITOR: : : : : : : : : :: : : : ; : ~ ; : ; : : : : : ; : : :; : : : : : ; : ; :; : : : : : ! : : :; : ; : ; : ; : ; :: : ; : ; ! ; : : :: : ; : ; : ; : ;: ; : ; : ; : ; : ;: ; : ; : ; : ; :; : ; : ; : ; : ; :; : ; : ; : : : ;: : : ; : ; : ~ : : ; : ; : : : ~ ; : : : ; : : : ; : : : ;: : : ; : : : ; : :: : : : : ; : ; :; : ; : ; : : : ;: : : ; : ; : ; : :: : d

    ..

    R E V IS T A I \ J Q 30I NESTE NUMERO:I I I 8 - I B U Z I N A M U S IC A LI: 1 4 - IP R O T E T O R P /L A M P A D A IN C A N D E S C E N T E

    2 0 - E S P E C ,lA l - D E S A F IO A C R I A T I V I D A D E2 4 - A S S U S T A O IN H O3 8 - D E T E T O R D E M A S S A P L A s T IC A E M V E ic U L O S4 7 - S U P E R -F O M r E R E G U L A D A

    E vedada a reoroducao total ou parcial de textos. artes ou fotos que compo-nham a presente Edicao, sem a autoriz acao expressa dos Editores. Os ProjetosEletronicos aqui descritos destinam-se unicamente a aplicacoes como hobbyI i ou utillz acao pessoa] sendo proibida a sua comercializacao ou industriaii-zac;:ao sern a autorizacao expressa dos autores ou detentores de eventuaisdireitos e patentes. A Revista nao se responsabiliza pelo rnau funcionamentoou nao funcionarnento das montagens aqui descritas, nao se obrigando anenhum tipo de assistencia tecnica aos Ie itores.

    1

    II

  • 5/10/2018 Aprendendo & Praticando Eletrnica Vol 30

    3/40

    Fone: (011)223-2037

    NA~t: N ' A O I~1C~! NA PRf,5,N1tA.P.E~eJl f \O N o R f.G R.A 5 VO D5AfIO A-CQIA-r IVIOAOf ! --

  • 5/10/2018 Aprendendo & Praticando Eletrnica Vol 30

    4/40

    duvida, consul te os desenhos da respec-tiva montagem, e/ou 0 "TABELAO". Durante as. soldagens, evite sobre aque-cer os cornponentes (que podem danifi-car-se pelo calor excessivo desenvolvidonuma soldagem muito demorada). Seuma soldagem "nao da certo" nos pri-meiros 5 segundos, re t ire 0 ferro, esperea ligacao esfriar e tente novarnente, comcalma e atencao.

    Evite excesso (que pode gerar corrimen-tos e "curtos") de solda ou falta (quepode ocasionar rna conexao) desta. Urnborn ponto de sold a deve ficar lisa e bri-lhante ao terminar. Se a solda, apesesfriar, m ostrar-se rugosa e fosca, issoindica uma conexao mal feita (tanto ele-trica quanta mecanicamente)..Apenas corte os excessos dos terminaisou pontas de fios (pelo lado cobreado)apos rigorosa conferencia quanta aosvalores, posicoes, polaridades, etc., detodas as pecas, componentes, ligacoesperifericas (aquelas externas a placa),etc. E muito diffcil reaproveitar ou cor-rigir a p osicao de urn componente cujosterminais ja tenham sido cortados.

    ATENc;AO as instrucoes de calibracao,ajuste e utiliz acao dos proje tos. Evite autilrzacao de pecas com valores ou carac-terfsticas diferentes daquelas indicadasna LISTA DE PEc;AS. Leia sempreTODO 0 artigo antes de montar ou uti-lizar 0 circuito. Experimentacoes apenasdevem ser tentadas por aqueles que jatern urn razoavel conhecimento ou pra-tica e sempre guiadas pelo born senso.Eventualmen te, nos proprios textos des-critiv os existem sugestoes para experi-mentacoes. Procure seguir tais sugestoesse quiser tentar alguma m odificacao . .. ATENc;AO as isolacoes, principalmentenos circuitos ou dispositivos que traba-lhem sob tensoes e(ou corren tes eleva-das. Quando a u t ilizacao exigir conexaodireta a rede de C.A. domiciliar (110ou 220 volts) DESLIGUE a chave geralda instalacao local antes de prom overessa conexao, Nos dispositivos alimen-tados com pilhas ou baterias, se foremdeixados fora de operacao por longosperiodos, convern re tirar as pilhas oubaterias, evitando danos por "vazamen-to" das pastas qufrnicas (fortementecorrosivas) con tid as no interior dessasFontes de energia),

    LIGANDO E SOLDANDO

    InstrueoesGerais para asMontagensAs pequenas regras e lnstrucoes aqui descritas destinam-se aos principiantes ou hobbystas aindasem muita pratica e constituem um verdadeiro MINI-MANUAL DE MONTAG ENS, valendo paraa realizacao de todo e qualquer projeto de Eletronica (sejam os publicados em A.P .E., sejam osmostrados em livros ou outras pubficaedes ...). Sempre que ocorrerem duvidas, dur.ante a montagemde qualquer projeto, recomenda-se ao Leitor. consultar as presentes Instrueoes. CUJO carater Geral ePermanente taz com que estejam SEMPRE presentes aqui, nas primeiras paginas de todo exemplarde A.P.E.O S C OM PO NE NT ES

    Em todos os circuitos, dos mais simplesaos mais complexos, existem, basica-mente, dois tipos de pecas: as POLARI-ZADAS e as NAO POLARIZADAS. Oscomponentes NAO POLARIZADOS sao,na sua grande maioria, RESISTORES eCAPACITORES comuns. Podem ser liga-dos "daqui pra hi ou de la pra ca", sernproblemas. 0 unico requisite e reconhe-cer-se previamente 0 valor (e outrosparametres) do componente, para liga-lono lugar certo do circuito. 0 "TABE-LAO" A.P.E. da todas as "dicas" para aleitura dos valores e codigos dos _RESIS-TORES, CAPACITORES POL!ESTER,CAPACITORES DISCO CERAMICOS,etc. Sernpre que su rgirern duvidas ou"esquecimentos n, as Instrucoes do'TABELAO" devem ser consul tadas,

    Os principais componentes dos circuitossao, na maioria das vezes, POLARIZA-DOS, ou seja . seus terminais, pinos ou"pernas" tern posicao certa e unica paraserern ligados ao circuito! Entre taiscomponentes, destacam-se os DIODOS,LEDs, SCRs, TRIACs, TRANSrSTORES(bipolares, fets, unijuncoes, etc.), CAPA-ClTORES ELETROLlTlCOS, CIRCUI-TOS INTEGRADOS, etc. f muito im-portante que, an tes de se iniciar qualquermontagem, 0 leitor identifique correta-mente os "n omes" e posicoes relativasdos terminais desses eomponentes, ji quequalquer inversao na hora das soldagensocasionara 0 nao funcionamento do cir-euito, alern de eventuais danos ao pro-prio componen te erroneamente ligado.o "TABELAO" mostra a grande maioriados componentes normalmente utiliza-dos nas montagens de A.P.E., em suasaparencias, pinagens e sirnbolos. Quan-do, em algum circuito pu blicado, surgirurn ou mais componentes cujo "visual"nao esteja relacion ado