apotila 1 mega aulƒo - 2012

Download Apotila 1 MEGA AULƒO - 2012

Post on 29-Dec-2014

795 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Apostila que apresenta os conteúdos trabalhados no 1º Mega Aulão de 2012, Teatro Beberibe - Centro de Convenções (Olinda-PE) no dia 18 de agosto de 2012.

TRANSCRIPT

  • 1. Esquadro do Conhecimento a dvida no passa por aqui 1 MEGA AULO 2012https://www.facebook.com/esquadraodoconhecimento (Funpag e Facebook)http://esquadraodoconhecimento.wordpress.com/ (blog) nosso olho. Dessa forma, no percebemos o intervalo entre a projeo dos quadros, de movimento. Cincias da Natureza Fsica Davi Morato Quando voc v um filme de um leopardo em movimento, por exemplo, voc, na realidade, v uma sucesso de fotografias paradas. Elas se sucedem, uma outra, to O Projetor de Cinema rapidamente que os seus olhos no podem separar cada imagem da prxima. O leopardo parece mover-se.Todos os projetores, desde os primeiros projetores deslides at os modernos projetores de filmes, possuem osmesmos componentes: fonte de luz, condensador e lente 2de projeo. O material transparente, com a imagem a serprojetada, colocado no plano objeto de maneira que afonte de luz, orientada pelo condensador, possa brilharatravs do material e atingir a lente, que projeta a imagemampliada sobre a tela.O sistema condensador indispensvel para a iluminaouniforme de todos os pontos da tela. Em geral, tem duaspartes: um espelho esfrico atrs da fonte de luz e umsistema de lentes que se localiza entre a fonte luminosa eo plano objeto.O espelho esfrico capta a luz que, de outra maneira, seirradiaria para longe do objeto, e a reflete em direo ao Trilha sonoraobjeto, dobrando com isso o brilho da fonte. A trilha sonora consiste numa faixa ptica ou magntica localizada fora da rea de imagem. A trilha detectada por uma cabea magntica, como num gravador de fita, ou por um sistema fotoeltrico, que capta as variaes luminosas da faixa ptica. E para saber como a imagem do filme projetada, faz-se necessrio conhecermos o funcionamento de algumas lentes. O filme Comportamento pticoO filme consiste numa sequencia de quadrostransparentes que mostram objetos e pessoas em Quanto ao comportamento de um feixe de luz ao serdiferentes posies. incidido sobre uma lente de um projetor podemos caracterz-las como divergentes ou convergentes, dependendo principalmente dos ndices de refrao daO projetor de cinema possui, alm da fonte luminosa e da lente e do meio. O estudo das lentes convergentes elente, uma garra que puxa o filme, quadro por quadro, divergentes visto nas duas prximas sees.atravs de orifcios. equipado tambm com um Lentes esfricas convergentesobturador, que corta o feixe luminoso quando se d amudana de quadro. Em uma lente esfrica com comportamento convergente, a luz que incide paralelamente entre si refratada, tomandoQuando o filme projetado, o obturador corta o feixe de direes que convergem a um nico ponto.luz cada vez que ocorre mudana de um quadro para Tanto lentes de bordas finas como de bordas espessasoutro. Nesse instante no h projeo. Entretanto no podem ser convergentes, dependendo do seu ndice depercebemos esse corte porque, apesar de apagado o feixe refrao em relao ao do meio externo.de luz, a imagem ainda persiste em nossa retina o tempo O caso mais comum o que a lente tem ndice de refraonecessrio para a troca de quadro. Se a frequncia maior que o ndice de refrao do meio externo. Nessemaior que trinta lampejos por segundo, no conseguimos caso, um exemplo de lente com comportamentoperceber a variao da luminosidade, e temos a iluso de convergente o de uma lente biconvexa (com bordasque a luz permanece continuamente acesa. finas):Assim o filme uma sequencia de quadros separados e aimagem projetada na tela sempre imvel. Mas, comonossa vista guarda a imagem por um certo tempo, quandovemos um quadro a imagem do anterior ainda est em
  • 2. Esquadro do Conhecimento a dvida no passa por aqui 1 MEGA AULO 2012https://www.facebook.com/esquadraodoconhecimento (Funpag e Facebook)http://esquadraodoconhecimento.wordpress.com/ (blog)J o caso menos comum ocorre quando a lente tem menorndice de refrao que o meio. Nesse caso, um exempo de 3lente com comportamento convergente o de uma lentebicncava (com bordas espessas):Lentes esfricas divergentesEm uma lente esfrica com comportamento divergente, aluz que incide paralelamente entre si refratada, tomandodirees que divergem a partir de um nico ponto.Tanto lentes de bordas espessas como de bordas finas A projeo em 3D muito mais complicada de serpodem ser divergentes, dependendo do seu ndice de entendida. Existe a projeo que voc esta vendo aqui norefrao em relao ao do meio externo. Mega Aulo do Esquado do Conhecimento, com os culos que uma lente azul e a outra vermelha. EssaO caso mais comum o que a lente tem ndice de refrao tecnologia vem desde 1950. Nesse sistema, as imagensmaior que o ndice de refrao do meio externo. Nesse so projetadas na tela com duas camadas de cores,caso, um exemplo de lente com comportamento divergente sobrepostas uma outra. Quando colocamos esses o de uma lente bicncava (com bordas espessas): culos, cada olho v uma coisa: a imagem da projeo em vermelho em um olho, e a imagem da projeo em azul no outro olho. O crtex visual combina os pontos de vista para criar a representao de objetos 3D. Temos tambm,os novos culos de hoje, que so geralmente vermelho e ciano, que, quando combinados, podem fazer uso de todas as trs cores primrias, resultando na percepo de cores mais realistas. A projeo mais usada hoje nos cinemas 3D a RealD,J o caso menos comum ocorre quando a lente tem menor que usa de uma polarizao circular produzida por umndice de refrao que o meio. Nesse caso, um exemplo filtro na frente do projetor para projetar o filme em umade lente com comportamento divergente o de uma lente tela de prata. No exige dois projetores que projetem abiconvexa (com bordas finas): imagem em cores diferentes. A vantagem da polarizao que voc pode se mover mais naturalmente sem perder a percepo 3D da imagem. 1) Para que uma substncia seja colorida ela deve absorver luz na regio do visvel. Quando uma amostra absorve luz visvel, a cor que percebemos a soma dasAs cores vistas pelo olho humano esto compreendidas cores restantes que so refletidas ou transmitidas peloentre o vermelho e o violeta. Veja o esquema abaixo: objeto. A Figura 1 mostra o espectro de absoro para
  • 3. Esquadro do Conhecimento a dvida no passa por aqui 1 MEGA AULO 2012https://www.facebook.com/esquadraodoconhecimento (Funpag e Facebook)http://esquadraodoconhecimento.wordpress.com/ (blog)uma substncia e possvel observar que h umcomprimento de onda em que a intensidade de absoro I - A lente da figura A comporta-se como lente convergentemxima. Um observador pode prever a cor dessa e a lente da figura B comporta-se como lente divergente.substncia pelo uso da roda de cores (Figura 2): o II - O comportamento ptico da lente da figura A nocomprimento de onda correspondente cor do objeto mudaria se ela fosse imersa em um lquido de ndice deencontrado no lado oposto ao