apostila violao-ritmos-acordes

Download Apostila violao-ritmos-acordes

Post on 27-May-2015

47.752 views

Category:

Documents

5 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

hericlis

TRANSCRIPT

  • 1. 7 Acordes Dissonantes Como j mencionamos antes, acordes dissonantes so acordes comuns acrescidos de a a auma ou mais notas que as notas bsicas (1 , 3 e 5 ) para alterar sutilmente sua tonalidade.Isto ocorre para dar um efeito de embelezamento e melhor acompanhar a melodia. Quando acrescentamos qualquer outra nota a um acorde que no seja suas notasbsicas, estamos transformando-o em um acorde dissonante. Vamos imaginar isso com F:ACORDE1 23 4 5 67 8F F GABb C DE FAlm das notas bsicas de F (F maior), podemos reparar que a nota D tambm foi adestacada, formando assim um acorde dissonante. Essa nota D na escala de F, a 6 nota,por isso o acorde ser chamado de F6 (F maior com sexta maior). mais ou menos assimque funciona a formao dos dissonantes; denominamos os acordes com os nmeros dasnotas que nele foram acrescidas.Neste mesmo acorde de F6 poderamos colocar mais uma nota e formar outrodissonante. Faamos assim:ACORDE12345 6 78 FFGABb C D EF O acorde ficaria assim; F2/6 (F com segunda e sexta). Entretanto, no se enumera 2 aos adissonantes, neste caso, a nota G (2 ) enumerada como nona 9, considerando a escalacomo contnua: ACORDE12345 678 9 10 11 12 13 F FGABb C DE FG A Bb C D Enumera-se acordes dissonante at pelo nmero 13 que o mesmo que 6. Tanto fazento, F6 (mais usado) como F13 ( possvel encontrar em alguns mtodos). Tambm sousados 4 e 11. No se usa 2 e sim 9 As notas 1, 3 e 5 (notas bsicas) tem rplicas em 8,10 e 12.Usamos exemplos de dissonantes com um acorde maior (F). Mas tambm temos essesmesmos dissonantes com Fm (F menor), onde, a base (notas bsicas) encontradas naescala de Fm e as dissonantes conservam-se os mesmo da escala de F. a aH variao na formao de alguns dissonantes como os acordes com 7 maior (7+), 7aOmenor (7) e outros como 7 diminuta ( ), notas aumentada (+) e diminuta (-). Se a notadissonante for maior (7+), esta se acha na escala dos acordes maiores. Se for uma dissonantemenor (7), a encontraremos na escala do acorde menor. Eis como funcionam as notasaumentadas e diminutas; so notas que no esto nas escalas de notas dos acordessuprimidas da escala completa. Compare a escala de F com a escala completa:ESCALA COMPLETA F F# G G# A A# B C C# D D# E F123 4567 8ESCALA DE F FGA A# CD E FUma nota da escala completa que no constar em F, uma nota diminuta. Ouaumentada. Ex. A nota C# no consta na escala de F. Pela escala completa, ela est entre aas notas 5 (C) e 6 (D) da escala de F. Logo, ela ser uma 5 aumentada (por est frente ada nota 5) e 6 diminuta (por estar antes da nota 6).Pode parece complicado agora, mas logo ficar claro, pois estudaremos cada acordedissonante, sua formao e como aplic-las nas msicas.

2. Acordes com stima menor Este ser o primeiro acorde dissonante que trataremos, por ser o mais freqente. Aprimeira coisa que devemos levar em conta que a nota dissonante 7 a mesma nota tantopara um acorde maior com 7 como para uma acorde menor com 7. Ex. A nota dissonante 7 a mesma em F7 e Fm7. a A stima nota menor (7) uma dissonante menor. Logo, a 7 nota da escala dosacordes menores. Para formar os acordes de F7 e Fm7, basta procurar a stima nota na escala de Fm,pois a dissonante menor. Veja como: 12345 67 8ESCALA DE Fm FG Ab Bb C Db Eb F Desta forma chegamos ao resultado (Eb) que a nota a ser aplicada tanto em F7 comoem Fm7. Note: a7 m = (stima nota de Fm) EbF = F, A, C (notas bsicas)F7 = F, A, C, EbFm = F, Ab, CFm7 = F Ab C Eb aFormar acordes maiores e menores com 7 menor agora j no segredo; basta seguirqualquer um dos caminhos mostrados no exemplo acima, unir todas as notas numa s cifra epronto! Repare as demonstraes para F7 e Fm7:Aplicao de acordes com 7m aNa maioria dos casos, usa-se acordes maiores com 7 menor para representar umapassagem para uma tonalidade mais alta, o que chamamos de preparao. A nota 7mrealmente d uma distoro ao acorde natural com tendncia de subir o tom. Outras aplicaesns veremos mais tarde.Quanto aos acordes menores com 7m, sua mais comum aplicao dar umadissonncia sutil para se aproximar ao seu acorde primo que um acorde maior que tem suaescala igual a este menor (veja sobre isso no captulo 5). Um acorde menor com 7m tem amesma base que seu acorde primo natural. Essa semelhana provoca um efeito dentro deuma msica quando usamos esses acordes.No prximo captulo estudaremos sobre os valores dos acordes numa seqncia deacordes dentro da msica. uma lio IMPORTANTSSIMA para a continuidade do curso eaprenderemos mais sobre acordes com 7m. 3. Exerccio PrticoVeja as frmulas para acordes maiores e menores com 7m. Sua tarefa identificar osacordes de acordo com a colocao das casas a partir do primeiro que j est denominado. Amaneira mais prtica observar a nota do baixo que o prprio acorde. Vamos l!1a- FRMULA; Para acordes maiores com 7m: 2a-FRMULA; Para acordes maiores com 7m:3a-FRMULA; Para acordes menores com 7m:Pratique as seqncias de acordes abaixo no intuito de agilizar a mudana de um acordepara outro. Procure compreender tambm a tonalidade de cada acorde com relao ao outro:1) D A7 D D7 G A7 D2) C Am F G7 C3) E7 A7 E7 B7 E74) Bb C7 F7 Bb5) Em F#7 B7 Em1a-FRMULA; Para acordes menores com 7m:2a-FRMULA; Para acordes menores com 7m:3a-FRMULA; Para acordes menores com 7m: 4. Pratique as seguintes seqncias envolvendo acordes maiores e menores com 7m.Toque em ritmo qualquer e repita varias vezes, comparando a tonalidade de cada acorde.1) Am7 Bm7 Am7 Bm7 Am7 D7 G2) F Gm7 Am7 Bb C7 F3) D F#m7 B7 Em7 Gm A7 D4) A C#m7 Cm7 Bm7 E7 A5) Dm F G A7 Dm6) C Em7 Dm7 G7 C7) G Bm7 Dm7 G7 C Cm Bm7 E7 Am7 D7Visite o site: www.erimilson.hpg.com.brContato: erimilson@bol.com.br 5. 8 Seqncias Bsicas Quando tocamos uma msica, usamos um conjunto de acordes e dizemos que elesformam a seqncia daquele determinada msica. Na cano Caminhando e cantando quevimos no cap. 5, usamos os acordes D e Em. Eis, portanto, a seqncia desta msica. Alguns acordes tm uma relao de proximidade com outros dentro de uma seqnciade acordes, e isto ocorre por causa dos valores de tonalidades que cada um tem. Acompreenso desses valores determina a posio de cada acorde dentro da msica. Osvalores mais comuns --- os mais usados --- so denominados pelos seus valores numa escalade acordes chamada de seqncia bsica, que aprenderemos j.Tonalidade das msicas Cada seqncia de acordes obedece a uma tonalidade. Os acordes dessa seqnciatero seus valores comparados com o acorde igual tonalidade. Digamos que uma msica tema tonalidade de D, onde os acordes dela sero comparados com D entre mais alto, mais baixo,menor alto, menor baixo, etc. A seqncia bsica de D a seguinte: D A(7) D7 G Bm F#m Em Gm F#(7)Am(7)A seqncia bsica estabelece os valores de cada acorde de uma seqncia para cadatonalidade. Entenda o valor de cada acorde numa seqncia bsica:Tom ou Tonalidade = O acorde que designa os demais por seus valores. o.1 Acorde maior = igual ao TOM. o acorde neutro em que sero comparados os valoresdos outros acordes. oa2 . Acorde maior (7) = o ACORDE BAIXO da seqncia com ou sem a dissonncia de 7omenor. Nota-se claramente, que mais baixo que o tom (1 acorde). o o3 Acorde com 7 = chamado de PREPARAO. Este acorde igual ao 1 (o prprio tom) coma dissonncia de 7m para passar para o acorde alto (assim como vimos na aplicao dessedissonante no captulo anterior). o4 Acorde = o ACORDE ALTO em relao ao tom. o1 Acorde menor = o acorde menor primo do tom, sendo assim o mais semelhante. Tem umvalor menor de neutralidade. ACORDE MENOR NEUTRO. oo2 Acorde menor = verso menor do 2 acorde, que, alis, o seu acorde primo. ACORDEMENOR BAIXO. o o3 - menor = o ACORDE MENOR ALTO, semelhante ao 4 acorde, seu acorde primo. o4 - menor = Trata-se do acorde maior alto transformado em menor para sobrepor-se em umefeito de supratonalidade. o5 acorde maior (7) = Com ou sem 7m, usa-se esse ACORDE FECHADO para efeito dedistoro da seqncia. Tambm uma verso de ACORDE BAIXO nos tons menores. o5 acorde menor (7) = Normalmente usado com uma verso de PREPARAO, podendo oanteceder o 3 acorde maior. Este pode vir ou no com 7m. 6. A seqncia de D segundo seus valores so estes: o oo oooo o o oTOM = 1 2 (7) 3 7 4 1 m 2 m 3 m 4 m 5 (7) 5 m (7) D= D A(7)D7 GBm F#m En Gm F#(7) Am(7) Toda msica que segue a tonalidade de D, provavelmente usar esses acordes. Porisso a chamamos de seqncia bsica de D, j que tem os valores mais comuns para umaseqncia de acordes no tom de D. Os acordes que no esto relacionados nessa escala so acordes excepcionais, queodo sutis efeitos a esses mesmos acordes. Seria possvel, por exemplo, pegar o 1 acordemenor e dar dissonncias como 7+, 7/6 ou 7m. o Geralmente, a msica comea pelo 1 (o tom), variando a tonalidade para alto, baixa ou opara um acorde menor. Ai entra o esquema desta escala; se o tom baixar, o acorde ser o 2oacorde maior, se subir ser o 4 maior, se for para um acorde menor basta comparar se atonalidade menor alta, menor baixa, etc. Como saber isso? Exercitando bem as seqnciasbsicas e comparar os valores dos acordes. Um exemplo dos valores dessa escala; volte msica Cabecinha no ombro e compareos valores dos acordes usados:oooo 1 (tom) 2 (tom baixo) 4 (tom alto)3 -menor CGF DmSeqncia bsica dos acordesJ vimos a seqncia bsica de D, mas cada acorde tem sua escala prpria com seusrespectivos acordes e sempre com escalas diferentes. Atravs da escala de D, podemos encontrar as demais pela escala completa, veja: 1 2 3 4 56 7 8910 11 12ESCALA COMPLETA D D# E F F# G G# A A# B C C# ooooo oTONALIDADE DE D 13m2m 4 2 (7) 1m o o o o3 7 5 (7) 4m5 m(7)Para encontrar qualquer escala, segue o exemplo acima a comear pelo acordeprocurado. Exemplo F# (que o mesmo Gb). A escala completa deve ser iniciada em F#.1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12ESCALA COMPLETAF# G G# A A# B C C# D D#EFooo oo oTONALIDADE DE F#1 3m 2m 4 2 (7) 1m oo oo 3 7 5 (7)4m5 m(7)Desta forma se compe a seqncia bsica de F#:ooo o o oo o o oTOM 12 (7) 3 7 41 m 2 m 3 m 4 m 5 (7) 5 m(7) F# F# C#(7) F#7 BD#m A#m G#m Bm A#(7) C3m(7)Seqncia de tonalidades menores Mostramos at agor