apostila taty libras basico

Post on 13-Apr-2018

236 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 7/27/2019 Apostila Taty Libras Basico

    1/79

    Pgina 1

    Curso Bsico de Libras

    Instrutora:

    Tatyana Sampaio Monteiro

  • 7/27/2019 Apostila Taty Libras Basico

    2/79

    Pgina 2

    Curso Bsico de Libras

    APRESENTAO

    Uma das funes bsicas da linguagem possibilitar a comunicao

    entre os homens, criar vnculos, romper nosso mundo e ir ao encontro do outro,realizar trocas afetivas e sociais. Atravs dela o homem pode dimensionar seusvalores, suas relaes sociais, suas aspiraes de justia e liberdade. Interagir nasua lngua significa quebrar as barreiras, acolhendo as diferenas e valorizandoas diversidades existentes na sociedade, garantia de incluso tambm no seuambiente social promovendo assim uma interao maior entre a comunidadesurda e a comunidade ouvinte.

    O desejo de se comunicar e a impossibilidade de tramitar estesentimento fazem com que o ser humano tenha a sensao de estar preso emseu prprio mundo, sentindo-se incapaz de interagir, se expressar e romper as

    barreiras do silncio imposto pela sociedade.O indivduo surdo utiliza-se da lngua de sinais para estabelecer suas

    relaes sociais, j que ela a sua lngua natural, e cabe a ns, que vivemos emsociedade, possibilitar acesso e respeito a este indivduo interagindo com eleatravs da sua lngua, a lngua de sinais, que ultrapassa um conjunto de gestos emmicas, uma linguagem complexa e gramaticalmente estruturada, cominformaes concretas e tambm com idias abstratas. O surdo fala sim, s quefala com as mos. Ento devemos proporcionar a este indivduo a comunicaona sua lngua em qualquer lugar da sociedade, pois um dever de todos e umadvida social que precisa ser reparada.

    Com o decreto n5. 626 de 22 de dezembro de 2005 sentimos a grandesensao de vitria e a satisfao na comunidade surda brasileira, pois atravsdeste decreto, assegura-se o respeito e reconhecimento pela lngua brasileira desinais (libras), e garante o direito do surdo de ser atendido na sua lngua emqualquer rgo pblico a que ele se dirigir. Isto j um grande passo e umgrande avano nas garantias dos direitos do surdo, de respeito e reconhecimentode cidadania e agora uma responsabilidade individual para que isso se tornerealidade

    com grande alegria que iniciamos este projeto, o Curso de Librasaquino estado do Amazonas, pois sabemos que com ele , ajudamos a garantir que o

    sonho de uma sociedade justa e igualitria se realize , contribuindosignificativamente para a melhoria de condies de atendimento comunidadesurda e propondo ao ouvinte uma experincia com a cultura e identidade surda, oque ser til no s para o seu trabalho, mas tambm nas suas relaeshumanas.

  • 7/27/2019 Apostila Taty Libras Basico

    3/79

    Pgina 3

    Curso Bsico de Libras

    Sumrio

    APRESENTAO .................................................................................................. 2

    INTRODUO ....................................................................................................... 4

    CUIDADOS A TER NA COMUNICAO COM OS SURDOS ............................... 8

    VOC PRECISA SER SURDO PARA ENTENDER ............................................... 9

    DECRETO N 5.626, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2005. .......................................10

    ALFABETO MANUAL ............................................................................................25

    NMEROS ............................................................................................................26

    CORES .................................................................................................................27

    FAMLIA ................................................................................................................29

    MESES DO ANO ...................................................................................................33

    CUMPRIMENTOS .................................................................................................35

    DIAS DA SEMANA ................................................................................................43

    NOES DE TEMPO ...........................................................................................44

    TRANSPORTES ...................................................................................................46

    SADE ..................................................................................................................58

    EXERCCIOS ........................................................................................................65

  • 7/27/2019 Apostila Taty Libras Basico

    4/79

    Pgina 4

    Curso Bsico de Libras

    INTRODUO

    A Lngua Brasileira de Sinais LIBRAS

    Muitas pessoas acreditam que as lnguas de sinais so somente umconjunto de gestos que interpretam as lnguas orais.

    Pesquisas sobre as lnguas de sinais vm mostrando que estas lnguasso comparveis em complexidade e expressividade a quaisquer lnguas orais.Estas lnguas expressam idias sutis, complexas e abstratas. Os seus usuriospodem discutir filosofia, literatura ou poltica, alm de esportes, trabalho, moda eutiliz-las com funo esttica para poesias, contar estrias, criar peas de teatro

    e humor.

    Como toda lngua, as lnguas de sinais aumentam seus vocabulrios comnovos sinais introduzidos pelas comunidades surdas em resposta s mudanasculturais e tecnolgicas. Assim a cada necessidade surge um novo sinal e, desdeque se torne aceito, ser utilizado pela comunidade.

    Acredita-se tambm que somente exista uma lngua de sinais no mundo,mas assim como as pessoas ouvintes em pases diferentes falam diferenteslnguas, tambm as pessoas surdas por toda parte do mundo, que esto inseridas

    em Culturas Surdas, possuem suas prprias lnguas, existindo portanto muitaslnguas de sinais diferentes, como : Lngua de Sinais Francesa, Chilena,Portuguesa,Americana, Argentina, Venezuela, Peruana,Portuguesa, Inglesa,Italiana,Japonesa, Chinesa, Uruguaia, Russa, Urubus-Kaapor, citando apenasalgumas.Estas lnguas so diferentes umas das outras e independem das lnguasorais-auditivas nesses e em outros pases, por exemplo: o Brasil e Portugalpossuem a mesma lngua oficial, o portugus , mas as lnguas de sinais destespases so diferentes. O mesmo acontece com os Estados Unidos e a Inglaterra,entre outros. Tambm pode acontecer que uma mesma lngua de sinais seja

    utilizada por dois pases, como o caso da lngua de sinais americana que usada pelos surdos dos Estados Unidos e do Canad.

    Embora cada lngua de sinais tenha sua prpria estrutura gramatical,surdos de pases com lngua de sinais diferentes comunica-se com maisfacilidade uns com os outros, fato que no ocorre entre falantes de lnguas orais,que necessitam de um tempo bem maior para um entendimento. Isso se deve capacidade que as pessoas surdas tm em desenvolver a aproveitar gestos epantomimas para a comunicao e estarem atentos s expresses faciais ecorporais das pessoas e devido ao fato dessas lnguas terem muitos sinais que se

    assemelham s coisas representadas.

  • 7/27/2019 Apostila Taty Libras Basico

    5/79

    Pgina 5

    Curso Bsico de Libras

    No Brasil, as comunidades surdas urbanas utilizam a LIBRAS, mas almdela, h registros de outra lngua de sinais que utilizada pelos ndios Urubus-Kaapor na Floresta Amaznica. Muitas pessoas pensam que a LIBRAS o

    portugus feito com as mos, que os sinais substituem s palavras desta lngua, eque ela uma linguagem como a linguagem das abelhas ou do corpo, como ammica. Entre as pessoas que acreditam que a LIBRAS realmente uma lngua,h algumas que pensam que ela limitada e expressa apenas informaesconcretas, e que no capaz de transmitir idias abstratas.

    Esses mitos precisam ser desfeitos porque a LIBRAS, como toda lngua desinais, uma lngua de modalidade gestual-visual que utiliza como canal ou meiode comunicao, movimentos gestuais e expresses faciais que so percebidospela viso; portanto, diferencia da Lngua Portuguesa, uma lngua de modalidade

    oral-auditiva, que utiliza como canal ou meio de comunicao, sons articuladosque so percebidos pelos ouvidos. Mas as diferenas no esto somente nautilizao de canais diferentes, esto tambm nas estruturas gramaticais de cadalngua.

    Embora com diferenas peculiares a cada lngua, todas as lnguaspossuem algumas semelhanas que as identificam como lngua e no comolinguagem como o caso da linguagem das abelhas, dos golfinhos, dos macacos,enfim, a comunicao dos animais.

    Uma semelhana entre as lnguas que todas so estruturadas a partirde unidades mnimas que formam unidades mais complexas, ou seja, todaspossuem os seguintes nveis lingsticos: o fonolgico, o morfolgico, o sinttico,o semntico e o pragmtico.

    Outra semelhana entre as lnguas que os usurios de qualquer lnguapodem expressar seus pensamentos diferentemente por isso uma pessoa quefala uma determinada lngua utiliza essa lngua de acordo com o contexto e omodo de se falar com um amigo no igual ao de se falar com uma pessoaestranha, assim, quando se aprende uma lngua est aprendendo tambm a

    utiliz-la a partir do contexto.

    Outra semelhana tambm que todas as lnguas possuem diferenasquanto ao seu uso em relao regio, ao grupo social, faixa etria e aognero. O ensino oficial de uma lngua sempre trabalha com a norma culta, anorma padro, que utilizada na forma escrita e falada e sempre torna algumaregio e um grupo social como padro.

    Atribui-se s lnguas de sinais o status de lngua porque elas, emborasendo de modalidade diferente, possuem tambm estas caractersticas em

    relao s diferenas regionais, scio-culturais entre outras, e em relao ssuas estruturas porque elas tambm so compostas pelos nveis lingsticos

  • 7/27/2019 Apostila Taty Libras Basico

    6/79

    Pgina 6

    Curso Bsico de Libras

    descritos acim