apostila preparatÓria para o exame de mestre-amador ...· (capitão-amador). em qualquer um dos...

Download APOSTILA PREPARATÓRIA PARA O EXAME DE MESTRE-AMADOR ...· (Capitão-Amador). Em qualquer um dos tipos

Post on 08-Nov-2018

226 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • APOSTILA PREPARATRIA PARA O EXAME DE MESTRE-AMADOR. OBTENO DA HABILITAO PARA CONDUZIR EMBARCAES NA ATIVIDADE DE ESPORTE E RECREIO, NOS LIMITES DA NAVEGAO COSTEIRA.

    2 Edio Janeiro de 2018

    IMPORTANTE: Esta edio da Apostila tem como base os assuntos relacionados no programa constante do Anexo 5-A da Norma da Autoridade Martima (NORMAM-03/DPC), atualizada pela Portaria n 006, de 10 de janeiro de 2018, para o exame de habilitao na categoria de Mestre-Amador, com o diferencial de sintetizar o programa e a relao das disciplinas sugeridas pela Marinha do Brasil, com foco especfico no contedo para a citada categoria.

    (84) 9 9697-5028 WhatsApp

  • MATERIAL EXCLUSIVO DO SITE PORTALDOAMADOR

    importante alertar que nossas apostilas recebem numerao nica e senha exclusiva, e so personalizadas ao comprador (canto inferior esquerdo). Dessa forma, aps receber o material, voc somente poder fazer uso para o seu aprendizado e para preparar-se para o exame, no estando autorizado a revend-lo, nem distribu-lo sob qualquer forma. Se voc baixou este material de outro site na Internet ou algum repassou este material para voc, saiba que estar fazendo uso de uma cpia pirata e pirataria crime. Se voc identificar que este material est sendo utilizado por outra empresa ou est sendo distribudo em outro site, por favor, denuncie para ns pelo email contato.portaldoamador@hotmail.com. PROCESSO DE HABILITAO

    Para se submeter ao exame de Mestre-Amador, o candidato dever dirigir-se Capitania dos Portos, Delegacia ou Agncia, portando a seguinte documentao:

    1. Cpia da Carteira de Arrais-Amador (o candidato j deve ser habilitado como Arrais-Amador). 2. Cpia autenticada da Carteira de Identidade e do CPF; 3. Atestado mdico, emitido h menos de 01 ano, fornecido por qualquer profissional mdico

    (com carimbo do CRM), que comprove bom estado psicofsico (fsico, auditivo, mental e visual), incluindo limitaes caso existam. O atestado mdico dispensvel para os candidatos que apresentarem sua Carteira Nacional de Habilitao (CNH) dentro da validade;

    4. Requerimento para inscrio. Na internet, preencha seus dados e imprima o requerimento acessando o endereo: http://www.dpc.mar.mil.br/pt-br/sisama;

    5. Recibo da Taxa de Inscrio (GRU cobrana). Preencha e imprima a GRU acessando o endereo: http://www.dpc.mar.mil.br/pt-br/emissao-de-guia-de-recolhimento; e

    6. Cpia do comprovante de residncia (conta de gua luz ou telefone), expedido no prazo mximo de 90 dias, em nome do interessado ou declarao de prprio punho de endereo.

    EXAME DE HABILITAO

    O exame para Mestre-Amador constar de uma prova escrita, constituda de 40 questes do tipo mltipla escolha. O candidato ser considerado aprovado com 50% ou mais de acertos. A durao da prova ser de 2 horas. Para a realizao da prova o candidato dever portar o protocolo de inscrio, documento oficial de identificao, caneta esferogrfica azul ou preta, material de desenho: lpis ou lapiseira, rgua, um par de esquadros ou rgua de paralelas, transferidor, compasso e borracha. RECOMENDAO DO AUTOR

    Embora a Marinha do Brasil, no exija Curso Prtico para Mestre-Amador, recomenda-se que o interessado procure uma escola nutica ou um amigo que possa lhe dar umas aulas prticas, de forma que o candidato sinta-se seguro na hora de pilotar sua embarcao na navegao costeira. Lembre-se: a Segurana no Mar de imensa importncia, pois o comandante ou piloto do barco o responsvel pela vida de seus tripulantes, familiares e amigos, bem como de seu bem maior, sua prpria vida.

    Capito-Tenente (RM1-AA) Evangelista da Silva

    Arte, criao, desenvolvimento e atualizao.

    http://www.dpc.mar.mil.br/pt-br/sisamahttp://www.dpc.mar.mil.br/pt-br/emissao-de-guia-de-recolhimento

  • www.portaldoamador.com.br

    N D I C E

    Unidade 1 - Fundamentos da Navegao 01

    Unidade 2 - Cartas Nuticas 11

    Unidade 3 - Publicaes de Auxlio Navegao 23

    Unidade 4 - Instrumentos de Auxlio Navegao 33

    Unidade 5 - Radar e GPS 45

    Unidade 6 - Noes de Funcionamento da EPIRB 61

    Unidade 7 - Noes de Estabilidade 65

    Unidade 8 - Meteorologia 73

    Unidade 9 - Navegao e Balizamento (RIPEAM) 90

    Unidade 10 - Sobrevivncia no Mar 104

    Unidade 11 - Navegando com Agulhas Magnticas 114

    Unidade 12 - Rumos e Marcaes 121

    Unidade 13 - Posio no Mar 129

    Carta Especial para Instruo 13006: Disponvel em: http://www.portaldoamador.com.br/downloads/

  • www.portaldoamador.com.br [FUNDAMENTOS DA NAVEGAO]

    Mestre-Amador 1

    Unidade 1: Nesta unidade, voc ter uma viso geral dos diferentes tipos e mtodos de navegao; a forma da Terra; pontos cardeais; conhecer as principais linhas, pontos e planos da esfera terrestre; aprender sobre o sistema de coordenadas geogrficas; ver as unidades de medidas usadas na navegao, e entender sobre as diferenas entre Loxodromia e Ortodromia, suas vantagens e desvantagens.

    Navegao

    Que navegar, alem de cincia, uma arte, todos os bons navegantes j sabem. Eis aqui a definio universal de navegao: Navegao a cincia e a arte de conduzir uma embarcao de um ponto a outro da superfcie da Terra com segurana. Para tal o navegante considera informaes sobre cartografia, meteorologia, auxlios navegao, sistemas de posicionamento, perigos existentes e outros.

    Tipos e Mtodos de Navegao

    Ateno! - Os conceitos e definies apresentados neste trabalho para navegao em guas restritas, costeira e ocenica, tem como referncia a Norma da Autoridade Martima para Amadores (NORMAM-03/DPC). Pontos Notveis - So pontos conhecidos devidamente representados nas Cartas Nuticas, tais como, pontas, cabos, ilhas, faris etc. guas rasas - a expresso guas rasas, se refere ao lugar em que a gua pouco profunda. Nauta - Aquele que navega; navegador, marinheiro.

    Basicamente, quanto distncia em que se navega da costa ou obstculo mais prximo, a navegao pode ser de trs tipos principais: guas Restritas - tambm denominada Navegao

    Interior aquela que se pratica em guas consideradas abrigadas, tais como no interior de portos, baas, canais, rios, lagos e lagoas. , tambm a navegao utilizada prximo costa (ou perigo mais prximo) a menos de 3 milhas nuticas de terra. o tipo de navegao que exige maior preciso. (Veleiro, Motonauta e Arrais-Amador).

    Costeira - a navegao que se faz ao longo da costa, entre portos nacionais e estrangeiros, dentro dos limites de visibilidade da costa, vista de terra, no excedendo a 20 milhas nuticas. Na navegao costeira a posio da embarcao determinada visualmente, tomando-se por referncias, pontos notveis em terra, tais como: pontas, ilhas, faris, torres, edificaes etc. (Mestre-Amador).

    Ocenica - definida como sem restries, isto , aquela realizada fora dos limites de visibilidade da costa, alm das 20 milhas nuticas, e sem outros limites estabelecidos. caracterizada quando a embarcao navega suficientemente afastada de terra e reas de trfego nas quais os perigos de guas rasas e de abalroamentos so relativamente pequenos. (Capito-Amador).

    Em qualquer um dos tipos de navegao, o nauta utiliza-se

    de um ou mais mtodos para determinar a posio da embarcao no mar. Os principais so: Astronmica - mtodo em que o navegante determina a

    posio da embarcao pela observao dos astros (Sol, Lua, planetas e estrelas). Normalmente, s utilizada em alto-mar (na navegao ocenica).

    Visual - mtodo que tem por princpio determinar o rumo ou rota da embarcao com base em pontos

  • www.portaldoamador.com.br [FUNDAMENTOS DA NAVEGAO]

    Mestre-Amador 2

    Ateno! - Na navegao costeira, devemos utilizar sempre pontos notveis em terra. Importante: - No h dvidas que dos trs tipos primrios de navegao: ocenica, costeira e em guas restritas, est ltima exigir do navegante maior ateno e cuidado na preciso do cumprimento da derrota, por envolver a proximidade de perigos navegao. Derrota - Rumo ou direo que segue um navio em viagem.

    notveis em terra ou na costa (utiliza referncias visveis), valendo-se de acidentes naturais e artificiais, tais como: pontas, ilhas, faris, torres etc. (comum em navegao costeira).

    Eletrnica - mtodo que tem por princpio obter a posio da embarcao com auxlio de equipamentos eletrnicos, tais como radar, radiogonimetro, GPS e outros.

    Estimada - mtodo aproximado de navegao. Pode ser vista de terra ou no. Neste mtodo o princpio calcular a posio da embarcao em funo de outra posio j conhecida do navegante, utilizando-se o rumo, a velocidade no mar e o intervalo de tempo entre as posies.

    Antes de aprofundar no estudo da navegao propriamente

    dita, torna-se necessrio conhecer a forma da superfcie terrestre, uma vez que o problema da navegao diz respeito a sua representao num plano.

    Forma da Terra

    Algumas civilizaes antigas acreditavam que a Terra era plana; os gregos, porm, j imaginavam que a Terra era redonda. Chegaram a essa constatao graas a simples observaes: Quando uma embarcao se afastava da costa, primeiro sumia o casco e s depois as velas. Os exploradores descreviam mudanas de posio das estrelas no cu, conforme viajavam para o norte ou para o sul. E, a observao dos eclipses lunares mostra que a sombra da Terra projetada na superfcie da Lua sempre esfrica.

    Hoje, aps centenas de novos estudos, sabe-se que a forma da Terra no a de uma esfera perfeita e sim a de esferide (ou geide) achatada nos polos devido ao movimento de rotao ao redor de seus eixos, porm para fins de navegao, sua forma considerada esfrica, que possui centro e crculos na superfcie como linhas imaginrias.

    Essas linhas imaginrias cruzam a superfcie terrestre em dois sentidos: umas, no sentido leste-oeste (E-W - horizontal); outras no sentido norte-sul (N-S - v