apostila orçamento doméstico

Download Apostila Orçamento Doméstico

Post on 12-Mar-2016

215 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Prime Design

TRANSCRIPT

  • 1

  • 2

  • 3ORAMENTO DOMSTICO

    PLANEJAMENTO DE COMPRAS FORMAS DE PAGAMENTO ECONOMIA DOMSTICA

    A elaborao do oramento domstico nem sempre uma tarefa fcil. Definir quais so as suas necessidades e planejar todos os gastos, considerando sempre a renda disponvel, uma forma para comear a ter um maior con-trole de seu dinheiro e economizar. Apresentamos algumas orientaes que podem ajudar quem estiver disposto a controlar seu oramento.

    POR QUE FUNDAMENTAL A ELABORAO DE UM ORAMENTO DOMSTICO?

    Essencialmente para administrarmos as finanas, controlando os gastos e planejando compras. Na prtica, ajuda nosso dinheiro no acabar antes do ms.

    COMO SURGEM AS DVIDAS?

    Situaes inesperadas como doenas, bitos, separaes, desempregos (os chamados imprevistos), normalmente geram dvidas. Devemos considerar a possibilidade destas ocorrncias, j que muitas so comuns a todos, e nos organizar, mantendo uma reserva financeira.

    Comportamentos inadequados como compras por impulso, utilizao frequente do limite do cheque especial, muitos gastos com carto de crdito e pequenas despesas no consideradas tambm so origem da maioria das dvidas.

    Os grandes viles que contribuem para o endividamento so:

    Pagamento mnimo da fatura do Carto. Financiamentos em Geral. Pequenas despesas no consideradas.

    Compras por Impulso. Utilizao frequente do limite do cheque especial. Gastos excessivos com Carto de Crdito.

    COMO PODEMOS ELABORAR UM ORAMENTO DOMSTICO?

    Defina as prioridades considerando a renda familiar. Desenvolva o hbito de relacionar todos os gastos.

    Envolva toda a famlia no planejamento financeiro. Classifique suas despesas.

  • 4DICAS PARA ECONOMIZAR

    Com as dicas abaixo voc pode evitar o desperdcio. Alm de no jogar dinheiro fora, ainda contribui para a preservao do planeta.

    No supermercado:

    elabore antes e siga rigorosamente a lista de tudo que precisa comprar; alimentar-se antes de ir s compras evita ser guiado pelo estmago e comprar itens desnecessrios; analise bem todas as ofertas e veja se so realmente vantajosas.

    Na compra de alimentos:

    compre somente a quantidade que pretende consumir; produtos de poca tm preos melhores: informe-se. No uso do telefone:

    verifique e faa suas chamadas nos horrios de tarifa reduzida; utilize o telefone somente para conversas breves; lembre-se que, em geral, o celular possui tarifas mais elevadas.

    Ao utilizar a gua:

    mantenha as torneiras sempre bem fechadas e verifique se no h vazamentos; utilize a gua racionalmente para lavar roupas, louas, limpeza e banho.

    Na utilizao da energia eltrica:

    aproveite ao mximo a iluminao natural; pinte as paredes com cores claras e utilize lmpadas fluorescentes; mantenha geladeira e freezer longe de fontes de calor. Verifique a borracha de vedao que deve estar em perfeito estado. Ajuste o boto de temperatura de acordo com as indicaes do fabricante (quanto mais vazia, maior a tem-peratura); acumule e passe a maior quantidade de roupa possvel, regulando a temperatura do ferro eltrico de acordo com o tipo de tecido; evite banhos demorados e mude a chave do chuveiro de inverno para vero nos dias quentes; desligue da tomada todos os aparelhos que tm o sistema stand by (aquela luz que fica acesa mesmo com o aparelho desligado); utilize a mquina de lavar na sua capacidade mxima, sem, no entanto, sobrecarrega-la; evite ligar e desligar constantemente a torneira eltrica.

    a

    a

    a

    a

    a

    ORAMENTO DOMSTICO

  • 5 Na hora da Compra

    Ao fazer suas compras importante lembrar que os estabelecimentos comerciais colocam sua disposio dife-

    rentes formas de pagamento. Evite comprometer o seu oramento e analise a real necessidade da compra.

    Pagamento vista

    sempre mais interessantes pois nele podemos obter bons descontos e evitamos ficar endividados.

    Ao comprar a prazo

    Fique atento s taxas de juros cobradas para o financiamento;

    O preo vista, a entrada, as parcelas, o total a prazo, bem como as taxas de juros, impostos e outros valores de-

    vem ser informados com antecedncia;

    Mesmo no parcelamento sem acrscimo geralmente esto embutidos altos juros;

    Atrasos no pagamento da prestao de financiamento implicam multa de at 2% + encargos;

    Se houver o pagamento antecipado de alguma parcela dever haver o desconto proporcional dos juros.

    a

    a

    a

    a

    a

    O uso do cheque

    O cheque uma ordem de pagamento vista. Ao emiti-lo, lembre-se de que ele poder ser descontado imediata-

    mente;

    Cheque pr-datado um acordo informal entre fornecedor e consumidor. Se voc for utiliz-lo como forma de pa-

    gamento, faa o vendedor anotar no pedido ou na nota fiscal ou no oramento os nmeros dos cheques e as datas

    de quando devero ser descontados;

    Os valores desses cheques devero fazer parte de seu oramento (despesas fixas) durante os meses em que eles

    sero descontados. Se possvel faa opo de pagamento por meio de carn, principalmente se a mercadoria for

    para entrega futura.

    Cheque especial

    Evite entrar no limite do cheque especial j que as taxas de juros costumam ser muito elevadas. No faa desse limite

    um segundo salrio.

  • 6 Apresentamos uma tabela como exemplo de controle de gastos. Adapte-a s suas necessidades ou construa seu prprio modelo. O importante no esquecer que tudo deve ser anotado.

    MORADIA: aluguel ou prestao da casa; con-domnio; gua; luz; gs; imposto (IPTU); telefone fixo; outros.

    EDUCAO: mensalidade; transporte escolar; mate-rial; uniforme; lanches etc.LAZER: assinatura de jornais; revistas etc.

    ALIMENTAO: supermercado; padaria; aougue; feira; restaurante; lanchonete etc.

    SADE: plano de sade; dentista; remdios.

    AUTOMVEL: combustvel; IPVA; licenciamento; se-guro obrigatrio; seguro privado; multas; pedgio; manuteno; lavagem; estacionamento; outros.

    OUTRAS DESPESAS: TV a cabo; roupas; calados; transporte; prestaes; assistncia tcnica; telefone celular; internet.

    TABELA DE CONTROLE FINANCEIRO

    Para cada item acrescente uma linha na tabela, de acordo com as despesas que faz usualmente. Observe que h despesas que todo ms constaro na tabela (so as despesas fixas) e outras que aparecero apenas em meses especficos (despesas sazonais) e outras ainda que aparecem s vezes (despesas eventuais). Assim, o nmero de linhas da sua tabela, para cada tipo de despesa pode variar ms a ms

    RENDAPREVISTA: GASTA:

    VALOR PREVISTO: VALOR GASTO:MORADIA

    EDUCAO

    DESPESAS R$ 2.330,00 R$ 2.270,00

    Financiamentogua

    LuzTelefone / Internet

    R$ 380,00 R$ 50,00R$ 70,00R$110,00

    R$ 380,00 R$ 48,00R$ 93,00

    R$ 210,00

    MensalidadeTransporte

    Lanche

    R$ 320,00 R$ 115,00R$ 110,00

    R$ 380,00 R$ 115,00R$ 110,00

    Listamos aqui, algumas despesas mais comuns:

    ORAMENTO DOMSTICO

  • 7RENDAPREVISTA: GASTA:

    VALOR PREVISTO: VALOR GASTO:

    MORADIA

    EDUCAO

    LAZER

    ALIMENTAO

    SADE

    AUTOMVEL

    OUTRAS DESPESAS

    DESPESAS

    TOTAL DE GASTOS (B)

    SALDO Renda (A) - Despesas (B)

  • 8CARTILHA DOS DIREITOS TRABALHISTAS

    Contrato de experincia

    feito para avaliar as aptides pessoais e o de-sempenho profissional do trabalhador, bem como demonstrar as vantagens e condies de trabal-ho oferecidas pela empresa.

    PRAZO MXIMO

    90 dias.

    PRORROGAO DO CONTRATO

    Uma vez (desde que no ultrapasse os 90 dias).

    VENCIDO O PRAZO:

    O contrato passa a vigorar por prazo indetermi-nado.

    O empregador obrigado a anotar o contrato de trabalho na Carteira de Trabalho at 48 horas aps a contratao.

    proibido novo contrato de experincia aps o trmino do primeiro.

    Se o empregado dispensado sem motivo justo antes do trmino do prazo, o empregador deve pagar indenizao equivalente a 50% dos sa-lrios a que o empregado teria direito a receber, se tivesse continuado trabalhando at o final do contrato.

    Jornada de trabalho

    o perodo de tempo em que o empregado pres-ta servios ou permanece disposio do empre-gador, num espao de 24 horas.

    JORNADA MXIMA: 08 horas dirias ou 44 ho-ras semanais (se outro limite no for previsto em Acordo Coletivo ou Conveno Coletiva)

    O empregador com mais de 10 empregados obrigado a ter carto-ponto, folha-ponto ou livro-ponto para controle do horrio de trabalho.

    O empregado obrigado a anotar o verdadeiro horrio de incio e trmino do trabalho dirio, in-clusive intervalo.

    Repouso

    Domingos e feriados so dias de repouso.

    Pode o empregador conceder folga noutro dia da semana para compensar o trabalho no dia de re-pouso.

    Para algumas atividades, o dia de repouso pode ser combinado para outro dia da semana (ex.: restaurantes).

    O empregado que trabalha em domingos e feri-ados, sem folga compensatria, tem direito a re-ceber o dia de descanso em dobro.

    ORAMENTO DOMSTICO

  • 9Estabilidade provisria no emprego

    Direito do empregado manuteno do empre-go, s podendo ser dispensado por justa causa.Aplica-se em casos de:

    ACIDENTE DO TRABALHO

    O empregado tem estabilidade provisria por 01 ano aps o retorno ao trabalho.

    DIRIGENTE SINDICAL

    Desde o registro da candidatura at 01 ano aps o trmino do mandato.

    MEMBRO DA COMISSO INTERNA DE PREVEN-O A ACIDENTES (CIPA):

    Desde o registro da candidatura at 01 ano aps o trmino do mandato.

    GESTANTE

    Desde a confirmao da gravidez at 5 meses aps o parto.H outras hipteses de estabilidades provisri-as pactuadas em negociaes pelos sindicatos (Exemplos: alguns meses aps paralisao por greve; 1 ano antes da aposentadoria, etc.) Se dis-pe